Mercantilismo francês

1.166 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.166
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mercantilismo francês

  1. 1. Mercantilismo francês<br />
  2. 2. Em França o Mercantilismo impôs-se através de Colbert que era o Ministro do rei Luís XIV e seu superintendente das finanças.<br />
  3. 3. Preocupado com a grande quantidade de mercadorias que entravam no reino pela mão dos Holandeses, Colbert pôs todo o seu empenho no desenvolvimento das manufacturas e é por isso e pela sua feição altamente dirigista, que caracterizaram o Mercantilismo francês, também conhecido por Colbertismo.<br />
  4. 4. Colbert procurou garantir a acumulação de metais preciosos nos cofres do Estado.<br />
  5. 5. "O objectivo de Colbert é tornar o País mais opulento do que todos os outros (...) rico nas artes [manufacturas], sem ter necessidade de coisa alguma e com capacidade para fornecer toda a espécie de coisas aos outros Estados. Por consequência, tudo faz para instalar em França as melhores industrias e impede os outros Estados de introduzirem as seus produtos no reino de França. (...) Sua Excelência entusiasma-se tanto com a entrada em França de ouro dos outros países, como se preocupa em impedir que ele saia (...)."<br />
  6. 6. Era preciso uma balança comercial favorável (superavit)<br />
  7. 7. As manufacturas reais pertenciam ao Estado e a particulares e dedicavam-se principalmente ao fabrico de artigos de luxo destinados a fornecer a corte.<br />
  8. 8. Relativamente ao comércio, Colbert investiu no desenvolvimento da frota mercante e da marinha de guerra.<br />
  9. 9. A prática mercantilista exigia, a intervenção e protecção do Estado- proteccionismo económico- no sentido de defender e estimular a produção nacional- nacionalismo económico- promovendo, assim, o aumento da riqueza nacional.<br />

×