Junho 2006             1
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Mercados Alvo da Equatorial e Área de Concessão da Cemar                                Boa Vista - Eletronorte           ...
Venda de Energia da Cemar                          Vendas por Volume (GWh)                                               V...
Estratégia                           Aquisição de controle, compartilhado ou não    Consolidação de        Oportunidades d...
Resultados Financeiros Expressivos                      RECEITA LÍQUIDA (R$ Milhões)                                      ...
Perfil Diferenciado de Endividamento                                   DÍVIDA TOTAL (1T06)                                ...
Estrutura corporativa                                                          Pactual (1)                               G...
Pontos Fortes     Potencial de                 Solidez financeira e     crescimento            administração profissional ...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Breve HistóricoAdministração Estatal   Controle PP&L     Intervenção da ANEEL   Atual Administração      Até jul/00       ...
Reestruturação Financeira na CEMAR              Capitalização de R$155 milhões              Renegociação da dívida da CEMA...
Reestruturação Operacional da CEMAR                                               Redução dos níveis hierárquicos         ...
Oportunidades Adicionais de Criação de Valor na CEMAR                                  Otimização de processos            ...
Perdas de Energia vs. Margem EBITDA                                                     50%                               ...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Foco nas Regiões de Maior Crescimento de Consumo de Energia do Brasil         CRESCIMENTO ORGÂNICO – MERCADO              ...
Crescimento através de aquisições          Companhia               Controle               Receita Líq. (R$000)           E...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
1T06 - Destaques              Captação de R$185,6 milhões com a Oferta Primária de Ações              EBITDA de R$67,6 mil...
Mercado              Crescimento consistente apesar de eventos isolados na classe industrial                    CLIENTES  ...
Receita Líquida                                    Crescimento Contínuo                                    RECEITA LÍQUIDA...
Despesas Gerenciáveis                            Ganhos de Eficiência Operacional                            DESPESAS GERE...
EBITDA Trimestral                                       Crescimento na Margem EBITDA da Equatorial                        ...
Benchmark                                                 Margem EBITDA vs. Crescimento de Energia Vendida                ...
Lucro Líquido                                                      Rentabilidade crescente                                ...
Investimentos CEMAR                                                              Ritmo constante de investimentos         ...
Programa Luz para Todos                         Segundo contrato assinado em Março de 2006           Contrato 2006 do Prog...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Perfomance na BOVESPA*                                   130                                   120               Evolução ...
Agenda   Visão Geral da Companhia   Reestruturação da CEMAR   Oportunidades de Crescimento   Resultados financeiros e oper...
Síntese                             RECEITA LÍQUIDA (R$ MM)                                     EBITDA (R$ MM)            ...
Contato                Telefone: (0XX98) 3217 2245             E-mail: ri@equatorialenergia.com.br          Website: www.e...
Aviso   As estimativas e declarações futuras constantes da presente apresentação têm por embasamento, em grande parte, as ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Equatorial santander utilities day - são paulo - 28.06.2006

510 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
510
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Equatorial santander utilities day - são paulo - 28.06.2006

  1. 1. Junho 2006 1
  2. 2. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 2
  3. 3. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 3
  4. 4. Mercados Alvo da Equatorial e Área de Concessão da Cemar Boa Vista - Eletronorte CEA - Eletronorte Celpa – Grupo Rede Cemar - Equatorial RR CEAM - Eletronorte AP Cepisa - Eletrobras Coelce - Endesa AM PA MA CE RN Cosern- Neoenergia PB Eletroacre - Eletronorte PI PE Saelpa - Cataguazes AC TO AL RO SE BA Celpe - Neoenergia Ceron - Eletrobras MT GO DF Ceal - Eletrobras Cemat – Grupo Rede MG Energipe - Cataguazes MS ES SP RJ Coelba - Neoenergia PR Enersul - EdB Celtins – Grupo Rede SC RS Mercados Alvo da Equatorial Área de Concessão da Cemar CEB – Estadualizada 43,0% da população 3,3% da população Celg – Estadualizada 0,9% do PIB 26,3% do PIB 28,9% do consumo de energia 1,2% do consumo de energia 4Fonte: Dados da ABRADEE e relatórios da CEMAR. Dados de 2005.
  5. 5. Venda de Energia da Cemar Vendas por Volume (GWh) Vendas por Consumidor Outros 5,9% Comercial 7,4% Outros 24,0% Industrial 0,7% Residencial 40,4% Comercial 19,8% Residencial Industrial 85,9% 15,8% 2.793 GWh 1,3 milhão de consumidores 5Fonte: Dados da ABRADEE e relatórios da CEMAR. Dados de 2005.
  6. 6. Estratégia Aquisição de controle, compartilhado ou não Consolidação de Oportunidades de ganhos através de: sinergias operacionais, distribuidoras no reestruturação operacional e financeira e redução de perdas de N / NE / CO energia Continuação do programa de reestruturação da CEMAR, ampliando Aumento de eficiência os ganhos de produtividade, buscando novas reduções de custos eoperacional e diminuição de redução de perdas comerciais de energia de perdas Expressivos investimentos em geração serão necessários nos Avaliação seletiva de próximos anos no Brasilinvestimentos em geração Este cenário poderá gerar oportunidades de investimento atrativas que serão examinadas pela Equatorial 6
  7. 7. Resultados Financeiros Expressivos RECEITA LÍQUIDA (R$ Milhões) EBITDA (R$ Milhões) CAGR (03-05): 25,5% 665,4 CAGR (03-05): 42,3% 526,1 28,3% 422,6 22,1% 188,6 16,2% 93,2 85,4 2003 2004 2005 2003 2004 2005 EBITDA Margem EBITDA LUCRO LÍQUIDO (R$ Milhões) 228,8 122,9 -57,2 2003 2004 2005 7Fonte: Relatórios da Equatorial
  8. 8. Perfil Diferenciado de Endividamento DÍVIDA TOTAL (1T06) DÍVIDA LÍQUIDA (R$ Milhões) R$514,9 milhões 8,1 US$ CDI 3% 5% RGR 4,3 6% FINEL 1,9 1,8 11% 1,0 755,4 368,7 350,0 391,8 215,2 IGP-M 75% 2003 2004 2005 1Q06 1Q06* (Pró- forma) Prazo Médio: 10,1 anos Dív. Líq. Div. Líq./EBITDA (Últ.12m) Fonte: Relatórios da Equatorial 8* Inclui R$176,6 milhões de resultado líquido da parcela da emissão primária do IPO, recebido em Abril de 2006
  9. 9. Estrutura corporativa Pactual (1) GP Investimentos(2) Total: 46,2% Total: 53,8% Administradores Brasil Energia I(3) Free Float Total: 2,6% Total: 40,6% Total: 56,8% Votante: 1,6% Votante: 62,1% Votante: 36,3% Total de Units: Eletrobras Outros 65,558,392 Total: 34,0% Total: 0,7% Total: 65,4% Novas Aquisições(1) Pactual Latin America Power Fund Ltd., fundos geridos pelo Pactual(2) Fundos geridos pela GP Investimentos 9(3) Incluem ações detidas pela Tordezilhas S.A., subsidiária integral da Brasil Energia I
  10. 10. Pontos Fortes Potencial de Solidez financeira e crescimento administração profissional significativo com com experiência em perspectiva de reestruturação consolidação Cultura e modelo de Comprometimento com as gestão voltados para melhores práticas de resultados governança corporativa 10
  11. 11. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 11
  12. 12. Breve HistóricoAdministração Estatal Controle PP&L Intervenção da ANEEL Atual Administração Até jul/00 ago/00 - ago/02 ago/02 - mai/04 Após mai/04 12
  13. 13. Reestruturação Financeira na CEMAR Capitalização de R$155 milhões Renegociação da dívida da CEMAR Prazo Médio de 10 anos Aproximadamente 90% da dívida indexada pelo IGP-M (mesmo indexador das tarifas), da qual 22% conta com prazo de 18 anos e taxa de IGP-M + 4% PERFIL DE AMORTIZAÇÂO DA DÍVIDA - DEZ 2003 PERFIL DE AMORTIZAÇÂO DA DÍVIDA - DEZ 2005 R$ Milhões R$ Milhões 456 309 Dívida Total: Dívida Total: R$820 milhões R$504 milhões 185 64 55 47 40 45 30 32 31 27 CP 2005 2006 2007 2008 > 2008 CP 2007 2008 2009 2010 > 2011 13Fonte: Relatórios da Equatorial, inclui dívida em atraso de R$120 milhões com a ELETRONORTE
  14. 14. Reestruturação Operacional da CEMAR Redução dos níveis hierárquicos Reestruturação Atração e retenção de novos talentos e Organizacional remuneração variável alinhada à criação de valor Mudanças para o acionista implementadas na CEMAR Controle centralizado de despesas Disciplina Renegociação de contratos a partir da troca Financeira Terceirização de controle DEC: 67,9 horas em 2003 para 54,6 horas em 2005 Melhoria FEC: 37,3 interrupções em 2003 para 32,9 interrupções Operacional em 2005 Reformulação da estrutura de TI Melhoria do atendimento ao consumidor 14Fonte: Relatórios da CEMAR
  15. 15. Oportunidades Adicionais de Criação de Valor na CEMAR Otimização de processos Ganhos Contínua redução de despesas Additional adicionais de Novos investimentos em tecnologia opportunities produtividade Implantação do sistema de gestão SAP/R3 forOportunidades valueadicionais para criação de creation valor Patamar de perdas ainda elevado se comparado a outras empresas da região: Redução das Reformulação da estrutura de fiscalização e auditoria perdas de Implantação de medidor eletrônico e telemetria nos energia clientes de alta tensão Implantação de medidores eletrônicos e caixas blindadas de medição nos clientes de baixa tensão Automatização do processo de seleção de alvos para fiscalização 15
  16. 16. Perdas de Energia vs. Margem EBITDA 50% 40% Energipe Celtins CEMAR -1Q06 Cosern Saelpa 30% Margem EBITDA CEMAR - 2005 Cemat Coelce Celpe Celpa 20% Ceal 10% Ceb Ceron 0% Celg Cepisa -10% 0,0% 5,0% 10,0% 15,0% 20,0% 25,0% 30,0% 35,0% 40,0% Perdas de Energia (% Últ. 12 m)Fonte: ABRADEE eDistribuidoras das regiões Norte / Nordeste / Centro Oeste – dados de 2005 16* Dados referem-se as Perdas de Energia de 2004
  17. 17. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 17
  18. 18. Foco nas Regiões de Maior Crescimento de Consumo de Energia do Brasil CRESCIMENTO ORGÂNICO – MERCADO CEMAR – ENERGIA VENDIDA (GWh) Crescimento Médio (a.a.) do Consumo de Energia – 99/05 2.793 5,5% 4,2% 2.593 3,0% 2.521 2,3% Norte Centro-Oeste Nordeste Brasil 2003 2004 2005 2,9% 7,8% 18Fonte: ABRADEE, ANEEL, IBGE, FGV, SUDENE, relatórios da CEMAR
  19. 19. Crescimento através de aquisições Companhia Controle Receita Líq. (R$000) Energia Vendida (GWh) EBITDA (R$ 000) Margem EBITDA a CEMAR Equatorial Energia 665.444 2.793 188.578 28,3% b CEAL Eletrobras 468.795 2.159 85.795 18,3% c CERON Eletrobras 452.418 1.439 10.177 2,2% d CEPISA Eletrobras 376.708 1.583 (25.908) -6,9% e CELG Estadualizadas 1.556.176 7.050 (3.084) -0,2% f CEB Estadualizadas 859.050 3.798.781 63.846 7,4% g ENERGIPE Cataguazes 381.159 1.647 137.072 36,0% h SAELPA Cataguazes 492.552 2.227 155.074 31,5% i CELPA Grupo Rede 1.124.792 4.661 284.398 25,3% j CEMAT Grupo Rede 1.233.464 4.006 322.201 26,1% l CELTINS Grupo Rede 265.661 932 104.226 39,2% m COELCE Endesa 1.581.522 6.397 344.821 21,8% n CELPE Neoenergia 1.603.646 7.860 388.362 24,2% o COSERN Neoenergia 619.655 3.163 199.931 32,3% 19Fonte: desmonstrações financeiras das empresas relacionadas em 31/12/2005
  20. 20. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 20
  21. 21. 1T06 - Destaques Captação de R$185,6 milhões com a Oferta Primária de Ações EBITDA de R$67,6 milhões, 94,6% superior ao 1T05 Margem EBITDA de 37,1% contra 24,5% no 1T05 Lucro Líquido Pró-Forma* de R$21,8 milhões, 127,4% superior ao do 1T05, ajustado pelas despesas da Oferta Pública de Ações Assinatura do 2º Contrato do Programa Luz para Todos no valor de R$275,4 milhões 21* excluindo despesas não recorrentes referentes ao IPO
  22. 22. Mercado Crescimento consistente apesar de eventos isolados na classe industrial CLIENTES VENDAS - MWh 1.281.118 669.484 650.086 1.176.108 1.133.179 618.900 601.271 3,0% 1.074.838 8,9% 3,8% 5,0% 5,4% 2,9% 1T03 1T04 1T05 1T06 1T03 1T04 1T05 1T06 CONSUMO POR CLASSE (MWh) 1T03 1T04 1T05 1T06 % 06-05 Residencial 247.756 254.294 271.076 282.450 4,2% Industrial 102.781 102.036 101.239 85.931 -15,1% Comercial 112.086 119.249 128.932 137.979 7,0% Rural 15.821 18.575 20.305 21.044 3,6% Outros 122.826 124.745 128.533 142.080 10,5% Total 601.271 618.900 650.086 669.484 3,0% 22
  23. 23. Receita Líquida Crescimento Contínuo RECEITA LÍQUIDA (R$ MM) 28,8% 25,2% 32,1% 182,5 141,7 113,2 85,7 1T03 1T04 1T05 1T06 CAGR R$ 1T03 1T04 1T05 1T06 (03-06) Receita Líquida/Cons. 79,7 99,9 120,5 142,5 21,3% Receita Líquida/MWh 142,5 182,9 218,0 272,6 24,1% 23
  24. 24. Despesas Gerenciáveis Ganhos de Eficiência Operacional DESPESAS GERENCIÁVEIS (R$ MM) R$ milhões 1T05 Média 05 1T06 Pessoal 11,6 14,2 15,2 Material 1,2 1,4 1,4 Serviços 15,0 15 13,4 Outros 10,4 15,3 11,2 Total 38,1 45,9 41,2 PMSO (R$)/Consumidores 32,4 37,4 32,1 PMSO / Rec. Liquida (%) 26,9% 30,8% 22,6% 24
  25. 25. EBITDA Trimestral Crescimento na Margem EBITDA da Equatorial EBITDA (R$ Milhões) 69,3 67,7 47,6 37,1% 34,8 37,0 31,5 34,5% 27,9% 23,1 23,6 24,6% 24,3% 19,2% 19,9% 18,1% 7,1 6,2% 1T04 2T04 3T04 4T04 1T05 2T05 3T05 4T05 1T06 EBITDA Margem EBITDA CAGR R$ 1T04 2T04 3T04 4T04 1T05 2T05 3T05 4T05 1T06 (04-06) EBITDA/MWh 11,47 36,05 35,70 47,21 53,53 54,64 67,14 92,21 100,14 195,4% EBITDA/Cons. 6,27 20,22 20,45 27,13 29,59 30,78 39,05 55,25 52,84 190,4%Fonte: relatórios da CEMAR 25
  26. 26. Benchmark Margem EBITDA vs. Crescimento de Energia Vendida 1T05 1T06 45% 45% 40% Cemig 40% EQUATORIAL 35% 35% Coelce 30% 30% Cemig Margem EBITDA Margem EBITDA E. Brasil EQUATORIAL 25% 25% E. Brasil Coelce CPFL Mèdia 20% CPFL Média 20% Eletropaulo 15% Eletropaulo 15% Celesc Copel 10% 10% Celesc Copel 5% 5% 0% 0% -8% -6% -4% -2% 0% 2% 4% 6% 8% 10% 12% 14% -8% -6% -4% -2% 0% 2% 4% 6% 8% 10% 12% 14% Cresc. Energia Vendida 1T05 – 1T04 Cresc. Energia Vendida 1T06 – 1T05 1T05 Equatorial Média 1T06 Equatorial Média MargemEBITDA 24,5% 20,9% 3,6 p.p. Margem EBITDA 37,1% 24,8% 12,3 p.p. Energia Vendida (y-o-y) 5,0% 1,7% 3,3 p.p. Energia Vendida (y-o-y) 2,9% 1,3% 1,6 p.p. 26
  27. 27. Lucro Líquido Rentabilidade crescente LUCRO LÍQUIDO (R$ MM) 21,8 9,6 9,2 (41,2) (40,6) 1T03 1T04 1T05 1T06 Lucro Líq. Pro-forma* 27*Excluindo despesas não recorrentes do IPO
  28. 28. Investimentos CEMAR Ritmo constante de investimentos INVESTIMENTOS* (R$ MM) 23,4 25,7 10,5 5,8 1T03 1T04 1T05 1T06 CEMAR espera investir aproximadamente R$120 milhões por ano pelos próximos 3 anos.Fonte: relatórios da CEMAR* Excluem os investimentos relacionados ao Programa Luz para Todos 28
  29. 29. Programa Luz para Todos Segundo contrato assinado em Março de 2006 Contrato 2006 do Programa Luz para Todos (60 mil ligações): R$275,4 milhões – Parcela Subsidiada – CDE: R$238,7 milhões – Parcela Financiada – RGR: R$36,7 milhões Recursos recebidos em 31/03/06: R$83,6 milhões INVESTIMENTOS DIRETOS (R$ Milhões) TOTAL DE LIGAÇÕES 244 50.824 40.136 113 25.711 14.956 7.028 2005 2006e 1T05 2T05 3T05 4T05 1T06 29
  30. 30. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 30
  31. 31. Perfomance na BOVESPA* 130 120 Evolução do Preço 110 100 90 80 4/4/06 8/4/06 2/5/06 6/5/06 3/6/06 7/6/06 31/3/06 12/4/06 16/4/06 20/4/06 24/4/06 28/4/06 10/5/06 14/5/06 18/5/06 22/5/06 26/5/06 30/5/06 11/6/06 15/6/06 19/6/06 23/6/06 EQTL11 IBOV IEE Volume médio negociado desde o IPO: R$3,8 milhões*** 31/03/06 – 23/06/06. 31** Não inclui o resultado da oferta primária.
  32. 32. Agenda Visão Geral da Companhia Reestruturação da CEMAR Oportunidades de Crescimento Resultados financeiros e operacionais do 1T06 Performance na BOVESPA Síntese 32
  33. 33. Síntese RECEITA LÍQUIDA (R$ MM) EBITDA (R$ MM) 37,1% 24,6% 67,7 182,5 10,5% 141,7 6,2% 34,8 113,2 85,7 9,5 7,1 1T03 1T04 1T05 1T06 1T03 1T04 1T05 1T06 EBITDA Margem EBITDA - Taxas de crescimento acima da média do mercado - Margem EBITDA acima da média do setor - CAGR (03-06): 29% - CAGR (03-06): 93% LUCRO LÍQUIDO (R$ MM) DÍVIDA LÍQUIDA (R$ MM) 21.8 9,6 9,2 645,6 633,3 391,6 (41,2) (40,6) 400,6 215,2 1T03 1T04 1T05 1T06 1T03 1T04 1T05 1T06 Pro-forma** Div. Líq. Lucro Líq. Pro-forma* - Dív. Líq. Reduzida (1.0x EBITDA Últ. 12 m) - Rentabilidade Crescente - Sólido Perfil de Crédito* Excluem das despesas não recorrentes relacionadas ao IPO 33** Considerando os recursos do IPO (oferta primária)
  34. 34. Contato Telefone: (0XX98) 3217 2245 E-mail: ri@equatorialenergia.com.br Website: www.equatorialenergia.com.br/ri/ 34
  35. 35. Aviso As estimativas e declarações futuras constantes da presente apresentação têm por embasamento, em grande parte, as expectativas atuais e estimativas sobre eventos futuros e tendências que afetam ou podem potencialmente vir a afetar os negócios, a situação financeira, os resultados operacionais e prospectivos da EQUATORIAL. Estas estimativas e declarações estão sujeitas a diversos riscos, incertezas e suposições e são feitas com base nas informações de que a EQUATORIAL atualmente dispõe. Esta apresentação também está disponível no site www.equatorialenergia.com.br/ri e no sistema IPE da CVM. Essas estimativas envolvem riscos e incertezas e não consistem em garantia de um desempenho futuro, sendo que os reais resultados ou desenvolvimentos podem ser substancialmente diferentes das expectativas descritas nas estimativas e declarações futuras. Tendo em vista os riscos e incertezas envolvidos, as estimativas e declarações acerca do futuro constantes desta apresentação podem não vir a ocorrer e, ainda, os resultados futuros e o desempenho da EQUATORIAL podem diferir substancialmente daqueles previstos nas estimativas da EQUATORIAL. Por conta dessas incertezas, o investidor não deve se basear nestas estimativas e declarações futuras para tomar uma decisão de investimento. As palavras “acredita”, “pode”, “poderá”, “estima”, “continua”, “antecipa”, “pretende”, “espera” e expressões similares têm por objetivo identificar estimativas. Tais estimativas referem-se apenas à data em que foram expressas, sendo que a EQUATORIAL não pode assegurar a atualização ou revisão de quaisquer dessas estimativas em razão da ocorrência de nova informação, de eventos futuros ou de quaisquer outros fatores. Esta apresentação não constitui oferta, convite ou solicitação de oferta de subscrição ou compra de quaisquer valores mobiliários. E, esta apresentação ou qualquer informação aqui contida não constituem a base de um contrato ou compromisso de qualquer espécie. 35

×