FILOSOFIA
Escola de Atenas - Rafael Sanzio. 1511
Platã
o
OBRAS DE RAFAEL DE SÂNZIO
Platã
o
Platã
o
AS ORIGENS DA
FILOSOFIA
Período Homérico
(séculos XII a VIII a. C.)
Período Clássico
séculos V a IV a.C
Helenismo
séculos ...
a
A procissão do cavalo de Tróia.1760.Giovanni D. Tiepolo
PERÍODO HOMÉRICO
Aquiles mata heitor – Peter Paul Rubens, 1615
ILÍADA
a
Helena e Páris, pintura de Jacques-Louis David, 1788
ILÍADA
ODISSEI
A
John_William_Waterhouse_-_Ulysses_and_the_Sirens_(1891)
ODISSEI
A
O PENSAMENTO MÍTICO
Teogonia
Cosmogonia
Cosmologia
O mito
Função do mito
Ruptura,
mito e filosofia
Fé e razão
O PAPEL DO TEATRO GREGO
PRÉ-SOCRÁTICOS
FILÓSOFOS DA NATUREZA
Anaximandro
de Mileto
Pitágoras
de
Samos
Parmênides Heráclito
RODA VIVA – Chico
Buarque
Tem dias que a gente se sente
Como quem partiu ou morreu
A gente estancou de repente
Ou foi o mu...
FILÓSOFOS DA NATUREZA
Parmênides Heráclito
O problema da
mudança e da
multiplicidade
Thales
de Mileto
A Physis
Heráclito e...
ESCOLAS PRÉ-
SOCRÁTICAS
COMO UMA ONDA – Lulu Santos
Nada do que foi será
De novo do jeito
que já foi um dia
Tudo passa
Tudo sempre passará
A vida ...
PERÍODO CLÁSSICO
a
PLATÃO ARISTÓTELESSÓCRATES
- A polis como
criação humana.
-A ágora e a
democracia.
-A esfera pública
da polis grega.
A ESFERA PÚBLICA
- A questão
da
consciência.
- Paidéia
-O teatro grego
e a tragédia.
PAIDÉIA
- A relação entre ética e
política.
- Sócrates, Platão e
Aristóteles.
- A invasão da Grécia pela
Macedônia.
- A invasão da...
HELENISMO
Invasão da Grécia
por Alexandre,
o Grande,
rei da
Macedônia.
O século IV a.C. marca uma reviravolta na
história ...
IMPÉRIO DE
ALEXANDRE
HELENISMO
Uma “comunidade
internacional”
em pleno
século
IV a.C.
Surgiu uma comunidade internacional,
na qual a cultura e ...
MUNDO HELÊNICO
HELENISMO
Invasão do reino
de Alexandre
pelo Império
Romano.
A morte de Alexandre, no ano 323 a.C,
na Babilônia, gera difi...
IMPÉRIO ROMANO
Ora, quem duvida e, se
admira julga ignorar: por
isso, também quem ama os
mitos é, de certa maneira,
filósofo, porque o mi...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Antiguidade clássica

946 visualizações

Publicada em

Antiguidade clássica

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
946
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Pitágoras de Samos
  • Pitágoras de Samos
  • Pitágoras de Samos
  • Pitágoras de Samos
  • Pitágoras de Samos
  • Antiguidade clássica

    1. 1. FILOSOFIA Escola de Atenas - Rafael Sanzio. 1511 Platã o
    2. 2. OBRAS DE RAFAEL DE SÂNZIO Platã o
    3. 3. Platã o
    4. 4. AS ORIGENS DA FILOSOFIA Período Homérico (séculos XII a VIII a. C.) Período Clássico séculos V a IV a.C Helenismo séculos IV a II a.C
    5. 5. a A procissão do cavalo de Tróia.1760.Giovanni D. Tiepolo PERÍODO HOMÉRICO
    6. 6. Aquiles mata heitor – Peter Paul Rubens, 1615 ILÍADA
    7. 7. a Helena e Páris, pintura de Jacques-Louis David, 1788 ILÍADA
    8. 8. ODISSEI A John_William_Waterhouse_-_Ulysses_and_the_Sirens_(1891)
    9. 9. ODISSEI A
    10. 10. O PENSAMENTO MÍTICO Teogonia Cosmogonia Cosmologia O mito Função do mito Ruptura, mito e filosofia Fé e razão
    11. 11. O PAPEL DO TEATRO GREGO
    12. 12. PRÉ-SOCRÁTICOS FILÓSOFOS DA NATUREZA Anaximandro de Mileto Pitágoras de Samos Parmênides Heráclito
    13. 13. RODA VIVA – Chico Buarque Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo então que cresceu A gente quer ter voz ativa No nosso destino mandar Mais eis que chega a roda-viva E carrega o destino pra lá Roda mundo, roda-gigante Roda-moinho, roda- pião O tempo rodou num instante Nas voltas do meu coração A gente vai contra a corrente Até não poder resistir Na volta do barco é que sente O quanto deixou de cumprir Faz tempo que a gente cultiva A mais linda roseira que há Mas eis que chega a roda-viva E carrega a roseira pra lá Roda mundo, roda-gigante... A roda da saia, a mulata Não quer mais rodar, não senhor Não posso fazer serenata A roda de samba acabou A gente toma a iniciativa Viola na rua, a cantar Mas eis que chega a roda-viva E carrega a viola pra lá Roda mundo, roda-gigante... O samba, a viola, a roseira Um dia a fogueira queimou Foi tudo ilusão passageira Que a brisa primeira levou No peito a saudade cativa Faz força pro tempo parar Mas eis que chega a roda-viva E carrega a saudade pra lá Roda mundo, roda-gigante... Chico Buarque e MPB4 - Roda Viva.lnk
    14. 14. FILÓSOFOS DA NATUREZA Parmênides Heráclito O problema da mudança e da multiplicidade Thales de Mileto A Physis Heráclito e Parmênides
    15. 15. ESCOLAS PRÉ- SOCRÁTICAS
    16. 16. COMO UMA ONDA – Lulu Santos Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual ao que a gente Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo No mundo Não adianta fugir Nem mentir Pra si mesmo agora Há tanta vida lá fora Aqui dentro sempre Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Nada do que foi será De novo do jeito Que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é Igual ao que a gente Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo No mundo Não adianta fugir Nem mentir pra si mesmo Agora, há tanta vida lá fora Aqui dentro, sempre Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar lulu santos - como uma onda no mar.lnk
    17. 17. PERÍODO CLÁSSICO a PLATÃO ARISTÓTELESSÓCRATES
    18. 18. - A polis como criação humana. -A ágora e a democracia. -A esfera pública da polis grega. A ESFERA PÚBLICA
    19. 19. - A questão da consciência. - Paidéia -O teatro grego e a tragédia. PAIDÉIA
    20. 20. - A relação entre ética e política. - Sócrates, Platão e Aristóteles. - A invasão da Grécia pela Macedônia. - A invasão da Grécia pelo Império Romano. PERÍODO CLÁSSICO
    21. 21. HELENISMO Invasão da Grécia por Alexandre, o Grande, rei da Macedônia. O século IV a.C. marca uma reviravolta na história ocidental, que culmina com o fim da Grécia Clássica a partir da invasão de Alexandre, o Grande, tentando unificar sob seu poder, todo o mundo civilizado. Nesse momento, a cultura oriental dos povos da Macedônia se mescla à cultura dos gregos, numa profusão de religiões, crenças, línguas e filosofias, em direção a um ponto de encontro entre o Oriente e o Ocidente anunciando o surgimento de uma nova visão de mundo e de uma nova cultura.
    22. 22. IMPÉRIO DE ALEXANDRE
    23. 23. HELENISMO Uma “comunidade internacional” em pleno século IV a.C. Surgiu uma comunidade internacional, na qual a cultura e a língua gregas desempenhavam papel preponderante. Este período durou cerca de trezentos anos e é chamado de helenismo. Por helenismo entendemos a cultura predominantemente grega vigente nos três grandes reinos helênicos, a Macedônia, a Síria e o Egito.
    24. 24. MUNDO HELÊNICO
    25. 25. HELENISMO Invasão do reino de Alexandre pelo Império Romano. A morte de Alexandre, no ano 323 a.C, na Babilônia, gera dificuldades no governo de um império tão extenso e complexo, com culturas tão diversas. As disputas pelo poder aliadas a essas dificuldades levam à divisão do império em quatro reinos, até o ano 148 a.C, quando os territórios da Grécia e da Macedônia são anexados pelo Império Romano.
    26. 26. IMPÉRIO ROMANO
    27. 27. Ora, quem duvida e, se admira julga ignorar: por isso, também quem ama os mitos é, de certa maneira, filósofo, porque o mito resulta do maravilhoso. Porque, se foi para fugir à ignorância que filosofaram, claro está que procuraram a ciência pelo desejo de conhecer, e não em vista de qualquer utilidade. ARISTÓTELES. Metafísica. Livro I. Capítulo 2.

    ×