Caracterização do cluster e dos desafios que enfrenta
Isabel Soares
FEP/CEFUP
Apresentação
I. Uma nova via de desenvolvimento para a EU: alteração de modelo.
Envolventes macro e micro.
II. O papel cen...
Crise financeira redução drástica do PIB
 Se a UE mantiver o mesmo modelo de desenvolvimento, nem
sequer conseguirá recup...
I.Soares, isoares@fep.up.pt 4
Os investimentos dependem de
expectativas subjetivas
Investimentos maiores acionam mais
“lea...
A envolvente macroeconómica: algumas das medidas
necessárias
 Utilização de parte dos rendimentos dos leilões do ETS e de...
Envolvente microeconómica: algumas das medidas necessárias
 Reforço das normas de construção para fomentar o investimento...
II. O papel central do cluster da energia entre o potencial de
inovação e o contexto empresarial . O papel das PME
Energia...
Estratégia de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo:
nada pode funcionar sem a participação, em rede, das PME
e...
Estratégia Europeia para impulsionar as PME de acordo com as
prioridades estratégicas
Isabel Soares ( isoares@fep.up.pt) 9...
O setor energético europeu entre 4 situações extremas
I.Soares, isoares@fep.up.pt 10
O setor energético europeu entre 4 situações extremas
I.Soares, isoares@fep.up.pt 11
IV. Análise SWOT do setor energético da UE
I.Soares, isoares@fep.up.pt 12
Considerações finais sobre os drivers do setor elétrico europeu
 Liberalização e criação de um mercado interno de energia...
Obrigada!
I.Soares, isoares@fep.up.pt 14
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Prof. Isabel Soares - EnergyIN Bruxelas

472 visualizações

Publicada em

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
472
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Prof. Isabel Soares - EnergyIN Bruxelas

  1. 1. Caracterização do cluster e dos desafios que enfrenta Isabel Soares FEP/CEFUP
  2. 2. Apresentação I. Uma nova via de desenvolvimento para a EU: alteração de modelo. Envolventes macro e micro. II. O papel central do cluster da energia entre o potencial de inovação e o contexto empresarial . O papel das PME no novo modelo. III. O setor elétrico europeu entre 4 situações extremas IV. Análise SWOT V. Considerações finais.
  3. 3. Crise financeira redução drástica do PIB  Se a UE mantiver o mesmo modelo de desenvolvimento, nem sequer conseguirá recuperar a taxa de crescimento pré-crise!  Alteração do modelo macroeconómico, mais atento aos aspectos micro e comportamentais/ Alteração dos pressupostos Estratégia de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo Setor Energético: um dos pilares da mudança I.Soares, isoares@fep.up.pt 3
  4. 4. I.Soares, isoares@fep.up.pt 4 Os investimentos dependem de expectativas subjetivas Investimentos maiores acionam mais “learning-by-doing” reduzindo os custos unitários de produção RESULTADO Existência de diferentes pontos de equilíbrio com diferentes vias de crescimento económico.
  5. 5. A envolvente macroeconómica: algumas das medidas necessárias  Utilização de parte dos rendimentos dos leilões do ETS e de fundos estruturais para suporte do esforço de redução de emissões nos países do leste europeu.  Incentivo ao investimento empresarial através de benefícios fiscais conjugados com aumentos da taxa marginal de T s/ rendimentos de capital destinado a outros fins.  Introdução de expectativas de crescimento de baixo carbono em Contratos Públicos.  Gestão das expectativas de crescimento económico de modo idêntico ao usado pelos bancos centrais na gestão das expectativas de inflação. I.Soares, isoares@fep.up.pt 5
  6. 6. Envolvente microeconómica: algumas das medidas necessárias  Reforço das normas de construção para fomentar o investimento em eficiência energética  Reforço das normas de eficiência energética nos transportes  Uso de parte do rendimento dos leilões do ETS para fomento da eficiência energética e das ER  Normalização das infraestruturas de smart grid e de equipamentos domésticos inteligentes  Desenvolvimento de redes de aprendizagem de soluções empresariais inovadoras a nível europeu. I.Soares, isoares@fep.up.pt 6
  7. 7. II. O papel central do cluster da energia entre o potencial de inovação e o contexto empresarial . O papel das PME Energia: pilar do novo modelo de desenvolvimento e central na política europeia • Objetivo: estabelecer redes de PME produtoras e fornecedoras Objetivo: oportunidades de negócio com companhias de maior dimensão do cluster e integração na sua cadeia de valor. • Meta-clusters? I.Soares, isoares@fep.up.pt 7
  8. 8. Estratégia de crescimento inteligente, sustentável e inclusivo: nada pode funcionar sem a participação, em rede, das PME europeias  Representam 99.8% do tecido empresarial não-financeiro (2012)  A maioria (92.2%) são micro-empresas (< 10 empregados)  6.5% das PME da EU são Pequenas Empresas ( 10 - 49 empregados )  Apenas 1.1% são Médias Empresas (50-249 empregados)  Apenas 0.2% são grandes empresas não-financeiras (>250 empregados) I.Soares, isoares@fep.up.pt 8
  9. 9. Estratégia Europeia para impulsionar as PME de acordo com as prioridades estratégicas Isabel Soares ( isoares@fep.up.pt) 9 EU Strategy Resource Efficiency Green Markets Green Jobs
  10. 10. O setor energético europeu entre 4 situações extremas I.Soares, isoares@fep.up.pt 10
  11. 11. O setor energético europeu entre 4 situações extremas I.Soares, isoares@fep.up.pt 11
  12. 12. IV. Análise SWOT do setor energético da UE I.Soares, isoares@fep.up.pt 12
  13. 13. Considerações finais sobre os drivers do setor elétrico europeu  Liberalização e criação de um mercado interno de energia  A questão climática e o que é necessário fazer para baixar as emissões de CO2  O aumento sustentado da D  Investimentos em infraestruturas  Inovação e I&D I.Soares, isoares@fep.up.pt 13
  14. 14. Obrigada! I.Soares, isoares@fep.up.pt 14

×