Superando a pedagogia da transição

231 visualizações

Publicada em

AD1- EAD

Publicada em: Educação
3 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
231
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
3
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Superando a pedagogia da transição

  1. 1. Superandoa Pedagogiada Transição EAD Aluna: DrieliPereiraDias
  2. 2. A SALA DE AULA BASEADA NA PEDAGOGIA DA TRANSMISSÃO Vemos que o padrão de educação atual está baseado na arte de ensinar o aluno a pensar, a ser autônomo e crítico, a ser um ser pensante e questionador...
  3. 3. ... UM INDIVÍDUO CHEIO DE CONHECIMENTOS PRONTOS PARA SEREM EXPANDIDOS E NÃO LIMITADOS.
  4. 4. EDUCAÇÃO TRADICIONAL X EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA... QUAL A MELHOR?!
  5. 5. Cabe ao educador e a todo o corpo escolar contribuir para uma melhora da educação nacional, visto que tudo expande-se na sala de aula, pois é ali que o aluno amplia seus conhecimentos de mundo, onde ele aprende e ensina e onde se forma um cidadão de bem e aprende a cumprir seus papéis sociais. Devemos educar com amor e paixão, com devoção... Tratar nossos educandos como seres possuidores de ideias e conhecimentos, sem o “falar-ditar do mestre”, mas o saber ouvir e expandir...
  6. 6. MESTRES DO AMANHÃ...
  7. 7. “Creio, no exame do tema que nos ocupa, que não me cumpre exprimir apenas ansiedades e esperanças a respeito dos mestres de amanhã, mas procurar antecipar, em face das condições e da situação de hoje, o que poderá ser o mestre dos dias vindouros...” – Anísio Teixeira.
  8. 8. A educação tem uma proposta de preparar o educador para a sociedade atual onde há essa necessidade de maior preparação aos educadores para que a educação básica possa atender a todas as necessidades e peculiaridades que a Era Contemporânea vem pedindo...
  9. 9. AÍ ENTRA A PROPOSTA ATUAL... CIBERCULTURA
  10. 10. “... A educação para todos não pode ficar alheia à revolução das ciências e dos meios de comunicação de massa; a formação dos mestres de amanhã precisaria romper com a pregnância do tradicional, engajando-se no enfrentamento dos descaminhos da cultura tecnológica e consumista e na apropriação do pensamento científico e dos meios de comunicação, de modo a dominá-los e a servir-se deles, assegurando a todos a educação capaz de enriquecer a vida no planeta...”
  11. 11. Partindo desse ponto de vista vemos que; a educação não pode ficar dependendo das revoluções científicas, alheia aos fatos e sim colocada como ponto de partida, para que o educando e os profissionais da educação sejam sempre desafiados e encorajados nos seus trabalhos...
  12. 12. ... A Cibercultura é um ponto forte onde amplia os conhecimentos, não se prendendo a sala de aula, mas expandindo à nível maior.
  13. 13. BIBLIOGRAFIA TEIXEIRA, Anísio. Mestres de amanhã. Extraído de TEIXEIRA, Anísio. Mestres de amanhã. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos. Rio de Janeiro , vol. 40, nº 92. http://saladeaulainterativa.pro.br/moodle/mod/book/vi ew.php?id=1597&chapterid=53 http://www.cfh.ufsc.br/~guima/ciber.html

×