02 departamento autônomo de águas e esgoto

527 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
527
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

02 departamento autônomo de águas e esgoto

  1. 1. DEPARTAMENTO AUTÔNOMO DE ÁGUAS E ESGOTO - DAAE A administração do Daae nos períodos de 2001-2004 e 2005–2008 foipermeada pelas marcas do governo Edinho Silva (PT): cidade moderna,participação popular e inclusão social, e no caso específico do Daae, inicialmente,concedendo-se prioridade às perdas de água e ao atendimento ao público. Durante esse período, o engenheiro Wellington Cyro de Almeida Leite, foisuperintendente da autarquia e imprimiu um modo de administrar pautado nodiálogo e na sensibilidade nas relações internas da autarquia, na descentralizaçãode poderes, no incentivo à multidisciplinaridade e na valorização das mulheres, queforam galgadas a postos de chefia. Nesta gestão, o conceito moderno de saneamento foi efetivamente aplicado.O Daae foi além das atribuições de captar, tratar e distribuir água e coletar e trataros esgotos e passou a tratar e dispor corretamente os resíduos sólidos, a fazer agestão ambiental e a dar os primeiros passos em direção à drenagem urbanasustentável, em concordância com a Lei Nacional de Saneamento (nº 1.445/2007). Nesse período, o Daae acompanhou a modernização tecnológica implantandoo geoprocessamento em áreas estratégicas, o que proporcionou avanço, agilidade eaperfeiçoamento da rotina de trabalho. A automatização de poços profundos e daprincipal estação de tratamento da cidade (ETA-Fonte) e a inserção demonitoramento eletrônico dos próprios também fizeram parte dos avançostecnológicos promovidos. Sob sua administração, foram conquistados recursos federais e estaduais paraimportantes obras. Destacando-se as obras do Programa de Aceleração doCrescimento (PAC), que serão referência futura na área ambiental, com ainstalação dos sistemas de tratamento do lodo das estações de água e esgotos domunicípio. Novos sistemas de produção foram implantados, destacando-se: Ouro,Lajeado (ambos com recursos do PAC) e Assentamento Bela Vista, o que garantiráa distribuição de água potável nas décadas seguintes. Acompanhando ocrescimento da cidade foram feitos remanejamentos de coletores de esgotos.Grande parte dessas obras foi feita com verbas oriundas do Fundo Estadual deRecursos Hídricos (Fehidro), via Comitê da Bacia Hidrográfica Tietê-Jacaré (CBHTJ). Na área de resíduos sólidos, o desempenho do aterro municipal foi melhoradoe um novo incinerador de resíduos de serviços de saúde foi construído. Uma novaárea para um aterro sanitário começou a ser negociada e um projeto para suainstalação está em andamento.
  2. 2. Nesta administração também foi criada em sua gestão a Taxa de Conservaçãoe Preservação do Meio Ambiente (TCPMA), conhecida como taxa do lixo. Apesar daceleuma provocada pela implantação do novo tributo, que custeia a operação doaterro municipal, a criação da taxa foi vitoriosa, compreendida e apoiada pelapopulação. Outro desafio encarado foi estabelecer a coleta seletiva porta-a-porta eo Plano de Resíduos de Construção, com a implantação de parte dos bolsões deentulho em pontos estratégicos da cidade. Na gestão ambiental, foram ampliadas as atribuições da autarquia nafiscalização, no licenciamento, na educação ambiental e reflorestamento de áreasde preservação de mananciais, além da contribuição na elaboração do Plano Diretorde Saneamento e Meio Ambiente, assim como no projeto de Recuperação doRibeirão das Cruzes. Araraquara obteve melhores pontuações no ProgramaMunicípio Verde (edição 2008), iniciativa do governo estadual, pelo seudesempenho em vários quesitos da gestão ambiental idealizados e realizados peloDaae. Para marcar a modernização administrativa, o atendimento ao público foireformulado, tornando-se ágil e descentralizado. A sede da autarquia foi ampliada euma nova portaria foi construída exclusivamente para funcionários. A certificação ISO 9001 foi conquistada no tratamento da água e dos esgotose foram iniciados os trabalhos para a ampliação da certificação nas áreasprestadoras de serviços do Daae, fechando o círculo da excelência dos serviçosprestados à população de Araraquara, do distrito de Bueno de Andrada eAssentamento Bela Vista.AÇÕES DE REFLORESTAMENTOReflorestamento de áreas, plantio de árvores nativas, produção de mudas2003 a 2008: 23.279 árvoresEDUCAÇÃO AMBIENTALVisitas monitoras, cursos de capacitação, palestras, exposiçõesSomente em 2007 participaram das ações de educação ambiental mais de 17 milpessoasIMPLANTAÇÃO DE BOLSÕES DE ENTULHOImplantação de Bolsões nos bairros: São Gabriel, Santa Lúcia, Capri e ParqueSão Paulo
  3. 3. COLETA SELETIVA DE ARARAQUARAAraraquara implantou a coleta seletiva em 25% da cidade em 2005 e passou para100% em 2007. A coleta é feita porta-a-porta, em 100% da cidade e usina detriagem de materiais recicláveis. Recolhimento de cerca de 180 toneladas por mêsde materiais recicláveis.Participação: O cidadão que participa do programa contribui para a saúde do meioambiente, pratica uma ação social humanitária e beneficia-se com o descontoconcedido na TPCMA (Taxa de Preservação e Controle do Meio Ambiente) e a quemadere ao programa.- A taxa mínima da TPCMA é de R$ 3,10 (0 a 10 litros). Caso a pessoa participe dacoleta seletiva a taxa cobrada tem 25% de desconto, ou seja, R$ 2,32.PROJETO CHORO DAS ÁGUASProjeto que envolve música, feira de artesanato e atividades culturais na praça doDaae. Foi implantado em 2001Realização Daae: recursos humanos para montagem e estrutura do localParceiros: Secretaria da Cultura e Fundart PAC SANEAMENTORECURSOS: R$ 15 MILHÕES (SENDO 80% MINISTÉRIO CIDADES E 20% DAAE)OBRAS: Estão sendo realizadas 5 obras de saneamento*** Araraquara terá 100% de água e esgoto tratado, mesmo em área derecreioIMPORTÂNCIA: o aporte desses recursos permitirá o avanço no sistema desaneamento ambiental do município. Essas obras estavam programadas paraserem finalizadas até 2030.*** Araraquara foi a única cidade fora do eixo da região metropolitana de SãoPaulo e Campinas a ser contemplada com recursos federais a fundo perdido paraobras de infra-estrutura em saneamento*** Outros municípios do interior irão receber verba, mas por meio definanciamentoEssa foi a primeira vez que a autarquia recebeu aporte de recursos federaisSÃO OBRAS DO PAC1ª – Sistema de Tratamento de Lodo da ETA2ª – Sistema de Tratamento de Lodo da ETE3ª – Sistema do Poço do Ouro4ª – Ampliação da rede coletora de esgoto do Setor Lajeado5º - Ampliação da rede coletora de água do Setor Lajeado
  4. 4. RELAÇÃO DE OBRAS, SERVIÇOS E PROJETOS - EXERCÍCIO 2001 a 2008 DESCRIÇÃO DA OBRA, SERVIÇO OUITEM INÍCIO VALOR (R$) PROJETO EXERCÍCIO 2001 Aquisição de tubos e conexões para 1 remanejamento das adutoras dos Poços Paiol e 08/03/01 66.700,00 Santa Lúcia Construção da Estação Elevatória de Esgotos da 2 12/03/01 58.011,00 Vila Nossa Senhora Aparecida. Elaboração de Projeto Hidráulico da Nova Eta 3 23/03/01 65.000,00 Fonte. Construção e instalação do sistema de 4 peneiramento fina na Estação de Tratamento de 11/04/01 69.798,00 Esgotos Araraquara Aquisição de tubos, conexões e válvulas borboleta 5 16/05/01 68.562,00 para execução do barrilete do Anhumas II 6 Perfuração do Poço Tubular Profundo Santana II 31/05/01 439.420,00 Impermeabilização interna das câmaras de 7 15/10/01 28.642,00 desinfecção e caixas vertedouras da Eta Fonte Aquisição de tubos de concreto armado para o 8 01/11/01 167.760,00 remanejamento de interceptores de esgoto. 9 Projeto hidráulico da Nova Eta Fonte 20/12/01 22.000,00 10 Projeto arquitetônico da Nova Eta Fonte 20/12/01 8.800,00 Reservatório (30m3) elevado, metálico para o 11 28/12/01 21.177,00 distrito de Bueno de Andrada Impermeabilização do reservatório R.13 (Vila 12 28/12/01 91.999,00 Xavier) EXERCÍCIO 2002 13 Pórtico, do barrilete e da adutora Poço Santana II 03/06/02 15.245,00 Execução de redes de esgotos e ligações 14 domiciliares de esgoto na Agrovila do Assent Bela 26/09/02 35.688,00 Vista. 15 Construção do Centro de Educação Ambiental 09/12/02 116.437,00 EXERCÍCIO 2003 Aquisição de tubos de ferro fundido p/travessia 16 13/03/03 16.679,00 do interceptor Santa Julia Aquisição de tubos de concreto armado A2 JE, dn 17 400 e 600mm para os interceptores da Chácara 30/04/03 144.000,00 Flora e do Jd Santa Júlia ao Pq São Paulo. Aquisição de materiais para execução do 18 21/08/03 90.403,00 interceptor de esgotos da Chácara Flora Construção do prédio destinado a ampliação do 19 18/11/03 267.316,00 escritório sede do Daae
  5. 5. Aquisição de materiais para execução da adutora20 de recalque do Poço Flora ao Reservatório R-20 21/11/03 159.200,00 (Parque Planalto) Aquisição de materiais para execução do21 29/12/03 61.240,00 interceptor do Jd Marivam Construção de posto de transformação para o22 30/12/03 29.893,00 escritório sede do Daae Construção de estruturas em concreto armado23 11/03/2.003 32.682,00 para o interceptor Santa Júlia Execução do interceptor de esgotos da Chácara24 12/09/03 39.685,00 Flora EXERCÍCIO 2004 Aquisição de material para adutora do Poço Flora25 05/04/04 20.313,00 ao Reservatório R-20 Execução do canal de interligação entre o26 14/05/04 16.861,00 decantador e os filtros1/2/3 da Eta Fonte Construção passarela metálica na captação das27 09/06/04 26.498,00 Cruzes28 Execução de trecho do interceptor das Cruzes 19/08/04 63.517,0029 Execução de trecho interceptor do Selmi Dei 30/11/04 95.300,00 EXERCÍCIO 2005 Elaboração de projeto para melhoria das30 02/05/05 46.000,00 condições operacionais da ETE Construção do poço tubular profundo Santa Marta31 01/07/05 616.455,00 I Impermeabilização da caixa desarenadora do32 11/10/05 9.705,00 Poço Standard EXERCÍCIO 200633 Execução do interceptor de esgotos do Selmi Dei. 06/06/06 165.610,00 Aquisição de materiais p/ adutora de interligação34 entre o poço Rodovia ao reservatório Pinheiros 14/07/06 142.182,00 (R.19) Aquisição de gabiões tipo saco para muro de35 contenção do interceptor do Ouro no bairro dos 14/08/06 29.032,00 Machados Sistema de tratamento de esgoto domiciliar36 através de Fossa Séptica coletiva para a Agrovila 28/08/06 144.500,00 do As. Bela Vista Perfuração do poço profundo P-03 e37 reservatórios metálicos para a Agrovila do 31/08/06 194.740,00 Assentamento Bela Vista Perfuração poço tubular Santa Marta II e38 fornecimento e instalação de equipamentos p/ os 14/09/06 955.366,00 poços Sta Marta I e II39 Reforma da residência da represa das Cruzes 20/11/06 84.471,00
  6. 6. Execução do interceptor esgotos do Selmi Dei –40 04/12/06 231.133,00 trecho 3 Elaboração de projeto executivo (hidráulico,41 estrutural e elétrico/automação) para o lodo da 12/12/06 94.000,00 Eta Fonte. Elaboração do plano diretor de saneamento e42 29/12/06 147.250,00 gestão ambiental Aquisição de materiais para o remanejamento parcial da adutora entre o Poço Santana II e o43 27/12/06 256.660,00 reservatório R-12 – Carmo e o anel de distribuição na Rua Castro Alves. EXERCÍCIO 2007 Aquisição de materiais para o remanejamento da44 travessia do Interceptor do Ribeirão das Cruzes 26/01/07 109.200,00 sob a Rua Armando Sales de Oliveira. Aquisição de materiais em aço schedule para45 remanejamento do barrilete da captação Anhumas 26/09/07 33.856,00 I Fornecimento e instalação de sistema de46 06/02/07 79.015,00 telemetria para os poços Santa Marta I e II. Aquisição de tubo concreto armado Dn 600 mm47 08/02/07 115.189,00 EA-2 JE48 Reforma da residência da captação das Cruzes 21/02/07 103.057,00 Execução do interceptor de esgotos Jardim49 23/02/07 284.439,00 Roberto Selmi Dei – Trecho 3. Aquisição de tubo concreto armado dn 400mm,50 15/03/07 44.500,00 EA – 2. Soldagem de termofusão em tubos PEAD para51 18/04/07 19.000,00 adutora do Poço Santana ao R.12 Execução de dispositivo tipo gabião para52 contenção talude no interceptor de esgotos do 18/04/07 106.405,00 córrego do Ouro no Bairro dos Machados. Construção da nova portaria, sanitários Fonte e53 almoxarifado, palco Fonte e ampliação cozinha 15/05/07 226.932,00 refeitório Aquisição de tubos de ferro fundido dn 400mm54 para remanejamento da travessia aérea do 28/06/07 31.600,00 interceptor Marivan. Remanejamento do interceptor de esgotos do55 córrego do Ouro, trecho da Vila Standard ao Jd 27/07/07 128.875,00 Mangiacapra.56 Reforma na barragem da captação Paiol. 03/08/07 25.391,00 Elaboração do projeto hidráulico para o sistema57 17/08/07 161.000,00 de desaguamento de lodo da ETE. Aquisição de materiais em aço Sch e ferro fundido58 para o remanejamento do barrilete da captação 26/09/07 33.856,00 das Anhumas. Execução de muro na área dos poços do Santa59 26/10/07 121.569,00 Marta, Paiol e Pinheiros.
  7. 7. EXERCÍCIO 2008 • Construção sistema de60 tratamento/armazenamento lodo Eta Fonte 27/02/08 94.882,00 (contrato rescindido) • Construção sistema tratamento lodo ETE61 27/02/08 104.325,00 (contrato rescindido) • Sistema produtor poço do Ouro (perfuração poço Ouro IIA e IIB, adutora 350mm, centro62 19/03/08 967.654,00 reservação e estação elevatória do Pq São Paulo) • Ampliação redes água para o setor Lajeado (perfuração poço Laranjeiras, reservatórios63 24/03/08 885.532,00 laranjeiras, Idanorma e Bandeirantese estação elevatória Bandeirantes) • Ampliação das redes de esgoto do setor Lajeado, Chácara Flora e Planalto (estação64 24/03/08 553.136,00 elevatória Laranjeiras, IV Distr Industrial e Faz São Lourenço) Remanejamento do interceptor de esgoto do Jd65 27/03/08 223.359,00 Roberto Selmi Dei, trecho 4 Construção do novo acesso as dependência do66 Daae e áreas de estacionamento (contrato 13/05/08 54.559,00 rescindido)67 • Fiscalização das obras do PAC 23/05/08 131.560,00 Substituição redes água em ferro fundido e galv68 15/07/08 1.600.135,00 por MND Construção do prédio do centro de69 07/08/08 235.000,00 processamento de dados/ Ger de TI Execução rede água, esgoto e ligações mortas70 11/08/08 376.407,00 por método convencional Remanejamento do interceptor do Jd Universal71 13/08/08 329.283,00 com travessia sob a SP 310 por MND Execução redes de água e esgoto para os72 13/08/08 179.008,00 pavilhões do CEAR/FACIRA Reforma e ampliação do dissipador de águas73 15/09/08 46.587,00 pluviais do córrego dos Martins Execução do novo acesso as dependências do74 03/10/08 225.016,00 Daae e área de estacionamento • Construção do sistema de75 22/10/08 342.420,00 tratamento/armazenamento lodo Eta Fonte76 • Perfuração poço Pinheiros II 05/12/08 873.480,00 • Elaboração do plano diretor da bacia das77 a licitar 281.860,00 Cruzes a montante da captação de água • Sistema de tratamento de lodo da ETE78 a licitar 562.274,00 (construção civil) • Sistema tratamento lodo da ETE79 a licitar 1.616.861,00 (equipamentos) Valor Total Empenhado Daae 16.763.152,00
  8. 8. Valor Total de Repasse da União (PAC) 10.896.045,00 R$ 27.659.197,00 TOTAL • **** Os itens assinalados são obras iniciadas ou em fase de licitação, mas que devem ser concluídas pela próxima administração.Execução redes de água e esgoto – 2001 a 2008Daae - Rede água : 84.000,00 m - Rede esgotos: 44.000,00 m - Total: 128.000,00 mLoteadores - Rede água : 116.000,00 m - Rede esgotos: 103.000,00 m - Total: 219.000,00 m

×