A reprodução sexuada e assexuada e a meiose- 11ºano resumos Biologia

1.060 visualizações

Publicada em

Resumos de Biologia sobre reprodução e meiose.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.060
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
24
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A reprodução sexuada e assexuada e a meiose- 11ºano resumos Biologia

  1. 1. A reprodução sexuada e assexuada. Reproduçãoassexuada:  Não há intervençãode gâmetas;  Não ocorre fecundação;  É necessárioapenasumúnicoindividuo;  Os descentessãogeneticamente idênticosaoseuprogenitor(clones);  O processode divisãocelularé amitose. Vantagensdareproduçãoassexuada: Rápidaproduçãode novosindivíduoscomumcustoenergéticopequeno; Possibilidade de criarcoloniasapartir de um únicoindividuo. Desvantagens: Diversidade genéticapraticamentenula; Difícil adaptaçãoa modificaçõesambientaisbruscas; Reproduçãosexuada:  Ocorre a fecundação;  Ocorre a fusãode gâmetasprovenientesde doisprogenitoresdiferentese consequente formaçãode umovoouzigoto.  Os descentessãoúnicos,geneticamentediferentesentre si e dosprogenitores, Estratégias reprodutivas na reprodução assexuada Pode ocorrerpor: Bipartição Gemulação Esporulação Multiplicaçãovegetativa Fragmentação Partenogénese Bipartição: Consiste nadivisãodoorganismoprogenitoremdoisorganismos-filhosgeneticamente iguaisentre si e ao progenitor. Os organismosformadoscrescematé atingiremotamanhocaracterísticoda espécie. O organismo progenitordeixade existir Ex: Paramécias;
  2. 2. Fragmentação: Consiste nadivisãodoorganismoprogenitoremdiversosfragmentos. Independentementedasuaconstituiçãointerna,cadaumdos fragmentosconsegue regenerartodosostecidose órgãos emfalta,de modoa constituirumorganismo. Ex: EstreladoMar; Partenogénese: Os descendentesformam-seapartirde óvulosnão fecundados. É uma estratégiareprodutoraalternativaparaalgunsseresque se reproduzem sexuadamente,quandonapopulaçãonãoexistem machosdaespécie. Os organismosque recorremaesta estratégiaestão,nogeral,associadosaambientes isolados(ex.:ilhas). Ex: Abelhas Gemulação: O progenitoremite umagema(ougomo),contendomaterial genético,que cresce até atingiro tamanhocaracterístico da espécie. A gemapode-se individualizardoprogenitor,formandoumorganismoautónomo,ou pode permanecerunidoaoprogenitorformandoumacolónia. Ex: Leveduras Esporulação: Formação de célulasreprodutoras,osesporos(mitosporos),cadaumdosquaispode originarumnovo individuo; Os esporosresultamde mitoses; Ex: Bolores; Multiplicaçãovegetativa Pode sernatural: A planta-mãe pode originarnovasplantasapartir das váriasparte que a constituemcomoas folhas,oscaulesaéreos(estolhos),ouoscaulessubterrâneos(rizomas,tubérculose bolbos). Pode serartificial porváriosmétodos: Estaca: Este tipode multiplicaçãovegetativaconsistenaintroduçãode ramosda planta-mãe no soloindo,a partirdestessurgirraízese gomosque vão originarumanovaplanta. A videirae a roseirareproduzem-se deste modo.
  3. 3. Mergulhia: Este tipode multiplicaçãovegetativaconsisteemdobrarumramo da planta-mãe até enterrá-lonosolo. A parte enterradairá ganharraízes e quandoestáenraizadapode separar-se daplanta-mãe,obtendo-se,assim, umaplantaindependente. Quandonão existemramosflexíveis,faz-me umaalporquiamergulhia aérea. Enxertia: Este tipode multiplicaçãovegetativaconsisteemdobrarumramo da planta-mãe até enterrá-lonosolo. A parte enterradairáganhar raízese quandoestáenraizada pode separar-se daplanta-mãe,obtendo-se,assim, umaplanta independente. A reprodução sexuada Constituidapormeiose e fecundação; Fecundação- Uniãode gametasde duas célulassexuais,gametasmasculinose femininos( célulahaploidesn),geralmentede doisprogenitores comformaçãodo ovoou zigoto( célula diploide 2n). A fecundaçãotemcomoconsequênciaumaduplicaçãocromossómicae a consequente formaçãode célulasdiploides. Célulasdiploides –Possuemnonúcleoparesde cromossomashomólogos,tendocadaparde genesumainformaçãopara as característicasde cada individuo.
  4. 4. A meiose - É um processode divisãonuclear,emque o númerode cromossomasé reduzidopara metade.(redução cromossómica) - Ocorre durante a formação das gametas- gametogénese- e de algunstiposde esporos; Na gametogénese,ameiose ocorre nascélulasde linhagensgerminativasmasculinae feminina e emtecidosespaciais- Gametângios - nointeriorde órgãosespecializados- Gónadas. A meiose é constituídaporduasfases: - DivisãoI – Divisãoreducional- durante as4 etapasocorre a reduçãodonº de cromossomas para metade; - DivisãoII - Divisãoequacional–O nº de cromossomasmantêm-se,oDNA reduzpara metade ( apenasficamcom um cromatídeocada cromossoma). DivisãoReducional Prófase I: -Condensaçãodoscromossomas( 2cromatídeos). - Emparelhamentodos cromossomashomólogos.- Oscromossomas homólogosde cadapar constituemumconjunto bivalente,umadíada cromossómicaouuma tétradacromatídea. -Podemsurgirpontode cruzamentoentre oscromatídeosdoscromossomashomólogos- Quiasmas,levandoápermutade segmentosentre cromatídeosde cromossomashomólogos- CrossingOver; - Desaparecimentodamembrananucleare donucléolo; -Duplicaçãoe migraçãodos centríolosparaos polosda célulae formaçãodo fusoacromático; Crossing-Over–Trocas reciprocasde segmentosde DNA entre cromatídeospertencentesa cromossomashomólogos;( verifica-seapermutagenicade origemmaternae paterna).
  5. 5. Anáfase I: - Rompimentodospontosde quiasma; - Separação(segregação) independente doscromossomashomólogos,parapolosopostosda célula. -Migração para polosopostosde célulasdoscromossomashomólogos; - Verifica-se areduçãocromossómica; Telófase I: - Cromossomasfilhosatingemospolos; - Formaçãode 2 núcleoshaploides,onde jánãoexistemcromossomas homólogos. -Descondensarãodoscromossomas; Citocinese e interfase: -Interfase- podeounãoexistir.Se ocorrernuncase verificaperíodode síntese- nãohá replicaçãodoDNA. Citocinese- quandoocorre forma-se 2célulashaploides. Nas célulasvegetais- formaçãodaparede e membranacelular Divisão equacional( tipo mitose) Profáse II Individualizaçãodoscromossomas. Metáfase II Cromossomasdispõe-se noplanoequatorial Anáfase II -Separaçãodoscromatídeos; - Migração dos cromossomasfilhosparapolosopostosdacélula; -Cromossomasirmãossãogeneticamente diferentesdevidoafenómenosde crossing-over. Telófase II -Formaçãode duas celulascomo mesmonº de cromossomasmasmetade do DNA…
  6. 6. Divisãoreducional 2n-n Divisãoequacional n-n Interfase –A célula2n replicaoDNA que passade 2Q para 4Q. Anáfase I- Reduçãode 4Q para 2Q aquandoda separação doscromossomashomólogos; Anáfase II – Reduçãode 2Q para Q aquandoda separaçãodoscromatídeos; Q-Quantidade de DNA. Em síntese:  Iniciodameiose – Paresde homólogos( 1 cromossoma=2 moléculasde Dnaidênticas, de duplahélice ( 2 cromatídeosirmãos) ) unidospelocentrómero+4Q( céluladiploide 46 cromossomas).  Final da meiose I- 1cromossoma=2 cromatídeosirmãos(2Q) passaa ser umacélula haploide de 23 cromossomas;  Final da meiose II - 1 cromossoma=1 cromatídeo- Q- célulahaploide- 23cromossomas. A meiose: -Asseguraamanutençãodonº de cromossomascaracterísticode cada espécie,de geraçãoem geração.(Aoreduzirpara metade onº de cromossomas,compensaaduplicaçãoque ocorre aquandoa fecundação). -Permite novas recombinações genéticas,através docrossing-overe da segregação independente doscromossomashomólogos,contribuindoparaumaacentuadavariabilidade de características da descendência- variabilidadegenética,produzidaporreproduçãosexuada.
  7. 7. Mutações na meiose Podemser: Numéricas- Afetamonºde cromossomas Estruturais – Afetama estruturadoscromossomas. Podemocorrer: Na divisãoI – não separaçãodos cromossomas homólogos; Na divisãoII – Não separaçãodoscromatídeosirmãos. As mutaçõescromossómicasestruturaisenvolvemalteraçõesnonºou no arranjodos genes, mas mantém-se onúmerode cromossomas. Estas mutaçõessãocausadas na meiose,sobretudono crossing-overdevidoápermuta anormal de segmentosentre cromatídeosde cromossomashomólogos. As mutaçõesbenéficassãoumafonte de variabilidade genética,poispermiteaevoluçãoe diversidadede organismos. São fontesprimáriasdainformaçãogenética e,porvezes,achave dosucessoevolutivo. Mitose Meiose - Resulta2 células geneticamente iguais - Nãohá redução donº de cromossomas; -Nãohá crossing-over; - Ocorre em célulassomáticas; - DuplicaçãodoDNA antecede apenasuma divisãocelular; -Célulasde origemmitótica- pode sofreroutramitose - Quatro célulasgeneticamente diferentes - Há reduçãodo nº de cromossomas (2n-n) - Há emparelhamentoentre os cromossomashomólogas,e pode ocorrer permutagenéticaentre cromossomashomólogos.Ocorre segregaçãoindependente dos cromossomashomólogos; - Ocorre em célulasgerminativas; - A duplicaçãodoDNA antecede duas divisõescelulares; - Célulacriadapormeiose nãopode sofreroutra meiose;
  8. 8. 2.2- Reprodução sexuada e variabilidade genética 1- Crossing-over-A troca de segmentosentre cromatídeosnãoirmãosde cromossomas homólogos,permitenovascombinaçõesde genespaternose maternosnomesmo cromossoma.( prófase I) Aumentaa variabilidade genética,poispermite arecombinaçãogenética. 2- Distribuiçãodoscromossomashomólogosaoacasopelascélulasfilhas. Combinaçõespossíveis- 2n=2^2=4. n- nº de paresde cromossomas Significado Biológico da Meiose A- Fonte de variabilidade genética B- Manutençãodo nº de cromossomasde umaespécie aolongodas gerações; Permite aformaçãoda célulahaploides Finalidade: Produçãode gametasem animais; Produçãode esporosnas plantas. A fecundação O nº de combinaçõespossíveisnozigotoé igual aoprodutodas combinaçõesgenéticas possíveisnosdoisgametasque se fundem. 8X10^6 X 8X10^6 – nº de combinaçõespossíveis;( nãoconsiderandoocrossing-over). A recombinação genética decorre na meiose e na fecundação;

×