História dos Protestantes e Evangélicos até o Brasil

4.766 visualizações

Publicada em

O conhecimento da História dos Protestantes e Evangélicos, até o Brasil, pode evitar erros para o futuro desse grupo Cristão.

Publicada em: Espiritual
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.766
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
319
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História dos Protestantes e Evangélicos até o Brasil

  1. 1. HISTÓRIA DA IGREJA CRISTÃ Contexto da História dos Evangélicos do Brasil Alguns Temas Importantes
  2. 2. Marcos 13:8 - 10 • (8) - Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores. • (9) - Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho. • (10) - Mas importa que o evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações.
  3. 3. O Estopim da Reforma • A experiência religiosa de Lutero. • A eleição do sacro imperador romano (Alemanha). Arcebispo Alberto • A escolha do arcebispo de Mainz (Alberto de Brandemburgo) • A venda das indulgências. • 1517 (31/10) – Pregou numa porta de igreja suas 95 Teses que expunham os erros do Igreja Católica. Caixa de Coletas
  4. 4. A REFORMA • Martinho Lutero (1483 – 1546) – Salvação pela graça de Deus e fé em Jesus, não por obras boas dos cristãos (justificação pela fé). • 1520 – foi excomungado pelo Papa Leão X. Rasgou em público a carta do Papa.
  5. 5. A REFORMA • Lutero traduz a Bíblia para a língua alemã. • Cristãos em todo o mundo (Europa) voltam a ler a Bíblia. Expansão da Reforma. • Seus seguidores fundam a Igreja Luterana • 1529 – o nome PROTESTANTES é usado pela primeira vez.
  6. 6. A CONTRA-REFORMA • Inácio de Loyola (1491 – 1556) Monge de descendência espanhola, devoto, paralítico devido a um acidente. • Com habilidade iniciou uma contra ofensiva à Reforma. Cria a Companhia de Jesus em 1534. • Catolicismo reconquista terreno em lugares que tinha perdido (Educação). • Concílio de Trento 1546 (Inserção dos livros apócrifos no Velho Testamento) (Incremento da Inquisição)
  7. 7. A Reforma do Século XVI • Movimento restaurador. • Primariamente religiosa; dimensões políticas, econômicas e sociais. • Origem das igrejas históricas do protestantismo. • Quatro manifestações principais: luteranismo, calvinismo, anabatismo e anglicanismo.
  8. 8. A Reforma Calvinista • O segundo movimento de reforma surgiu na Suíça. • Seus primeiros líderes foram Ulrico Zuínglio (Zurique) e João Calvino (Genebra). • Esta segunda expressão histórica do protestantismo ficou conhecida como “movimento reformado.”
  9. 9. João Calvino • Com a morte precoce de Zuínglio, o movimento reformado passou à liderança de João Calvino. • 1509 - Calvino nasce em Noyon, no nordeste da França. Seus pais são Gérard Cauvin e Jeanne Le Franc. • 1523 - Estuda e humanidades e teologia em Paris.
  10. 10. Calvino Martin Butzer • 1538-41 - Calvino passa três anos felizes em Estrasburgo: • Pastoreia uma igreja de refugiados franceses. • Participa de conferências com o reformador Martin Butzer. • Leciona na academia de João Sturm. • Casa-se com Idelette de Bure. • Escreve diversas obras.
  11. 11. Calvino Calvino e os pastores de Genebra • 1541 - Calvino retorna a Genebra; Escreve as Ordenanças Eclesiásticas. Enfrenta uma longa luta com os magistrados. • 1559 - Torna-se cidadão de Genebra, funda a Academia e publica a última edição das Institutas. • 1564 - Morre no dia 27 de maio.
  12. 12. Fundamentos da Doutrina Calvinista • Livro Sagrado: A Bíblia é a única fonte de fé. • Salvação Humana: pela fé em Deus. Predestinação • Sacramentos: Eucaristia e Batismo • Rito religioso: culto simples (língua nacional) • Áreas de influência:Suíça, Países Baixos, parte da França (huguenotes), Inglaterra (puritanos), Escócia (presbiterianos).
  13. 13. Princípios Anabatistas • • • • • • Voltar ao ideal da igreja primitiva. Separação entre igreja e estado. Batismo de adultos, por imersão. Afastamento do mundo. Fraternidade e igualdade. Pacifismo: proibição de porte de armas e serviço militar. • Vida comunitária em colônias agrícolas.
  14. 14. A Reforma Anglicana • Na Inglaterra, o rei Henrique VIII rompeu com o papado, após este se recusar a cancelar o casamento do rei. Henrique VIII funda o anglicanismo e aumenta seu poder e suas posses, já que retirou da Igreja Católica uma grande quantidade de terras.
  15. 15. Esposas de Henrique VIII
  16. 16. Escócia • Luta contra os franceses • João Knox x Maria Stuart • Parlamento criou a Igreja da Escócia (presbiteriana) - 1559
  17. 17. João Knox
  18. 18. Os Presbiterianos João Knox • No século XVII, os calvinistas ingleses e escoceses realizaram a Assembléia de Westminster. • Os escoceses-irlandeses levaram o presbiterianismo e os padrões de Westminster para os Estados Unidos. • Simonton, um descendente de escoceses, trouxe o presbiterianismo para o Brasil.
  19. 19. Os Puritanos e Separatistas O Puritanismo foi o movimento que surgiu na Igreja Anglicana na segunda metade do século XVI e tentou levar a reforma desta Igreja além das normas estabelecidas durante o período da Rainha Elizabeth I (1559). O puritanismo foi perseguido pelo o catolicismo e pelos que eram de idéias reformistas - protestantes. A palavra puritanismo também é utilizada como referência a valores e atitudes característicos dos puritanos. Desta forma, os Separatistas (século XVI), os Quacres ou Sociedade de Amigos (século XVII) e os Nãoconformistas podem ser denominados puritanos mesmo sem fazer parte da Igreja oficial.
  20. 20. Os Congregacionais Movimento que adotou a forma de administração eclesiástica na qual cada igreja local é autônoma. Originou-se no puritanismo inglês, especificamente nos puritanos que emigraram para a Nova Inglaterra no século XVII. Seus princípios essenciais são a existência de uma igreja local constituída de uma assembléia, autoridade para eleger seus próprios líderes, obrigação das igrejas autônomas de trabalhar em conjunto e uma clara distinção entre Igreja e Estado. Os Batistas O principal grupo separatista foi o Batista. Essa Igreja surgiu no começo do século XVII na Holanda e na Inglaterra, sob a direção de John Smeth e Thomas Helwes, líderes separatistas ingleses da Igreja anglicana. Seus membros aceitavam os princípios básicos da Reforma do século XVI, embora tenham acrescentado outras crenças e práticas, que incluíam: o batismo, ministrado somente a adultos e por imersão; o sacerdócio universal do crente; a separação da igreja e o estado; e a autonomia das igrejas locais. Apesar dos batistas adotarem algumas das crenças religiosas dos anabatistas, nunca existiu uma verdadeira conexão entre estes dois grupos.
  21. 21. JOHN WESLEY (1703 – 1791) • Evangelista e Teólogo Inglês. • Fundou, na Universidade de Oxford, com seu irmão Charles, o Holy Club cujos membros deviam cumprir, com rigor e método, os preceitos e as práticas religiosas, entre elas, visitar prisioneiros e confortar enfermos. • Por este motivo, foram chamados, ironicamente, de “metodistas” pelos companheiros de universidade.
  22. 22. A Escola Dominical e Robert Raikes (1735-1811) Embora existissem algumas salas de aula nas igrejas Puritanas na Inglaterra, o início da Escola Dominical atual é atribuído ao jornalista episcopal Robert Raikes. Em Gloucester, Sul da Inglaterra, onde ele vivia, a delinqüência infantil era um problema que parecia insolúvel. Menores trabalhavam em minas de carvão de segunda a sábado, tinham pouca ou nenhuma escolaridade, comportavam-se mal e envolviam-se em todo tipo de delitos e confusões. O Sr Raikes começou convidar os pequenos transgressores para que se reunissem todos os domingos para aprender a Palavra de Deus. Juntamente com o ensino religioso, aprendiam disciplinas seculares: matemática, história e a língua materna o inglês. No dia 3 de novembro de 1783, aproveitando-se da sua posição como proprietário do jornal Gloucester Journal, o Sr. Raikes publicou o resultado do seu trabalho de oração, observações e experimentos, contribuindo para a divulgação e propagação da Escola Dominical.  Escola Dominical do nosso tempo
  23. 23. Nomes importantes em Missões •Guilherme Carey - 1792 Motivou a formação de muitas agências missionárias. •Hudson Taylor (1832-1905) - pioneiro nas “missões de fé”. Organizou a Missão para o Interior da China. Identificou a necessidade de se identificar culturalmente com o povo. •Adoniran Judson (1788 - 1850) - Missionário nas Índia e na Birmânia. •Robert Moffat (1795 - 1883) - Pioneiro em missões na África do Sul. •David Livingstone (1813 - 1873) - Um dos mais famosos missionários ao interior da África. •Robert Morrison (1782 - 1834) - Na China, foi o primeiro a traduzir a Bíblia para Chinês. •John Paton (1824 - 1907) - Desenvolveu um belíssimo trabalho nas Ilhas do Pacífico.
  24. 24. EVANGÉLICOS NO BRASIL • Jesuítas – Missões Católicas (Séc. XVI) Perseguições • Catolicismo: quase unânime até final século XIX. • Brasil Império (séc. XIX): Imigrantes alemães, holandeses, franceses, trouxeram as denominações protestantes (Luteranos, Anglicanos etc). • Final do séc. XIX: Metodistas, Congregacionais, Presbiterianos, Batistas • Séc. XX (início): Igrejas evangélicas pentecostais e depois neo-pentecostais.
  25. 25. Pentecostalismo Brasileiro No Brasil, o Pentecostalismo chegou em 1910-1911, com a vinda de missionários originários da América do Norte: Louis Francescon, que dedicou seu trabalho entre as colônias italianas no Sul e Sudeste do Brasil, originando a Congregação Cristã no Brasil; Daniel Berg e Gunnar Vingren, que inciaram suas missões na Amazônia e Nordeste, dando origem às Assembléias de Deus. O movimento pentecostal pode ser dividido em três ondas: - A primeira, chamada pentecostalismo clássico, abrangeu o período de 1910 a 1950 (Congregação Cristã no Brasil, Assembléia de Deus Igreja de Cristo no Brasil); - A segunda onda começou a surgir na década de 1950, quando chegaram a São Paulo dois missionários norte-americanos da International Church of The Foursquare Gospel. Na capital paulista, eles criaram a Cruzada Nacional de Evangelização e, centrados na cura divina (Igreja do Evangelho Quadrangular. No seu rastro, surgiram O Brasil para Cristo, Igreja Pentecostal Deus é Amor, Casa da Bênção, Igreja Unida - São Paulo, 1963 - e diversas outras).
  26. 26. Pentecostalismo Brasileiro – Cont. - A terceira onda, a neopentecostal, teve início na segunda metade dos anos 70. Fundadas por brasileiros, a Igreja Universal do Reino de Deus (Rio de Janeiro, 1977), a Comunidade Evangélica Sara Nossa Terra (Brasília, 1992) e a Renascer em Cristo (São Paulo, 1986) Igreja Novo Destino (Belo Horizonte 2006) estão entre as principais. - Utilizam intensamente a mídia eletrônica e aplicam técnicas de administração empresarial, com uso de marketing, planejamento estatístico, análise de resultados etc. Algumas delas pregam a Teologia da Prosperidade. - O neopentecostalismo constitui a vertente pentecostal mais influente e a que mais cresce. Também são mais liberais em questões de costumes.
  27. 27. Pentecostalismo Brasileiro - Renovados Paralelamente ao Pentecostalismo, várias denominações protestantes tradicionais experimentaram movimentos internos, com manifestações pentecostais, assim foram denominados "Renovados", como a Igreja Presbiteriana Renovada, Convenção Batista Nacional, Igreja Missionária Evangélica Maranata, Igreja do Avivamento Bíblico, Igreja Cristã Maranata e outras. A doutrina de renovação do Pentecostalismo ultrapassou até mesmo as fronteiras do Protestantismo, surgindo movimentos de renovação pentecostal Católica Romana e Ortodoxa Oriental, como a Renovação Carismática Católica.
  28. 28. O CRISTIANISMO NO BRASIL ATUAL • • • • Hoje: 62% católicos 38% protestantes Dentre eles, há mistura com religiões afros e com o Espiritismo • Há também seitas que se dizem evangélicas como a “Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias” (Mórmons), “Adventistas do Sétimo Dia” e “Testemunhas de Jeová”.
  29. 29. DIVISÕES HOJE PROTESTANTES • Tradicionais: Batista, Presbiteriana, Luterana e Anglicana • Pentecostais: Assembléia de Deus e Evangelho Quadrangular • Neo-pentecostais: Universal do Reino de Deus, Renascer em Cristo, Internacional da Graça de Deus, entre outras • Igrejas Locais: uma em cada localidade.
  30. 30. Missões do Terceiro Mundo (séc. XXI) - Está sendo um 4º Período de missões. - Os Americanos já não podem ser missionários em muitos países. - É a era atual de missões - A partir de 1930 Observa-se o deslocar do eixo de missões da Europa e América do Norte para o chamado terceiro mundo (Coréia, Brasil e outros). - Esse período ainda não faz parte da História da Igreja Cristã, por ser atual.
  31. 31. Apocalipse 22:20-21 • (20) - Aquele que testifica estas coisas diz: Certamente cedo venho. Amém. Ora vem, Senhor Jesus. • (21) - A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.
  32. 32. FINAL • Os Evangélicos crêem que Cristo voltará para restabelecer Seu Reino. • Todas as nações e povos estarão sujeitos ao seu julgamento. • Haverá julgamento de vivos e de mortos. • Maranata! Esperamos a eternidade numa cidade que une Deus e os homens (A Nova Jerusalém Celestial)
  33. 33. CONCLUSÃO

×