O TABACO
REALIZADO PELOS
ALUNOS:

HUGO RIBEIRO
LÚCIA ABRANTES

Centro de Saúde de
Moimenta da Beira

No âmbito do projecto...
MALEFÍCIOS DO TABACO
Em França, o Tabagismo é directamente responsável por cerca de
60.000 mortes por ano:
- Mortes por Do...
MALEFÍCIOS DO TABACO
Estudos feitos
Est d s f it s em P t
Portugal confirmam t bé um aumento d consumo d
l
fi
também
t do
...
CONSTITUINTES DO
TABACO
O tabaco é constituído pelas folhas secas de uma planta da família dos
Solanaceos – Ni ti
S l
Nico...
CONSTITUINTES DO
TABACO
Factores externos: - Composição do papel;
- Filtro;
- Estilo do fumador.

Fumo do t b
F
d tabaco

...
EFEITOS BIOLÓGICOS DOS
COMPOSTOS PRESENTES NO TABACO
1 – EFEITOS AGUDOS: Manifestam-se imediatamente após o acto de
fumar:...
A NICOTINA
A nicotina tem efeitos múltiplos; é facilmente difusível no
organismo e actua em numerosos locais, tanto ao nív...
A NICOTINA
Ao nível do Sistema Nervoso Central a nicotina pode dar:
- Alterações psíquicas;
- Alterações da memória;
- Alt...
A nicotina é a principal substância responsável
pela dependência.
O tabagismo provoca uma dupla dependência:
Psicológica
P...
ALCATRÕES
São os principais responsáveis pela acção
cancerígena do tabaco
MONÓXIDO DE CARBONO
Actua no organismo devido à sua afinidade para a hemoglobina.

Impede o transporte de O2

A quantidade...
MONÓXIDO DE CARBONO
O monóxido de carbono é um dos principais poluentes do ar e,
como tal, responsável pelo aumento progre...
FIM
OBRIGADA PELA
VOSSA
ATENÇÃO
Ç
O tabaco
O tabaco
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O tabaco

980 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
980
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O tabaco

  1. 1. O TABACO REALIZADO PELOS ALUNOS: HUGO RIBEIRO LÚCIA ABRANTES Centro de Saúde de Moimenta da Beira No âmbito do projecto Escola promotora de Saúde Escola Secundária/3 Dr. Joaquim Dias Rebelo
  2. 2. MALEFÍCIOS DO TABACO Em França, o Tabagismo é directamente responsável por cerca de 60.000 mortes por ano: - Mortes por Doenças Cardio-Vasculares. - Mortes por Cancro – Pulmão; - Cavidade Oral; - Faringe; g - Laringe; - Bexiga etc Bexiga, etc. - Mortes por afecções respiratórias agudas ou crónica. O consumo de Tabaco tem vindo gradualmente a aumentar sobretudo aumentar, devido ao Cigarro.
  3. 3. MALEFÍCIOS DO TABACO Estudos feitos Est d s f it s em P t Portugal confirmam t bé um aumento d consumo d l fi também t do s de tabaco, sendo este aumento devido essencialmente ao aumento do tabagismo feminino. feminino. No N entanto, este aumento f i compensado pela di i i ã d consumo por foi d l diminuição de parte dos homens. O aumento de tabagismo no sexo feminino, é igualmente verificado nos adolescentes, onde a percentagem de fumadores regulares mais que duplicou entre 1977 e 1988, passando de 14 a 31%. O tabaco é um dos maiores tóxicos da nossa civilização.
  4. 4. CONSTITUINTES DO TABACO O tabaco é constituído pelas folhas secas de uma planta da família dos Solanaceos – Ni ti S l Nicotiana t b tabacum. Substâncias constituintes do Tabaco: - Substâncias existentes nas próprias folhas; - Substâncias que se formam durante a secagem das folhas; - Produto que surge durante o processo de combustão. É o fumo do tabaco que voluntária ou involuntariamente entra em contacto com o indivíduo t t i di íd
  5. 5. CONSTITUINTES DO TABACO Factores externos: - Composição do papel; - Filtro; - Estilo do fumador. Fumo do t b F d tabaco Fase Gasosa: -Dióxido d carbono; F G Dió id de b - Monóxido de Carbono; - Amónia; - Óxido de Azoto; - Ácido Cianídrico. Fase Sólida: - Gotículas de água água, - Nicotina; - Alcatrão.
  6. 6. EFEITOS BIOLÓGICOS DOS COMPOSTOS PRESENTES NO TABACO 1 – EFEITOS AGUDOS: Manifestam-se imediatamente após o acto de fumar: - Irritação da mucosa Traqueo-Bronquica; - Alterações da função ciliar e muco; - Alterações da actividade dos macrófagos. 2 – EFEITOS CRÓNICOS: Surgem após períodos ± longos de contacto com of fumo: - Efeitos cancerígenos.
  7. 7. A NICOTINA A nicotina tem efeitos múltiplos; é facilmente difusível no organismo e actua em numerosos locais, tanto ao nível do Sistema Nervoso Central, como fora dele, alterando numerosas funções. N C t l f d l lt d f õ A absorção ç de nicotina na árvore traqueo-bronquica q q instantânea, chegando ao cérebro em cerca de 8 segundos. é
  8. 8. A NICOTINA Ao nível do Sistema Nervoso Central a nicotina pode dar: - Alterações psíquicas; - Alterações da memória; - Alterações de apetite; - Irritabilidade / Sudação. bld d d ã Ao í l do Aparelho Ci A nível d A lh Circulatório pode dar: l tó i d d - Aumento da frequência cardíaca; - Aumento da pressão arterial; - Angina de Peito; - Enfarte do miocárdio; - Alterações das plaquetas Trombose.
  9. 9. A nicotina é a principal substância responsável pela dependência. O tabagismo provoca uma dupla dependência: Psicológica Psicológica: - Hábitos e rituais; - Hábitos individuais e sociais. Farmacológica: - Dependência física à nicotina.
  10. 10. ALCATRÕES São os principais responsáveis pela acção cancerígena do tabaco
  11. 11. MONÓXIDO DE CARBONO Actua no organismo devido à sua afinidade para a hemoglobina. Impede o transporte de O2 A quantidade de monóxido de carbono que chega aos pulmões, depende do modo como o tabaco é fumado, do ritmo adoptado pelo fumador e da profundidade da inalação.
  12. 12. MONÓXIDO DE CARBONO O monóxido de carbono é um dos principais poluentes do ar e, como tal, responsável pelo aumento progressivo da contaminação atmosférica. Tudo o que arde e dá chama, produz Monóxido de Carbono
  13. 13. FIM OBRIGADA PELA VOSSA ATENÇÃO Ç

×