Xi encontro internacional de estudos medievais (xi eiem) mesas (crongrama)

414 visualizações

Publicada em

Este é o organograma das mesas que se apresentarão no Xi encontro internacional de estudos medievais (xi eiem).

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
414
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Xi encontro internacional de estudos medievais (xi eiem) mesas (crongrama)

  1. 1. 10/07/2015 XI ENCONTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS MEDIEVAIS (XI ­ EIEM) | Mesas http://xi­eiem.wix.com/xieim#!mesas/cu4m 1/4 Início Conferências Programação Mesas Minicursos Inscrições Pirenópolis Organização Apoio XI ENCONTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS MEDIEVAIS: IMAGENS E NARRATIVAS Pirenópolis – Goiás – Brasil 13 a 15 de julho de 2015   *Algumas alterações foram feitas no dia 03 de junho **dia 13/7: mesas 1 a 7; dia 14/7: mesas 8 a 14; dia 15/7: mesas 15 a 21 ***todos os colegas que falarão por último nas mesas coordenarão os trabalhos. Pedimos que sejam rigorosos com o tempo de 20 minutos de apresentação de cada um a fim de preservar espaço para um debate.    MESAS DE COMUNICAÇÕES:   Mesa 1: História e Memória   1. A HISTÓRIA E A MEMÓRIA NAS OBRAS DO CONDE PEDRO AFONSO DE BARCELOS (1285-1354). Adriana Mocelim, Professora Assistente da PUCPR, membro do NEMED. 2. O FRACASSO IDEALIZADO: ESTRATÉGIAS NARRATIVAS NO LIBER I DAS GESTA HAMMABURGENSIS DE ADAM DE BREMEN. Lukas Gabriel Grzybowski, Universidade de São Paulo. 3. O “FIEL, HONROSO E... MÁRTIR” SIMÃO DE MONTFORT (1209-1218): A IMAGEM DO LÍDER CRUZADO ESTAMPADA NA HISTORIA ALBIGENSIS. Magda Rita Ribeiro de Almeida Duarte, Universidade de Brasília / IFTM 4. A IMAGEM DA RAINHA URRACA DE CASTELA NA HISTORIA COMPOSTELANA. Maria do Carmo Parente Santos, NEA/ CEHAM/ UERJ .   Mesa 2: Mulheres I   1. A MULHER E OS PADRES DA IGREJA: GRACIANO E A INCORPORAÇÃO DO LEGADO DA MISOGINIA NO COMPÊNDIO DO CÂNONE ECLESIÁSTICO. Adriana Sul Santana, Universidade Federal de Goiás. 2. HAGIOGRAFIAS SOBRE MULHERES NO REINO FRANCO E SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS (séc. VI e VII). Bárbara Vieira dos Santos. Universidade Federal do Rio de Janeiro. 3. O pensamento misógino medieval em Confissões, de Santo Agostinho. Edilson Alves de Souza, Universidade Estadual de Goiás. 4. JOANA DE PORTUGAL: ENTRE A CORTE DE AVIS E O MOSTEIRO DE JESUS DE AVEIRO – UM ESTUDO BIOGRÁFICO. Gabrieu de Queiros Souza, UFPR/NEMED.   Mesa 3: Mulheres II   1. CHRISTINE DE PIZAN E A DEFESA DA MULHER NA LITERATURA MEDIEVAL: IMAGENS E NARRATIVAS. Márcia Maria de Melo Araújo, Instituição: Universidade Estadual de Goiás. 2. AS BEM-AVENTURANÇAS FREQUENTAM A CORTE: A EDUCAÇÃO CRISTàDA PRINCESA  N' O LIVRO DAS TRÊS VIRTUDES, DE CHRISTINE DE PISAN. Maria Ascenção Ferreira Apolonia e Maria Elisabeth Santo Matar. Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo. 3. A CONSTRUÇÃO DO EU AUTORAL FEMININO NAS MEMORIAS DE LEONOR LÓPEZ DE CÓRDOBA ( SÉCULO XV). Luciana Eleonora de Freitas Calado Deplagne, Universidade Federal da Paraíba. 4. MISOGINIA NO PENSAMENTO E NA LITERATURA DA IDADE MÉDIA: ASPECTOS TEMÁTICOS E DISCURSIVOS. Pedro Carlos Louzada Fonseca, Universidade Federal de Goiás. 5. BARREGANIA E/OU CONCUBINATO NA PENÍLSULA IBÉRICA: UMA ANÁLISE DOS CONCEITOS NAS SIETE PARTIDAS E ORDENAÇÕES AFONSINAS. Lara Fernanda Portilho Misquilin, Universidade Federal de Goiás   Mesa 4: Política   1. REFLEXÕES PARA OS ESTUDOS DO PENSAMENTO POLÍTICO MEDIEVAL: O CASO DE AFONSO X DE CASTELA E LEÃO (1252-1284). Almir Marques de Souza Junior, Universidade Castelo Branco, Rio de Janeiro. 2.  OS CONFLITOS POLÍTICOS-BÉLICOS DO REI D. DINIS COM SEUS FAMILIARES. Flávio Ferreira Paes Filho, Universidade Federal de Mato Grosso. 3. CAMADAS DE TEMPO: O DISCURSO ENGENDRADO NA DESTITUIÇÃO DE D. SANCHO II (1223-1248) E SEU ALCANCE. Johnny Taliateli do Couto, PPGH/ Universidade Federal de Goiás. 4. AS RELAÇÕES ENTRE O PODER MONÁRQUICO E O PODER ECLESIÁSTICO EM PORTUGAL DURANTE O REINADO DE D. DINIS (1279-1325). Láisson Menezes Luiz, Universidade Federal de Goiás.   Mesa 5: Poesia   1. A IMAGEM DA DAMA: O ELOGIO À SENHOR NAS CANTIGAS DE AMOR DE DOM DINIS. Ana Luiza Mendes, UFPR/NEMED. 2. A ARTE POÉTICA NO CANCIONEIRO GERAL DE GARCIA DE RESENDE, 1516. Geraldo Augusto Fernandes, Universidade Federal do Ceará 3. O TEMPO NA POESIA DE CHARLES D’ORLÉANS (1394-1465). Marcella Lopes Guimarães, UFPR/ NEMED. Crie um site no 
  2. 2. 10/07/2015 XI ENCONTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS MEDIEVAIS (XI ­ EIEM) | Mesas http://xi­eiem.wix.com/xieim#!mesas/cu4m 2/4 4. RENASCIMENTO CULTURAL DO SÉCULO XII-XIII NA TÓPICA SATÍRICA DOS CARMINA BURANA. Maycon da Silva Tannis, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.   Mesa 6: Igreja   1. DISCRETIO E RELAÇÃO CORPO-ALMA: REFLEXÕES SOBRE A OBRA MONÁSTICA DE JOÃO CASSIANO. Bruno Uchoa Borgongino, Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC – UFRJ), Programa de Estudos Medievais (PEM – UFRJ), Universidade Estácio de Sá (UNESA). 2. UMA ANÁLISE A PARTIR DO PAPEL DOS PAIS DA IGREJA NA OBRA DE GREGÓRIO DE TOURS. Eduardo Soares de Oliveira, Universidade Estadual de Goiás – Universidade Estadual de Goiás. 3. A SANTIDADE DO PUER SENEX NA LITERATURA MEDIEVAL: O PERSONAGEM ERACLE DE GAUTIER D’ARRAS. Guilherme Queiroz de Souza, Universidade Estadual de Goiás /Goianésia. 4. “É LÍCITO MATAR OS PECADORES?”: A DEFESA DO BEM COMUM EM TOMÁS DE AQUINO. Odir Mauro da Cunha Fontoura, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.   Mesa 7: Casamento e Misoginia   1. REFLEXÕES SOBRE A ASSIMILAÇÃO DO MATRIMÔNIO ENQUANTO SACRAMENTO NO OCIDENTE MEDIEVAL. Cláudia Costa Brochado, Universidade de Brasília. 2. CASAMENTO, FAMÍLIA E SOCIEDADE NA IV PARTIDA DE AFONSO X DE CASTELA E LEÃO (1252-1284). Luísa Tollendal Prudente, Universidade Federal Fluminense – UFF. 3. DO CASAMENTO POR PROCURAÇÃO AO DIVÓRCIO: MATILDA DE CANOSSA E OS FUNDAMENTOS DA ESFERA DOMÉSTICA NA CONQUISTA DA AUTORIDADE. Natalia Dias Madureira, Universidade Federal de Mato Grosso. 4. MARCAS MISÓGINAS NO BESTIÁRIO MEDIEVAL: O EXEMPLO DA PERDIZ, DA SEREIA E DA TEREBOLEM. Vanessa Gomes Franca, Universidade Estadual de Goiás (UEG).   Mesa 8: Reflexões sobre o presente I   1. MUSEU DAS CAVALHADAS: ACERVO DE IMAGENS E NARRATIVAS SOBRE UMA REPRESENTAÇÃO MEDIEVAL NO CERRADO. João Guilherme Curado, Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Pirenópolis/Grupo de Pesquisa Saberes e Sabores Goianos/ Célia Fátima de Pina, Universidade Estadual de Goiás – Câmpus Pirenópolis/Museu das Cavalhadas. 2. HISTÓRIA MEDIEVAL E NARRATIVA FÍLMICA: O MOVIMENTO DO TEMPO ATRAVÉS DAS IMAGENS EM MOVIMENTO. Pollyana Iris Lima de Sousa, Universidade Federal de Mato Grosso. 3. AS COMPANHIAS DE SANTOS REIS E SUAS PEREGRINAÇÕES PELO MUNICÍPIO DE PIRENÓPOLIS, GOIÁS. Tereza Caroline Lôbo e Aline Santana Lôbo, Universidade Estadual de Goiás. 4. A ABREM E O CAMPO DA HISTÓRIA MEDIEVAL. Eduardo Cardoso Daflon, Instituição: PPGH-UFF/ NIEP-Marx-PréK/ TranslatioStudii. 5. CAMINHOS DE ARMAS E FÉ: UMA ABORDAGEM DOS PRECEITOS LULIANOS DE CONDUTA EM TIRINHAS DIGITAIS PARA O ENSINO BÁSICO. Carolina Minardi de Carvalho, Universidade Federal de Alfenas.   Mesa 9: Identidades   1. A QUESTÃO JUDAICA NA HISPANIA VISIGODA, SÉCULOS VI-VII. Cynthia Valente, NEMED/UFPR. 2. QUANDO O CRESCENTE ABRIU-SE AO MUNDO: AL-FARABI (872-950), AL-GHAZALI (1058-1111) E O SABER ÉTICO DO ISLÃ MEDIEVAL. Carlile Lanzieri Júnior, Universidade Federal de Mato Grosso. 3. IDENTIDADE CRISTÃ EM CONSTRUÇÃO: VIRTUDE E PECADO NO DISCURSO ANTI-MANIQUEU DE AGOSTINHO DE HIPONA. Joana Paula Pereira Correia. UFES. 4.  REVELANDO UM SUJEITO OCULTO: O CAMPESINATO NA ALTA IDADE MÉDIA OCIDENTAL. Mário Jorge da Motta Bastos, Universidade Federal Fluminense (UFF).   Mesa 10: História e Arte   1. OS SEPULCROS DA CARTUXA DE MIRAFLORES: ICONOGRAFIA, SOTERIOLOGIA E POLÍTICA. Cinthia M. M. Rocha, PPGH- UFF. 2. ENTRE O IMAGINÁRIO E O VIVIDO – AS REPRESENTAÇÕES DOS PADEIROS NA CATEDRAL DE CHARTRES (FRANÇA – SÉCULO XIII). Debora Santos Martins, Universidade Federal Fluminense – UFF. 3. O PARAÍSO EM RAVENNA: A INFLUÊNCIA DOS MOSAICOS EM DANTE. Mariana Amorim Romero, Instituto Federal de Goiás – Câmpus Valparaíso. 4. OS RETÁBULOS DE SÃO FRANCISCO E O FRANCISCANISMO NO SÉCULO XIII. Miriam Lourdes Impellizieri Luna Ferreira da Silva, NEA/ CEHAM/ UERJ .   Mesa 11: Cristãos e Muçulmanos   1. O CÓDICE DE FERNANDO I E D. SANCHA (1047) NO CONTEXTO DA PENÍNSULA IBÉRICA NO SÉCULO XI. Carolina Akie Ochiai Seixas Lima, Universidade Federal de Mato Grosso. 2. A RECONQUISTA CRISTÃ E SUA ATUALIDADE NO DISCURSO MUÇULMANO. Heloisa Guaracy Machado e Marília Carneiro Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. 3. A IMAGEM DO REI: AFONSO X E A TRADIÇÃO POLÍTICO-CULTURAL ISLÂMICA. Leonardo Augusto Silva Fontes, Universidade Federal Fluminense (UFF)/Arquivo Nacional (AN). 4. A ATUAÇÃO DE ALFONSO X NA COLONIZAÇÃO CRISTÃ DA ANDALUZIA (1252-1284). Paula de Souza Valle Justen, Universidade Federal Fluminense. 5. IMPÉRIO ÁRABE: CARACTERÍSTICAS, DISPUTAS INTERNAS E A FORMAÇÃO DE AL-ANDALUS. Hamilton José Fountoura da Costa- Mestrando. Programa de Pós-Graduação História Ibérica/PPGHI. Universidade Federal de Alfenas- UNIFAL-MG.   Mesa 12: Legislação   Este site foi criado por WIX.com. Crie seu site GRÁTIS >>
  3. 3. 10/07/2015 XI ENCONTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS MEDIEVAIS (XI ­ EIEM) | Mesas http://xi­eiem.wix.com/xieim#!mesas/cu4m 3/4 1. ESPAÇOS DE AUTORIDADE E JURISDIÇÃO. Carolina Gual da Silva, UNICAMP/EHESS. 2. PERPETUAR A MEMÓRIA: O MOSTEIRO DA BATALHA NO TESTAMENTO DE D. JOÃO I (1426). Hugo Rincon Azevedo, Universidade Federal de Goiás. 3. ARISTOCRACIA MEDIEVAL PORTUGUESA: FAMÍLIA E PODER. Neila Matias de Souza, Universidade Federal Fluminense (UFF) 4. CONSIDERAÇÕES SOBRE OS ELEMENTOS JURÍDICOS DA REGRA DE CLARA DE ASSIS. Veronica Aparecida Silveira Aguiar, Universidade de São Paulo/Universidade Federal de Rondônia.   Mesa 13: Discursos sobre a santidade   1. SOBRE TRÊS EDIÇÕES DA LEGENDA ÁUREA NA BIBLIOTECA NACIONAL DO RIO DE JANEIRO. Igor Salomão Teixeira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2. CONSIDERAÇÕES INTRODUTÓRIAS ACERCADA FIGURA DO DIABO NA VITA COLUMBANI. Izabela Morgado da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro. 3. PREGAÇÃO EPISCOPAL NA PRIMEIRA IDADE MÉDIA: CONSIDERAÇÕES HISTORIOGRÁFICAS SOBRE OS SERMÕES DE LEÃO DE ROMA (440-461) E CESÁRIO DE ARLES (502-542). Paulo Duarte Silva, Doutor – UFRJ. 4. CRIANDO A CONSCIÊNCIA DO PECADOR: A VIAGEM DE SÃO BRANDÃO E AS REPRESENTAÇÕES LITERÁRIAS DA CULPA E DA DANAÇÃO. Kathelline Souza Santos, UFMT- Universidade Federal de Mato Grosso.   Mesa 14: Discursos sobre a santidade II   1. TRANSMISSÃO E TRADIÇÃO HAGIOGRÁFICA: A VITA SANCTI FRUCTUOSI E O FLOS SANCTORUM EM PERSPECTIVA COMPARADA. Leila Rodrigues da Silva e Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva, Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2. O MONACATO NAS HAGIOGRAFIAS DE VENÂNCIO FORTUNATO: OS CASOS DE RADEGUNDA E ALBINO. Juliana Prata da Costa, UFRJ – PPGHC – PEM. 3. APONTAMENTOS SOBRE SÃO JERÔNIMO: TRADUÇÃO E EXEGESE DOS TEXTOS BÍBLICOS HEBRAICOS PARA/NA ESCRITA LATINA. Raquel de Fátima Parmegiani, Universidade Federal de Alagoas – UFAL. 4. MARIALIS CULTUS: A REPRESENTAÇÃO DE NOSSA SENHORA NA DRAMATURGIA HAGIOGRÁFICA PORTUGUESA DO SÉCULO XVI. Verônica Cruz Cerqueira, Universidade Federal da Bahia (UFBA).   Mesa 15: Mitos e representações   1. A RELAÇÃO CORTESANIA E RUSTICIDADE NA DRAMATURGIA IBÉRICA QUINHENTISTA. Jamyle Rocha Ferreira Souza, PPGLITCULT/UFBA/IFBAIANO. 2. DESENHANDO O RECATO DO OLHAR: FERDINAND GREGOROVIUS, LUCRÉCIA BÓRGIA E AS TENSÕES ESTÉTICAS DA ESCRITA HISTORIOGRÁFICA. Jéssika Hingridi Rodriguês Vieira, Universidade Federal de Mato Grosso . 3. A INVENÇÃO DA ESCOLA DE SAGRES E O MITO HENRIQUINO - DISCURSOS E REPRESENTAÇÕES. Milton da Aparecida e Silva, UNIFAL-MG. 4. NAS ENTRELINHAS DA INTENÇÃO: O SEGREDO COMO VIRTUDE OCULTA DAS PALAVRAS. Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior, Centro de Estudios sobre el Esoterismo Occidental de la UNASUR. 5. A FORMA DA PERSUASÃO: A TRADIÇÃO DOS DIÁLOGOS FILOSÓFICOS E O MITO DA PAPISA JOANA NO SÉCULO XVII. Allan Regis da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso.   Mesa 16: Representações   1. IMAGENS EM DESFILE NA ESCULTURA E NO TEATRO MEDIEVAL: O ORDO PROPHETARUM E O ORDO VIRTUTUM. Maria do Amparo Tavares Maleval, UERJ. 2. SI TE OLVIDAS DE QUIEN ERES/ NO ME OLVIDO DE QUIEN SOY: O ETHOS DO REI NA COMÉDIA DE DIU, DE SIMÃO MACHADO. Renata Brito dos Reis, Universidade Federal da Bahia (UFBA). 3. O LUGAR DOS MORTOS NA LONDRES MEDIEVAL – ENTRE NARRATIVA E TESTAMENTOS. Viviane Azevedo de Jesuz, PPGH- UFF/CAPES. 4. A CANÇÃO DOS NIBELUNGOS EM SUA DIMENSÃO HISTÓRICA. Wanderson Fernandes Fonseca (PG – Letras/UEMS)/Ana A. Arguelho de Souza (Doutora –  Letras/UEMS). 5. OS INSTRUMENTOS SIMBÓLICOS DE CASTIGOS E TORTURAS NO IMAGINÁRIO DO INFERNO MEDIEVAL. Solange Pereira Oliveira, Universidade Federal Fluminense.   Mesa 17: Cavalaria   1. A DEFINIÇÃO DE UM BOM CAVALEIRO ENUNCIADA PELO PRIOR FRANCÊS, HONORÉ BONET, EM SUA OBRA L’ARBRE DES BATAILLES (1389). Carmem Lúcia Druciak – UFPR/NEMED. 2. A PERSISTÊNCIA DO IMAGINÁRIO CAVALEIRESCO NA EXPANSÃO IMPERIAL PORTUGUESA (SÉCULOS XV E XVI). Wellington José Gomes Freire, Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). 3. “UM HOMEM DOCE, LARGO E BOM DE ARMAS”: VIRILIDADE, HONOR E MEMÓRIA NA GESTE DELSCOMTES DE BARCELONA I REIS D’ARAGÓ (1268-1270). Rodrigo Prates de Andrade, Universidade Federal de Santa Catarina. 4. REDES DE PODER: ALFONSO VIII DE CASTELA E OS PREPARATIVOS PARA LAS NAVAS DE TOLOSA (1212). Prof. Éderson José de Vasconcelos – Mestrando. Programa de Pós-Graduação História Ibérica/PPGHI. Universidade Federal de Alfenas- UNIFAL-MG.   Mesa 18: Entre milagres, vícios e virtudes   1. RELÍQUIAS DA PAIXÃO DE CRISTO: A VERA CRUZ DE MARMELAR. Renata Cristina de Sousa Nascimento (UFG/UEG/PUC/NEMED). 2. PEREGRINAÇÕES E MILAGRES NO OCIDENTE PENINSULAR: O CASO DO CULTO À SANTA SENHORINHA DE BASTO EM PORTUGAL (SÉCULO XII). Heverton Rodrigues de Oliveira, Universidade Federal de Goiás-UFG. 3. A PROPOSTA EDUCACIONAL DE RAMON LLULL (1232-1316) EM O LIVRO DOS MIL PROVÉRBIOS (1302). Flávia Santos Gomes, UEMA/PPGHEN/FAPEMA.
  4. 4. 10/07/2015 XI ENCONTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS MEDIEVAIS (XI ­ EIEM) | Mesas http://xi­eiem.wix.com/xieim#!mesas/cu4m 4/4 4. O CULTO A SANTIAGO E AS PEREGRINAÇÕES AO SANTUÁRIO JACOBEU NOS SÉCULOS XI E XII. Jordano Viçose. Mestrando em História Ibérica pela UNIFAL-MG.   Mesa 19: Reflexões sobre o presente II   1. IMAGENS DA CULTURA MEDIEVAL REVELADAS EM RITUAIS RELIGIOSOS DA BAHIA COLONIAL. Norma Suely da Silva Pereira, UFBA. 2. OS RESÍDUOS DA NOVELA DE CAVALARIA NO ROMANCE D’A PEDRA DO REINO, DE ARIANO SUASSUNA. Maria Milene Peixoto de Oliveira, Universidade Federal do Ceará. 3. RESÍDUOS DO AMOR MEDIEVAL EM PEQUENO ROMANCEIRO. Leonildo Cerqueira Miranda, Universidade Federal do Ceará. 4. O ACERVO DE INCUNÁBULOS DA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL: UMA FACETA DA HISTÓRIA DOS LIVROS IMPRESSOS ANTES DE 1500. Kátia Brasilino Michelan, Fundação Biblioteca Nacional.   Mesa 20: Baixa Idade Média   1. MEDICINA E CULINÁRIA RÉGIA: A ALIMENTAÇÃO NO REGIMEN SANITATIS AD REGEM ARAGONUM (1308) DE ARNALDO DE VILANOVA. Maria Dailza da Conceição Fagundes, Universidade Estadual de Goiás – UEG. 2. A CARNE E O MICROCOSMOS ALIMENTAR MEDIEVAL: VIRILIDADE, FORÇA E PODER. Renato Toledo Silva Amatuzzi, NEMED-UFPR/Professor da SEED, UEPG, UFPR. 3. CARTOGRAFIA E VIAGENS NA BAIXA IDADE MÉDIA. Katiuscia Quirino Barbosa, Universidade Federal Fluminense. 4. A AÇÃO PARA ALÉM DA POLÍTICA SOCIAL DE D. MANUEL I: O DECRETO DO ÉDITO DE EXPULSÃO DOS JUDEUS DE PORTUGAL (1496). Cleusa Teixeira de Sousa, Universidade Federal de Goiás.   Sessão de trabalho: Experiências de pesquisa e tendências historiográficas 1. “OS FILHOS DE BELIAL ASSOLAM O MUNDO EM SANGUE E PECADO, COMO SIMONÍACOS E CISMÁTICOS”: A LINGUAGEM ECLESIÁSTICA E A CONSTRUÇÃO SOCIAL DAS INFRAÇÕES NOS SÉCULOS XI E XII. Leandro Duarte Rust, Universidade Federal de Mato Grosso. 2. UMA ANDORINHA FAZ VERÃO: A SOCIOLOGIA MÍSTICA DE GUIGO. Gabriel de C G Castanho, Universidade Federal do Rio de Janeiro               Caderno de Resumos.pdf Resumo dos painés.pdf

×