5ª Pesquisa Eleitoral para Prefeito

1.625 visualizações

Publicada em

5ª Pesquisa Eleitoral para Prefeito/2016

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.625
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

5ª Pesquisa Eleitoral para Prefeito

  1. 1. Especificações da Pesquisa Avaliar o desempenho das administrações (Estadual e Municipal). Identificar a tendência de votos para Prefeito de Manaus. Objetivo Esta pesquisa é quantitativa descritiva através de uma amostragem probabilística e aleatória por área. Metodologia 6 pesquisadores e 1 supervisor. PERÍODO DA COLETA 900 entrevistas amostra Toda a população, acima de 16 anos, residente e eleitora de Manaus. UNIVERSO AMOSTRAL •  As tabelas, por vezes, poderão fechar em mais (ou menos) de 100% ou a soma de respostas apresentar diferença devido ao arredondamento dos números no processamento dos resultados. •  Categorias que apresentam 0% significam que o percentual de respostas é inferior a 0,5% do total de respostas da tabela. •  Categorias que apresentam “-” (traço) são aquelas em que não houve nenhuma citação. OBSERVAÇÃO 2 De acordo com a lei e com as normas estabelecidas pela ABEP, Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, é expressamente vedada a publicação, reprodução, transcrição ou divulgação, por parte de qualquer meio ou forma, de toda e qualquer informação que conste neste relatório, no todo ou em parte, a não ser devidamente autorizado, por escrito, pela Perspectiva. A violação das normas acima resulta na inclusão dos envolvidos nos artigos 153, 154 e 184 do Código Penal, além de acarretar multas e indenizações, conforme dispõe o artigo 159 combinado com os artigos 1518, 1521 e 1524, entre outros do Código Civil. A divulgação (mesmo parcial) das informações aqui relatadas está sujeita a consulta prévia e só terá validade quando assinada pelo diretor da Perspectiva. OBSERVAÇÃO 1 A margem de erro máxima estimada é de 3,2%, para mais ou para menos, com um grau de confiabilidade de 95%. Isso significa que se fossem feitas 100 entrevistas com a mesma metodologia, 95 estariam dentro da margem de erro prevista. Margem de erro e grau de confiabilidade 02 a 06 de Março de 2015 PERÍODO DA COLETA
  2. 2. Esta é a quinta rodada de pesquisas para identificar as intenções de votos do eleitor de Manaus em relação à sucessão municipal de 2016. Ela foi realizada entre os dias 2 e 6 de março do corrente, com 900 entrevistas, margem de erro de 3,2% (para mais ou para menos) e grau de confiabilidade de 95,5%. Este estudo nos permitiu perceber um quadro de muito descrédito da população manauara em relação à situação atual do País. Na primeira pergunta, que trata da expectativa que a população tem para 2015, foi assustadora a quantidade de pessoas que acham que será um ano “Muito Ruim” e “Ruim” (50%), efeito, provavelmente, de todas as informações com forte carga negativa que elas têm recebido e analisado até o momento. Outros 18% dos entrevistados acreditam que vai ficar tudo a mesma coisa (“Nem Ruim, Nem Boa”). Já os que têm expectativa “Boa” somaram 23%, enquanto que 8% estão muito otimistas (deve ser os que vão ganhar dinheiro com a crise). O cenário ruim apresentado contamina a percepção da população sobre todas as relações, sejam elas econômicas, políticas ou sociais. O sentimento de que o ano vai ser ruim envolve também o descrédito sobre os serviços públicos, por exemplo. Podemos dizer que desde o Plano Real, em 1994, que não havia um panorama nacional tão negativo. Estamos vivendo um período próximo ao que foi o governo do presidente Fernando Collor, com o confisco da poupança e o impeachment. Curiosamente, os 23% referentes aos otimistas é o mesmo número dos muito pessimistas, mostrando uma sociedade profundamente dividida. Quando perguntamos sobre a avaliação da administração do governador José Melo, as respostas mostram que os impactos nacionais afetam naturalmente o seu governo, já que sua rejeição atingiu os 26%, contra uma aprovação de 28%. Já os intermediários, que consideram sua gestão como regular (ou seja, aquele entrevistado que pode se deslocar sua avaliação tanto para notas superiores quanto às inferiores), foram 43%. O que impressiona é que esses números de rejeição não são relacionados à figura de José Melo, e sim ao caos administrativo que se dá em algumas áreas, fundamentalmente na Saúde, cujo grau de insatisfação aumentou em razão, por exemplo, da falta de medicamento nas unidades hospitalares e da queda do nível de atendimento, e na Segurança, que desandou totalmente. Na semana passada, a Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou a reforma administrativa estadual, que, na prática, não reformou nada, objetivamente, ficando até em descrédito com os formadores de opinião. A questão-chave desse atual momento crítico do governo Melo é como ele irá se comportar neste ano, com 43% de “Regular”, se a curva declinar, o que faria sua administração ficar em uma situação quase irreversível (ainda mais associado à insegurança jurídica de sua permanência no cargo). Quanto à gestão do prefeito Artur Neto, ela consegue manter, ainda, números expressivos de aprovação nesta conjuntura: 45% contra 23%. Porém, ressalte-se que esse percentual favorável não é propriamente relacionado à sua administração. É claro e objetivo que esses números estão fundamentados na imagem do alcaide, que consegue, pelo seu grau de empatia, manter índices positivos. Entretanto, em um cenário eleitoral, quando confrontado com outros oito nomes, o prefeito alcança 32 pontos percentuais. Ou seja, dos 45% de entrevistados que aprovaram o seu governo, Artur detém, consistentemente, apenas 72% das intenções de votos. Essa é uma situação de limite crítico: garante o atual prefeito no segundo turno em 2016, mas já mostra uma fragilidade muito grande, pois, as demais candidaturas somadas atingem 53% (ou seja, 21% a mais que os números alcançados por Artur). Perspectiva de um segundo turno com muito mais dificuldades, caso não haja um realinhamento em toda sua administração. Inclusive porque, a partir deste ano, o eleitor manauara – que possui fortes características de mudança – deverá cobrá-lo com maior intensidade, visto que, em seus dois primeiros anos à frente da Prefeitura de Manaus, ele foi praticamente “liberado” de apresentar resultados satisfatórios quanto aos compromissos assumidos em sua campanha eleitoral. Perguntamos, ainda, aos entrevistados que votaram no atual prefeito, por qual motivo o escolheriam novamente. E é muito nítido que os atributos pessoais dão forte sustentabilidade à sua administração. No entanto, considerando todos os elementos objetivos e subjetivos para os próximos quinze meses, só lhe resta um caminho: trabalhar, trabalhar e trabalhar. Breves Comentários
  3. 3. PERFIL 04 Entrevistados (900) Masculino 448 50% Feminino 452 50% De 16 a 24 anos 198 22% De 25 a 34 anos 258 29% De 35 a 44 anos 249 28% Mais de 45 anos 195 22% Ensino Fundamental 147 16% Ensino Médio 527 59% Ensino Superior 226 25% Católica 427 47% Evangélica/protestante 360 40% Outras religiões 113 13% Até 1 Salário mínimo 215 24% De 1 a 3 Salários mínimos 416 46% De 3 a 6 Salários mínimos 148 16% Mais de 6 Salários mínimos 121 13% RELIGIÃO RENDA FAMILIAR PERFIL DA AMOSTRA % SEXO FAIXA ETÁRIA ESCOLARIDADE
  4. 4. 05 QUAL A SUA EXPECTATIVA PARA O ANO DE 2015, CONSIDERANDO TODAS AS INFORMAÇÕES QUE TEM RECEBIDO E ANALISADO ATÉ O MOMENTO? estimulada 23% 27% 18% 23% 8% 1% MUITO RUIM RUIM NEM  RUIM, NEM  BOA BOA MUITO BOA NÃO SABE  DIZER
  5. 5. 06 Cruzamento Variáveis x EXPECTATIVA PARA 2015 EXPECTATIVA PARA  2015 MUITO RUIM RUIM NEM  RUIM,   NEM  BOA BOA MUITO BOA NÃO SABE  DIZER SEXO ►  MASCULINO 20% 28% 19% 23% 8% 1% ►  FEMININO 26% 26% 17% 23% 8% 1% IDADE ►  DE  16  A  24  ANOS 20% 20% 20% 28% 11% -­‐ ►  DE  25  A  34  ANOS 22% 29% 18% 22% 7% 2% ►  DE  35  A  44  ANOS 24% 27% 16% 23% 8% 2% ►  MAIS  DE  45  ANOS 25% 30% 19% 17% 6% 2% ESCOLARIDADE ►  ENSINO  FUNDAMENTAL 24% 24% 23% 18% 9% 2% ►  ENSINO  MÉDIO 20% 27% 18% 25% 8% 2% ►  ENSINO  SUPERIOR 29% 30% 15% 20% 7% -­‐ RELIGIÃO ►  CATÓLICA 23% 27% 18% 23% 8% 0% ►  EVANGÉLICA/PROTESTANTE 22% 27% 18% 23% 8% 3% ►  OUTRAS  RELIGIÕES/SEM  RELIGIÃO 27% 27% 19% 21% 7% -­‐ RENDA ►  ATÉ  1  SALÁRIO  MÍNIMO 21% 30% 20% 22% 6% -­‐ ►  DE  1  A  3  SALÁRIOS  MÍNIMOS 22% 26% 18% 24% 8% 1% ►  DE  3  A  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 24% 22% 18% 22% 9% 4% ►  MAIS  DE  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 28% 29% 14% 19% 10% -­‐ TOTAL 23% 27% 18% 23% 8% 1%
  6. 6. 07 QUAL A sua AVALIAÇÃO da administração do governador José melo NESTE MOMENTO..? estimulada 5% 23% 43% 13% 13% 4% ÓTIMA BOA REGULAR RUIM PÉSSIMA NÃO SABE  DIZER
  7. 7. 08 Cruzamento Variáveis x AVALIAÇÃO DO GOVERNO AVALIAÇÃO DO  GOVERNO ÓTIMA BOA REGULAR RUIM PÉSSIMA NÃO SABE  DIZER SEXO ►  MASCULINO 6% 23% 42% 14% 13% 4% ►  FEMININO 4% 23% 45% 12% 13% 4% IDADE ►  DE  16  A  24  ANOS 5% 23% 44% 13% 14% 1% ►  DE  25  A  34  ANOS 4% 21% 42% 17% 12% 3% ►  DE  35  A  44  ANOS 5% 25% 43% 10% 14% 3% ►  MAIS  DE  45  ANOS 5% 21% 43% 12% 11% 8% ESCOLARIDADE ►  ENSINO  FUNDAMENTAL 10% 18% 41% 12% 12% 7% ►  ENSINO  MÉDIO 4% 21% 44% 14% 14% 4% ►  ENSINO  SUPERIOR 4% 28% 43% 12% 12% 2% RELIGIÃO ►  CATÓLICA 6% 24% 41% 15% 12% 2% ►  EVANGÉLICA/PROTESTANTE 3% 22% 43% 11% 15% 6% ►  OUTRAS  RELIGIÕES/SEM  RELIGIÃO 4% 19% 50% 12% 11% 3% RENDA ►  ATÉ  1  SALÁRIO  MÍNIMO 6% 21% 45% 12% 13% 3% ►  DE  1  A  3  SALÁRIOS  MÍNIMOS 5% 23% 44% 14% 11% 3% ►  DE  3  A  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 5% 16% 39% 16% 15% 9% ►  MAIS  DE  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 3% 31% 41% 7% 17% 1% TOTAL 5% 23% 43% 13% 13% 4%
  8. 8. 09 QUAL A SUA PERCEPÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO DE ARTUR NETO COM DOIS ANOS E DOIS MESES COMO PREFEITO? estimulada 9% 36% 32% 11% 11% 2% ÓTIMA BOA REGULAR RUIM PÉSSIMA NÃO  SABE DIZER
  9. 9. 10 Cruzamento Variáveis x AVALIAÇÃO DO PREFEITO AVALIAÇÃO DO  PREFEITO ÓTIMA BOA REGULAR RUIM PÉSSIMA NÃO SABE  DIZER SEXO ►  MASCULINO 8% 40% 29% 11% 10% 1% ►  FEMININO 9% 32% 33% 12% 13% 2% IDADE ►  DE  16  A  24  ANOS 9% 33% 30% 15% 12% 1% ►  DE  25  A  34  ANOS 8% 40% 27% 12% 10% 2% ►  DE  35  A  44  ANOS 7% 39% 31% 8% 13% 2% ►  MAIS  DE  45  ANOS 11% 31% 35% 10% 11% 2% ESCOLARIDADE ►  ENSINO  FUNDAMENTAL 6% 29% 37% 12% 12% 3% ►  ENSINO  MÉDIO 7% 36% 29% 12% 13% 2% ►  ENSINO  SUPERIOR 14% 40% 30% 9% 7% -­‐ RELIGIÃO ►  CATÓLICA 11% 37% 29% 11% 12% 0% ►  EVANGÉLICA/PROTESTANTE 6% 36% 31% 12% 12% 3% ►  OUTRAS  RELIGIÕES/SEM  RELIGIÃO 10% 35% 34% 13% 8% 1% RENDA ►  ATÉ  1  SALÁRIO  MÍNIMO 6% 37% 27% 15% 14% 1% ►  DE  1  A  3  SALÁRIOS  MÍNIMOS 6% 36% 35% 13% 10% 1% ►  DE  3  A  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 11% 34% 26% 9% 15% 4% ►  MAIS  DE  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 19% 38% 29% 4% 10% -­‐ TOTAL 9% 36% 31% 11% 12% 2%
  10. 10. 11 MANAUS EM TODOS SEUS ASPECTOS ESTA MAIS PRÓXIMO DO PARAÍSO OU DO INFERNO...? DÊ NOTA "10" SE FOR 100% NO PARAÍSO E "0" SE FOR 100% NO INFERNO. ENTÃO DE 0 A 10 QUAL A NOTA MAIS CORRETA A NOSSA REALIDADE? PARAÍSO OU  INFERNO Entrevistados (900) % 0 95 11% 1 22 1% 2 38 3% 3 31 3% 4 49 5% 5 220 26% 6 97 11% 7 139 16% 8 132 15% 9 33 3% 10 44 5% TOTAL 900 100%
  11. 11. 12 NO ANO QUE VEM NOS VOLTAREMOS A VOTAR NOVAMENTE, AGORA PARA PREFEITO E VEREADORES. COM ESTES 8 NOMES COMO PRÉ CANDIDATOS, EM QUAL DELES VOCÊ ACREDITA E VOTARIA PARA MANAUS MELHORAR? Somente para quem ESCOLHEU UM CANDIDATO na pergunta anterior. NA HIPÓTESE DO CANDIDATO QUE O(A) SR(A) ESCOLHEU NÃO SE CANDIDATAR, POR QUALQUER MOTIVO QUE SEJA, QUEM SERIA A SUA SEGUNDA OPÇÃO PARA PREFEITO DE MANAUS? Tabela unificada Estimulada Prefeito  2016 1ª  Opção % ESTIMATIVA 1.150.000 2ª  Opção % TOTAL  DAS INTENÇÕES DE  VOTOS ARTUR  NETO 32% 371.833 9% 41% MARCOS  ROTTA 16% 182.722 16% 32% MARCELO  RAMOS 13% 145.667 15% 28% REBECCA  GARCIA 8% 94.556 10% 18% NEJMI  AZIZ 8% 92.000 4% 12% PRACIANO 6% 69.000 9% 15% LUIZ  CASTRO 2% 19.167 3% 5% DURANGO  DUARTE 1% 7.667 0% 1% NENHUM  DELES 11% 12% NÃO  SABE  DIZER 4% 7% TOTAL 100% 85%
  12. 12. 13 Cruzamento Variáveis x ESTIMULADA PREFEITO 2016 ESTIMULADA PREFEITO  2016 ARTUR NETO MARCOS ROTTA MARCELO RAMOS REBECCA GARCIA NEJMI AZIZ PRACIANO LUIZ CASTRO DURANGO DUARTE NENHUM DELES NÃO SABE  DIZER SEXO ►  MASCULINO 38% 15% 14% 6% 4% 7% 3% 1% 10% 2% ►  FEMININO 27% 16% 12% 10% 12% 5% 1% -­‐ 12% 6% IDADE ►  DE  16  A  24  ANOS 34% 13% 13% 11% 9% 6% 2% 1% 9% 5% ►  DE  25  A  34  ANOS 34% 19% 10% 8% 9% 5% 1% 1% 10% 3% ►  DE  35  A  44  ANOS 27% 20% 14% 6% 8% 8% 2% -­‐ 13% 4% ►  MAIS  DE  45  ANOS 35% 11% 15% 10% 6% 5% 3% 2% 11% 4% ESCOLARIDADE ►  ENSINO  FUNDAMENTAL 24% 23% 13% 10% 10% 7% 1% 1% 7% 4% ►  ENSINO  MÉDIO 32% 18% 9% 10% 7% 6% 1% 1% 12% 4% ►  ENSINO  SUPERIOR 38% 6% 21% 4% 8% 4% 3% 1% 11% 4% RELIGIÃO ►  CATÓLICA 36% 13% 15% 8% 5% 5% 1% 0% 14% 2% ►  EVANGÉLICA/PROTESTANTE 30% 19% 9% 8% 10% 7% 2% 1% 8% 6% ►  OUTRAS  RELIGIÕES/SEM  RELIGIÃO 26% 19% 15% 7% 11% 6% 2% 2% 12% 2% RENDA ►  ATÉ  1  SALÁRIO  MÍNIMO 27% 25% 9% 8% 11% 5% 1% 0% 11% 2% ►  DE  1  A  3  SALÁRIOS  MÍNIMOS 30% 16% 11% 10% 8% 7% 2% 1% 11% 5% ►  DE  3  A  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 35% 11% 19% 6% 7% 5% 1% -­‐ 11% 4% ►  MAIS  DE  6  SALÁRIOS  MÍNIMOS 46% 7% 17% 3% 6% 6% 2% 2% 10% 2% TOTAL 32% 16% 13% 8% 8% 6% 2% 1% 11% 4%
  13. 13. 14 EVOLUÇÃO 1ª RODADA 2ª RODADA 3ª RODADA 4ª RODADA 5ª RODADA 18  a  26/09/14 08  a  10/11/14 10  a  12/12/14 23  a  26/01/15 03  a  06/03/15 ARTUR  NETO 29% 27% 40% 32% 32% MARCOS  ROTTA 13% 12% 17% 12% 16% MARCELO  RAMOS 7% 8% 10% 10% 13% REBECCA  GARCIA 9% 10% -­‐ 9% 8% NEJMI  AZIZ -­‐ 7% -­‐ 10% 8% PRACIANO -­‐ 11% 11% 8% 6% LUIZ  CASTRO -­‐ -­‐ -­‐ -­‐ 2% DURANGO  DUARTE -­‐ -­‐ -­‐ -­‐ 1% SERAFIM  CORRÊA -­‐ -­‐ -­‐ 11% -­‐ ERON  BEZERRA -­‐ 2% 2% 2% -­‐ OMAR  AZIZ 15% -­‐ -­‐ -­‐ -­‐ HISSA  ABRAHÃO 10% 9% -­‐ -­‐ -­‐ CHICO  PRETO 3% 3% 5% -­‐ -­‐ SABINO  CASTELO  BRANCO -­‐ -­‐ 3% -­‐ -­‐ NENHUM  DELES/NÃO  SABE  DIZER 14% 11% 12% 6% 15% TOTAL 100% 100% 100% 100% 100% Prefeito  2016
  14. 14. 15 Cruzamento PELO TOTAL ESTIMULADA PREFEITO 2016 (1ª OPÇÃO) x ESTIMULADA PREFEITO 2016 (2ª OPÇÃO) MARCOS ROTTA MARCELO RAMOS REBECCA GARCIA PRACIANO ARTUR NETO NEJMI AZIZ LUIZ CASTRO DURANGO DUARTE NENHUM DELES NÃO SABE DIZER TOTAL ARTUR NETO 7% 9% 2% 3% -­‐ 2% 0% 0% 6% 3% 32% MARCOS ROTTA -­‐ 3% 4% 2% 2% 1% 1% 0% 2% 1% 16% MARCELO RAMOS 2% -­‐ 1% 2% 4% 1% 1% 0% 1% 1% 13% REBECCA GARCIA 3% 1% -­‐ 1% 1% 1% 0% -­‐ 1% 0% 8% NEJMI AZIZ 2% 1% 2% 0% 1% -­‐ 0% -­‐ 1% 1% 8% PRACIANO 2% 1% 1% -­‐ 1% -­‐ 0% -­‐ 0% 0% 6% LUIZ CASTRO 0% 1% 0% 0% -­‐ 0% -­‐ -­‐ -­‐ 0% 2% DURANGO DUARTE -­‐ 0% -­‐ -­‐ 0% -­‐ 0% -­‐ 0% -­‐ 1% TOTAL 16% 15% 10% 9% 9% 4% 3% 0% 12% 7% 85% Estimulada 1ª Opção Estimulada 2ª Opção
  15. 15. 16 Cruzamento PELO TOTAL ESTIMULADA PREFEITO 2016 (1ª OPÇÃO) x AVALIAÇÃO DO PREFEITO ÓTIMA BOA REGULAR RUIM PÉSSIMA NÃO SABE DIZER TOTAL ARTUR NETO 7% 19% 6% -­‐ -­‐ 1% 32% MARCOS ROTTA 0% 5% 6% 2% 2% -­‐ 16% MARCELO RAMOS 1% 4% 4% 3% 1% -­‐ 13% REBECCA GARCIA 0% 2% 3% 2% 2% 0% 8% NEJMI AZIZ -­‐ 2% 3% 2% 1% 1% 8% PRACIANO 0% 2% 3% 1% 1% 0% 6% LUIZ CASTRO -­‐ 0% 1% 0% 0% -­‐ 2% DURANGO DUARTE -­‐ 0% 0% 0% -­‐ -­‐ 1% NENHUM DELES 0% 1% 4% 2% 4% 0% 11% NÃO SABE DIZER -­‐ 1% 1% 0% 0% -­‐ 4% TOTAL 9% 36% 32% 11% 11% 2% 100% Estimulada 1ª Opção Avaliação do Prefeito
  16. 16. 17 Somente para quem DISSE QUE VOTARIA EM ARTUR NETO PARA PREFEITO. O(A) SR(A) PODE ME DIZER O QUE EFETIVAMENTE O PREFEITO ARTUR NETO FEZ PARA MERECER SEU VOTO? MOTIVO  PARA  VOTAR  EM  ARTUR FREQ. RELATIVA FREQ. ABSOLUTA ESTÁ  FAZENDO  UMA  BOA  ADMINISTRAÇÃO 5,3% 16,5% ORGANIZOU  O  CENTRO  DA  CIDADE 4,7% 14,4% ESTÁ  URBANIZANDO  AS  RUAS  DA  CIDADE 3,7% 11,3% OS  OUTROS  SÃO  PIORES 2,9% 8,9% PORQUE  GOSTA  DELE 2,6% 7,9% POR  SER  EXPERIENTE 1,9% 5,8% ESTÁ  MELHORANDO  A  INFRAESTRUTURA  DOS  BAIRROS 1,9% 5,8% ESTÁ  CUMPRINDO  AS  PROPOSTAS  FEITAS  NA  CAMPANHA 1,4% 4,5% POR  SER  COMPETENTE 1,0% 3,1% ESTÁ  PRESENTE  EM  TODAS  AS  OBRAS 1,0% 3,1% PORQUE  ELE  É  HONESTO 0,9% 2,7% ESTÁ  MELHORANDO  A  MOBILIDADE  URBANA 0,8% 2,4% POR  SER  SÉRIO 0,7% 2,1% ESTÁ  REALIZANDO  GRANDES  OBRAS 0,7% 2,1% POR  TER  FEITO  MAIS  INVESTIMENTO  EM  INFRAESTRUTURA 0,4% 1,4% PARA  QUE  ELE  CONCLUA  AS  OBRAS  QUE  NÃO  TERMINAR  NESSE  MANDATO 0,4% 1,4% ESTÁ  MELHORANDO  O  TRANSPORTE  URBANO 0,3% 1,0% ESTÁ  TRABALHANDO  EM  AÇÃO  CONJUNTA  COM  O  GOVERNO 0,2% 0,7% POR  SER  INTELIGENTE 0,2% 0,7% POR  SER  MAIS  CONFIÁVEL 0,2% 0,7% PORQUE  ESTÁ  CONCLUINDO  OBRAS  DE  ADMINISTRAÇÕES  PASSADAS 0,2% 0,7% ESTÁ  APLICANDO  VERBAS  NA  EDUCAÇÃO 0,1% 0,3% ESTÁ  APOIANDO  O  BOLSA  UNIVERSIDADE 0,1% 0,3% ESTÁ  FAZENDO  REDUÇÃO  DE  GASTOS  NA  PMM 0,1% 0,3% POR  TER  SIDO  UM  ÓTIMO  PARLAMENTAR 0,1% 0,3% PORQUE  ELE  É  O  MAIS  CONHECIDO 0,1% 0,3% COLOCOU  LUZES  DE  LED  NAS  RUAS 0,1% 0,3% POR  SER  SINCERO 0,1% 0,3% POR  SER  MENOS  MENTIROSO 0,1% 0,3% TOTAL 32,3% 100%

×