Efeito compton

885 visualizações

Publicada em

Efeito Compton. Seminário de Física Moderna, FECLES-UECE.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
885
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Efeito compton

  1. 1. Raios X e Difração Bragg; Momento relativístico e Energia relativística EFEITO COMPTON
  2. 2. RAIOS X • Os raios X foram descobertos em 1895, por Wilhelm Rontgen com raios catódicos (feixe de elétrons acelerados) os raios X eram produzidos quando os elétrons colidiam com paredes de tubo evacuado, e Rontgen mostrou que se propagavam em linha reta e tinham um grande poder de penetração. • λ(luz visível) ≈ 400 a 700 nanômetros • λ(x) ≈ 0,1 nanômetro
  3. 3. O catodo é aquecido por outro circuito, fazendo com que haja emissão de elétrons. O elétron é acelerado pela diferença de potencial. A colisão do elétron com anodo gera a emissão de raios X. Elétrons podem provocar a emissão de fótons
  4. 4. Difração Bragg • Willian Lawrence Bragg mostrou que: os raios X eram fenômenos ondulatório. • Considere a figura: Imagine que haja reflexão de um raio por um desses planos, isto é, que, ao incidir sobre um átomo desse plano numa direção que forma um ângulo Θ com o plano, o raio seja refletido segundo o mesmo ângulo. É preciso que a diferença de caminho seja múltiplo inteiro de λ:
  5. 5. Energia e momento relativístico
  6. 6. Efeito Compton
  7. 7. CURIOSIDADE O efeito Compton é o responsável pelo chamado pulso eletromagnético (PEM) provocado pelas explosões termonucleares na alta atmosfera. Os raios X e os raios gama que são emitidos nessas explosões efetuam colisões Compton com os elétrons na atmosfera superior e os deslocam energicamente para a frente. Esse súbito aparecimento de uma grande carga elétrica acelerada provoca o surgimento de campos eletromagnéticos intensos que podem causar grandes perturbações nos circuitos elétricos sem blindagem, na superfície da Terra.O efeito foi observado pela primeira vez quando os circuitos de potência e de comunicações no Havaí sofreram um colapso durante um teste de explosão nuclear na atmosfera realizado sobre o oceano Pacífico, a muitos quilômetros de distância.
  8. 8. REFERÊNCIAS NUSSENZVEIG, Hersh Moysés. Curso de Física Básica 4: Ótica, Relatividade, Física Quântica. p. 122-128, 254-257. 1ª ed. 7ª reimpressão. São Paulo: Ed- gard Blucher, 2008

×