Franz kafka tid ii

114 visualizações

Publicada em

TID II, KAKFA, APRESENTAÇÃO

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
114
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Franz kafka tid ii

  1. 1. Profa. Dra. Murta
  2. 2. BIOGRAFIA CRONOLÓGICA 1883 – Franz Kafka nasce em 3 de julho, filho mais velho do comerciante Hermann Kafka (1852-1931) e de sua esposa Julie Löwy (1855-1934), na cidade de Praga, na Boêmia, que então pertencia ao Império Austro-Húngaro e hoje é capital da República Tcheca. Kafka teve dois irmãos, falecidos pouco depois do nascimento, e três irmãs. São elas: Gabriele, chamada Elli (1889-1941); Valerie, chamada Valli (1890-1942), e Ottilie, a preferida, chamada Ottla (1892-1943).
  3. 3. 1889 – Kafka freqüenta uma escola alemã para meninos em sua cidade natal até o ano de 1893. 1893 – Inicia o ginásio, concluído no ano de 1901. Escreve algumas obras infantis que são destruídas logo depois. 1897 – Faz amizade com Rudolf Illowý; toma parte em debates socialistas. 1901 – Faz o exame final do curso secundário e passa suas férias, pela primeira vez sozinho, em Nordeney e Helgoland. No outono, principia os estudos na “Universidade Alemã de Praga”; começa estudando Química e em seguida passa ao Direito. Faz também alguns seminários de História da Arte. 1902 – Viaja a Munique e pretende continuar lá seus estudos de Germanística, começados no verão do mesmo ano. No semestre de inverno, decide prosseguir os estudos de Direito em Praga. Primeiro encontro com Max Brod. 1904 – Lê Marco Aurélio e os diários de Hebbel, escritor alemão do século XIX. Inicia os trabalhos na obra Descrição de uma luta (Beschreibung eines Kampfes). 1905 – Volta a visitar um sanatório, desta vez em Zuckmantel, onde vive uma relação com uma mulher bem mais velha, o primeiro amor de sua vida. 1906 – Faz trabalho voluntário num escritório de advocacia. Em 18 de junho, é doutorado, recebendo o título de Doktor juris. No outono, faz seu estágio de um ano em dois tribunais. Escreve a obra Preparativos de casamento no campo (Hochzeitsvorbereitung auf dem Lande).
  4. 4. 1908 – Primeira publicação. Oito fragmentos em prosa, na revista Hyperion, que posteriormente receberiam o título de Consideração (Betrachtung). Em julho, passa a trabalhar no emprego que seria, ao mesmo tempo, martírio e motor de produção: a Companhia de Seguros de Acidente de Trabalho de Praga. 1912 – O ano capital na vida de Kafka. Viaja com Max Brod a Weimar e conhece de perto o ambiente dos grandes clássicos, Goethe e Schiller. Na visita à casa de Goethe apaixona-se pela filha do zelador. Os oito fragmentos de prosa publicados em revista no ano de 1908 são editados em livro. Nesse mesmo ano, Kafka conhece Felice Bauer, com quem trocaria incontáveis cartas. Em setembro, escreve O veredicto (Das Urteil), sua primeira obra de importância. Em outubro, é tomado, conforme pode ser visto nos Diários iniciados quatro anos antes, por pensamentos de - suicídio. De 17 de novembro a 7 de dezembro, escreve A metamorfose (Die Verwandlung), a mais conhecida de suas obras.
  5. 5. 1915 – Muda-se para um quarto e vive sozinho pela primeira vez na vida. Em abril, viaja à Hungria com Elli. Kafka recebe o conhecido Prêmio Fontane de literatura, mas suas obras estão longe de fazer sucesso. A metamorfose é publicada em livro pelo editor Kurt Wolff. Entre julho e agosto, principia a escrever O processo (Der Prozess), sua obra-prima. 1916 – É publicada sua obra O veredicto. Faz leituras públicas de seu livro Na colônia penal (In der Strafkolonie) em Munique.
  6. 6. 1919 – É publicada a novela Na colônia penal. Escreve a Carta ao pai e enfim estabelece, de maneira concreta, os problemas de relação entre ele e seu pai, indiciados em toda a sua obra ficcional. . 1920 – É promovido a secretário da Companhia de Seguros. Troca intensas cartas com sua tradutora para o tcheco, Milena Jesenská. Viaja a Viena, onde Milena reside, e passa quatro dias com ela. Escreve várias narrativas curtas. Escreve um esboço para O castelo (Das Schloss). Em dezembro, volta ao sanatório em Matliary (Alto Tatra, nos montes Cárpatos) 1922 – Começa a escrever O castelo, a mais extensa e mais ambiciosa de suas obras. É promovido a secretário- geral da Companhia de Seguros. Escreve Um artista da fome (Ein Hungerkünstler). Aposenta-se devido à doença. Passa alguns meses com Ottla, sua irmã, numa residência de verão em Planá. Kafka avisa a Max Brod que depois de sua morte ele deve destruir todas as suas obras.
  7. 7. 1923 – Torna a passar dois meses com sua irmã Ottla em Schelesen. Em final de setembro, muda-se para Berlim, onde Escreve A Construção (Der Bau). 1924 – Em março, volta a Praga. Escreve sua última narrativa curta, Josephine, a cantora (Josephine, die Sängerin). A partir de abril, vive no sanatório Hoffmann, em Kierling, onde Kafka vem a falecer no dia 3 de junho. É enterrado em Praga. No verão, é publicado o volume Um artista da fome.
  8. 8. “...enxergava apenas linhas labirínticas, que se cruzavam umas com as outras de múltiplas maneiras e cobriam o papel tão densamente que só com esforço se distinguiam os espaços em branco entre elas”. “É preciso estudá-la muito tempo. [...] Naturalmente não pode ser uma escrita simples”. Como ler não equivale a uma mera experiência racional, ele acrescenta: “[...] não é fácil decifrar a escrita com os olhos; mas o nosso homem a decifra com os seus ferimentos ”. LER “NA COLONIA PENAL”
  9. 9. O PROCESSO
  10. 10. ATIVIDADE Kafka conhece por dentro o mundo da justiça que descreve, sem, no entanto, estar dentro dele. Percorre os meandros desse sistema na pele de personagens que pouco compreendem seu funcionamento, justamente porque este funcionamento não é dado a compreensões - ao menos não para aqueles a quem a lei se dirige, ou sob quem pesa a autoridade. 1 – ESCOLHA UM TEMA PERTINENTE A ÁREA JURÍDICA ( embasamento teorico ou em Lei) QUE POSSA SER INTERTEXTUALIZADA E JUSTIFICADO DENTRO DA OBRA “Na Colonial Penal”
  11. 11. ORGANOGRAMA 22/ 08 ESCOLHA DO TEMA E OBEJTIVO 17/10 ORIENTAÇÃO DO TRABALHO/ELABORAÇÃO 28 / 11 FINALIZAÇÃO E ENTREGA DO TABALHO. VALOR, 06,0 pontos
  12. 12. ESTRUTURA DO TRABALHO 1- CAPA = dados da instituição, disciplina, professor e acadêmicos (folh ind.) 3- SUMÁRIO = numeração das páginas , títulos e subtítulos (folh. ind.) 5 - INTRODUÇÃO = apresentação, resumo e objetivo do tema. (folh. ind.) 6 – DESENVOLVIMENTO = EXPLANAÇÃO DO TEMA ESCOLHIDO (3 laudas) 7 – CONCLUSÃO = comentàrio e fechamento do estudo. (folh. ind.) 8 - REFERÊNCIAS = fontes de pesquisa norma ABNT (folh. ind.) TRABALHO DIGITADO = FONTE ARIAL 12 ESPAÇO 1 /5 TITULOS EM CAIXA ALTA NEGRITOS FONTE 14
  13. 13. BONS ESTUDOS!!

×