Tempo de reacção

799 visualizações

Publicada em

Tempo de reacção - distância de paragem

Publicada em: Indústria automotiva
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
799
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
22
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tempo de reacção

  1. 1. TÉCNICAS DE CONDUÇÃO Tempo de Reacção na Condução29-09-2012 1 Eduardo Caetano
  2. 2. TEMPO DE REACÇÃO 29-09-2012 2
  3. 3. Tempo de Reacção na Condução Na condução, e de uma forma simples, designa- se por Tempo de Reacção o tempo que decorre entre a percepção (identificação) de um estímulo e o momento em que o condutor inicia a resposta a esse estímulo, accionando o respectivo comando do veículo.29-09-2012 3
  4. 4. Tempo de Reacção na Condução Embora os condutores tenham a sensação de reagir instantaneamente, de facto, entre o "ver" e o "agir" decorre, num condutor em situações e condições normais, o tempo aproximado de 3/4 de segundo a 1 segundo.29-09-2012 4
  5. 5. Tempo de Reacção na Condução Este é o tempo necessário para detectar o estímulo através dos sentidos (na condução o sentido mais utilizado é a visão e depois a audição), identificá-lo, analisá-lo, decidir qual a resposta mais adequada e o início da concretização dessa resposta.29-09-2012 5
  6. 6. Tempo de Reacção na Condução Vejamos no caso de um estímulo visual: O olho capta o estímulo; A informação é transmitida ao cérebro que, com recurso essencialmente à memória, experiência e conhecimentos do condutor, a identifica, analisa, decide e dá ordem aos músculos para agir; Os músculos “cumprem” as ordens do cérebro e dão início à acção.29-09-2012 6
  7. 7. Tempo de Reacção na Condução O Tempo de Reacção depende, essencialmente: Do estado físico e psicológico do condutor; Da complexidade do estímulo percebido e da presença simultânea de vários estímulos. Quanto mais complexo for o estímulo percebido maior será o tempo de reacção assim como este aumentará na presença de vários estímulos concomitantes; Das experiências similares já vividas pelo indivíduo. Se os estímulos identificados já forem “familiares” o tempo de reacção poderá ser menor. 29-09-2012 7
  8. 8. Tempo de Reacção na Condução  O Tempo de Reacção é um dos factores mais importantes na condução e pode ser influenciado negativamente por diversos factores.29-09-2012 8
  9. 9. Tempo de Reacção na Condução Vejamos alguns dos principais factores inerentes aos condutores, os chamados factores internos ou intrínsecos, que levam ao aumento do tempo de reacção: A presença de álcool no sangue que decorre da ingestão de bebidas alcoólicas. O aumento do tempo de reacção é tanto maior quanto mais elevada for a TAS; O estado de fadiga e de sonolência; 29-09-2012 9
  10. 10. Tempo de Reacção na Condução Vejamos alguns dos principais factores inerentes aos condutores, os chamados factores internos ou intrínsecos, que levam ao aumento do tempo de reacção: A “toma” de alguns medicamentos que actuam a nível do sistema nervoso como antipsicóticos, ansiolíticos, hipnóticos, sedativos , antidepressivos e outros psicitópicos, assim como vários medicamentos de venda livre, considerados geralmente inócuos, como analgésicos, xaropes antitússicos, anti-histamínicos, antigripais, etc., muitas vezes automedicados; 29-09-2012 10
  11. 11. Tempo de Reacção na Condução Vejamos alguns dos principais factores inerentes aos condutores, os chamados factores internos ou intrínsecos, que levam ao aumento do tempo de reacção: Estados de doença e estados emocionais fortes como o stress, a tristeza, a euforia, a preocupação, etc.; A progressão da idade; O uso de telemóvel durante a condução. 29-09-2012 11
  12. 12. Tempo de Reacção na Condução ATENÇÃO É normal que pessoas diferentes tenham tempos de reacção diferentes. O maior perigo sobrevém da variação do tempo de reacção na mesma pessoa, por efeito de diversos factores como os que atrás se referiram, especialmente quando não existe consciência dessas alterações. 29-09-2012 12
  13. 13. DISTÂNCIAS29-09-2012 13
  14. 14. TEMPO DE REACÇÃO Lapso de tempo que decorre desde o momento em que o estímulo é detectado até que se inicia a execução das tarefas destinadas a alcançar o objectivo escolhido.29-09-2012 14
  15. 15. DISTÂNCIA DE REACÇÃO É a distância percorrida durante o Tempo de Reacção, ou seja, desde o momento em que surge o perigo até ao momento onde começa a travagem ou o evitar da situação.29-09-2012 15
  16. 16. 29-09-2012 16
  17. 17. DISTÂNCIA DE REACÇÃO Como esta é a distância percorrida durante o Processo Decisional, todos os factores que influenciem este processo afectam também a Distância de Reacção.29-09-2012 17
  18. 18. DISTÂNCIA DE REACÇÃO A Distância de Reacção pode ser influenciada por: Álcool; Drogas/Medicamentos; Fadiga; Estado emocional; Idade; Sexo; Experiência; …….29-09-2012 18
  19. 19. DISTÂNCIA DE TRAVAGEM29-09-2012 19
  20. 20. DISTÂNCIA DE TRAVAGEM É a distância percorrida desde o accionar do travão até à imobilização do veículo.29-09-2012 20
  21. 21. DISTÂNCIA DE TRAVAGEM Pode ser influenciada por: Velocidade; Estado do veículo (pneus, travões, suspensão); Tipo e estado da via; Condições climatéricas; .......29-09-2012 21
  22. 22. Factores que influenciam a distância detravagem: • Velocidade • Pavimento • Pneus e suspensões • Massa (peso) • Inclinação da via • Sistemas e tipo de travões • Forma de travar29-09-2012 22
  23. 23. DISTÂNCIA DE PARAGEMDISTÂNCIA DE PARAGEM = DIST. REACÇÃO + DIST. TRAVAGEM 29-09-2012 23
  24. 24. DISTÂNCIA DE PARAGEM Percurso feito pelo veículo desde o momento em que o estímulo é detectado até que o veículo se imobiliza.DISTÂNCIA DE REACÇÃO + DISTÂNCIA DE TRAVAGEM DISTÂNCIA DE PARAGEM29-09-2012 24
  25. 25. DISTÂNCIA DE SEGURANÇA O condutor de um veículo em marcha deve manter entre o seu veículo e o precedente (e entre os outros veículos) a distância suficiente para evitar acidentes. Esta distância designa-se por Distância de Segurança.29-09-2012 25
  26. 26. DISTÂNCIA DE SEGURANÇA Esta distância depende de vários factores, dos quais se destacam: O estado psico-físico do condutor; A velocidade; Estado de conservação e perfil da via; Estado do veículo; As condições atmosféricas.29-09-2012 26
  27. 27. INTERVALO DE SEGURANÇA O Intervalo de Segurança é outra forma de definir a Distância de Segurança, que toma como referência o tempo e não a distância. Corresponde ao tempo que decorre desde que o veículo precedente passa por um ponto de referência até que nós passemos por esse mesmo ponto.29-09-2012 27
  28. 28. INTERVALO DE SEGURANÇA Para uma condução segura, este Intervalo de Segurança deve ser: De 1 a 2 segundos, em circulação urbana; De 2 a 3 segundos, em circulação fora das localidades.29-09-2012 28
  29. 29. Ponto de referência29-09-2012 29
  30. 30. 29-09-2012 30 Eduardo Caetano

×