Hemorragia med7002 2004_2

2.244 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
64
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hemorragia med7002 2004_2

  1. 1. Hemorragia Prof.Esp.:Axell Donelli
  2. 2. Conceito de Hemorragia • Hemorragia é a saída de sangue dos vasos sanguíneos ou do coração para o exterior, para o interstício ou para cavidades préformadas do organismo.
  3. 3. Histologia Túnica Íntima Túnica média Túnica adventícia
  4. 4. Diferenças Histológicas entre Artérias e Veias Artéria Veia
  5. 5. Classificação Quanto aos vasos; Quanto ao modo de extravasamento: Quanto a área de extravasamento:
  6. 6. Classificação quanto ao modo de extravasamento Hemorragia Externa Hemorragia Interna
  7. 7. Hemorragia Externa • Hemorragia digestiva (alta e baixa) Ângulo de Treitz
  8. 8. Hemorragia Externa • • • • • • • • Hemoptise Epistaxe Hematúria Otorragia Menstruação Metrorragia Estomatorragia Melena Hemoftalmia Menorragia Enterorragia Hemoptise Hemobilia Hematúria
  9. 9. Hemorragia Interna Hemotórax
  10. 10. • Hemorragia intraventricular Hemorragia Interna
  11. 11. Hemorragia Interna • Hemopericárdio
  12. 12. Hemorragia Interna • Hemoperitônio Baço Fígado
  13. 13. Hemorragia Interna • • • • • Petéquia Equimose ou Sufusão Hemorrágica Hematoma Púrpura Etc...
  14. 14. Com continuidade 1) Ruptura ou laceração (são as mais freqüentes). a) Traumáticas b) Espontâneas
  15. 15. Com continuidade 2) Erosão ou digestão da parede vascular. a) Cavernas tuberculosas quando a necrose atinge a parede dos vasos; b) Erosão vascular por neoplasias malignas; c) Úlcera péptica em que o suco gástrico digere a parede do vaso.
  16. 16. Sem continuidade • Esse tipo de hemorragia ocorre por aumento da pressão no interior de capilares e vênulas, como na congestão pulmonar, e por distúrbios da hemostasia, nas diáteses hemorrágicas.
  17. 17. Alterações Hemodinâmicas • Perda de líquido extracelular (LEC = intravascular + líquido intersticial) : Hipovolemia • Diminuição do retorno venoso • Diminuição da pré-carga - Conceito de pré carga: volume de sangue presente nos ventrículos no final da diástole.
  18. 18. Alterações Hemodinâmicas • Diminuição do volume diastólico final
  19. 19. Alterações Hemodinâmicas PA sistólica Fluxo sanguíneo Má perfusão tissular Déficit de O2 em nível celular
  20. 20. Transporte de O2 pela Hemoglobina • Proteína presente nos eritrócitos que leva O 2 dos pulmões para os tecidos periféricos; • Transporte de CO 2 e H + dos tecidos periféricos para os órgãos centrais.
  21. 21. Alterações Bioquímicas • A má perfusão sanguínea diminui as trocas gasosas. • Conseqüentemente, diminui a oferta de oxigênio para as células, e assim para as mitocôndrias.
  22. 22. Cadeia Respiratória O2
  23. 23. Primeiros Socorros em Ferimentos Externos • 1. Com um chumaço de gaze, é feita compressão sobre o ferimento
  24. 24. Primeiros Socorros em Ferimentos Externos 2. A bandagem triangular é usada para fixar as gazes no local da ferida;
  25. 25. Primeiros Socorros em Ferimentos Externos • 3. Um nó duplo, feito sobre o ferimento, permite controlar a pressão para ajudar a estancar a hemorragia
  26. 26. Primeiros Socorros em Ferimentos Externos
  27. 27. Primeiros Socorros em Ferimentos Externos • Torniquete

×