Art nouveau   estilo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Art nouveau estilo

on

  • 4,918 visualizações

 

Statistics

Visualizações

Total Views
4,918
Views on SlideShare
4,917
Embed Views
1

Actions

Likes
2
Downloads
61
Comments
0

1 Incorporado 1

http://www.slideshare.net 1

Categorias

Carregar detalhes

Uploaded via as Microsoft Word

Direitos de uso

© Todos os direitos reservados

Report content

Sinalizado como impróprio Sinalizar como impróprio
Sinalizar como impróprio

Selecione a razão para sinalizar essa apresentação como imprópria.

Cancelar
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Sua mensagem vai aqui
    Processing...
Publicar comentário
Editar seu comentário

    Art nouveau   estilo Art nouveau estilo Document Transcript

    • Art nouveau Rótulo de loção Edista. Um exemplo típico do estilo de Arte Nova. Art nouveau (AFI: [aʁ nuvo], "arte nova" em francês) foi um estilo estético essencialmente de design e arquitetura que também influenciou o mundo das artes plásticas. Era relacionado com o movimento arts & crafts e que teve grande destaque durante a Belle époque, nas últimas décadas do século XIX e primeiras décadas do século XX. Relaciona-se especialmente com a 2ª Revolução Industrial em curso na Europa com a exploração de novos materiais (como o ferro e o vidro, principais elementos dos edifícios que passaram a ser construídos segundo a nova estética) e os avanços tecnológicos na área gráfica, como a técnica da litografia colorida que teve grande influência nos cartazes. Devido à forte presença do estilo naquele período, este também recebeu o apelido de modern style (do inglês, estilo moderno). O nome surgiu de uma loja parisiense (capital internacional do movimento), chamada justamente Art nouveau e que vendia mobiliário seguindo o estilo. Caracteriza-se pelas formas orgânicas, escapismo para a Natureza, valorização do trabalho artesanal, entre outros. O movimento simbolista também influenciou o art nouveau.
    • Recebeu nomes diversos dependendo do país em que se encontrava: Flower art na Inglaterra, "Modern Style", "Liberty" ou estilo "Floreale" na Itália. Os alemães criam sua própria vertente de Art Nouveau chamada Jugendstil. No Brasil, teve fundamental participação na divulgação e realização da art nouveau o Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo. Um dos maiores nomes desse estilo, no Brasil, é o artista Eliseu Visconti, pioneiro do design no País. Em Portugal, edifícios em estilo arte nova são particularmente comuns em Aveiro e Caldas da Rainha. Em Lisboa, a Casa - Museu Dr. Anastácio Gonçalves é um bom exemplo da variante portuguesa do estilo, assim como no Porto o Café Majestic. Em Portugal foi comum, mais que a arquitetura, a decoração de fachadas e interiores com azulejos em estilo arte nova, como se comprova em muitos edifícios da virada dos séculos XIX e XX. • Uma estética para o design Casa Arte Nova, Rua da Galeria de Paris (Porto, Portugal).
    • Casa Arte Nova, Rua Cândido Reis (Porto, Potugal). Ao contrário da maioria das correntes associadas ao movimento modernista, o Art Nouveau não foi dominado pela pintura. Mesmo os pintores mais estreitamente relacionados com o estilo, Toulouse-Lautrec, Pierre Bonnard, Gustav Klimt, criaram cartazes e objetos de decoração memoráveis. Juntamente com o Arts and Crafts, o Art Nouveau foi um dos estilos estéticos que prepararam o caminho do design moderno. Art Nouveau modernizou o design editorial, a tipografia e o design de marcas comerciais; além de se destacar pelo desenvolvimento dos cartazes modernos. Art Nouveau também revolucionou o design de moda, o uso dos tecidos e o mobiliário, assim como o design de vasos e lamparinas Tiffany, artigos de vidro Lalique e estampas Liberty City. A litografia colorida tornou-se disponível no final do século XIX, possibilitando aos designers da época trabalhar direto na pedra, sem as restrições da impressão tipográfica, possibilitando um desenho mais livre. Esse avanço tecnológico foi responsável pelo florescimento e difusão dos cartazes impressos. Influência da pintura japonesa Talvez a principal influência estética que inspirou o uso publico do espaço graficamente foi a popularidade das estampas japonesas. A pintura japonesa valorizava muito o espaço em branco do papel e a composição precisa dos elementos figurativos, além do movimento e textura gráfica da pincelada. Podemos perceber essa influência direta na composição e desenho, extremamente gráficos e econômicos, de Aubrey Beardsley, um dos pioneiros do design (e do desenho artístico) moderno. Além disso, a expressividade da caligrafia japonesa pode ter influenciado também muito da caligrafia expressionista. A influência do Art Nouveau
    • Embora o Art Nouveau seja uma manifestação típica do século XIX, podem-se encontrar traços desse movimento no design gráfico posterior do século XX. Para demonstrar a continuidade da influência do estilo, podemos destacar: • O estilo psicodélico dos anos de 1960-70 (ver Milton Glaser). Especialmente influênciados pelo Jugendstil. • A família tipográfica Bookman, o arredondado da Cooper Black e o redesenho de tipografias antigas e ornamentadas, possíveis por avanços tecnológicos como a fotoletra, fotocomposição e a tipografia digital. Embora, por muito tempo, designers educados à sombra do Bauhaus e do Estilo internacional tenham criticado o Art Nouveau como uma manifestação estética excessivamente ornamental, atualmente se valoriza muito a importância histórica do Art Nouveau, sem menosprezar a sua riqueza ornamental. O Art Nouveau na arquitetura O art nouveau surgiu como uma tendência arquitetônica inovadora do fim do século XIX: um estilo floreado, em que se destacam as formas orgânicas inspiradas em folhagens, flores, cisnes, labaredas e outros elementos. Os edifícios apresentam linhas curvas, delicadas, irregulares e assimétricas. Mosaicos e mistura de materiais caracterizam muitas obras arquitetônicas, como as de Antoni Gaudí, expoente do movimento na Espanha. Com cacos de vidro e ladrilhos, ele decora construções como o Parque Güell e a Casa Milá, em Barcelona. A Catedral da Sagrada Família é outra obra sua de destaque. Notáveis designers, artistas e arquitetos do Art Nouveau Ilustração, Design Gráfico • Aubrey Beardsley (1872-1898) • Gaston Gerard (1878-1969) • Alfons Mucha (1860-1939) • Edvard Munch (1863-1944) • Henri de Toulouse-Lautrec (1864-1901) • Pierre Bonnard (1867-1947) • William Bradley (1868-1962) • Eliseu Visconti (1866-1944) Móveis • Carlo Bugatti (1856-1940) • Eugène Gaillard (1862-1933) • Louis Majorelle (1859-1926) • Henry van de Velde (1863-1957)
    • Vidro e Vitrais • Daum Frères (1825-1885) • Émile Gallé (1846-1904) • Jacques Gruber (1870-1936) • René Lalique (1860-1945) • Louis Comfort Tiffany (1848-1933) artes decorativas • Charles R. Ashbee (1863-1942) • Jules Brunfaut (1852-1942) • Auguste Delaherche (1857-1940) • Georges de Feure (1868-1928) • Hermann Obrist (1863-1927) • Philippe Wolfers (1858-1929) Murais e mosaicos • Mikhail Vrubel (1856-1910) • Gustav Klimt (1862-1918) • Eliseu Visconti (1866-1944) Casa Milà projeto de Antoni Gaudí, Espanha. Arquitetura • Émile André (1871-1933) • Georges Biet (1868-1955) • Paul Charbonnier (1865-1953) • Raimondo Tommaso D'Aronco (1857-1932) • August Endel (1871-1925) • Antoni Gaudí (1852-1926)
    • • Victor Horta (1861-1947) • Josef Hoffmann (1870-1956) • Hector Guimard (1867-1942) • Charles Rennie Mackintosh (1868-1928) • Louis Sullivan (1856-1924) • Eugène Vallin (1856-1922) • Fyodor Shekhtel (1859-1926) • Henry Van de Velde (1863-1957) • Otto Wagner (1841-1918) • Lucien Weissenburger (1860-1929) • Marian Peretiatkovich (1872-1916)