Colonização da América Espanhola

51.913 visualizações

Publicada em

Conheça os aspectos principais da colonização da América Espanhola.

Publicada em: Educação
4 comentários
24 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
51.913
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5.211
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
410
Comentários
4
Gostaram
24
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Colonização da América Espanhola

  1. 1. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola 1 - Introdução Colonização da América Espanhola A viagem de Colombo à América , em 1942, trouxe à Espanha perspectiva de enriquecimento, pois ele acreditava ter encontrado um novo caminho para as Índias. Mesmo nas expedições subseqüentes, desde o ano seguinte, Colombo manteve a mesma cresça e conforme procurava as riquezas orientais fundou vilas e povoados, iniciando a ocupação da América. Uma visão superficial a respeito da chegada e presença dos europeus na América nos leva a concluir que eles foram bem sucedidos na conquista e colonização da América. Como foi o encontro de culturas (européia e indígena)? Foi encontro, confronto ou desencontro? Os europeus conseguiram tudo o que queriam ou tiveram que ceder em algum aspecto? Como os indígenas reagiram? Todos os povos indígenas reagiram da mesma forma diante dos europeus? Como explicar a "dominação" de um povo em menor número (europeus que vieram para a América) sobre um grupo muito mais numeroso?
  2. 2. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>“ A 16 de setembro, ‘ vimos flutuar pequenos maços de ervas que pareciam ainda frescas..., o que fez todos acreditarem que a terra se aproximava’. Nos dias seguintes, ‘as ervas apareceram em quantidades maiores...; o mar parecia coagulado’. Entretanto, ‘ a 10 de outubro, os marinheiros queixaram-se da duração da viagem e, com ameaças, recusaram-se a ir adiante. O almirante reanimou sua coragem do melhor modo possível, dando-lhes boa esperança das vantagens que poderiam obter da expedição. Acrescentou que de resto suas queixas de nada serviriam porque ele tinha partido para dirigir-se às Índias e pretendia prosseguir a viagem até que as encontrasse, com a ajuda do Senhor’. No dia seguinte, pescamos ‘um pedaço de madeira que parecia ter sido talhado a ferro, um pedaço de cana, uma erva terrestre e uma tabuinha... Por volta das dez horas da noite, o almirante viu uma luz... Era como uma vela cuja luz subia e abaixava. Também, quando os marinheiros se reuniram para contar o salve ( prece à Virgem que inicia pelas palavras: salve, rainha), o almirante avisou-os e pediu-lhes para fazer boa guarda e observar bem lado da terra, prometendo dar um gibão de seda àquele que fosse o primeiro a avistá-la, e isto sem prejuízo das outras recompensas prometidas pelo rei e pela rainha. Às duas horas após a meia-noite, avistamos a terra realmente’.” </li></ul><ul><li>( COLOMBO, Cristóvão. In: ISAAC, J. & ALBA, A. História Universal – Idade </li></ul><ul><li>Média. São Paulo, Mestre Jou, 1967. p. 193.) </li></ul>
  3. 3. História . Aula 01 2 – As disputas ibéricas: os tratados ultramarinos Colonização da América Espanhola <ul><li>A corrida expansionista de Portugal e Espanha gerou, já na segunda metade do século XV, inevitáveis conflitos e inúmeras controvérsias acerca do direito de posse sobre as terras descobertas ou a descobrir. Com o objetivo de definir os direitos de cada país, formularam-se diversos tratados: </li></ul><ul><li>T RATADO DE TOLEDO(1480): Esse tratado, que garantia a Portugal as terras a descobrir ao sul das ilhas Canárias, constituiu uma importante vitória da diplomacia lusitana, pois assegurava a Portugal a rota das Índias pelo sul da África. </li></ul>
  4. 4. História . Aula 01 C olonização Espanhola da América <ul><li>BULA INTERCOETERA( 1493): </li></ul><ul><li>Determinava a partilha do mundo </li></ul><ul><li>ultramarino entre espanhóis </li></ul><ul><li>e portugueses. Um meridiano </li></ul><ul><li>situado 100 léguas a oeste </li></ul><ul><li>do arquipélago de Cabo Verde </li></ul><ul><li>destinava a Portugal todos os </li></ul><ul><li>territórios a leste e à Espanha, </li></ul><ul><li>as terras localizadas a oeste </li></ul><ul><li>do meridiano. </li></ul>Conforme o Trat. de Toledo
  5. 5. História . Aula 01 Colonização Espanhola da América <ul><li>Sentindo-se prejudicados, os portugueses contestaram energicamente a BULA INTERCOETERA e exigiram sua reformulação. Depois de um período de negociações entre os dois países, um acordo foi celebrado em 1494, na cidade de Tordesilhas, na Espanha. </li></ul><ul><li>TRATADO DE TORDESILHAS: </li></ul><ul><li>Substituindo a linha divisória </li></ul><ul><li>anterior por outra, situada a 370 </li></ul><ul><li>léguas das ilhas de Cabo </li></ul><ul><li>Verde. Com esse tratado, </li></ul><ul><li>tornavam-se mais amplas </li></ul><ul><li>para Portugal as possibilidades </li></ul><ul><li>de conquistar terras no Atlântico </li></ul><ul><li>Ocidental, cuja existência já </li></ul><ul><li>era do conhecimento dos </li></ul><ul><li>portugueses. </li></ul>
  6. 6. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>3 – A França contesta o Tratado de Tordesilhas </li></ul><ul><li>A contestação francesa ao Tratado de Tordesilhas teve no monarca Francisco I o mais veemente representante. Em 1540 chegou a dizer que </li></ul><ul><li>“ ‘ o sol brilhava tanto para ele como para os outros’ e que ‘gostaria de ver o testamento de Adão para saber de que forma este dividiria o mundo ...’ Declarou também que só a ocupação criava o direito, que descobrir um país, isto é, vê-lo ou atravessá-lo, não constituía um ato de posse e que considerava como domínio estrangeiro unicamente ‘ os lugares habitados e defendidos’. São essas as bases da colonização moderna”. </li></ul><ul><li>MOUSNIER, Roland. História geral das civilizações. Os século XVI e XVII. P. 163. </li></ul>
  7. 7. História . Aula 01 4 – As conquistas espanholas no século XVI Revolução Industrial <ul><li>1502 – 1504 – Cristóvão Colombo faz a sua quarta e última viagem à América, na qual explora a costa de Honduras e Nicarágua atuais. </li></ul><ul><li>1504 – Américo Vespúcio faz o primeiro reconhecimento do rio Amazonas. </li></ul><ul><li>1508 – Vicente Pinzón e João Dias Solis atingem a península de Iucatã, no México atual. </li></ul><ul><li>1512 – Ponce de León atinge o atual estado norte-americano da Flórida . </li></ul><ul><li>1513 – Vasco Nuñes de Balboa chega ao Oceano Pacífico pela América Central. </li></ul>
  8. 8. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>1515 – João Dias de Solis entra no estuário do rio da Prata. </li></ul><ul><li>1519 – 1522 – Fernão de Magalhães começa, em 1519, a primeira viagem de circunavegação, na qual descobre o estreito que liga o Oceano Atlântico ao Pacífico, no extremo sul da América. Morre nas Filipinas, em 1521. Sua viagem é completada em 1522 por Sebastião El Caño. </li></ul><ul><li>1519 – Hernán Cortez impõe o domínio espanhol sobre o território dos astecas, no México atual. </li></ul><ul><li>1531 – 1533 – Francisco Pizzaro conquista o Império Inca. </li></ul><ul><li>1542 – Ruy López de Villalobos reconhece o arquipélago das Filipinas. </li></ul><ul><li>1545 – Os espanhóis descobrem as minas de prata de Potosí ( na Bolívia atual) </li></ul>
  9. 9. História . Aula 01 5 – A América Pré-Colombiana Colonização da América Espanhola <ul><li>5.1 – Os Maias(Séculos VII ao IX) </li></ul><ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>A sociedade Maia era dividida em </li></ul><ul><li>quatro camadas: </li></ul><ul><li>Nobres: chefes, guerreiros e </li></ul><ul><li>administradores; </li></ul><ul><li>Sacerdotes: controlavam a religião </li></ul><ul><li>e a produção cultural; </li></ul><ul><li>Povo: exercia todas as funções </li></ul><ul><li>produtivas; </li></ul><ul><li>Escravos: prisioneiros de guerra. </li></ul>
  10. 10. História . Aula 01 <ul><li>ECONOMIA </li></ul>Colonização da América Espanhola <ul><li>Praticavam a agricultura( milho, algodão, feijão, tomate, batata e cacau. </li></ul><ul><li>Utilizavam a irrigação e as queimadas como técnicas de cultivo. </li></ul><ul><li>Praticavam o artesanato, fabricando tecidos de algodão, peças de cerâmica, objetos de ouro e cobre </li></ul><ul><li>Praticavam o comércio baseado na troca de produtos. </li></ul><ul><li>RELIGIÃO </li></ul><ul><li>Eram politeístas; adoravam os animais, as plantas e as pedras. </li></ul><ul><li>CURIOSIDADES </li></ul><ul><li>A organização política era baseada em cidades autônomas, tais como Palenque e Yaxchilán. Não chegou a se formar ali um império centralizado. </li></ul><ul><li>Conheciam os eclipses solares e o movimento dos planetas; </li></ul><ul><li>Desenvolveram o calendário, a escrita hieroglífica; </li></ul><ul><li>Na matemática, criaram o símbolo para representar o zero e desenvolveram noções sobre o princípio do valor negativo. </li></ul>
  11. 11. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>5.2 – Os Astecas ( séculos XII ao XVI) </li></ul><ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>A sociedade asteca estava organizada da seguinte forma: </li></ul><ul><li>Governante supremo: comandante militar, dirigia a política externa; </li></ul><ul><li>Grupo dominante: sacerdotes e chefes guerreiros; </li></ul><ul><li>Pochtecas: grandes comerciantes; </li></ul><ul><li>Povo: trabalhadores urbanos e rurais; </li></ul><ul><li>Escravos: prisioneiros de guerra; </li></ul><ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Praticavam a agricultura( milho, </li></ul><ul><li>feijão, melão, baunilha, cacau, cacau </li></ul><ul><li>algodão e tabaco). </li></ul><ul><li>Utilizavam a irrigação e o sistema de </li></ul><ul><li>Chinampas como técnicas de cultivo. </li></ul><ul><li>Praticavam o artesanato fabricando roupas(para o consumo), cerâmicas, jóias e tecidos( para o mercado urbano). </li></ul><ul><li>Praticavam o comércio a distância e usavam o cacau como moeda. </li></ul>
  12. 12. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>RELIGIÃO </li></ul><ul><li>A religião dos astecas sofreu muitas influências de vários povos por eles conquistados. Eram politeístas e praticavam rituais de sacrifícios humanos. </li></ul><ul><li>CURIOSIDADES </li></ul><ul><li>A arquitetura era caracterizada pela organização urbanística das cidades, que eram construídas em torno de praças matematicamente planejadas; </li></ul><ul><li>Desenvolveram o calendário solar; </li></ul><ul><li>Na matemática, eram hábeis em cálculos aplicados à arquitetura, criaram um sistema numérico vigesimal. </li></ul><ul><li>Eram habilidosos nos trabalhos de ourivesaria. Esculpiam o jade e o cristal de rocha, representando figuras humanas e animais. Faziam máscaras rituais em ouro maciço, incrustadas de jade e turquesa. </li></ul>
  13. 13. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>5.3 – Os Incas (Séculos XIII ao XVI) </li></ul><ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>A sociedade inca estava organizada </li></ul><ul><li>de forma hierárquica: </li></ul><ul><li>Inca (Filho do sol): Imperador; </li></ul><ul><li>Alta Nobreza : família do Inca , altos </li></ul><ul><li>funcionários e sacerdotes; </li></ul><ul><li>Nobreza: curacas ( chefes locais) </li></ul><ul><li>juízes e comandantes militares; </li></ul><ul><li>Camada Média: artesãos, militares, </li></ul><ul><li>e contabilistas; </li></ul><ul><li>Camponeses: massa da população; </li></ul><ul><li>Escravos: ligados aos curacas e ao Inca. </li></ul>
  14. 14. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Praticavam a agricultura( mandioca, abacate, milho, feijão, algodão, amendoim e batata , milho); </li></ul><ul><li>Utilizavam a irrigação, canais, aquedutos, represas e sistema de terraços como técnicas de cultivo. Usavam o guano (excremento de aves marinhas) como adubo; </li></ul><ul><li>Domesticavam a lhama e o porquinho da índia; </li></ul><ul><li>Praticavam o artesanato fabricando cerâmicas, objetos de ouro e tecidos. </li></ul><ul><li>Praticavam o comércio local, baseado na troca de produtos. </li></ul><ul><li>RELIGIÃO </li></ul><ul><li>Eram politeístas e adoravam o sol, a terra, a lua, o mar e as montanhas. </li></ul><ul><li>Realizavam ritualmente sacrifícios humanos </li></ul><ul><li>CURIOSIDADES </li></ul><ul><li>Estavam organizados em um império de grande extensão. </li></ul><ul><li>Na arquitetura, destacavam-se por apresentar grandes construções de pedra e adobe (destaque para as cidades de Machu Picchu e Cuzco); </li></ul><ul><li>Na matemática, criaram um sistema numérico decimal. Usavam os quipos(cordões com nós) para fazer cálculos; </li></ul>
  15. 15. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola A arte asteca A arte maia A arte inca
  16. 16. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>6 – A Estrutura política metropolitana </li></ul><ul><li>O processo de exploração da América colonial foi marcado pela pequena participação da Coroa, devido à preocupação espanhola com os problemas europeus, fazendo com que a conquista fosse comandada pela iniciativa particular, mediante o sistema de CAPITULAÇÕES . </li></ul><ul><ul><li>CAPITULAÇÕES – Contratos em que a Coroa concedia permissão para explorar, conquistar e povoar terras, fixando direitos e deveres recíprocos. </li></ul></ul><ul><ul><li>CASA DE CONTRATAÇÃO – Criada em 1503 e sediada em Sevilha; era responsável pelo controle de todo o comércio realizado com as colônias da América e foi responsável pelo estabelecimento do regime de porto único. </li></ul></ul><ul><ul><li>CONSELHO DAS ÍNDIAS – Criado em 1524, por Carlos V; a este órgão cabia as decisões políticas em relação às colônias, nomeando vice-reis e capitães gerais, autoridades militares e judiciais. </li></ul></ul><ul><ul><li>JUÍZES DE RESIDÊNCIA – Cargo responsável por apurar irregularidades na gestão de algum funcionário da metrópole na colônia. </li></ul></ul><ul><ul><li>VISITADOR – Cargo responsável por fiscalizar um órgão metropolitano ou mesmo um vice-reino, normalmente para apurar abusos cometidos. </li></ul></ul>
  17. 17. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>7 – A Estrutura política colonial </li></ul><ul><li>Nas colônias, o poder dos adelantados (responsáveis pela colonização) foi </li></ul><ul><li>eliminado com a formação dos Vice–reinados </li></ul><ul><li>e das Capitanias Gerais. </li></ul><ul><li>O território colonial foi dividido em 4 Vice-reinados: </li></ul><ul><ul><li>Nova Espanha; </li></ul></ul><ul><ul><li>Peru; </li></ul></ul><ul><ul><li>Rio da Prata; </li></ul></ul><ul><ul><li>Nova Granada; </li></ul></ul><ul><ul><li>Posteriormente, o território foi redividido, surgindo as Capitanias Gerais, áreas consideradas estratégicas ou não colonizadas. Os Vice-reis eram nomeados pelo Conselho das Índias e possuíam amplos poderes. </li></ul></ul>
  18. 18. <ul><ul><li>Nas colônias, havia outras duas instâncias de poder: </li></ul></ul><ul><ul><li>AUDIÊNCIAS – Formadas pelos ouvidores; possuíam a função judiciária na América. </li></ul></ul><ul><ul><li>Com o tempo, passaram a ter </li></ul></ul><ul><ul><li>funções administrativas. </li></ul></ul><ul><ul><li>CABILDOS – Eram equivalentes às câmaras municipais e somente podiam participar os elementos da elite colonial. Estavam subordinados às leis espanholas, mas tinham autonomia para promover a administração local e municipal. </li></ul></ul>
  19. 19. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><li>8– A Exploração Colonial </li></ul><ul><li>A exploração do ouro e, principalmente, da prata passou a ser o eixo da colonização espanhola, durante os séculos XVI e XVII. </li></ul><ul><li>A produção colonial foi organizada a partir da exploração da mão-de-obra indígena. </li></ul><ul><ul><li>Formas de exploração dos nativos: </li></ul></ul><ul><ul><li>MITA – Os indígenas eram tirados de suas comunidades para trabalhar nas minas por um prazo determinado e sob um pagamento irrisório. </li></ul></ul><ul><ul><li>ENCOMIENDA - A Coroa encomendava a captura de indígenas a um intermediário - encomendero – e os distribuía aos colonizadores, que recebiam o índio como seu servo. </li></ul></ul><ul><ul><li>A servidão era justificada como um pagamento de tributos, feitos pelos índios em forma de serviço, por receberam proteção e educação cristã. </li></ul></ul>Mina da Potosí
  20. 20. História . Aula 01 Colonização da América Espanhola <ul><ul><li>9– A Sociedade Colonial </li></ul></ul><ul><ul><li>Organizada com base na exploração estabelecida pelo mercantilismo metropolitano, a sociedade colonial apresentava no topo da escala hierárquica os chapetones (espanhóis da metrópole que ocupavam altos postos militares e civis) e o clero. </li></ul></ul><ul><ul><li>A aristocracia colonial era constituída de espanhóis nascidos na América os criollos (grandes proprietários e comerciantes que, por constituírem a elite colonial, participavam das Câmaras Municipais , denominadas cabildos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Abaixo deles, vinham os mestiços e, em seguida, os escravos negros (numericamente insignificante) e os índios , grupo mais populoso, submetido à mita e à encomienda . </li></ul></ul><ul><ul><li>10 – Conclusão </li></ul></ul><ul><ul><li>Sessenta anos após a “descoberta”, a América, desde o Mississipi até o Rio da Prata e o Mapocho, estava já recoberta de cruzes: cruzes de cemitérios e de templos com suas correspondentes cidades. Os moradores dessas cidades foram dizimados. Um século e meio após a conquista, tinham desaparecido quase 100 milhões de seres humanos. Dos 25 milhões de indígenas que habitavam o México, em 1500, só restava um milhão em 1600.  Segundo as palavras do poeta chileno Pablo Neruda , &quot;... a espada, a cruz e a fome dizimaram a família selvagem. </li></ul></ul>

×