Neoplasias benignas raras em Boca

5.263 visualizações

Publicada em

Descrição neoplasias raras em boca.Apresentação Tcc.

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.263
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
43
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Neoplasias benignas raras em Boca

  1. 1. 19/12/2011 Disciplina de Semiologia e Patologia NEOPLASIAS BENIGNAS RARAS DE TECIDOS MOLES BUCAIS NEOPLASIAS BENIGNAS RARAS DE CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E TRATAMENTO TECIDOS MOLES BUCAIS CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS E TRATAMENTO AUTORA: Juliana Rocha Verrone ORIENTADORA: Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli INTRODUÇÃO OBJETIVO Neoplasia- crescimento independente, sem coordenação do tecido.  Orientar os clínicos gerais em relação às características Neoplasia benigna- nódulos ou pápulas, contorno nítido, bem clínicas e ao tratamento das neoplasias benignas raras definido, crescimento lento,assintomático. que ocorrem em tecidos moles, por meio de uma revisão Classificados em : epiteliais, não epiteliais, mistos de literatura recente, para que consigam diagnosticá-las Principais neoplasias benignas são: através de exame clínico de rotina e orientar ou1. Originários de tecido epitelial executar seu tratamento.2. Originários de tecido conjuntivo Foram selecionadas entre as neoplasias benignas raras:3. Originários de tecido muscular4. Originários de tecido nervoso Localização anatômica- mucosa jugal, rebordo vestibular, língua, assoalho de boca, lábios, palato Leiomioma Neurofibroma Tratamento- Excisão cirúrgica com remoção total da lesão Linfangioma Neuroma Mixoma Rabdomioma Neurilemona Tumor de Célula Granular PROGNÓSTICO : FAVORÁVEL REVISÃO DE LITERATURA LEIOMIOMA Coleman G.C., Nelson J.F. (1996) afirmaram que o leiomioma é uma neoplasia benigna rara originada do músculo estriado e músculo liso. Caracteriza-se por aumentos borrachóides a firmes, assintomáticos, sem alteração da mucosa de revestimento. Ocorrem com maior freqüência em adultos. Localizações intrabucais são: língua, palato e mucosa jugal. Tratamento de escolha é a excisão cirúrgica.Felix F, Gomes GA, Tomita S, Junior F, Miranda LAEH, Arruda AM. Painful tongue leiomyoma. Rev.Bras. Otorrinolaringol. São Paulo. 2006; 72(5): 715.Regezi JA, Sciubba JJ. Patologia Bucal- correlações clinicopatológicas. Editora Rio de Janeiro:Guanabara Koogan S.A.; 1991: 137-161. Leiomioma do palato junto ao incisivo central direito 1
  2. 2. 19/12/2011 REVISÃO DE LITERATURA LINFANGIOMA Linfangioma pequeno de lábio inferior, difuso e Cardoso R.J.A., Machado M.E.L. (2003)- concluíram que o ligeiramente azulado. linfangioma é um tumor constituído por vasos linfáticos Tumores da infância Localização: língua (macroglossia), lábio (macroqueilia) Os linfangiomas cervicais- higromas císticos, podem causar problemas graves ao paciente Tratamento: cirúrgico, recidivas são comuns. Não respondem ao tratamento a base de agentes esclerosantes. Linfangioma de palato-mole Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Patologia Oral & Maxilofacial. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.A; 2004: 367-404. Qin ZP, et al. Long-term results of intratumorous bleomycin-A5 injection for head and neck lymphangioma. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endodont. 1998; 2(86): 139-44. Linfangioma difuso localizado na língua de uma menina de 8 anos de idade. A superfície da língua mostra ínumeras lesões papulares, que se assemelham às papilas fungiformes Linfangiomas de língua- Linfangioma cavernoso unilateral, localizado macroglossia na metade esquerda da língua de um paciente jovem. O tumor é extenso e atinge tecidos mais profundos, causando macroglossia . Prof. Dr. Silvio Boraks 2
  3. 3. 19/12/2011 REVISÃO DE LITERATURA MIXOMA Azevedo L.R, Sant’ana E., Dezoti M.S.G. et al (2000)- o mixoma é um tumor odontogênico benigno de origem mesenquimal relativamente raro. Constitui cerca de 3 a 6 % de todos os tumores odontogênicos. Diagnosticada entre a segunda e terceira décadas de vida. Clinicamente: crescimento lento, assintomático e localmente invasivo, podendo causar expansão e perfuração das corticais do osso envolvido. Não apresentam predileção por gênero. São mais comuns na mandíbula em relação à maxila. Tratamento recomendado é a excisão radical. Detalhe de uma radiografia panorâmica . No ramo da mandíbula até a região do 1º Aspecto intrabucal do mesmo molar, encontra-se uma área paciente, mostrando o Harrison MG. et al. Odontogenic myxoma in an adolescent with tuberous sclerosis. J. radiolúcida multilocular, lembrando cresciemnto do tumor. Na região Oral Pathol. Med. 1997; 26: 339-341. pequenos “favos de mel”. do 2º e 3º molares, que foram Kramer IRH et al .Histological typing of odontogenic tumours. 2 a ed. Berlin: Springer- Verlag; 1992:23. removidos anteriormente, encontra-se um extenso tumor de tecidos moles. REVISÃO DE LITERATURA NEURILEMONA  Tommasi A.F. (1998)- concluiu que o neurilemona é um tumor solitário, originário da bainha de Schwann.  Aparece como massa nodular indolor, séssil ou parcialmente profunda, de crescimento bastante lento.  Ocorre em qualquer idade e sem predileção por sexo, sendo comum em adultos.  Localização: língua, palato duro, lábios, mucosa jugal, rebordo alveolar de desdentados e assoalho bucal.  Tratamento é a remoção cirúrgica. Kignel S. Diagnóstico bucal. 2a ed. São Paulo: Robe Editorial; 1997:222-233. Tomazoni W, Maceira JP. Schwannoma de células granulosas: investigação imuno-histoquímica com proteína S-100. A Folha Médica. 1988; 97(4): 219- 221. Neurilemona em local de sua maior freqüência apresentando-se como nódulo circunscrito, firme à palpação em paciente jovem. REVISÃO DE LITERATURA NEUROFIBROMA  Neville B.W., Damm D.D, Allen C.M, Bouquot J.E. (2004)- é uma neoplasia de nervos periféricos  Origem: solitários ou neurofibromatose.  Solitários: apresentam em jovens adultos como lesões indolores, moles, crescimento lento, variam de tamanho.  Localização: pele, língua, e mucosa jugal.  Tratamento: Excisão Cirúrgica local.  Avaliação clínica – portador da neurofibromatose. Cardoso RJA, Machado MEL. Odontologia, conhecimento e arte: cirurgia, endodontia, periodontia, estomatologia, v.1. São Paulo: Artes Médicas; 2003:311-316. Kignel S. Diagnóstico bucal. 2a ed. São Paulo: Robe Editorial; 1997:222-233. Neurilemona na ponta de língua. À palpação, encontra-se dois nódulos tumorais, bem delimitados e indolores. 3
  4. 4. 19/12/2011 REVISÃO DE LITERATURA NEUROMA  Araújo N.S., Araújo V.C., (1984)- o neuroma traumático ou de amputação representa uma hiperplasia de fibras nervosas. Neurofibroma na borda  Etiologia: traumatismo (extração, anestesia, direita da l´ngua é parte da doença de Recklinghausen e acidente). originou, em paciente de 23  Clinicamente: nódulo pequeno, consistência firme, anos que apresentava manchas na pele café-com sensibilidade dolorosa. leite e macroglossia.  Localização: mandíbula (forame mentoniano).  Tratamento: cirúrgico. Boraks S. Diagnóstico bucal. 3a ed. São Paulo: Editora Artes Médicas; 2001: 172-360. REVISÃO DE LITERATURA RABDOMIOMA Neuroma de amputação localizado  Regezi J.A., Sciubba J.J. (1991) concluíram que na borda lingual, em paciente jovem, com os rabdomiomas são lesões raras de tecidos bucais. história de traumatismo agudo  Clinicamente: massas submucossas, bem-definidas, no local (mordida), ocorrido em assintomáticas. episódios convulsivos.  Localização: assoalho da boca, palato mole, língua e mucosa jugal.  Faixa etária: infância à adultos de meia idade.  Tratamento: Excisão Cirúrgica. Kignel S. Diagnóstico bucal. 2a ed. São Paulo: Robe Editorial; 1997:222-233. REVISÃO DE LITERATURA TUMOR DE CÉLULA GRANULAR Paciente apresenta Soares A.B., Dipe L.R., Furuse C., Araújo V.C (2008) nódulo em lateral direita de língua. afirmaram que o tumor de células granulares é uma neoplasia benigna rara. Localização: língua. Clinicamente: nódulos, únicos, bem delimitados, assintomáticos, de crescimento lento. Predileção: gênero feminino, durante a 4ª e 6ª décadas de vida. Tratamento: Excisão cirúrgica Paciente apresentando extensa lesão no dorso da língua.Basile JR, Woo S. Polypoid S-100- negative granular cell tumor of the oral cavity: A case report andreview of literature. Oral Surg Oral Med Oral Pathol Oral Radiol Endod. 2003; 96:70-76.Coleman GC, Nelson JF. Princípios de diagnóstico bucal. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan S.A.;1996: 254-256.Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Patologia Oral & Maxilofacial. Rio de Janeiro: EditoraGuanabara Koogan S.A; 2004: 367-404.Regezi JA, Sciubba JJ. Patologia Bucal- correlações clinicopatológicas. Editora Rio de Janeiro: GuanabaraKoogan S.A.; 1991: 137-161. 4
  5. 5. 19/12/2011 Tabela 2: Denominação, características clínicas e tratamento CONCLUSÃO das Neoplasias Raras e Benignas mais freqüentes em boca Tabela 1: Denominação, características clínicas e tratamento Neoplasia Características Localização Tratamento das Neoplasias Raras e Benignas mais freqüentes em boca ClínicasNeoplasias Características Localização Tratamento Neurofibroma Nódulo, pediculado, Língua, mucosa jugal, Excisão Cirúrgica Clínicas firme à palpação, palato, mucosaLeiomioma Nódulo pequeno, Língua, lábios, Excisão Cirúrgica indolor, crescimento vestibular, pele cresciento lento, bochechas, lento assintomático palato. Neuroma Nódulo pequeno, Língua, forame Excisão Cirúrgica séssil, consistência mentoniano, mucosaLinfangioma Tumefações Língua,lábio, Excisão Cirúrgica, firme e que jugal, palato, lábios indolores, pescoço, mucosa eletrocauterização, laser, manifesta nodulares, jugal, palato, crioterapia, agentes sensibilidade dolorosa semelhantes a bochechas esclerosantes à pressão vesículas quando Rabdomioma Massas submucosas, Assoalho bucal, Excisão Cirúrgica superficiais ou como indolores, bem palato mole, base de massa submucosa, definidas, língua, mucosa jugal quando profundos assintomáticasMixoma Crescimento lento, Palato Excisão Cirúrgica, expansivo, curetagem, enucleação assintomático associado à crioterapia Tumor de Célula Nódulo, séssil ou Língua, lábio, Excisão CirúrgicaNeurilemona Nódulo indolor, Língua, palato, Excisão Cirúrgica Granular pediculado, indolor, gengiva, palato, séssil, crescimento mucosa jugal, crescimento lento, assoalho bucal, lento, assintomático assoalho bucal, assintomático bochechas gengiva e lábio 5

×