Alterações Clínicas Bucais em pacientes portadores de Sindrome de Down

5.315 visualizações

Publicada em

TCC em graduação em Odontologia

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.315
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
90
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alterações Clínicas Bucais em pacientes portadores de Sindrome de Down

  1. 1. 24/02/2012 O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica sobre os aspectos físicos e mentais em crianças portadoras de síndrome de Fabiana Rebecca de Mello Down, e alterações clinicas bucais. O conhecimento da síndrome de Down é de  Sendo fundamental para poder compreender extrema importância para o Cirurgião e diagnosticar sinais e sintomas frente a Dentista, pois estes pacientes apresentam esses pacientes, além de estar ciente das inúmeras alterações bucais relacionadas possíveis complicações que poderão ocorrer com a Trissomia do cromossomo 21, no momento de uma intervenção. necessitando assim de atendimento diferenciado.  As crianças portadores de síndrome de Down A criança com síndrome de Down apresenta possuem algumas características físicas específicas retardo mental e exibe inúmeras anomalias como: rosto arredondado, bochechas salientes, nariz bucais e faciais de interesse odontológico. em sela, olhos pequenos e oblíquos com pregas Os pacientes portadores de Síndrome de epicantais, extremidades curtas, deficiência mental, Down têm alteração genética resultante da e alterações específicas na cavidade oral. (ALVES, trissomia simples do cromossomo 21 e SILVEIRA E LINS (2004). apresentam uma série de alterações bucais que o cirurgião dentista precisa conhecer para atende-los adequadamente. Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli 1
  2. 2. 24/02/2012 As principais características bucais são: taurodontismo macroglossia hipotonia muscular respiração bucal palato ogival lesão de cárie problema periodontal severo alterações oclusais.  Oliveira et al., (2007) relataram que o palato estreito e profundo, quando associado a macroglossia e protusão da língua, promove uma diminuição do volume da cavidade bucal, prejudicando então a mastigação e a fala. Imagens cedidas pela Profª.Dulce Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli Helena Cabelho Passarelli  De acordo com Raggio et al., (2001) portadores de Rosadas (1989) descreve que os portadores de síndrome de Down apresentam várias anomalias síndrome de Down possuem: dentárias como: anodontias, oligodontias, dentes na boca: dentes pequenos, língua sulcada, palato conóides, fusões, microdontias em ambas as elevado em ogiva; dentições, hipocalcificação, e retardo na cronologia nos olhos oblíquos; no crânio: occipital achatado; de erupção. nas mãos: grossas e curtas; dedo mínimo arqueado; Presença de diastemas é frequente dobra palmar incluindo os quatro dedos; devido à microdontia, podendo ser corrigida por meio de tratamento na musculatura: hipotonia. restaurador ou a intervenção ortodôntica Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli Imagens cedidas pela Profª.Dulce Helena Cabelho Passarelli 2
  3. 3. 24/02/2012 Carvalho, e Araújo (2004) afirmaram que os  A doença periodontal é um grave problema para pacientes portadores de síndrome de Down pacientes portadores da Síndrome de Down, assim, cabe ao profissional atuar efetivamente no controle podem ser considerados como de alto risco da placa bacteriana motivando e orientando a para as patologias bucais. higiene bucal destes pacientes além de orientar Precariedade da higiene bucal efetivamente os cuidadores, que na grande maioria dos casos são os responsáveis pela higiene bucal do Justificada pelo déficit intelectual e motor paciente. Remoção mecânica da placa bacteriana para o controle e prevenção das patologias bucais. Guedes Pinto (2003) relata que as  Santos et. al., (2009) relataram que a língua fissurada é outra característica ligada aos manifestações bucais em paciente doente portadores de síndrome de Down. Trata-se de uma mental, variam de acordo com o grau de alteração na superfície dorsal da língua, comprometimento neuropsicomotor e a caracterizada predominantemente por fissuras, conduta dos responsáveis, no que diz embora já tenha sido considerada como uma respeito ao auxilio do controle preventivo. malformação. A língua fissurada pode facilitar o acúmulo de restos Evitando ou minimizando a maior alimentares e incidência das doenças bucais. desenvolvimento de halitose.  O atendimento a portadores de Síndrome de É importante que o cirurgião-dentista deve Down deve ser feito levando-se em atuar sempre com respaldo do médico consideração todos os diferenciais desses responsável pelo paciente, evitando assim pacientes. Se o paciente freqüentar o eventuais problemas durante o tratamento. consultório dentário desde a infância, o tratamento torna-se mais simples. 3
  4. 4. 24/02/2012 A higiene bucal supervisionada dessas crianças portadoras de Síndrome de Down é fundamental devido às limitações motoras e à alta prevalência de doenças periodontais. Fica patente a importância de uma atenção especial por parte do clínico para os pacientes com síndrome de Down e a conscientização familiar da importância da higienização bucal nesses pacientes. 4

×