Apresentação monografia

486 visualizações

Publicada em

Minha apresentação de defesa da minha monografia para o curso de Publicidade e Propaganda da PUCRS.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
486
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação monografia

  1. 1. de onde surgiram as ideias e motivações das minhas experiências como autor e leitor de fanfictions, assim como de todos os ensinamentos aprendidos com Glee.
  2. 2. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE COMUNICAÇÃO SOCIAL : m o d n a F tária blici ão pu a vis m ino d o re sob u s fãs o DIEGO COSTA
  3. 3. LEMA ROB P uisa Pesq de Quais os comportamentos dos fãs pertencentes ao fandom de Glee como geradores de conteúdo? E como esse conteúdo pode agregar valor ao seriado?
  4. 4. TIVOS OBJE ecíficos l e Esp Gera Estudar o comportamento dos fãs-consumidores que compõem o fandom de Glee assim como as produções criadas por eles, no caso, as fanfictions. Analisar a forma como o fenômeno do fandom pode gerar publicidade para a série americana Glee. Avaliar os critérios necessários para que uma série seja inspiradora para a criação de produções de fãs.
  5. 5. NICAS TÉC squisa de Pe Pesquisa bibliográfica sobre o folhetim, telenovelas brasileiras, seriados americanos, personagens e desenvolvimento de narrativas. Também foram buscados autores que teorizassem sobre a cultura de fãs e as suas produções, como as fanfictions. A internet também foi usada para que fossem obtidos dados que o levantamento bibliográfico não forneceria. Por último foi realizada uma pesquisa de caráter qualitativo, que será melhor explicada a seguir.
  6. 6. IVERSO O UN quisa a Pes d O website norte-americano conhecido como Fanfiction.net, possivelmente o maior depositário de fanfictions na atualidade, além de um dos mais antigos em funcionamento, cujo lançamento data de 1998. Seu acervo de fanfictions totaliza mais de um milhão de histórias depositadas. Optou-se por buscar autores brasileiros e norte-americanos, com histórias em línguas portuguesa e inglesa, na categoria TV Shows, subcategoria Glee.
  7. 7. CADO GNIFI SI tions anfic as F d “No geral, eu vejo como novas perspectivas para a história original, de forma que não deixe ela morrer. No caso de Glee, eu vejo como uma forma de ficar menos frustrada com as muitas decepções que o show gera. ”no Kioku Ashita
  8. 8. TADOS RESUL quisa a Pes d Dos quarenta e cinco escritores procurados, trinta e três responderam ao questionário, de forma que foram analisadas as primeiras vinte e cinco respostas devido à questão de tempo para a realização deste levantamento. Dentre os entrevistados foi possível notar que não havia uma regra quanto à criação dos nicknames. Houve também uma grande presença feminina entre os entrevistados. Das vinte e cinco respostas analisadas, apenas uma pertencia a um autor de fanfiction que se identificava como sendo do sexo masculino.
  9. 9. ERFIL OP istados entrev dos Foi proposital a inexistência de uma pergunta referente ao sexo desses autores no instrumento de pesquisa, a fim de evitar um possível constrangimento por parte dos autores. Dez autores afirmaram ter idades que variam entre 21 e 29 anos e nove entrevistados possuem entre 16 e 20 anos. Quando questionados sobre como conheceram o seriado Glee, treze entrevistados afirmaram que foi através da televisão. E oito informaram que foi na internet que passaram a conhecer a série.
  10. 10. BRE AS SO ctions Fanfi Quando questionados sobre como conheceram as fanfictions, cinco autores afirmaram que este contato inicial se deu através das redes sociais (Orkut, Twitter e Tumblr). Cinco autores responderam ter tido contato primeiramente com as fanfictions de Glee porque já eram leitores de fanfictions de outros fandoms. Onze autores declararam ter mais de cinco anos de envolvimento com as fanfictions. É interessante mencionar que dois entrevistados afirmaram que inicialmente procuraram as fanfictions atrás de conteúdo adulto.
  11. 11. RE AS SOB tions anfic F Doze autores afirmaram empregar três a seis horas semanais a atividades relacionadas às fanfictions. Oito autores declararam dedicar mais de nove horas. Oito vezes foi citada como motivação para a escrita de fanfictions a oportunidade de poder expressar as suas próprias ideias, como a mudança de acontecimentos na história original. :( Contudo, a maior parte das queixas listadas pelos autores se refere à convivência com outros fãs escritores, principalmente por causa dos desentendimentos sobre questões como o debate do cânone.
  12. 12. DADE A VER e Glee ana d Hum A verdade humana, ou também conhecida como moral, é a mensagem que toda a história possui. A verdade humana nada mais é do que as lições que são aprendidas através da narrativa, dos personagens, enfim, da história em si. Treze respostas tinham em seu contexto que Glee representava a aceitação de si mesmo como pessoa, e também a capacidade de se transformar perante as adversidades da vida. :) Também é importante realçar que em cinco respostas houve menções de que Glee representa alegria, como o próprio nome do seriado sugere (Glee em inglês significa divertimento, alegria).
  13. 13. UÊ DE PORQ O Glee ar de gost “Glee foi o início da minha fase de descobertas da vida, no caso, e a formação da minha personalidade. Glee me ajudou a entender que eu sendo eu seria ‘normal’ e ‘aceitável’. ” CLittlebunny “Uma mistura de homossexualidade e chutar o pau da barraca. Para ser honesto, me deu uma sensação de aceitação e confiança quando eu mais precisava. A série me apresentou para a comunidade LGBT e me empurrou para ser honesto comigo mesmo e ser feliz. ” Yougottabekiddingme
  14. 14. ATIVA A NARR Glee de A falta de continuidade da narrativa de Glee foi apontada, vinte vezes, como o principal fator de desagrado no seriado. Contudo, sob o ponto de vista das fanfictions, estas lacunas no roteiro não são aspectos tão negativos, já que a prática envolve justamente o preenchimento destas lacunas que são deixadas, propositalmente ou não, pelos autores das séries.
  15. 15. NAGENS AS PERSO Glee de Personagens não são feitas apenas de características como idade, sexo, aparência, gostos pessoais e mesmo orientação sexual. O que realmente faz uma personagem são as suas escolhas ao decorrer da história. Os personagens de Glee foram mencionados onze vezes como o principal motivo dos fãs gostarem do seriado. Quatro autores não conseguiram escolher apenas uma personagem quando questionados a respeito da sua personagem favorita.
  16. 16. SONAGEM A PER Glee rita de Favo A personagem Kurt Hummel, interpretada pelo ator Chris Colfer, foi mencionada por dez autores como a sua favorita, sendo a personagem mais votada nesse quesito na presente pesquisa. É interessante citar que Kurt é a personificação de um adolescente gay estereotipado: ele é um rapaz que adora moda, shows da Broadway, divas do pop como Madonna e constantemente se vê sendo alvo de bullying por parte dos alunos populares do colégio. We Kurt Hu mmel!
  17. 17. SONAGEM A PER Glee rita de Favo 2009 “[...] Kurt é uma das mais lógicas e contínuas personalidades no seriado; isso não quer dizer, com certeza, que ele não mudou, porque o Kurt Hummel de hoje em dia é completamente diferente do garoto tímido que ele era na primeira temporada. Mas o seu crescimento como indivíduo fez o maior sentido e eu estou muito orgulhoso de ver o quanto mais forte e confiante ele se tornou. ” LeapinGleezard 2013
  18. 18. CASAIS OS e Glee ritos d Favo Faberry Os casais Faberry (Rachel Berry + Quinn Fabray) e Klaine (Kurt Hummel + Blaine Anderson) foram os casais mais votados pelos entrevistados, totalizando oito votos cada. É importante citar que todos os entrevistados que escolheram o casal Faberry, afirmaram que a química entre as atrizes é o motivo pelo qual este casal é o seu favorito, mesmo que entre elas não hajam cenas românticas. Enquanto Klaine foi escolhido justamente pelo caráter “lento” e “fofo” da relação. Além do fato da personagem Kurt estar envolvida nesta relação. Klaine
  19. 19. RAÇÕES ONSIDE C ais Fin Na era das novas mídias, vai se dar bem quem souber construir um universo rico que possa ser explorado e discutido por quem acompanha a história. E que histórias também VENDEM. Desde ideias e conceitos até produtos. Além de poderem mudar a vida de algumas pessoas. Glee consegue se comunicar com o seu público, mostrando que temáticas polêmicas como o homossexualismo devem ser retratada nas televisões de todas as famílias, independente das suas nacionalidades.
  20. 20. ITO MU o! gad bri O

×