TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.

12.348 visualizações

Publicada em

Material de apoio para disciplina Metodologia da Pesquisa junto aos cursos de formação superior. Possuindo como tema: TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS

Publicada em: Educação
0 comentários
10 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
12.348
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TÉCNICAS DE COLETA DE DADOS.

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DA AMAZÔNIA DISCIPLINA: METODOLOGIA DA PESQUISA TÉCNICAS DE COLETAS DE INFORMAÇÕES E DE EVIDÊNCIAS Prof. Msc. DIEGO VENTURA MAGALHÃES DATA: 26.02.2014
  2. 2. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 1 26/02/2014 Currículo Acadêmico do ProfessorCurrículo Acadêmico do Professor • Mestrado em Ciencia de la Educación. Universidad Autonoma de Assunción, UAA, Paraguai (2013). • Especialização em Gestão de Recursos Humanos. Faculdade Ideal, FACI, Belém, Brasil (2012) • Graduação em Administração Comércio Exterior. Centro Universitário do Estado do Pará, CESUPA, Belém, Brasil (2008) Orientador: Raul Tavares
  3. 3. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 2 26/02/2014 PLANO DE AULAPLANO DE AULA Compreender a importância das técnicas de coletas de informações e de evidências na metodologia científica como ferramenta útil e facilitadora no exercício das atividades acadêmicas e no desenvolvimento da capacidade de análise e senso crítico. 3.2. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: • Conhecer e correlacionar os fundamentos, os métodos e as técnicas para coletas de informações e evidencias presentes na produção do conhecimento científico. • Divulgar os princípios fundamentais das técnicas de coletas de dados, segundo os enfoques. • Preparar o aluno para aplicar os conhecimentos adquiridos no seu Trabalho de Conclusão do Curso (TCC). OBJETIVO GERAL:
  4. 4. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 3 26/02/2014 PLANO DE AULAPLANO DE AULA CONTEÚDO MINISTRADO: 1 Breve síntese da estrutura para construção do trabalho científico 2 Modelo e tipo das pesquisas 3 Conceito de coleta de informações 4Princípios fundamentais para coleta de Dados 4.1 Imersão no campo 4.2 Coleta dos dados para analises 4.2.1 Para pesquisa Quantitativa 4.2.1.1 Questionário 4.2.1.2 Observação quantitativa 4.2.2 Para Pesquisa Qualitativa 4.2.2.1 Entrevistas 4.2.2.2 Observação 4.3 Triangulação na coleta de dados
  5. 5. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 4 26/02/2014 RELAÇÕES INTERDISCIPLINARES: Plano de aulaPlano de aula A disciplina e o tema proposto para essa aula, possui relação estreita com todas as disciplinas, pois normatiza e orienta os trabalhos acadêmicos. Atua multi e interdisciplinarmente, interagindo com diferentes especialidades e diversos profissionais. Capacita docentes e discentes à produção científica.
  6. 6. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 5 26/02/2014 AVALIAÇÃO: Plano de aulaPlano de aula - Atividades: apresentação de uma dissertação com a exposição da compreensão do aluno sobre conteúdo ministrado durante a aula. - Critérios adotados para correção das atividades: apresentação, a organização das ideias, objetividade e sequencia lógico do conteúdo.
  7. 7. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 6 26/02/2014 BIBLIOGRAFIA: VERGARA, S. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2006. Plano de aulaPlano de aula GIL, Antonio C. Métodos e técnicas de pesquisa social: Pesquisa social. São Paulo: Atlas, 1999. GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4 ed, 8 reimpr. São Paulo: Atlas, 2006. HILL, M. M.; HILL, A. Investigação por questionário. 2.ed. Lisboa: Sílabo, 2005. 377p. ROSA, M. V. de F. P. do C.; ARNOLDI, M. A. G. C. A entrevista na pesquisa qualitativa: mecanismos para validação dos resultados. Belo Horizonte: Autêntica, 2006. 112p. SAMPIERI, Hernández Roberto; COLLADO, Fernández Carlos; LUCIO, Baptista Pilar. Metodologia de pesquisa. 3 ed. São Paulo: McGraw-Hill, 2006. TORRES GONZÁLEZ, J. A; FERNÁNDEZ, A. H. ARANDA, T. J. Manual: Para elaboração de teses de mestrados e doutorados. 1ª Ed. Espanha: IBEC e DIEA, 2011. VERGARA, S. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2006 VERGARA, S. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2006
  8. 8. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 7 26/02/2014 1 Breve síntese da estrutura para construção do trabalho científico
  9. 9. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 8 26/02/2014 2 Modelo das pesquisas Fonte: Elaborado pelo autor, embasado segundo Sampieri, Collado e Lucio (2006, pág. 152)
  10. 10. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 9 26/02/2014 3 Tipo de pesquisas Fonte: Elaborado pelo autor, embasado segundo Sampieri, Collado e Lucio (2006, pág.
  11. 11. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 10 26/02/2014 3 Conceito de coleta de Dados A coleta de dados é a pesquisa propriamente dita; consiste no processo de levantamento dos dados necessários à resolução do(s) problema(s) apontado(s) e a indicação de meios de atingir os objetivos propostos, bem como na validação das hipóteses. Não existe uma técnica ou instrumento definido como o melhor. O instrumento depende do tipo de pesquisa e de dados que se pretende.
  12. 12. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 11 26/02/2014 Princípios fundamentais para coleta de DadosPrincípios fundamentais para coleta de DadosPrincípios fundamentais para coleta de Dados 4 Princípios fundamentais para coleta de Dados 4.1 Imersão no campo 4.2 Coleta dos dados para analises
  13. 13. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 12 26/02/2014 4.1 Imersão no campo Livros, teses, artigos, documentos oficiais, empresas, comunidades, teorias, fenômenos, acontecimento e outros... Levando em consideração: Pesquisa Bibliográfica Pesquisa Documental Estudo de caso Estudo de Coorte Levantamento e Estudo de Campo – censo Ex-post facto (latim: “a partir do fato passado”)
  14. 14. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 13 26/02/2014 4.2 Coleta dos dados para analises 4.2.1 Para pesquisa Quantitativa - Pesquisa Quantitativa: considera que tudo pode ser quantificável, o que significa traduzir em números opiniões e informações para classificá-las e analisá-las. Requer o uso de recursos e de técnicas estatísticas (percentagem, média, moda, mediana, desvio-padrão, coeficiente de correlação, análise de regressão, etc.). Enfoque ou abordagem Técnicas e instrumentos para coleta de dados Teste de Validade e Confiabilidade
  15. 15. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 14 26/02/2014 4.2.1.1 Questionário E um roteiro de perguntas elaborado pelo entrevistador para ser respondido pelo informante, o que determina a estrutura do questionário é, justamente, o perfil do público-alvo, a partir do problema, objetivos e hipóteses da pesquisa. O instrumento pode ser enviado através de correio, correio eletrônico, ou aplicado pessoalmente. Além disso, o pesquisado poderá responder no momento em que for abordado, pelo pesquisador ou ter um prazo determinado para responder e devolvê-lo ao pesquisador.
  16. 16. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 15 26/02/2014 Aplica-se quando: •O número de sujeitos de pesquisa é muito grande; •A população alvo está dispersa geograficamente; •Existe pouco tempo para a realização da coleta de dados; •Os recursos financeiros são escassos para a realização de outros tipos de coleta de dados; •As informações a serem levantadas são de fácil compreensão e análise; •Existe grande quantidade de informações quantitativas a serem levantadas.
  17. 17. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 16 26/02/2014 Tipos de perguntas Pergunta Aberta: O entrevistado pode responder livremente, com as próprias palavras, o que não limita as possibilidades de resposta e, portanto revela mais sobre o assunto questionado. Entretanto, há dificuldade na interpretação e tabulação das respostas. Pergunta Fechada: Apresentam opções prévias de resposta, o que limita as respostas que se pode obter dos entrevistados. Facilita a comparação entre as respostas na fase de análise dos dados. Pergunta Semi-Aberta: O entrevistado responde a uma pergunta fechada e é solicitado a comentar ou justificar sua resposta.
  18. 18. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 17 26/02/2014 EXEMPLOS • Questão fechada dicotômica: Trabalha? ( ) Sim ( ) Não • Questão fechada de múltipla escolha: A renda média mensal de sua família? ( ) Até 2 salários mínimos ( ) Entre 2 e 5 salários mínimos ( ) Entre 5 e 10 salários mínimos ( ) Entre 10 e 15 salários mínimos ( ) Acima de 15 salários mínimos
  19. 19. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 18 26/02/2014 •Questão fechada escalar Você considera seu ambiente de trabalho: ( ) Muito agradável ( ) Agradável ( ) Desagradável ( ) Muito desagradável •Questão aberta Qual sua opinião a respeito de seu ambiente de trabalho? ________________________________________________ ________________________________________________ EXEMPLOS
  20. 20. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 19 26/02/2014 • Questão semi-aberta ou mista Qual seu passatempo predileto, nas horas vagas? –( ) Leitura –( ) Assistir TV –( ) Conversar com amigos –( ) Praticar esportes –( ) Outro. Qual? ____________________________ EXEMPLOS
  21. 21. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 20 26/02/2014 Vantagens: •Atinge um grande número de indivíduos simultaneamente; •É muito utilizado para pesquisas que cobrem uma grande área geográfica, •Pela sua própria natureza, possibilita a uniformidade de respostas; •Permite o anonimato do respondente; •Possibilita que o pesquisado tenha mais tempo para responder.
  22. 22. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 21 26/02/2014 Desvantagens: •Não permite que haja um confronto das respostas obtidas com a realidade do pesquisado; •Não permite qualquer tipo de aprofundamento por parte do pesquisador; •Não permite verificar as reações do respondente em relação aos conteúdos das questões; •Não permite verificar a seriedade/atenção com que o pesquisado respondeu as questões; •O questionário tem uma natureza fria e impessoal;
  23. 23. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 22 26/02/2014 4.2.1.2 Observação quantitativa Este tipo de pesquisa caracteriza-se pela observação detalhada através de um roteiro ou guia de observação, que tem como finalidade obter informações objetiva de dados passiveis a medições. CRITÉRIO: Espaço físico Indicador: Distribuição dos equipamentos e materiais estão localizados adequadamente EXEMPLO Fácil acesso aos equipamentos Os materiais de expediente estão um local de fácil acesso Possui armário arquivo para guardar documentos dos alunos e avaliações Existe o controle de manutenção de equipamentos e matérias O espaço é adequado para conservação dos equipamentos e materiais Sim Não Sim Não Sim Não Sim Não Sim Não
  24. 24. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 23 26/02/2014 4.2.2 Para Pesquisa Qualitativa Pesquisa Qualitativa: considera que há uma relação dinâmica entre o mundo real e o sujeito, não podendo ser traduzido em números. •Não requer o uso de métodos e técnicas estatísticas. •O ambiente natural é a fonte direta para coleta de dados e o pesquisador é o instrumento-chave.
  25. 25. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 24 26/02/2014 4.2.2.1 Entrevistas A entrevista pode ser definida como um processo de interação social entre duas pessoas na qual uma delas, o entrevistador, tem por objetivo a obtenção de informações por parte do outro, o entrevistado. Por implicar no diálogo aberto entre pesquisador e respondente, os cuidados com a entrevista devem ser redobrados. Em geral, recorre-se a um “roteiro” ou “Guia de entrevista” que podem ser perguntas estruturadas ou caminhos que indicam as idéias principais que devem ser buscadas pelo entrevistador.
  26. 26. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 25 26/02/2014 Recomendações de atitudes •Relação amistosa, sem debate de idéias •Não demonstrar insegurança ou admiração excessiva •Buscar um clima natural, deixar que as questões fluam “naturalmente” •Objetividade •Encorajamento do entrevistado •Capacidade de síntese – anotações •Pedidos de permissão (gravador, fotos...)
  27. 27. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 26 26/02/2014 Tipos de entrevistas Estruturada: quando o pesquisador faz um roteiro a ser seguido. Semi-estruturada: quando o pesquisador se guia apenas pelos objetivos da pesquisa. Livre: quando o pesquisador não elabora nenhum apoio para sua realização.
  28. 28. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 27 26/02/2014 Aplica-se quando: •O número de sujeitos de pesquisa é pequeno; •A população alvo está agrupada geograficamente; •O pesquisador/entrevistador tem tempo suficiente, condições e competência para processar a entrevista; •É necessário identificar claramente as reações do indivíduo ou grupo; •For necessário observar o indivíduo ou grupo em seu ambiente; •As informações a serem levantadas forem difíceis de identificar através de perguntas.
  29. 29. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 28 26/02/2014 Vantagens: •A comunicação entre o pesquisador/entrevistador e o entrevistado é mais interativa; •A exploração das informações desejadas é mais completa; •Possibilita o confronto das respostas obtidas com a realidade do entrevistado; •Permite o aprofundamento por parte do pesquisador em uma ou mais questões; •A entrevista tem uma característica/natureza mais humana; •Permite o anonimato do entrevistado.
  30. 30. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 29 26/02/2014 Desvantagens: •Obter informações de um número pequeno de sujeitos de pesquisa; •O pesquisador/entrevistador poderá influir nas respostas do entrevistado, mesmo involuntariamente; •Dificulta o seu uso, por parte do pesquisador, em ambientes de pesquisa distantes geograficamente; •Maior complexidade para realizar a tabulação e a análise dos dados, visto que pode encontrar certa subjetividade; •Exige preparo do pesquisador; •Os entrevistados geralmente não gostam de participar deste tipo de coleta de dados, já que a entrevista exige um tempo maior, do que por exemplo, responder um questionário.
  31. 31. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 30 26/02/2014 4.2.2.2 Observação A observação consiste no posicionamento do investigador no meio a ser conhecido, evitando, o máximo possível, a influência recíproca. (entrevistador X meio e/ou meio X entrevistador). Classificação das observações Assistemática: Observação não estruturada. Sistemática: Observação estruturada .
  32. 32. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 31 26/02/2014 Observação participante: O observador integra o meio a investigar. O pesquisador passa a agir como os informantes Observação não-participante: O observador não integra o meio a investigar. O pesquisador somente observa os informantes; Tipos de Observações (distorções entre autores)
  33. 33. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 32 26/02/2014 Aplica-se quando: •É necessário verificar o ambiente in loco; •A população alvo deve ser acompanhada de perto; •É necessário identificar claramente as reações do indivíduo ou grupo; •For necessário observar o indivíduo ou grupo em seu ambiente; •As informações a serem levantadas forem difíceis de identificar através de perguntas ou entrevistas.
  34. 34. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 33 26/02/2014 Vantagens: •Não existe interferência de terceiros; •O observador não interfere nas ações do sujeito pesquisado; •Possibilita o confronto das hipóteses e variáveis propostas anteriormente com a realidade in loco; •Permite o aprofundamento por parte do pesquisador das reações do indivíduo ou grupo pesquisado; •Permite, em alguns casos, o anonimato do pesquisador/observador; •Possibilita que as informações sejam coletadas com calma.
  35. 35. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 34 26/02/2014 Desvantagens: •Nem sempre o pesquisador registra os fatos como eles se apresentam ou acontecem; •Dificulta o seu uso em ambientes de pesquisa distantes geograficamente; •Maior complexidade para realizar a tabulação e a análise dos dados; •Exige maior preparo do pesquisador.
  36. 36. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 35 26/02/2014 4.3 Triangulação Porque utilizar a triangulação? Aceitação do conceito de “triangulação” nas Ciências Sociais leva a uma maior diversidade dos métodos, dos dados e dos investigadores comprometidos na análise de um problema determinado, o que traduz numa maior fiabilidade nos resultados finais. (TORRES GONZÁLEZ, FERNÁNDEZ e ARANDA, 2011, pág. 31) O prefixo “tri” de três tipos O prefixo “tri” Pluralidade
  37. 37. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 36 26/02/2014 Fonte: Elaborado pelo autor, embasado segundo Torres González, Fernández e Aranda (2011, pág. 33)
  38. 38. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães 59 26/02/2014 Fonte: Elaborado pelo autor, embasado segundo Sampieri, Collado e Lucio (2006, pág.284 )
  39. 39. Tema 04: Técnicas de coletas de informações e de evidências. Candidato: Diego Ventura Magalhães xxx 26/02/2014 ATIVIDADE Apresentação de uma dissertação com a exposição da compreensão sobre conteúdo ministrado durante a aula. MÃOS À OBRA!!!MÃOS À OBRA!!!

×