SUSTENTABILIDADE E
GESTÃO DE RISCOS

Dilmer Rodrigues,Felipe Rodrigues Rego Freitas, Sergio Perensin
O que Sustentabilidade ?
“Segundo a norueguesa Gro Brundtland que utilizou pela
primeira vez o termo em 1987. Sustentabili...
Qual é Conceito de Empresa
Sustentável?
Conceito Antigo

 Economicamente saudável
 Ter um bom patrimônio
Lucro sempre c...
Econômico
Resultado econômico positivo (Lucro).

Social

Tratamento do capital humano  Salários justos
 Estar adequado ...
Relação entre
sustentabilidade e empresa?
A Sustentabilidade das organizações está relacionada aos “ciclos de
vida” Nasci...
Empresas que conseguem liderança e imagem são
reconhecidas no mercado como vitoriosas
econômicamente.
Este reconhecimento ...
Sustentabilidade organizacional
e Gestão de Riscos
Não cuidar dos pilares Econômico, Social e
Ambiental, há RISCO perda do...
Perda da
Sustentabilidade

A perda da sustentabilidade é fácil de ocorrer e às vezes
irreversível.
Manter a sustentabilida...
Fatores críticos de Sustentabilidade

Reputação

Continuidade Operacional

Rentabilidade

Crescimento ou Inovação
Como o mundo fica sabendo da
Sustentabilidade de uma empresa ?
Relatório de Sustentabilidade, instrumento que visa;
 Maio...
Estudo de Caso
Região Sudeste: Rio de Janeiro
(empresa controlada pelo grupo Endesa foi
fundada em 2004)

Características ...
Principais indicadores
utilizados pela Ampla
Gestão Ambiental:
 Comitê Executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade.
 S...
Principais indicadores
utilizados pela Ampla
Emissões Atmosféricas:
 Monitoramento e medição de emissões diretas e indire...
Principais riscos

Riscos Energéticos:
 Fornecimento eficiente de energia a seus clientes.
 Previsão de mercado e conseq...
Principais riscos

Riscos Operacionais:
 Perdas inesperadas provocadas por falhas de infra-estrutura.
 Fraudes.
Medidas ...
Principais riscos

Riscos Crédito:

Perdas resultantes da dificuldade de recebimento de valores faturados à seus clientes...
Ano 2008
http://www.custoseagronegocioonline.com.br/numero1v4/Custos%20ambientais%20e%20agronegocio.pdf
Conclusão

O processo que mantém uma empresa sustentável é um permanente
processo de rejuvenescimento e de adaptação a mud...
Referências
Gerenciamento de riscos. disponível em:
http://www.overseasbr.com/pt/riskmanagement/newtorisk/whatisriskmanage...
Apresentação sustentabilidade e gestão de risco
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação sustentabilidade e gestão de risco

405 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação sustentabilidade e gestão de risco

  1. 1. SUSTENTABILIDADE E GESTÃO DE RISCOS Dilmer Rodrigues,Felipe Rodrigues Rego Freitas, Sergio Perensin
  2. 2. O que Sustentabilidade ? “Segundo a norueguesa Gro Brundtland que utilizou pela primeira vez o termo em 1987. Sustentabilidade é um modelo econômico, político, social, cultural e ambiental equilibrado, que satisfaça as necessidades das gerações atuais, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer suas próprias necessidades.” O que é Gestão?  É um acordo sobre um propósito!  É resultado, não esforço!  É uma boa proposta de valor é uma história que faz sentido! Gestão é: Planejamento, Estratégia, Coordenação, Supervisão, Monitoramento e Decisão. O que risco ? É o grau ou medida da possibilidade de que uma alternativa selecionada tenha um resultado inesperado ou desfavorável.
  3. 3. Qual é Conceito de Empresa Sustentável? Conceito Antigo  Economicamente saudável  Ter um bom patrimônio Lucro sempre crescente, mesmo que houvesse dívidas Conceito Atual  Economicamente saudável  Ter um bom patrimônio Lucro sempre crescente, mesmo que houvesse dívidas Cuidar do aspecto ambiental Cuidar do aspecto social
  4. 4. Econômico Resultado econômico positivo (Lucro). Social Tratamento do capital humano  Salários justos  Estar adequado à legislação trabalhista  Bem estar dos funcionários Ambiente de trabalho agradável  Impactos da atividade econômica nas comunidades ao redor  Problemas gerais da sociedade como educação, violência e até o lazer. Ambiental  Pensar no pequeno, médio e longo prazo.  Praticamente toda atividade econômica tem impacto ambiental negativo.  Pensar nas formas de amenizar esses impactos e compensar o que não é possível amenizar. Diminuir o máximo possível o uso desse material que agride o ambiente. Medir a pegada de carbono do seu processo produtivo.
  5. 5. Relação entre sustentabilidade e empresa? A Sustentabilidade das organizações está relacionada aos “ciclos de vida” Nascimento Infância Adolescência Maturidade Velhice Idéia / Criação Desenvolvimento produto Estruturação básica Fortalecimento organizacional Estabilidade Burocratização A Sustentabilidade organizacional é o permanente rejuvenescimento da empresa apoiado nos três pilares Econômico, Social e Ambiental.
  6. 6. Empresas que conseguem liderança e imagem são reconhecidas no mercado como vitoriosas econômicamente. Este reconhecimento gera continuidade a longo prazo. perspectivas de Consideradas Sustentáveis Atingindo o grau de sustentabilidade via pilar econômico, social e ambiental é formando o “Triple Bottom Line”, para defesa da sustentabilidade Triple bottom line - Ps (People, Planet and Proift) (PPL - Pessoas, Planeta e Lucro) São os resultados de uma empresa medidos em termos sociais, ambientais e econômicos.
  7. 7. Sustentabilidade organizacional e Gestão de Riscos Não cuidar dos pilares Econômico, Social e Ambiental, há RISCO perda do grau de sustentabilidade Com maior investimento no social e no ambiental, torna-se mais complexo o econômico, que passa a incorporar mais ativos intangíveis. Além de bons produtos e serviços a empresa deve dar atenção maior a processos e controles de intangíveis como: Cultura, Talentos, Capital humano, Marcas, Carteira de clientes, etc. À gestão dos riscos operacionais referente ao negócio se agrega a gestão dos riscos associados à sustentabilidade
  8. 8. Perda da Sustentabilidade A perda da sustentabilidade é fácil de ocorrer e às vezes irreversível. Manter a sustentabilidade requer: Monitoramento  Governança  Informação  Bons produtos e serviços  Gestão de riscos
  9. 9. Fatores críticos de Sustentabilidade Reputação Continuidade Operacional Rentabilidade Crescimento ou Inovação
  10. 10. Como o mundo fica sabendo da Sustentabilidade de uma empresa ? Relatório de Sustentabilidade, instrumento que visa;  Maior transparência às atividades empresariais.  Ampliar o diálogo da organização com a sociedade.  Comunicar o sucesso e os desafios de suas estratégias socioambientais.  Mapear seu grau de responsabilidade social.  Avaliar os diversos níveis;valores, visão de futuro, avaliação de desempenho e desafios propostos.  Obter dados quantitativos e qualitativos que demonstram o andamento das atividades da empresa.  Documento em que a empresa mostra para a sociedade como ela se relaciona com seus profissionais (colaboradores) e o que faz em relação aos impactos causados por suas atividades no meio ambiente. Documento anual produzido voluntariamente pela empresa após um esforço de “auditoria interna” Observação: O modelo de relatório da Global Reporting Initiative (GRI) é atualmente o mais completo e mundialmente difundido. (principais impactos, a definição dos indicadores e a comunicação com os públicos de interesse).
  11. 11. Estudo de Caso Região Sudeste: Rio de Janeiro (empresa controlada pelo grupo Endesa foi fundada em 2004) Características da Área de Concessão  66 Municípios do estado do RJ  73,3% do Estado RJ  Cobertura de área de 32.188km2  2,3 milhões de clientes.  1,4 bilhões de investimento em melhorias (desde 1996 antiga Cerj).  2009 faturou em transmissão e distribuição 9.204GWH  Receita bruta de 2009 R$4.248,1 milhões
  12. 12. Principais indicadores utilizados pela Ampla Gestão Ambiental:  Comitê Executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade.  Sistema de Gestão Ambiental (SGA).  ISO 14001.  Procedimentos controle medidos e monitorados (impactos ambientais).  Cumprimento de requisitos legais e objetivos da norma. Materiais e Resíduos:  Gestão dos resíduos utilizados nas áreas administrativas e operacionais.  Monitoramento dos resíduos desde sua geração e transporte até a disposição final.  Conformidade com os requisitos da legislação ambiental.  Adoção de procedimento conforme leis.  Mapeamento e classificação de todos os resíduos gerados. Consumo de Recursos Naturais:  Utilização de torneiras e descargas com sistema inteligente.  O volume descartado de água coincide com o valor total consumido.  Instalação de caixas de captação de água nos aparelhos de ar condicionado.  Campanhas educativas para reduzir o consumo de água.  Horário de desligamento dos aparelhos de ar condicionado e da iluminação.  Meta de redução no consumo de energia (8,32%).
  13. 13. Principais indicadores utilizados pela Ampla Emissões Atmosféricas:  Monitoramento e medição de emissões diretas e indiretas de gases de efeito estufa.  Inventário para ter conhecimento e compreensão de suas emissões e impacto no meio ambiente.  Ações para redução e neutralização de suas emissões.  Aumento da eficiência energética nos processos, uso de insumos, melhoria nas cadeias produtivas e serviços. Programa de Eficiência Energética:  Projetos para comunidades de baixa renda.  Troca de lâmpada incandescente por lâmpada econômica.  Troca de geladeira deteriorada por geladeira de baixo consumo de energia.  Implementação de nova instalação elétrica na residência.  Trabalho de eficiência energética na delegacia. Biodiversidades:  Utilização de postes de eucalipto.  Cabos pré-reunidos isolados ou semi-isolados.  Direção da rede acompanha trilhas já abertas na mata.  Novas tecnologias e recursos alternativos para as obras de construção de novas redes.  Emprego de técnicas artesanais para atravessar rios e matas fechadas.
  14. 14. Principais riscos Riscos Energéticos:  Fornecimento eficiente de energia a seus clientes.  Previsão de mercado e conseqüente contratação de energia. Medidas para mitigar Riscos Energéticos:  Previsão de comportamento de mercado por meio de modelos econométricos desenvolvidos com o auxílio de software.  Gestão dos contratos de compra de energia e transmissão.  Contratos de longo prazo.  Flexibilidade dos contratos para se adaptar às mudanças de cenário. Riscos Regulatórios: Distribuição de energia elétrica é uma concessão pública do governo federal e está sujeita a cumprimentos legais. Medidas para mitigar Riscos Regulatórios: Mantém uma área de Regulação e Gestão de Energia. Acompanha os aspectos que possam interferir no desempenho do negócio. Atua por meio de contribuições nas audiências públicas.
  15. 15. Principais riscos Riscos Operacionais:  Perdas inesperadas provocadas por falhas de infra-estrutura.  Fraudes. Medidas para mitigar Riscos Operacionais:  Constantes investimentos em modernização e automação de sistemas. Riscos Financeiros:  Riscos cambiais.  Juros sobre passivos. Medidas para mitigar Riscos Financeiros:  Utiliza os principais instrumentos disponíveis no mercado financeiro. Periodicamente a companhia é submetida à análise de uma agência classificadora de riscos.
  16. 16. Principais riscos Riscos Crédito: Perdas resultantes da dificuldade de recebimento de valores faturados à seus clientes. Medidas para mitigar Riscos Crédito:  Companhia tem o direito de interromper o fornecimento ou o transporte de energia elétrica dentro de parâmetros legais. Riscos Mercado:  Modificação das políticas monetária, de crédito, fiscal, entre outras. Riscos Sociais e Ambientais :  Quaisquer danos sociais e ambientais. Medidas para mitigar Riscos Sociais e Ambientais:  É adotado o princípio da precaução, introduzido na Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (ECO 92).
  17. 17. Ano 2008 http://www.custoseagronegocioonline.com.br/numero1v4/Custos%20ambientais%20e%20agronegocio.pdf
  18. 18. Conclusão O processo que mantém uma empresa sustentável é um permanente processo de rejuvenescimento e de adaptação a mudanças que utiliza como essência a gestão de riscos. “Nenhuma organização É sustentável mas, ESTÁ sustentável” Paulo Vanca -Agosto de 2007
  19. 19. Referências Gerenciamento de riscos. disponível em: http://www.overseasbr.com/pt/riskmanagement/newtorisk/whatisriskmanagement.asp Acesso em: 10/06/2010 Relatório Anual de Sustentabilidade Ampla disponívelem: http://www.ampla.com/sustentabilidade/conduta_03.html Acesso em: 11/06/2010 Relatório de Sustentabilidade GRI disponível em: http://www.ecossistemas.net/site/index.php?option=com_content&view=article&id=16%3Arelatorio-de sustentabilidade-gri&catid=16%3Asustentabilidade-empresarial&Itemid=18 Acesso em: 12/06/2010 Sustentabilidade Corporativa. Disponível em: http://www.rh.com.br/Portal/Responsabilidade_Social/Roteiro/6251/entenda-o-que-e-sustentabilidade-corporativa.html Acesso em: 12/06/2010

×