Hacking Education
:~# Douglas A. Gomes da Silva
2
A metodologia ensino-
aprendizagem
deve ser Hackeada.
3
Hackear a metodologia de ensino-
aprendizagem
:~# O atual modelo de ensino ~ Problema
:~# O Ponto de vista Hacker
:~# A ...
4
“O atual sistema
educacional mata a
criatividade”
:~$ Ken Robinson
@O PROBLEMA
:~#Qual o papel da escola na
formação do ...
5
“Somos formados por um sistema
educacional fast-food, em que tudo
é padronizado, industrializado.”
:~$ Ken Robinson
@O P...
6
@Fast-food
A mesma aula para todos, e para todas as
turmas
assistir @ decorar @ replicar (prova)
assistir @ decorar @ re...
7
“a escola é que, de modo geral, nos
inibe, fazendo-nos copiar modelos ou
simplesmente dar cor a desenhos que não
fizemos...
8
“O computador não tem que ajudar na educação,
tem é que atrapalhar a educação”.
:~$ Nelson Preto
:~#O Computador deve se...
9
“Inovar é difícil porque é preciso lidar com
coisas não óbvias, fora do senso comum.”
:~$ Ken Robinson
:~#O papel do Hac...
10
O manifesto Hacker
“O meu mundo começa na escola …
Eu sou mais esperto que a maioria dos outros garotos,
além disso, es...
11
“Hackers são pessoas que desafiam e
mudam os sistemas para os tornarem
diferentes, para os fazerem melhores.
– É assim ...
12
“A ética hacker tem a ver com compartilhamento,
acessibilidade e descentralização.”
:~$ Nelson Pretto.
:~#Compartilhar
...
13
“A liberdade de ter acesso, de usar, de
contribuir e compartilhar todo
conhecimento possível é o valor supremo
dos hack...
14
O professor como mediador e não como
detentor do conhecimento
●
:~# Conteúdos trabalhados
:~# Material didático
:~# Ati...
15
O software livre, por ter o seu código-fonte
compartilhado, permite a sua
modificação,facilita o aprendizado e pode ser...
16
“As comunidades de software livre são
apenas um exemplo proeminente de um
fenômeno muito mais amplo na Sociedade em
Red...
17
A cultura Hacker na sala de aula
18
“Tudo foi feito para que possa ser
hackeado.”
:~$ Logan Laplante
@A cultura Hacker na sala de aula
19
@A educação na perspectiva do Hacker
20
“Não tenho medo de procurar atalhos ou
'hacks' para ter um resultado melhor e
mais rápido.”
:~$Logan Laplante
@A educaç...
21
“Eu 'hackeio' minha educação.”
:~$ Logan Laplante
:~# Como eu aprendo?
@A educação na perspectiva do Hacker
22
O interesse, a curiosidade e a vontade do
aluno são requisitos chave para aplicação
de uma cultura Hacker em sala de au...
23
Vamos Hackear a metodologia de
Ensino-aprendizagem.
@A educação na perspectiva do Hacker
Hacking Education
:~# Douglas A. Gomes da Silva
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

HACKING EDUCATION - A metodologia ensino-aprendizagem deve ser Hackeada

408 visualizações

Publicada em

- Teorizar sobre o modelo atual de ensino-aprendizagem.
- Trazer o ponto de vista da cultura Hacker para a sala de aula.
- Socializar a problemática do atual modelo, da perspectiva Hacker.

- Palestra no FISL16, abaixo segue link do vídeo. http://hemingway.softwarelivre.org/fisl16/high/41e/sala_41e-high-201507111400.ogv

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
408
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • - Professor no IFRS
    - Aluno da Formação pedagógica- CyberAtivista
    - O Termo Hacking Education
    - Inquieto com uma afirmação pedagógica
    - Chego a conclusao de que....
  • - A escola não forma alunos para socializar c
    - Os professores estão acomodados
    - Os alunos, estão cada vez mais desmotivados
    - Apenas copiando e replicando trabalhos, tendo o google como “professor”Para contextualizar o pensamento eis o roteiro
  • – Repetitivo/ industrial
    *O ponto de vista Hacker
    – A existência de opções para o modelo tradicional
    *A cultura hacker na sala de aula: -
    – Aplicação de ferramentas e tecnicas da cultura hacker, para motivar alunos e professores
    *A educação na perspectiva Hacker,
    – COMPARTILHAMENTO/CRIATIVIDADE
  • KR TEDx– Autor, palestrante e consultor internacional em educação
    –Como uma empresa? Que empresa seria? Se pensassemos na escola como um software? Que software seria?
    *Qual o papel da escola?
    –Para Durkheim o papel da escola é socializar o aluno, no sentindo de preparar ele para a sociedade
  • – revolução industrial no contexto de necessidade de mão de obra, formando profissionais segundo um padrão e ritmo do contexto da época
    Para aquela situação e para aquele contexto historico, o modelo fast-food funcionou,
    Preparou / treinou / qualificou o aluno
    Mas esse modelo não é valido para o atual contexto do qual nos encontramos.
    A revolução tecnológica chegou e as ferramentas, informações e tecnologias estão ai para ajudar.
  • –Um professor cria o seu material baseado em um plano de ensino, seguindo uma ementa e o aplica.
    –O aluno assiste a aula decora e faz uma prova
    *Será que a escola forma pessoas para educar outras pai ajudando filho? Por que o conteudo é o mesmo!
    –A escola tem produzido alunos em massa sem se preocupar com a formação do ser, o aluno fast-food não pensa por si só
    Ou como diz freire...
  • Freire concluiu o problema...O papel da escola tem sido de reprodução por vários anos, inibindo a capacidade do aluno de pensar por si só
    Hoje o aluno recebe o que tem que aprender,
    Quando tem que aprender,
    Como tem que aprender,
    Tudo mastigado e esmiuçado por um professor,
    O papel da escola vai muito além disso, A escola deve educar o aluno para a sociedade fazendo-o pensar por sí próprio não moldando ele para viver na era industrial
    A tecnologia tem um papel fundamental nessa formação assim como a produção em massa teve nesta etapa
  • *O professor deve utilizar o computador como seu aliado e não o tratar como um inimigo, para fomentar a criatividade e o pensamento do aluno por si só..
    Mas para isso é necessário uma inovação no modo como o professor se ve, no modo como ele mesmo se vizualiza como educador.
    A tecnologia a facilidade e a velocidade do compartilhamento de informações, tem sido visto por professores acomodados como um grande problema,
    Este acesso tira o poder do professor em ser o retentor do conhecimento e deixa um espaço para o aluno para que ele possa pesquisar e questionar o professor, segundo o seu interesse.
  • O papel do hacker se torna obvio ao perceber que hackers adoram o desafio, e estimulam a ideia de recriar aquilo que existe de uma forma diferente, mas sempre para facilitar a tarefa
    O hacker neste sentido vê a escola como um desperdicio de tempo, como se aquilo o atrasasse
    Isso fica claro no manifesto de 8 de janeiro de 1986
  • As definições de hacker são as mais variadas, muitas vezes ligadas somente a computadores e a manipulação de códigos, porém o mesmo se aplica a muitas areas
    Oscar nyemier (artuqitetura)
    Mahatma Ghandi(direito)
    Richard Stalman (Pcs)
    Mad Dogg
    Bob Burnquist (Skate)
    Leonel Messi
    É possível se encaixar no conceito de hacker sem conhecer um compudator, e aplicar a filosofia na vida no trabalho e por que não na escola
  • A informação quer ser livre está é a máxima hacker
    Compartilhar o conhecimento ou a informação sobre determinado assunto, de forma clara e objetiva faz com que inspire outras pessoas,
    Acessar o conhecimento de alguém tendo com base o conhecimento aplicado deste no assunto, pode te dar ideias que jamais teve e reinventar o que foi recém criado
    Descentralizar o conhecimento abre o leque da informação fazendo com que em forma de mente-colmeia toda uma comunidade possa, incrementar melhorar, adapatar e aplicar de acordo com as suas necessidades.
  • Estas necessidades tem haver com
    Usar, o que foi feito
    Contribuir com experiências e melhorias
    E compartilhar com todos da rede,
    Porém esta é uma tarefa de um educador, aquele que usa o que existe e contribui com sua formação para criar algo melhor e de certa forma busca compartilhar isso com os alunos...
    Mas isso não é uma tarefa fácil, vai depender do perfil do professor, se ele se considera um professor ou um educador, para isso basta ele se conhecer e descobrir qual é o seu papel em sala de aula?
  • O professor em quanto mediador, quebra a ideia de ele reter o conhecimento
    o papel de professor mediador, passa a ser de oferecer oportunidades para o aluno pensar e não mais pensar por ele,
    Colaborar nos conteudos que vão ser trabalhados de acordo com a singularidade de cada um
    - escrever sobre algo que gosta e não sobre algo que deve.
    Colaborar na criação de materiais de aula incentiva o aluno a indicar as suas deficiências e fazer com que o professor se dedique a suprir estas fraquesas
    Apoiar o aluno e ser apoiado por ele,
  • A cultura de software livre tem muito a ajudar neste sentido,
    O compartilhamento de códigos-fontes (MATERIAIS E AULAS) facilita o aprendizado e incentiva o aluno a pesquisar por si só.
    Esta cultura se aplica a vários tipos de escola, de professores, e tipos de alunos,E deve ter participação efetiva de todos para dar certo
  • Esse fenômeno tem a ver com colaboração
    As comunidades de software livre tem tido um papel fundamental e acertivo quando o assunto é aperfeiçoamento de softwares, e lá todo mundo é aluno
    O papel do aluno, é
    Buscar
    Colaborar
    Participar
    O aluno deve ter autonomia e interesse pela disicplina, e isso não é papel da escola nem do professor, depende somente dele.
  • -Moodle
    -Piratenpad.de
    -Mumble
    -Uma delas é o titanpad
    -Plataforma de criação de documentos em colaboração faz com que todos participem
    -O titanpad, tem um chat e cria registros em time-line desde que foi criado edição por edição
    -Estas ferramentas tem sido utilizada por grupos de auto formação e vão depender da vontade do aluno em contribuir
    – O jovem a seguir é um exemplo
  • Logan La Plante é um menino de 13 anos que saiu da escola tradicional aos 9 anos e hoje aprende através de uma educação que ele denominou de Hackschooling.
    A proposta de Logan é uma nova porta que se abre como um modelo de educação, pois tem como prioridade a felicidade a saúde e a criatividade, elementos pouco priorizados na educação tradicional. Hackear o seu modo de aprender não é uma tarefa facil tem haver com auto conhecimento
    Com saber seus pontos fortes e fracos
    E hackea-los
  • Logan Laplante
    Estabelece como seu plano de aprendizagem uma aboragem clara onde é necessário
    CRIATIVIDADE – E UMA MENTE HACKER
    EXPERIMENTOS PRÁTICOS
    BOM USO DE TECNOLOGIA S E RECURSOS
    E O PRINCIPAL FELICIDADE E BEM ESTAR
  • Logan utilizou o seu HACKSCHOOLING
    PARA TUDO, auto didata ele estuda física / geopgrafia e climatologia, com calculos e teste no SKI
    Trazer o conteudo para o seu bem estar pessoal facilita a aprendizagem e estimula o aluno para que possa pensar por si.
    Com isso ele consegue afirmar...
  • Para afirmar isso tem que se conhecer.
    Como eu aprendo?
    - Visual por meio de tutoriais em video?
    - Leitor por meio de tutoriais em texto?
    - Prático por meio de testes e erros?
    --Ouvindo música?
    -Assistindo aula tradicional?
    - Discutindo?
    - Exercitando?
    Como ?
  • Para o professor, como é possível ele avaliar o aluno e o que ele aprendeu?
    - Prova?
    - Trabalho?
    - Questionario?
    E para você você como você avalia o seu aprendizado da disciplina- Prova?
    Trabalho?
    Questionário?
    Ou na necessidade?
  • O ensino tradicional esta defasado
    O contexto Hacker está mais claro e adaptave
    l
    As ferramnetas e os recursos estão disponíveis
    Hackear é um estilo de vida
    Então vamos hackear a metodologia ensino-aprendizagem!
  • HACKING EDUCATION - A metodologia ensino-aprendizagem deve ser Hackeada

    1. 1. Hacking Education :~# Douglas A. Gomes da Silva
    2. 2. 2 A metodologia ensino- aprendizagem deve ser Hackeada.
    3. 3. 3 Hackear a metodologia de ensino- aprendizagem :~# O atual modelo de ensino ~ Problema :~# O Ponto de vista Hacker :~# A Cultura Hacker na sala de aula :~# A educação na perspectiva Hacker
    4. 4. 4 “O atual sistema educacional mata a criatividade” :~$ Ken Robinson @O PROBLEMA :~#Qual o papel da escola na formação do aluno?
    5. 5. 5 “Somos formados por um sistema educacional fast-food, em que tudo é padronizado, industrializado.” :~$ Ken Robinson @O PROBLEMA
    6. 6. 6 @Fast-food A mesma aula para todos, e para todas as turmas assistir @ decorar @ replicar (prova) assistir @ decorar @ replicar (prova) assistir @ decorar @ replicar (prova) :~# 1 aula X 'n' modos de aprender
    7. 7. 7 “a escola é que, de modo geral, nos inibe, fazendo-nos copiar modelos ou simplesmente dar cor a desenhos que não fizemos” :~$ Paulo Freire @O PROBLEMA
    8. 8. 8 “O computador não tem que ajudar na educação, tem é que atrapalhar a educação”. :~$ Nelson Preto :~#O Computador deve ser aliado e não inimigo @O ponto de vista Hacker
    9. 9. 9 “Inovar é difícil porque é preciso lidar com coisas não óbvias, fora do senso comum.” :~$ Ken Robinson :~#O papel do Hacker é inovar. Hackear é recriar, burlar e/ou inovar o modelo atual @O ponto de vista Hacker
    10. 10. 10 O manifesto Hacker “O meu mundo começa na escola … Eu sou mais esperto que a maioria dos outros garotos, além disso, esta bosta que nos ensinam me chateia… Malditos fracassados. Eles são todos iguais. No ensino médio e no ensino fundamental, eu ouvi os professores explicarem pela quinquagésima vez como reduzir uma fração. Eu entendo isso.” - “Não, Sra. Smith, eu não mostrei no meu trabalho. Eu fiz isso na minha cabeça …” :~$ Th3 m3nt0r
    11. 11. 11 “Hackers são pessoas que desafiam e mudam os sistemas para os tornarem diferentes, para os fazerem melhores. – É assim que eles pensam. É uma mudança de mentalidade.” :~$ Logan Laplante @O ponto de vista Hacker
    12. 12. 12 “A ética hacker tem a ver com compartilhamento, acessibilidade e descentralização.” :~$ Nelson Pretto. :~#Compartilhar :~#Acessar :~#Descentralizar @O ponto de vista Hacker :~# A informação quer ser livre
    13. 13. 13 “A liberdade de ter acesso, de usar, de contribuir e compartilhar todo conhecimento possível é o valor supremo dos hackers – apesar de não ser o único.” :~$ Stallman (2002) @O ponto de vista Hacker :~# Qual o papel do Professor?
    14. 14. 14 O professor como mediador e não como detentor do conhecimento ● :~# Conteúdos trabalhados :~# Material didático :~# Atividades práticas Podem ser contruídas com os alunos @A cultura Hacker na sala de aula
    15. 15. 15 O software livre, por ter o seu código-fonte compartilhado, permite a sua modificação,facilita o aprendizado e pode ser moldado para adaptar-se a qualquer contexto :~# a qualquer grupo social :~# a uma escola :~# a um grupo de professores :~# a um grupo de educandos pode ser customizado por e com estes grupos @A cultura Hacker na sala de aula
    16. 16. 16 “As comunidades de software livre são apenas um exemplo proeminente de um fenômeno muito mais amplo na Sociedade em Rede.” :~$ Kolloc(1998), Benkler (2006) e Silveira (2006) @A cultura Hacker na sala de aula :~#Qual o papel do aluno?
    17. 17. 17 A cultura Hacker na sala de aula
    18. 18. 18 “Tudo foi feito para que possa ser hackeado.” :~$ Logan Laplante @A cultura Hacker na sala de aula
    19. 19. 19 @A educação na perspectiva do Hacker
    20. 20. 20 “Não tenho medo de procurar atalhos ou 'hacks' para ter um resultado melhor e mais rápido.” :~$Logan Laplante @A educação na perspectiva do Hacker
    21. 21. 21 “Eu 'hackeio' minha educação.” :~$ Logan Laplante :~# Como eu aprendo? @A educação na perspectiva do Hacker
    22. 22. 22 O interesse, a curiosidade e a vontade do aluno são requisitos chave para aplicação de uma cultura Hacker em sala de aula. :~# Hackeie sua metodologia de ensino – Incentive a criatividade do aluno :~# Hackeie sua aprendizagem. – Traga o conteúdo para a sua realidade @A educação na perspectiva do Hacker
    23. 23. 23 Vamos Hackear a metodologia de Ensino-aprendizagem. @A educação na perspectiva do Hacker
    24. 24. Hacking Education :~# Douglas A. Gomes da Silva

    ×