Operacoes numeros decimais

15.536 visualizações

Publicada em

Sugestão de aula de Matemática para o Ensino Médio Integrado da Fundação de Apoio à Escola Técnica. Produzido pela Diretoria de Desenvolvimento da Educação Básica e Técnica/FAETEC.

3 comentários
8 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
15.536
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
84
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
8
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Operacoes numeros decimais

  1. 1. MATEMÁTICA PARA MECÂNICA Autoras: Fernanda Souza Katia Dutra
  2. 2. Vamos começar? O consumo de energia elétrica é uma preocupação do mundo moderno. Se analisarmos uma conta de luz e soubermos a potência de um equipamento elétrico, poderemos anotar a frequência de uso desses aparelhos para construir uma tabela como a que vemos a seguir:
  3. 3. Observe que com base nesses dados podemos calcular o consumo médio mensal de todos esses aparelhos juntos. Também podemos, a partir do custo do quilowatt-hora, calcular o valor, em reais, do consumo de energia elétrica mensal em uma residência, por exemplo. Para efetuar este cálculo, precisamos realizar operações com números decimais. Essa foi apenas uma situação dentre as muitas que temos para operar com esse tipo de número. Vamos rever como funcionam essas operações? Aparelhos elétricos Potência média (watts) Dias estimados uso/mês Média utilização/ dia Consumo médio mensal (kWh) Chuveiro elétrico 3 500 30 40 min 70,0 Computador 180 30 3 h 16,2 Geladeira 300 30 10 h 45 Liquidificador 300 15 15 min 1,1 Televisor 90 30 5 h 13,5
  4. 4. Um inspetor de qualidade precisava calcular o comprimento de uma peça como a do esquema a seguir. Como ele fez para somar os valores? Qual foi o valor de x que obteve? (As medidas estão em centímetros.) Para calcular o valor de x, basta somar todas as medidas dadas: x = 20,50 + 15,80 + 18,65 + 42,22 x= 97,17 cm Fique por dentro Observe outra situação: + 20,50 15,80 18,65 42,22 97,17 Como você pôde ver, o valor de x (comprimento da peça) foi de 97,17 cm x 42,2218,6515,8020,50
  5. 5. Para ADIÇÃO ou SUBTRAÇÃO de números decimais, devemos observar que: Os algarismos que ocupam a mesma ordem (unidade, dezena, centena, etc.) devem ficar na mesma coluna, com uma virgula alinhada à outra (vírgula embaixo de vírgula). Depois disso, basta adicionar e subtrair normalmente. Por fim, no resultado, a vírgula se mantém alinhada com as demais.
  6. 6. 1 , 2 8 + 2,6 + 0 , 0 3 8 =1 , 2 8 2 , 6 0 0 , 0 3 8 + _________ 3 , 9 1 8 3,918 0 0 Clique e veja alguns exemplos: 35,4 + 0,75 + 47 = 83,15 83,15 + 35,40 0,75 47,00 9 – 0,987 = 8,013 8,013 _ 9,000 0,987
  7. 7. O estudo da MULTIPLICAÇÃO de números decimais pode ser dividido em dois casos: Clique nos exemplos abaixo e observe que para multiplicar um número decimal por 10, 100 e 1000, basta deslocar a vírgula uma, duas, três posições para a direita, respectivamente.  Multiplicação por 10, por 100, por 1000. 1,349 x 10 = 1,349 x 100 = 1,349 x 1000 = 134 9, 134 9 134 9 , , A virgula deslocou uma casa decimal A virgula deslocou duas casas decimais A virgula deslocou três casas decimais
  8. 8.  Multiplicação de um número decimal por outro número decimal: Nestes casos devemos: •Multiplicar os números como se fossem números inteiros. •Colocar a vírgula no resultado, de modo que a quantidade de casas decimais seja igual à soma do número de casas decimais dos fatores. Observe os exemplos: 3 casas decimais 3 casas decimais 6 casas decimais 3 casas decimais 1 casa decimal 4 casas decimais
  9. 9. Até aqui, já vimos como efetuar as operações de adição, subtração e multiplicação de números decimais. E na DIVISÃO como devemos proceder? Em muitas disciplinas técnicas você trabalha com conversão de medidas. Essas, por sua vez, exigem operações com números decimais e, em especial, a divisão. Vamos rever como efetuar a divisão? Nos números fracionários, multiplica-se o numerador da fração por 25,4 e divide-se o resultado pelo denominador.
  10. 10. O estudo da DIVISÂO de números decimais pode ser dividido nos seguintes casos:  Divisão por 10 , 100 e 1000: Para dividir por 10, 100 e 1000 devemos deslocar a vírgula uma, duas, três posições para a esquerda, respectivamente. Quer ver melhor? Clique e observe os exemplos a seguir! 134,9 ÷ 10 = 134 9, 134,9 ÷ 100 = 134 9, 134,9 ÷ 1000 = 134 9,0
  11. 11.  Divisão de um número decimal por outro número decimal: 1º caso: Divisão exata Considere a divisão entre 1,4 : 0,05. Transformando em frações decimais temos: Os outros casos de divisão podem ser estudados em dois casos: o da divisão exata e o da divisão não exata. Você deve ter percebido que a divisão ficou muito fácil ao transformarmos os números decimais em frações
  12. 12. Observe a seguir um método prático para efetuar a divisão exata de um decimal por outro 1º) Igualamos o número de casas decimais do dividendo e divisor; 2 ) Suprimimos a vírgula; 3º) Efetuamos a divisão dos números obtidos. Efetuando ... 1,4 0,05 Igualando as casas decimais: 1,4 0,050 Suprimindo as vírgulas, temos 140 5 Efetuando a divisão 0 40 28 514'0' 1,4 0,05 = 28
  13. 13. http://www.youtube.com/watch?v=74y69o4cnHM Entenda melhor a divisão de decimais assistindo a essa vídeoaula.
  14. 14. 2º caso: Divisão não exata No caso da divisão não exata calculamos o quociente aproximado. Seja por exemplo a divisão de 66 por 21. 6 90 30 3,14 66' 21 Determinar um quociente com aproximação de décimos, centésimos ou milésimos significa parar a divisão ao atingir a primeira, segunda ou terceira casa decimal do quociente, respectivamente. Exemplos: 13 ÷ 7 = 1, 8 ( aproximação de décimos ) 13 ÷ 7 = 13 ÷ 7 = 1, 1, 85 ( aproximação de centésimos ) 857 ( aproximação de milésimos )
  15. 15. http://www.youtube.com/watch?v=JjSUgr6pZI0
  16. 16. Para finalizar, vamos recordar a potenciação e a radiciação de números decimais. Vamos lá? Potenciação de números decimais As potências nas quais a base é um número decimal e o expoente é um numero natural, utilizamos a mesma regra de potenciação. Multiplicamos a base por ela mesma, quantas vezes for o expoente.
  17. 17. (0,7)³ = 0,7 x 0,7 x 0,7 = 0,343 3 fatores (0,5) = 5 0,5 x 0,5 x 0,5 x 0,5 x 0,5 5 fatores = 0,03125 (3,2)²= 3,2 x 3,2 2 fatores = 10,24 Clique e observe os exemplos:
  18. 18. A raiz quadrada de um número decimal pode ser determinada com facilidade, transformando o número em uma fração decimal. Veja os exemplos: Raiz Quadrada de números decimais E lembre: todas essas operações serão muito utilizadas ao longo de todo o seu curso técnico!
  19. 19. Navegando... Fique mais por dentro dos decimais. Acesse: http://www.slideshare.net/guestdc3a85/nmeros-racionais-expressos-na-forma-decimal-2519868 História dos Números Decimais da Turma da Mônica: http://www.slideshare.net/kov0901/histria-dos-nmeros-decimais-6023932
  20. 20. Agora é sua vez! Teste os seus conhecimentos.
  21. 21. 3. Com pedaços de arame que medem 22,6 cm e 13,8 cm, podemos construir o esqueleto de um bloco retangular, como você vê na figura. Quantos centímetros desse arame são necessários para essa construção? 13,8 cm 13,8 cm 22,6 cm 2. Calcule o comprimento (L) de uma correia aberta que deverá ligar duas polias de diâmetros diferentes (15 cm e 20 cm) e com distância entre os eixos de 40 cm. Para calcular esse comprimento vamos utilizar a seguinte fórmula: Onde R é o raio maior, r o raio menor e c a distância entre os eixos.
  22. 22. 4. Ao iniciar uma viagem, Valdir abasteceu o tanque de combustível do seu carro, que estava totalmente vazio, e pagou R$ 162,80 pelo abastecimento. Se o litro de combustível custa R$ 2,96, quantos litros cabem no tanque do carro de Valdir? 5. Calcule o comprimento da correia aberta que liga duas polias iguais com 30 cm de diâmetro e com a distância entre eixos de 70 cm. Para resolver esse problema você vai aplicar: L = p x d + 2 x c Onde L é o comprimento total da correia; p x d é o perímetro da circunferência e c é a distância entre os centros dos eixos.
  23. 23. Gabarito Confira suas respostas! 1) 1,425 mm 2) 142,27 cm 3) 200,8 cm 4) 55 litros 5) 234,20 cm
  24. 24. Referências Bibliográficas 1. FRANÇA, Hélio. Mecânica: Máquinas Térmicas, Hidráulicas e Pneumáticas. Rio de Janeiro: FAETEC- ETER, 2008 2. GIOVANNI JÚNIOR, José Ruy e CASTRUCCI Benedicto . A Conquista da Matemática, 6º ano. São Paulo: FTD, 2009 3. SILVEIRA, Ênio e MARQUES, Cláudio. Matemática vol. 1. São Paulo: Moderna, 1995 4. Telecurso Profissionalizante de Mecânica, NOVO TELECURSO 2000 – teleaula nº 8 de Cálculo Técnico. Fundação Roberto Marinho.

×