Pranchetas
O solo na Paisagem
Bloco Diagrama - Geral do
Espírito Santo
Objetiva mostrar as principais macroformas do
Espirito Santo e relacionar com pov...
1. Onde no Espírito Santo estão as maiores áreas suave e baixas
(SB)?
2. Essa maior extensão de áreas de relevo suave e co...
8. Por que em vez de ser pela cultura cafeeira, o povoamento não se
deu pela pecuária?
9. O Espírito Santo tem muitas past...
Bloco Diagrama - Geral do
Espírito Santo
As áreas suave e baixas (SB), principalmente platôs litorâneos,
são maiores no no...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Bloco diagrama - Geral do Espírito Santo

244 visualizações

Publicada em

A interpretação dos solos na paisagem pode ajudar a conhecer, usar e manejar melhor o solo, por isso, iniciaremos este curso com um conjunto de fichas, cuidadosamente preparadas por Mauro Resende, um professor da Universidade Federal de Viçosa já aposentado, e que muito contribuiu e contribui para a formação do pensamento agroecológico no Brasil. A metodologia das fichas pressupõe responder questões sucessivas, em que a questão seguinte ajuda a responder a anterior. Então, tente responder uma questão, se não conseguir, passe para seguinte e volte na anterior e assim sucessivamente.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
101
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bloco diagrama - Geral do Espírito Santo

  1. 1. Pranchetas O solo na Paisagem
  2. 2. Bloco Diagrama - Geral do Espírito Santo Objetiva mostrar as principais macroformas do Espirito Santo e relacionar com povoamento e uso da terra.
  3. 3. 1. Onde no Espírito Santo estão as maiores áreas suave e baixas (SB)? 2. Essa maior extensão de áreas de relevo suave e cotas baixas, ao norte de Vitória, deve-se mais à expansão das áreas de planícies litorâneas ou a dos platôs litorâneos? 3. Você sabe por que a parte norte foi a última a ser povoada? 4. Qual foi o principal processo de ocupação do Estado do Espírito Santo? 5. Por que esse povoamento pela cultura cafeeira só ocorreu na parte montanhosa, ao sul do rio Doce? 6. Além das dificuldades de travessia do rio Doce (a primeira ponte só foi construída em 1928, em Colatina) que outros fatores limitaram o acesso ao norte do Estado? 7. As áreas baixas (AB e SB) eram apropriadas para o cultivo do café arábica?
  4. 4. 8. Por que em vez de ser pela cultura cafeeira, o povoamento não se deu pela pecuária? 9. O Espírito Santo tem muitas pastagens naturais? 10. Quando não há áreas de pastagens naturais e a vegetação original é florestal, que métodos os agricultores usam para manejar as pastagens? 11. Por que as queimadas, usadas principalmente no capim-colonião, só dão algum resultado nas áreas acidentadas e baixas (AB) ou suaves e baixas (SB)? 12. Com as queimadas, o que acontece com os nutrientes às primeiras chuvas? 13. O que faz com que nas áreas suaves e baixas (SB), platôs litorâneos principalmente (planos), os nutrientes se mantenham contra a erosão? 14. Se os solos acidentados e baixos (AB) são declivosos, de onde vêm os nutrientes para reposição dos que foram removidos? 15. Que importância tem, neste aspecto, o fato de os solos serem rasos?
  5. 5. Bloco Diagrama - Geral do Espírito Santo As áreas suave e baixas (SB), principalmente platôs litorâneos, são maiores no norte do Estado; pelas menores cotas (temperaturas impróprias para café arábica) e presença do rio Doce que dificultou seu acesso, ela foi ltima a ser povoada. Na ausência de pastagens naturais as queimadas nas pastagens de capim-colonião só têm algum sucesso nas áreas dos platôs litorâneos e nas áreas acidentadas e baixas (AB) de solos eutróficos.

×