As livrarias na era digital@javiercelaya
Introdução• Agradecimentos• Cópia da apresentação• Cerca de 20 ideias para livrarias e editores• Não cometer os mesmos erros
Uso das novas tecnologias no setor culturalhttp://www.dosdoce.com/dosdoce-em-portugues/
2013: Ebooks mercado pequeno, mas…Source: PublishNewsBrazil
5- 7 anos transformação o mundo do livro
Do passado ao futurosmartphones, redes sociais, serviços bancários online, etc.
Países que adoram a tecnología
5- 7 anos a acelerar a transformação
Aproveitar este período para “digitalizar” osvossos negócios (livrarias, editoras, etc.)
Não cometer os mesmos erros
Como evitar naufragar no Século XXI?
Sem roteiro…
Tentativa / erro - inovação
Partilhar convosco ideias / exemplos paraque possam tomar as melhores decisões
1. Descoberta de um livro no Século XX
Descoberta de um livro no século XXIComo procuramos?Autor, títulos, temas, etc.
Transformação dos hábitos de pesquisa24%31%40%47%53%60%76% 69%0%10%20%30%40%50%60%70%80%90%100%Search engines like Google,...
2. Transformação do local de pesquisaDe 1990 a 2010 pesquisávamos desta forma
Novas formas de pesquisar livros e autoresAumento de 400% nas pesquisas através de dispositivos móveis63% dos espanhóis tê...
Os vossos sites são “amigáveis” para estes ecrãs?http://instantmobilizer.com/test-your-site.php
Quanto tráfego móvel já tem?
O negócio que não seja móvel em cincoanos será irrelevantehttp://tecnologia.elpais.com/tecnologia/2012/04/30/actualidad/13...
3. Impacto nas livrarias físicasPesquisam e encontram em lojas físicas
Mas compram online….Serviços: wishlists, histórico de compras, compra de outros produtos, etc
Objetivo: Não perder vendas digitais
Apostar no comércio electrónico
4. Redesenhar os vossos sites – novo foco
Vimos de uma sociedade textual
Entramos num mundo mais visual
Mais imagens, menos textos
Mais imagens, menos textos
Sites visuais que ajudem a descobrir livroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2013/06/04/coverlist-descubre-libros-por-s...
Sites visuais que ajudem a comprar e ler livroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/12/19/jelllybooks-para-descubrir-...
Sites que gerem registos (dados)
Dados: Petróleo do século XXI
Desenhar com o conceito “dedos felizes” 
5. “Digitalizar” a experiência nas lojas físicas
Ecrãs tácteis para facilitar a compra deversões digitais
Montras tácteis
Montras inteligentes no mundo do livro
Gerar experiências inesquecíveis
Incorporar Códigos QR e NFC nas lojashttp://www.dosdoce.com/articulo/opinion/3754/comercio-electronico-movil/
Antes: Mais informação sobre o livro / autor
Agora: Venda /download da versão digital de um livro
Códigos em diferentes lugares da livraria
Códigos QR em críticas / promoções de livros
Uma livraria / biblioteca em cada esquina
NFC: Capas de livros que falam connosco Dispositivos com sensores NFC
6. Cartão de presente em versão digital
7. Apostar no intercâmbio de livrosVenda de livros em segunda mão nas lojas
Intercâmbio = fidelização = serviço
8. Aumento da auto-publicaçãoMaior visibilidade de autores locais, novos autores, etc.http://www.comunicacion-cultural.com...
A Amazon também aposta nesta atividade
Marcas (iniciativas) da Amazon
Tal como a Apple
e Kobo
Como editorasComunidade de autores e leitores em volta do conteúdohttp://www.comunicacion-cultural.com/2012/02/07/las-edit...
Não tanto para a venda de livros, a aposta é arelação direta e venda de serviços
9. Todos querem ser livreiros e editores
Meios que se converteram em livreiros e editoreshttp://www.guardianbookshop.co.uk/BerteShopWeb/showSubCategories.do?catego...
Empresas que se converteram em editores elivreiroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2012/07/10/ted-se-convierte-en-edit...
10. Enriqueça a sua loja com conteúdos globaisA Internet não tem fronteiras
Conete a sua loja a plataformas internacionais
11. Porquê vender os direitos de tradução?Impacto nas editoras que “vivem” das traduções
Exemplo Pottermore http://www.comunicacion-cultural.com/2012/05/07/exportacion-digital-un-paso-mas-en-la-venta-directa/
Foto: Alan Sisho12. Desenhar sites que recomendem melhor
Para além da variável compra…
Tecnologias que analisam a sua navegação na InternetQue sites visita, o que lê, onde passa mais tempo, etc…http://www.koob...
Tecnologias que analisam a forma, linguagem eestrutura dos conteúdosRitmo, densidade, acção, diálogos, etc.
Tecnologias que interligam os conteúdos do livrocom outros livros, um filme, uma canção, etc.
Que lhe descrevem as personagens de um livro
Os lugares mencionados no livro
Os livros, música, filmes ou séries de TVque são mencionados no livro
E assim descobrimos “La Fiesta del Chivo” de Vargas Llosa
Tecnologias que descobrem leitores comas mesmas afinidades que as suas
Novos sistemas de recomendação deleituras baseados no consumo realhttp://www.thecopia.com
Apostar no conceito de “leitura social”como serviço para os vossos clienteshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/11/03...
Leitura social = interligações entreleitores e conteúdos
13. Crescimento do comércio electrónico (social)17% versus 60%
Venda através destas plataformas
Tecnologias que lhe recomendam livros baseando-seno seu comportamento no Twitterhttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/...
14. “Check-In” – tratamentopersonalizado
Fomentar a geo-localização (viralidade)
App – guia da loja
Tecnologias que detetam a sua geo-localização elhe recomendam livros relacionados com essalocalizaçãohttp://libraryatlas.c...
15. Dispositivos com sensores inteligentes
Avisam se comer muito rápidohttp://sociedad.elpais.com/sociedad/2013/02/02/actualidad/1359831939_690549.html
Ecrãs muito flexíveis que…
que detectam os nossos humores (biometria)http://www.flickr.com/photos/41397136@N00/417941900
E nos recomendam coisas atendendo aonosso historial / comportamento online
Tecnologias que nos recomendam livrosbaseando-se nos nossos sentimentoshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/12/19/jel...
16. Vantagens competitivas no século XX
Vantagem competitiva no século XXI?http://www.flickr.com/photos/29890539@N07/4648496819
Devemos saber o dia e hora em que sepesquisam livros
Em que hora do dia se compra?
Os seus hábitos de consumo real
Assim como os seus hábitos mistos
Dados: Petróleo do Século XXI
17. Na era digital, conseguirá mais receitasdos serviços que dos conteúdos
Avançar de um negócio orientado para oconteúdo
Para uma indústria de conteúdos e serviçosNão apenas conteúdo, os editores devem também adicionar serviços de valoracresce...
Devem entender a tecnologia como um serviçoMais e mais leitores utilizam produtos e serviços que não existiamhá 5 anos
Não consegue fazê-lo sozinho A tecnologia transformou-se na nossa segunda pele
Deverá obter alianças estratégicas com empresastecnológicas para competir na era digital
Para evitar a “cegueira” na era digital
Os dados são o novo petróleo do século XXIOs serviços garantirão às editoras receitas e dados
Para competir na era digital, deverá estabeleceralianças estratégicas com empresas tecnológicashttp://www.dosdoce.com/arti...
E também envolver os seus clientes atuaise potenciais na redefinição da sua livraria
Javier Celaya jcelaya@dosdoce.com Tel: +34.606.367.708Web: www.dosdoce.com Twitter: @javiercelayaMuito obrigado
As livrarias na era digital   javier celaya
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

As livrarias na era digital javier celaya

1.034 visualizações

Publicada em

20 recomendaciones para ayudar a las librerías en la era digital

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.034
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
349
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As livrarias na era digital javier celaya

  1. 1. As livrarias na era digital@javiercelaya
  2. 2. Introdução• Agradecimentos• Cópia da apresentação• Cerca de 20 ideias para livrarias e editores• Não cometer os mesmos erros
  3. 3. Uso das novas tecnologias no setor culturalhttp://www.dosdoce.com/dosdoce-em-portugues/
  4. 4. 2013: Ebooks mercado pequeno, mas…Source: PublishNewsBrazil
  5. 5. 5- 7 anos transformação o mundo do livro
  6. 6. Do passado ao futurosmartphones, redes sociais, serviços bancários online, etc.
  7. 7. Países que adoram a tecnología
  8. 8. 5- 7 anos a acelerar a transformação
  9. 9. Aproveitar este período para “digitalizar” osvossos negócios (livrarias, editoras, etc.)
  10. 10. Não cometer os mesmos erros
  11. 11. Como evitar naufragar no Século XXI?
  12. 12. Sem roteiro…
  13. 13. Tentativa / erro - inovação
  14. 14. Partilhar convosco ideias / exemplos paraque possam tomar as melhores decisões
  15. 15. 1. Descoberta de um livro no Século XX
  16. 16. Descoberta de um livro no século XXIComo procuramos?Autor, títulos, temas, etc.
  17. 17. Transformação dos hábitos de pesquisa24%31%40%47%53%60%76% 69%0%10%20%30%40%50%60%70%80%90%100%Search engines like Google, Bing Social netw orks like Facebook, Google+,etc.Brow sing internet booksellers Brow sing in a retail store or book storeAuthorBook (title, topic, story line, etc.)Nas livrarias pesquisamos por autorNos motores de busca e redes sociais pesquisamos por temas / livrosMotores de busca Redes eLivrarias Lojas físicasAutorTemas
  18. 18. 2. Transformação do local de pesquisaDe 1990 a 2010 pesquisávamos desta forma
  19. 19. Novas formas de pesquisar livros e autoresAumento de 400% nas pesquisas através de dispositivos móveis63% dos espanhóis têm um dispositivo inteligenteA pesquisa é efectuada no momento da compra / empréstimo50% são partilhados nas redes sociais
  20. 20. Os vossos sites são “amigáveis” para estes ecrãs?http://instantmobilizer.com/test-your-site.php
  21. 21. Quanto tráfego móvel já tem?
  22. 22. O negócio que não seja móvel em cincoanos será irrelevantehttp://tecnologia.elpais.com/tecnologia/2012/04/30/actualidad/1335790843_403953.html
  23. 23. 3. Impacto nas livrarias físicasPesquisam e encontram em lojas físicas
  24. 24. Mas compram online….Serviços: wishlists, histórico de compras, compra de outros produtos, etc
  25. 25. Objetivo: Não perder vendas digitais
  26. 26. Apostar no comércio electrónico
  27. 27. 4. Redesenhar os vossos sites – novo foco
  28. 28. Vimos de uma sociedade textual
  29. 29. Entramos num mundo mais visual
  30. 30. Mais imagens, menos textos
  31. 31. Mais imagens, menos textos
  32. 32. Sites visuais que ajudem a descobrir livroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2013/06/04/coverlist-descubre-libros-por-sus-cubiertas/
  33. 33. Sites visuais que ajudem a comprar e ler livroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/12/19/jelllybooks-para-descubrir-online-nuevos-libros/
  34. 34. Sites que gerem registos (dados)
  35. 35. Dados: Petróleo do século XXI
  36. 36. Desenhar com o conceito “dedos felizes” 
  37. 37. 5. “Digitalizar” a experiência nas lojas físicas
  38. 38. Ecrãs tácteis para facilitar a compra deversões digitais
  39. 39. Montras tácteis
  40. 40. Montras inteligentes no mundo do livro
  41. 41. Gerar experiências inesquecíveis
  42. 42. Incorporar Códigos QR e NFC nas lojashttp://www.dosdoce.com/articulo/opinion/3754/comercio-electronico-movil/
  43. 43. Antes: Mais informação sobre o livro / autor
  44. 44. Agora: Venda /download da versão digital de um livro
  45. 45. Códigos em diferentes lugares da livraria
  46. 46. Códigos QR em críticas / promoções de livros
  47. 47. Uma livraria / biblioteca em cada esquina
  48. 48. NFC: Capas de livros que falam connosco Dispositivos com sensores NFC
  49. 49. 6. Cartão de presente em versão digital
  50. 50. 7. Apostar no intercâmbio de livrosVenda de livros em segunda mão nas lojas
  51. 51. Intercâmbio = fidelização = serviço
  52. 52. 8. Aumento da auto-publicaçãoMaior visibilidade de autores locais, novos autores, etc.http://www.comunicacion-cultural.com/2012/02/07/las-editoriales-tradicionales-apuestan-por-la-autoedicion/
  53. 53. A Amazon também aposta nesta atividade
  54. 54. Marcas (iniciativas) da Amazon
  55. 55. Tal como a Apple
  56. 56. e Kobo
  57. 57. Como editorasComunidade de autores e leitores em volta do conteúdohttp://www.comunicacion-cultural.com/2012/02/07/las-editoriales-tradicionales-apuestan-por-la-autoedicion/
  58. 58. Não tanto para a venda de livros, a aposta é arelação direta e venda de serviços
  59. 59. 9. Todos querem ser livreiros e editores
  60. 60. Meios que se converteram em livreiros e editoreshttp://www.guardianbookshop.co.uk/BerteShopWeb/showSubCategories.do?category=1710
  61. 61. Empresas que se converteram em editores elivreiroshttp://www.comunicacion-cultural.com/2012/07/10/ted-se-convierte-en-editor-digital/
  62. 62. 10. Enriqueça a sua loja com conteúdos globaisA Internet não tem fronteiras
  63. 63. Conete a sua loja a plataformas internacionais
  64. 64. 11. Porquê vender os direitos de tradução?Impacto nas editoras que “vivem” das traduções
  65. 65. Exemplo Pottermore http://www.comunicacion-cultural.com/2012/05/07/exportacion-digital-un-paso-mas-en-la-venta-directa/
  66. 66. Foto: Alan Sisho12. Desenhar sites que recomendem melhor
  67. 67. Para além da variável compra…
  68. 68. Tecnologias que analisam a sua navegação na InternetQue sites visita, o que lê, onde passa mais tempo, etc…http://www.koobrowser.com/
  69. 69. Tecnologias que analisam a forma, linguagem eestrutura dos conteúdosRitmo, densidade, acção, diálogos, etc.
  70. 70. Tecnologias que interligam os conteúdos do livrocom outros livros, um filme, uma canção, etc.
  71. 71. Que lhe descrevem as personagens de um livro
  72. 72. Os lugares mencionados no livro
  73. 73. Os livros, música, filmes ou séries de TVque são mencionados no livro
  74. 74. E assim descobrimos “La Fiesta del Chivo” de Vargas Llosa
  75. 75. Tecnologias que descobrem leitores comas mesmas afinidades que as suas
  76. 76. Novos sistemas de recomendação deleituras baseados no consumo realhttp://www.thecopia.com
  77. 77. Apostar no conceito de “leitura social”como serviço para os vossos clienteshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/11/03/todas-las-notas-y-parrafos-de-interes-en-un-unico-lugar-con-findings/Recomendações baseadas noutras leituras, historial deleitura, arquivo de notas, valor comunitário do centroescolar / grupo de leitura, pagamento baseado no uso dosconteúdos, etc.
  78. 78. Leitura social = interligações entreleitores e conteúdos
  79. 79. 13. Crescimento do comércio electrónico (social)17% versus 60%
  80. 80. Venda através destas plataformas
  81. 81. Tecnologias que lhe recomendam livros baseando-seno seu comportamento no Twitterhttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/12/19/jelllybooks-para-descubrir-online-nuevos-libros/
  82. 82. 14. “Check-In” – tratamentopersonalizado
  83. 83. Fomentar a geo-localização (viralidade)
  84. 84. App – guia da loja
  85. 85. Tecnologias que detetam a sua geo-localização elhe recomendam livros relacionados com essalocalizaçãohttp://libraryatlas.com/?nr=1
  86. 86. 15. Dispositivos com sensores inteligentes
  87. 87. Avisam se comer muito rápidohttp://sociedad.elpais.com/sociedad/2013/02/02/actualidad/1359831939_690549.html
  88. 88. Ecrãs muito flexíveis que…
  89. 89. que detectam os nossos humores (biometria)http://www.flickr.com/photos/41397136@N00/417941900
  90. 90. E nos recomendam coisas atendendo aonosso historial / comportamento online
  91. 91. Tecnologias que nos recomendam livrosbaseando-se nos nossos sentimentoshttp://www.comunicacion-cultural.com/2011/12/19/jelllybooks-para-descubrir-online-nuevos-libros/
  92. 92. 16. Vantagens competitivas no século XX
  93. 93. Vantagem competitiva no século XXI?http://www.flickr.com/photos/29890539@N07/4648496819
  94. 94. Devemos saber o dia e hora em que sepesquisam livros
  95. 95. Em que hora do dia se compra?
  96. 96. Os seus hábitos de consumo real
  97. 97. Assim como os seus hábitos mistos
  98. 98. Dados: Petróleo do Século XXI
  99. 99. 17. Na era digital, conseguirá mais receitasdos serviços que dos conteúdos
  100. 100. Avançar de um negócio orientado para oconteúdo
  101. 101. Para uma indústria de conteúdos e serviçosNão apenas conteúdo, os editores devem também adicionar serviços de valoracrescentado ao seu modelo de negócio
  102. 102. Devem entender a tecnologia como um serviçoMais e mais leitores utilizam produtos e serviços que não existiamhá 5 anos
  103. 103. Não consegue fazê-lo sozinho A tecnologia transformou-se na nossa segunda pele
  104. 104. Deverá obter alianças estratégicas com empresastecnológicas para competir na era digital
  105. 105. Para evitar a “cegueira” na era digital
  106. 106. Os dados são o novo petróleo do século XXIOs serviços garantirão às editoras receitas e dados
  107. 107. Para competir na era digital, deverá estabeleceralianças estratégicas com empresas tecnológicashttp://www.dosdoce.com/articulo/estudios/3839/estudo-como-colaborar-com-startups-versao-em-portugues/
  108. 108. E também envolver os seus clientes atuaise potenciais na redefinição da sua livraria
  109. 109. Javier Celaya jcelaya@dosdoce.com Tel: +34.606.367.708Web: www.dosdoce.com Twitter: @javiercelayaMuito obrigado

×