Produtor/a: Elaine Cristiana de Lima – Professora de Educação
Infantil e Ensino Fundamental I
Em 09 de janeiro de 2003, foi sancionada a Lei
Federal nº 10.639 que tornou obrigatório o
estudo da História e Cultura Afr...
Da mesma forma o Parecer 03/2004 do Conselho
Nacional de Educação que regulamenta a lei nº
10.639 ressalta a importância d...
OBJETIVO GERAL: Iniciar o trabalho de apresentação
da cultura afro-brasileira na Educação Infantil.
Sensibilizando as cria...
Na roda de conversa, perguntar para as crianças o que elas
conhecem sobre a cultura africana. Trazer aspectos da cultura
...
SANSA KROMA – canção folclórica africana que era cantada
pelas mães sul-africanas durante o exílio, nos tempos de
aparthei...
Sansa Kroma
Nena yo
Keke kokomba
Sansa Kroma
Nena yo
Keke kokomba
Sansa Kroma
Nena yo
Keke kokomba
Sansa Kroma
Nena yo
Kek...
SINOPSE DO FILME – Na África Ocidental nasce um
menino minúsculo, cujo tamanho não alcança nem o
joelho de um adulto, que ...
Momento de conversa sobre o filme:
 Primeiramente deixar que as crianças falem o que
mais lhes chamou a atenção no filme;...
Será processual realizada durante todo o processo de apresentação da temática
nas aulas
 Perceber se o universo cultural ...
 Leitura de livros infantis com personagens
negros;
 Pesquisa sobre a vida de heróis e personalidades
africanas e afro-b...
REFERÊNCIAS:
BRASIL. Lei nº 10.693, de 09 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de
dezembro de 1996, que estabe...
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil

56.035 visualizações

Publicada em

Em 09 de janeiro de 2003, foi sancionada a Lei Federal nº 10.639 que tornou obrigatório o estudo da História e Cultura Afro-Brasileira. Desta forma é essencial trabalhar desde a Educação Infantil esta temática.

Publicada em: Educação
1 comentário
19 gostaram
Estatísticas
Notas
  • otimo só que até hoje as escolas não trabalha com a cultura afro brasileira.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
56.035
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
272
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.169
Comentários
1
Gostaram
19
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil

  1. 1. Produtor/a: Elaine Cristiana de Lima – Professora de Educação Infantil e Ensino Fundamental I
  2. 2. Em 09 de janeiro de 2003, foi sancionada a Lei Federal nº 10.639 que tornou obrigatório o estudo da História e Cultura Afro-Brasileira. Desta forma é essencial trabalhar desde a Educação Infantil esta temática. “Ao introduzir a discussão sistemática das relações étnico-raciais e da história e cultura africanas e afro-brasileiras, essa legislação impulsiona mudanças significativas na escola básica brasileira, articulando o respeito e o reconhecimento à diversidade étnico-racial com a qualidade social da educação”.
  3. 3. Da mesma forma o Parecer 03/2004 do Conselho Nacional de Educação que regulamenta a lei nº 10.639 ressalta a importância da obrigatoriedade do estudo da História e Cultura Afro-Brasileira como forma de: “Reconhecer é também valorizar, divulgar e respeitar os processos históricos de resistência negra desencadeados pelos africanos escravizados no Brasil e por seus descendentes na contemporaneidade, desde as formas individuais até as coletivas ”.
  4. 4. OBJETIVO GERAL: Iniciar o trabalho de apresentação da cultura afro-brasileira na Educação Infantil. Sensibilizando as crianças para o respeito e apreciação da diversidade. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: 1. Conhecer os modos de ser, viver e trabalhar da cultura africana. 2. Estabelecer algumas relações entre o modo de vida do seu grupo social e de outros grupos.
  5. 5. Na roda de conversa, perguntar para as crianças o que elas conhecem sobre a cultura africana. Trazer aspectos da cultura africana – mostrar fotos/imagens, tecidos típicos e falar da alimentação, das danças, da culinária, das roupas e de quanto estes aspectos estão presentes na nossa cultura como por exemplo a feijoada, a capoeira, o samba. Deixar que manuseiem as imagens, falem sobre qual mais chamou a atenção. Falar da importância da cultura Afro-Brasileira na formação cultural do Brasil. Convidar os alunos a apreciar a música e o ritmo africano por meio da dança sansa kroma – vídeo com a coreografia e falar da lenda desta dança que faz parte do folclore africano.
  6. 6. SANSA KROMA – canção folclórica africana que era cantada pelas mães sul-africanas durante o exílio, nos tempos de apartheid. O sansa kroma é um pássaro fantástico do imaginário de aldeias africanas, uma espécie de falcão. Contam que uma dia ele estava voando alto no céu e avistou alguns pintinhos órfãos. Sansa kroma desceu e cuidou deles até que estivessem adultos. A mensagem da canção é que nas comunidade, sempre haverá alguém para cuidar das crianças.
  7. 7. Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Nena yo kokomba Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Nena yo kokomba Sansa Kroma Nena yo Keke kokomba Sansa Kroma Coreografia Sansa Kroma: http://www.youtube.com/watch?v=ZXaaFKVtNBM
  8. 8. SINOPSE DO FILME – Na África Ocidental nasce um menino minúsculo, cujo tamanho não alcança nem o joelho de um adulto, que tem um destino: enfrentar a poderosa e malvada feiticeira Karabá, que secou a fonte d'água da aldeia de Kirikou, engoliu todos os homens que foram enfrentá-la e ainda pegou todo o ouro que tinham. Para isso, Kirikou enfrenta muitos perigos e se aventura por lugares onde somente pessoas pequeninas poderiam entrar.
  9. 9. Momento de conversa sobre o filme:  Primeiramente deixar que as crianças falem o que mais lhes chamou a atenção no filme;  Falar sobre aspectos próprios da cultura, o que é comum em determinada cultura. Como por exemplo as mulheres que aparecem com os seios de fora, relacionar aos índios que também usam pouca roupa; perguntar se eles perceberam outro aspecto característico do povo negro.  A partir do herói que o filme apresenta – Kiriku – pedir para as crianças relacionarem com os heróis que elas conhecem. Há semelhanças? E diferenças?
  10. 10. Será processual realizada durante todo o processo de apresentação da temática nas aulas  Perceber se o universo cultural da criança foi ampliado;  Verificar se as atitudes das crianças quanto ao respeito e valorização das diferenças presentes na sala de aula, na escola, no contexto mais amplo da comunidade;  Perceber se conseguem fazer relação entre sua cultura e outras culturas.
  11. 11.  Leitura de livros infantis com personagens negros;  Pesquisa sobre a vida de heróis e personalidades africanas e afro-brasileiras;  Filmes e desenhos que valorizem personagens negros;  Resgate da culinária e de outras tradições culturais do povo negro. INSERIR NA ROTINA ATIVIDADES COMO:
  12. 12. REFERÊNCIAS: BRASIL. Lei nº 10.693, de 09 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. PARECER CNE/CP 03/2004. Diretrizes Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

×