Palestra e Minicurso Dispositivos Móveis XXXVII Enebd Jul 2014

420 visualizações

Publicada em

Palestra e Minicurso XXXVII Enebd Julho 2014
Dispositivos Móveis em Bibliotecas
David Vieira

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
420
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra e Minicurso Dispositivos Móveis XXXVII Enebd Jul 2014

  1. 1. 1 DAVID VERNON VIEIRA Realidades e Perspectivas emRealidades e Perspectivas em ferramentas tecnológicas: do PC ao Mobileferramentas tecnológicas: do PC ao Mobile XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  2. 2. Que tipo de pesquisas desenvolvemos na UFCA? O uso de redes sociais em bibliotecas Automação de Bibliotecas O impacto da Tecnologia nas Bibliotecas ARTIGOS Adoção da Web 2.0 em bibliotecas de universidades públicas espanholas: perspectivas de interação do bibliotecário com as redes sociais relato de pesquisa. PERSPECT CIENC INF, v. 18, p. 1-15, 2013. As competências profissionais do bibliotecário 2.0 no espaço da biblioteca universitária: discussão da prática. Informação & Sociedade (UFPB. Online), v. 23, p. 45-58, 2013. O Marketing de geolocalização em Bibliotecas Universitárias: o uso dos dispositivos móveis para promover as bibliotecas. In: XXV CBBD - 2013. 2XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  3. 3. Computação Móvel Concebida no início dos anos 1990. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 3 Dispositivos sem fioDispositivos sem fio Permitem a conexão comPermitem a conexão com Outros dispositivos e a InternetOutros dispositivos e a Internet Tendência aTendência a Interface atraenteInterface atraente Responsáveis porResponsáveis por Tráfego de voz e dadosTráfego de voz e dados Fonte: http://mobilecomputingproject.wordpress.com/
  4. 4. Computação Móvel VANTAGENS 1.Aumento da Produtividade. 2.Dispositivos de Entretenimento. 3.Portabilidade. 4.Cloud Computing – serviço que permite o acesso a documentos salvos na Internet. DESVANTAGENS 1.Qualidade da conectividade Wi- Fi, GPRS, 3G, 4G ainda muito limitada. 2.Redes com problemas de segurança 3.Baixa duração da bateria. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 4 Fonte: http://mobilecomputingproject.wordpress.com/
  5. 5. Computação Móvel XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 5
  6. 6. Um dos Resultados do Uso do Mobile XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 6 Fonte: www.domo.com
  7. 7. Infoxicação XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 7 4 de cada 54 de cada 5 usuários da Internetusuários da Internet em 2014em 2014 serão provenientes deserão provenientes de dispositivos móveisdispositivos móveis Fonte: http://mobithinking.com/blog/mobile-web-penetration
  8. 8. Pergunta Inicial XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 8
  9. 9. 9XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  10. 10. Vídeo 10 http://nfcbrasil.wordpress.com/ Pesquise a palavra library que encontra a notícia a respeito! XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  11. 11. 11XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  12. 12. Situação atual no Brasil o uso das telas é redefinido pela sua integração, convergência e multifuncionalidade. as diferenças socioeconômicas entre as regiões impactam na posse e acesso às telas. 12 Passarelli e Junqueira (2012) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  13. 13. O brasileiro é o mais insatisfeito com o celular em todo o mundo 13 Fonte: Netbiscuits (2013) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  14. 14. Nos EUA Relatório Pew Internet Atividades com os telefones celulares 2012 Pesquisa mostra o uso dos dispositivos móveis entre os jovens americanos. 14 Tiram fotos Enviam ou recebem mensagem de texto (sms) Usam para acesso à Internet Enviam ou recebem email Gravam vídeos Descarregam aplicativos Procuram informações sobre saúde Verificam dados bancários pessoais Atividades realizadas com dispositivos móveis% XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  15. 15. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 15
  16. 16. 16 Oportunidades para o uso dos dispositivos móveis XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  17. 17. Acesso à Biblioteca Universitária 17XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  18. 18. Princípio da Independência dos Dispositivos Os usuários devem ser capazes de interagir com um agente do usuário( e com o documento por ele apresentado), utilizando dispositivos de entrada e de saída suportados, da sua escolha e à medida das suas necessidades. 18 Diretivas para a acessibilidade do conteúdo da Web - 1.0 http://www.w3.org/TR/WAI-WEBCONTENT QUALQUER SMARTPHONE QUALQUER TABLET ACESSO SEGURO ACESSO MÓVEL XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  19. 19. A Web Móvel 2.0 A Web Móvel 2.0 é uma extensão da web que está centrada no usuário como criador e consumidor de conteúdo. Os dispositivos móveis (telefones celulares, notebooks, tablets) surgem nesse contexto como o meio para alcançar a inteligência coletiva. 19 (JAOKAR; FISH, 2006) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  20. 20. Como a Web Móvel 2.0 impacta nas bibliotecas? Melhora o acesso à informação Estimula novas formas de comunicação Oferece novos serviços Procura simplificar tarefas Propõe chegar diretamente ao usuário 20 (ARROYO, 2010) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  21. 21. Vantagens do Uso de Dispositivos Móveis em Bibliotecas O usuário já está acostumado ao seu uso e interage facilmente O mercado está em constante evolução Existe uma grande variedade de dispositivos Possibilita a comunicação, publicação, acesso à informação e geolocalização Acesso aos conteúdos de qualquer lugar. 21 (ARROYO, 2010) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  22. 22. Problemas a serem resolvidos O uso dos pacotes de acesso à internet móvel ainda é caro. Os dispositivos mudam constantemente. Existência de aspectos legais de download de documentos. Desconhecimento dos usuários. 22 (ARROYO, 2010) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  23. 23. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 23
  24. 24. Que informação a biblioteca pode disponibilizar nos dispositivos móveis Dados de contato e localização Horários de funcionamento Serviços oferecidos Notícias e Eventos Novidades bibliográficas Disponibilidade dos recursos da biblioteca (salas de estudo, laboratório de informática) Links de interesse Acesso ao perfil da biblioteca nas redes sociais 24XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  25. 25. Serviços de Referência - Contexto Acesso a informação em tempos de Internet Recuperação da Informação física/virtual Capacitação dos bibliotecários para este “novo” ambiente Bibliotecário 24/7 será que vai vingar? Adoção das mídias sociais em bibliotecas 25XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  26. 26. Serviço de Referência Digital a) “Pergunte ao bibliotecário”; b) Tipo de orientação; c) Capacitação do usuário; d) Arquivo com orientação de uso da biblioteca ao usuário; e) Página de orientação de normalização; f) Mensagem instantânea; g) Fórum de discussão (pergunta e resposta); h) E-mail para referência (podendo ser o do bibliotecário). i) Mensagem via texto (SMS) no celular 26XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  27. 27. 27 Uploaded to Flickr on November 8, 2007 by Travelin' Librarian XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  28. 28. 28 Uploaded to Flickr on November 29, 2006 by Michael Casey XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  29. 29. Exemplo de página de biblioteca e aplicações para dispositivos móveis 29XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  30. 30. Não transforme tudo para o móvel 30XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  31. 31. Dicas importantes sobre o processo de transformação para os dispositivos móveis A conversão não significa reduzir a tela! 31 (CASDEN; WOODBURY, 2008) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  32. 32. Dicas importantes sobre o processo de transformação para os dispositivos móveis Use somente o conteúdo que é relevante! Reduza as opções, simplifique! 32 (CASDEN; WOODBURY, 2008) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  33. 33. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 33
  34. 34. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 34
  35. 35. Quais ferramentas utilizar para desenvolver o meu website móvel? SnippetSpace – iWebkit 5 ◦ Desenvolve aplicativos gratuitamente para iPhone 35XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  36. 36. Algumas páginas de biblioteca via móvel (celular) 36 Dornstädter XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  37. 37. Interfaces de Sites de Bibliotecas para celular Este sites foram formatados para serem vistos de dispositivos móveis. Aalborg Libraries, Denmark - http://www.mobib.nu/ American University Library - http://www.library.american.edu/mobile/ Boston University Medical Center Mobile Library Brigham Young University, Harold B. Lee Library - http://www.lib.byu.edu/m Cal Poly Pomona University Library College of DuPage Library Duke University - http://library.duke.edu/mobile/ Hanover College, Duggan Library The Italian Serials Catalogue ACNP Koninklijke Bibliotheek, National Library of the Netherlands - http://www.kb.nl/ 37XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  38. 38. Códigos Bidimensionais (2D) Os códigos bidimensionais consideram a evolução dos códigos de barras. Em formato de matriz, permitem transcrever mais informações. 38XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  39. 39. Códigos QR (2D) Os códigos QR (Quick Response) foram criados em 1994 pela empresa Denso-Wave. Quando as câmeras dos Smartphones são apontadas para eles um aplicativo faz a leitura e transcreve o conteúdo fazendo acesso a um outro conteúdo. 39XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  40. 40. Código Quick Response Kaywa - http://qrcode.kaywa.com/ Unitag - http://www.unitaglive.com/qrcode http://www.codigos-qr.com/generador-de-codigos-qr/ 40XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  41. 41. QR (Quick Response) codes podem ajudar como guia para usuários móveis em espaços físicos da biblioteca a visitar os espaços virtuais. 41XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  42. 42. Pergamum Mobile XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 42 E nas Bibliotecas Brasileiras…
  43. 43. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 43
  44. 44. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 44
  45. 45. Realidade Aumentada é a integração de informações virtuais a visualizações do mundo real (por meio de uma câmera) Realidade Aumentada pode ser definido como um sistema que: combina elementos virtuais com o ambiente real; é interativa e tem processamento em tempo real; é concebida em três dimensões. 45XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  46. 46. Realidade Aumentada 46XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  47. 47. Realidade Aumentada 47 Video Bricolagem e Código QR Muskizko Liburutegia XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  48. 48. Realidade Aumentada 48 Video Realidade Aumentada Folheto Código QR Muskizko Liburutegia XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  49. 49. Pergunta ! Que tipo de aplicação é possível sua biblioteca desenvolver usando a realidade aumentada e os dispositivos móveis? 49XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  50. 50. Então vamos sonhar com isso? O usuário poder consultar uma informação de qualquer lugar a qualquer momento? Descarregar e ler livros no dispositivo de maneira gratuita? Buscar e reservar um documento contido na biblioteca por meio de um catálogo móvel? 50XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  51. 51. Então vamos sonhar com isso? Solicitar uma informação ao bibliotecário e obter uma resposta rápida? Colocar as informações mais relevantes da biblioteca na palma da mão! 51XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  52. 52. 52 http://bitbiblio.blogspot.comhttp://bitbiblio.blogspot.com http://twitter.com/davidvernonbr email: profdavidvernon@yahoo.com.bremail: profdavidvernon@yahoo.com.br http://www.facebook.com/davidvernonbr XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  53. 53. Referências ARROYO, Natalia. Web móvil y bibliotecas. Disponível em:<http://www.slideshare.net/natalia.arroyo/web- mvil-y-bibliotecas>. Acesso em: 05 abr. 2014. CASDEN, Jason; WOODBURY, David. Get started with mobile web applications. NCSU OIT Lunch & Learn, May 18, 2010. JOAKAR, Ajit; FISH, Tony. Mobile Web 2.0: The innovator’s guide to developing and marketing next generation wireless/ mobile applications. Londres: Futuretext Limited, 2006. NETBISCUITS. Peoples Web Report. Disponível em:<http://www.netbiscuits.com/resources/netbiscuits- reports/the-peoples-web-report/>. Acesso em: 05 abr. 2014. PASSARELLI, Brasilina.; JUNQUEIRA, Antonio. H. Gerações interativas Brasil : crianças e adolescentes diante das telas. São Paulo : Escola do Futuro/USP, 2012. 352 p. Disponível em:< http://www.fundacaotelefonica.org.br/conteudos/publicacoes/>. Acesso em: 25 jul. 2013. WALSH, Andrew. QR Codes – using mobile phones to deliver library instruction and help at the point of need. Journal of information literacy, v. 4, n. 1, p. 55-64, 2010. Disponível em: <http://ojs.lboro.ac.uk/ojs/index.php/JIL/article/view/LLC-V4-I1-2010-1>. Acesso em: 10 out. 2013. 53XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  54. 54. 54 DAVID VERNON VIEIRA Bibliotecas e dispositivos móveis:Bibliotecas e dispositivos móveis: aproximações de um contexto socialaproximações de um contexto social XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  55. 55. O desenvolvimento do mobile website. Muitas bibliotecas já desenvolveram websites para dispositivos móveis (THOMAS, 2012), algumas usando ferramentas de baixo custo (TRAVIS; TAY, 2011) ou linguagens de programação (IGLESIAS; MEESANGNIL, 2011). XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 55
  56. 56. Etapas para o desenvolvimento 1- Definir o conteúdo a ser “movilizado” mOPAC (Mobile OPAC), horários de funcionamento das bibliotecas, informações básicas de endereço, telephone, email, notícias, serviço de referência virtual, acesso aos recursos eletrônicos (pode ser via uma ferramenta de descoberta) otimizado para dispositivos móveis, disponibilidade dos recursos da biblioteca (salas de estudo, laboratório de informática), acesso aos perfis de redes sociais da biblioteca. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 56
  57. 57. 2- Opção pela criação do website móvel Considerando as melhores práticas do consórcio W3C existem 3 opções: A) Não fazer nada (custo zero) Se você acredita que os seus usuarios não acessam o site por meio de dispositivos móveis. B) Usar uma ferramenta de conversão automática (custo zero – free) Várias ferramentas de uso livre podem ser utilizadas na conversão do site para o padrão móvel. Ex. Mofuse ou Mobify.me XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 57 Etapas para o desenvolvimento
  58. 58. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 58 Etapas para o desenvolvimento
  59. 59. 2- Opção pela criação do website móvel Considerando as melhores práticas do consórcio W3C existem 3 opções: C) Desenvolvimento próprio Mais comum entre as bibliotecas que querem desenvolver o seu próprio website móvel. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 59 Etapas para o desenvolvimento
  60. 60. 2- Opção pela criação do website móvel XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 60 Etapas para o desenvolvimento
  61. 61. 3- Validando o site móvel É importante validar site móvel segundo os padrões da W3C para que não ocorram erros inesperados. Exemplo: W3C mobileOK Checker (http://validator.w3.org/mobile/). XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 61 Etapas para o desenvolvimento
  62. 62. 3- Validando o site móvel É importante validar site móvel segundo os padrões de acessibilidade da W3C para que não ocorram erros inesperados. Exemplo: W3C’s Web Content Accessibility Guidelines 2.0 TAW (http://www.tawdis.net/) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 62 Etapas para o desenvolvimento
  63. 63. 4- Criando o acesso do usuário ao website móvel Em qualquer uma das opções anteriores de custo existem duas alternativas. A primeira é uma linguagem script inserida no website que reconhece o dispositivo ou o navegador que está fazendo acesso redirecionando para o padrão a ser considerado. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 63 Etapas para o desenvolvimento
  64. 64. 4- Criando o acesso do usuário ao website móvel Em qualquer uma das opções anteriores de custo existem duas alternativas. A segunda opção é indicar numa área visível do website que existe uma versão ou aplicação móvel disponível. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 64 Etapas para o desenvolvimento
  65. 65. Custo e Habilidade requeridas para cada tipo de aplicação XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 65 Habilidades de computação Custodesenvolvimento Tipo de Aplicação
  66. 66. Exemplo de biblioteca que usa website móvel com o Ubik na Espanha XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 66
  67. 67. Outros Exemplos de sites que podem criar websites móveis Xtgem XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 67
  68. 68. Outros Exemplos de sites que podem criar websites móveis XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 68
  69. 69. Exemplos de Bibliotecas que desenvolveram suas próprias aplicações móveis (usando BOOPSIE) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 69
  70. 70. Exemplos de Bibliotecas que desenvolveram suas próprias aplicações móveis (desenvolvido por OBTURECODE) XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 70
  71. 71. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 71 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik … Usando o PC
  72. 72. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 72 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik … Usando o PC
  73. 73. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 73 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik … Usando o PC
  74. 74. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 74 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik …
  75. 75. XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 75 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik … Usando o PC
  76. 76. Depois que publicar o website móvel no Ubik Acesse via Smartphone ou Tablet o endereço do seu website: Nomedowebsitemovel.ubik.net Exemplo: http://bibunivfedce.ubik.net/ XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 76 Vamos criar um website móvel agora usando o Ubik … Usando o PC
  77. 77. Se quiser pode também criar aplicativos padronizados para iPhone e Android… XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 77
  78. 78. Phonegap Aplicativo da BBC Sports nas Olimpíadas de Londres XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 78
  79. 79. Códigos QR (2D) Os códigos QR (Quick Response) foram criados em 1994 pela empresa Denso-Wave. Quando as câmeras dos Smartphones são apontadas para eles um aplicativo faz a leitura e transcreve o conteúdo fazendo acesso a um outro conteúdo. 79XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  80. 80. Código Quick Response Kaywa - http://qrcode.kaywa.com/ Unitag - http://www.unitaglive.com/qrcode http://www.codigos-qr.com/generador-de-codigos-qr/ 80XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  81. 81. Vamos criar códigos QR XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 81 1º Insira o link URL a ser criada 2º Copie ou salve a imagem do código QR e use onde quiser
  82. 82. Finalmente Defina o que vai fazer Não tenha receio de experimentar Procure a ajuda de um analista de sistema se for necessário XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO 82
  83. 83. 83 http://bitbiblio.blogspot.comhttp://bitbiblio.blogspot.com http://twitter.com/davidvernonbr email: profdavidvernon@yahoo.com.bremail: profdavidvernon@yahoo.com.br http://www.facebook.com/davidvernonbr XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO
  84. 84. Referências ABARCA VILLOLDO, M.; ET ALL. How to Mobilize your Library at Low Cost. Liber Quaterly, v. 22, n. 2, p. 118-145, 2012. CASDEN, Jason; WOODBURY, David. Get started with mobile web applications. NCSU OIT Lunch & Learn, May 18, 2010. CUMMINGS, J.; MERRILL, A. ; BORRELLI, S. The use of handheld mobile devices: their impact and implications for library services. Library Hi Tech, 28, p. 22–40, 2010. JOAKAR, Ajit; FISH, Tony. Mobile Web 2.0: The innovator’s guide to developing and marketing next generation wireless/ mobile applications. Londres: Futuretext Limited, 2006. THOMAS, L. C. Mobile libraries 2012. Library Journal, 137, p. 26–28, 2012. TRAVIS, T. ; TAY, A. Designing low-cost mobile websites for libraries. Bulletin of the American Society for Information Science and Technology, 38, p. 24–29. 2011. Disponível em: <http://www.asis.org/Bulletin/Oct–11/OctNov11Travis_Tay.pdf>. 84XXXVII - ENEBD 2014 - ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO

×