Sarespinho 5 ano

1.308 visualizações

Publicada em

sarespinho

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sarespinho 5 ano

  1. 1. EMEB PROFª STELLA MARIS BARBOSA CATALANO SARESPINHO – 2012- LÍNGUA PORTUGUESA DATA: ___/____/2012 NOME:____________________________________________________________ _ Questão 1 Leia o texto e responda: Jaguatirica. Ordem: Carnívora Família: Felidae Nome popular: Jaguatirica Nome científico: Leopardus pardalis Habitat: Florestas Hábitos alimentares: Carnívoro Preríodo de vida: Aproximadamente 20 anos. A jaguatirica é im felino de médio porte, podendo pesar entre 11.3 a 15.8 kg. O seu pelo é denso e curto de cor amarelo claro a castanho ocráceo e é todo pintado exceto na região ventral, em que a coloração é esbranquiçada. Estas manchas negras formam rosetas e seguem até a cauda. Os machos são maiores que as fêmeas. O texto tem por finalidade a. discutir a importância do animal. b. Dar informações sobre a jaguatirica. c. Contar histórias sobre a jaguatirica. d. Orientar como cuidar da jaguatirica. Questão 2 Leia o texto para responder à questão: CARDÁPIO DA SEMANA SEGUNDA-FEIRA _ 01/09/2008 Pratos quentes: contra filé acebolado, frango a passarinho, torta de ricota com salame, purê de batata, risoto de aspargo, arroz branco e farofa. Sobremesa: pudim de laranja, pavê de abacaxi e frutas. TERÇA-FEIRA – 02/09/2008 Pratos quentes: costela bovina assada, lombo grelhado, creme de milho, suflê de legumes, arroz de carreteiro, arroz branco e mandioca. Sobremesa: torta de limão, pudim de Maria-mole e frutas. QUARTA-FEIRA – 03/09/2008 Pratos quentes : escalopinho, moqueca de peixe, quiche de abobrinha, pirão, risoto de camarão, arroz branco e cromesquim. Sobremesa: torta paulista, musse de chocolate branco e frutas. QUINTA-FEIRA- 04/09/2008 Pratos quentes: maminha assada, frango com catupiry, brócolis ao alho e óleo, torta de batata, arroz de mestre, arroz branco e batata palha. Sobremesa: torta de bombom “ sonho de valsa”, musse de maracujá e frutas. SEXTA-FEIRA 05/09/2008 Pratos quentes: lagarto com molho de laranja, bisteca suína, couve com bacon, virado à paulista, arroz gratinado, arroz branco e terrine de legumes. Sobremesa: torta de maçã, pavê de “bis” e frutas. O texto acima está organizado em forma de uma lista com as informações apresentadas na seguinte sequência:
  2. 2. a. b. c. d. datas dias da semana e alimentos que serão servidos. Dias da semana, datas e alimentos que serão servidos. Alimentos que serão servidos, dias da semana e datas. Datas, alimentos que serão servidos, dias da semana. Questão 3 Leia o texto e responda à questão: Querido pai, Não deu para eu cumprir a promessa. A Mãe foi mesmo embora. Mas a mala dela ficou. E eu acho que assim, sem mala, sem roupas pra trocar, sem escova de dente, não vai dar pra Mãe ficar muito tempo sem voltar. Não sei. Vamos ver. Eu arrastei a mala e escondi ela debaixo da sua cama, viu? Um beijo da Rebeca. A palavra “viu”, grifada no texto, indica que a Rebeca faz uma pergunta para : a. O pai b. A mãe c. A menina d. A mala. Questão 4 Leia o texto e responda Querido pai, Não deu para eu cumprir a promessa. A Mãe foi mesmo embora. Mas a mala dela ficou. E eu acho que assim, sem mala, sem roupas pra trocar, sem escova de dente, não vai dar pra Mãe ficar muito tempo sem voltar. Não sei. Vamos ver. Eu arrastei a mala e escondi ela debaixo da sua cama, viu? Um beijo da Rebeca Para Rebeca, o fato de a Mãe ter deixado a mala em casa, indica que ela a. pode voltar b. quer voltar c. decidiu voltar d. não voltará Questão 5 Leia o texto escrito por Amyr Klink sobre sua viagem à Antártica, a bordo do Parati. Voltando às milhas restantes e aos longos meses ainda por vir: eu sabia que não os atravessaria com o mesmo conforto e isso por outra razão. O tempo até então se mostrara difícil – nenhuma visibilidade, muito gelo, vento forte -, mas não violento. Nada ainda de ondas monumentais, ventos diabólicos, essas coisas de que tanto falam e que por certo viriam. E, quando viessem, se por alguma razão o Parati capotasse, seria melhor não diesel incandescente aceso no interior. Mas eu gostava do foguinho – como chamava o aquecedor -, e enquanto a situação permitisse o manteria vivo. A expressão sublinhada pode ser substituída, sem prejudicar o sentido do texto, por a. afundasse b.desligasse c. tombasse d. furasse Questão 6 Leia o texto e responda à questão: O Rio Tietê percorre o estado de São Paulo de leste a oeste. Nasce em Salesópolis, na Serra do Mar, a 840 metros de altitude e não consegue vencer os
  3. 3. picos rochosos rumo a litoral. Por isso, ao contrário da maioria dos rios que correm para o mar, segue para o interior, atravessa a Região Metropolitana de São Paulo e percorre a 1.100 quilômetros, até o município de Itapura, em sua foz no rio Paraná, na divisa com o Mato Grosso do Sul. O Rio Tietê nasce a. no litoral do estado de São Paulo. b. na região Metropolitana de São Paulo. c. na cidade de Salesópolis, em São Paulo. d. no estado do Mato Grosso do Sul. Questão 7 Leia o texto para responder à questão: mundo inteiro. Estou sempre conhecendo culturas novas e fazendo novos amigos.” Mas não é só nos encontros que Laila expande seus horizontes. Frequentemente, acompanha os pais em trabalho ao redor do mundo. “Por isso optamos pela escola a distância”, explica. “Assim, posso viajar e continuar estudando”. De acordo com as informações contidas no texto, é possível dizer que a. Laila estuda em uma escola pública e mora na Austrália b. Laila estuda pela televisão e mora em Pirenópolis c. Laila es tuda pela internet e mora em uma ecovila d. Laila não estuda e mora na Austrália. Em harmonia com a natureza Todas as manhãs, Laila Soares, 17, entra na internet para ver qual lição de casa do dia. De dentro de sua casa no inerior de Goiás, feita de barro, areia e palha, ela se comunica com seus professores na Austrália e discute com outros alunos os tópicos do fórum da semana. Além das aulas convencionais, como biologia e matemática, ela estuda mitologia e a condição da mulher na sociedade. À tarde, se dedica a tocar violão, pintar ou cuidar das plantas. Duas vezes por semana, ela visita escolas onde dá aulas para alunos e professores com o intuito de promover a sustentabilidade. Sustentabilidade significa gastar menos do que a naturez aconsegue repor. Este é o conceito por trás das ecovilas, comunidades nas quais as ações sustentáveis vão muito além da reciclagem do lixo. Ela mora no Ecocentro Ipec (Instituto de èrmacultura e Ecovilas do Cerrado), uma ecovila a três quilômetros de Pirenópolis criada a dez anos por seu pai, brasileiro, e sua mãe, australiana. Atualmente, há cerca de 20 pessoas morando no local. Mas na época dos cursos o número de residentes pode subir para 150. “Recebemos gente do Questão 8 Leia o texto e responda à questão. FÁBULA ELEITORAL PARA CRIANÇAS Um dia, as coisas da natureza quiseram eleger o rei ou a rainha do universo. Os três reinos entraram logo a confabular. Entre os bichos era um tumulto formidável. Bandos de periquitos saíram em caravana eleitoral, matilhas de cães discursavam dentro da noite, cáfilas de camelos percorriam os desertos, formigas realizavam comícios fantásticos, a rainha das abelhas passava com o seu séquito, sem falar nos cardumes de peixes, nos lobos em alcateias pelos montes, nas manadas de búfalos pelas savanas, nas revoadas instantâneas dos pombos-correios. (CAMPOS, Paulo Mendes. Fábula eleitoral... Para gostar de ler: crônicas. 2. ed. São Paulo: Ática, 1980. v. 5. Adaptado.)
  4. 4. b. mostrar que as crianças falam da mesma forma que os adultos. Ao ler o texto, é possível notar que a história é contada por c. mostrar que o autor escreve de forma incorreta as palavras. (A) um dos animais que se envolveu na eleição. d. representar o modo como uma criança geralmente fala. (B) um narrador que também é personagem da história. Fonte: PAIVA, Miguel. Gatão de meia-idade. O Globo, Rio de Janeiro (C) um narrador que não participa da história. (D) reis e rainhas que são personagens da história. Questão 9 Leia o texto e responda à questão. Questão 10 Leia o texto e responda a questão. A graça da história está em os personagens a. conversarem na aula. b. serem duas criancas. c. terem brinquedos caros. d. tornarem-se amigos. Fonte: ZIRALDO. O Menino Maluquinho, São Paulo, n. 30, maio 2006. Na fala da menina pequena, aparece a palavra “comprá” em vez de “comprar” para: a. apresentar a forma correta de se escrever a palavra.
  5. 5. Questão 11 Leia o texto e responda a questão. (Blog do Lelê. Disponível em: <http://blogdolele.blog.uol.com.br/arch2008-08-01_2008-08-31.html>. Acesso em: 24 ago. 2008.) Lelê, em um trecho do texto, usa uma gíria para falar sobre a situação de sua irmã. Esse emprego se encontra em: (A) “A minha irmã, que se chama Catarina, ainda não veio para casa.” (B) “Parece uma coisa do espaço.” (C) “A Catarina teve uma coisa chamada icterícia e está meio amarela.” (D) “A Catarina parece um mano.” A graça da história está em os personagens (A) na cara de bobo feita por Chico Bento. (B) na mania de grandeza do amigo de Chico Bento. (C) na pergunta feita pelo amigo de Chico Bento. (D) no duplo sentido do termo cabeças de gado. Questão 12 Leia o texto e responda à questão. LELÊ BATE PAPO COM CATARINA A minha irmã, que se chama Catarina, ainda não veio para casa. É que ela nasceu antes do que tinha que nascer e agora tem que ficar um tempo no hospital. Então eu fui lá visitar a minha irmã umas vezes. O chato é que não me deixam segurar a Catarina. E eu só posso encostar nela depois que eu lavo as mãos. Bom, a Catarina teve uma coisa chamada icterícia e está meio amarela. Por isso ela ficou numa caixa transparente que tem umas luzes em volta. Eu achei aquilo o maior legal. Parece uma coisa do espaço. E, como ela fica embaixo da luz, puseram uns oclinhos e um gorrinho nela. A Catarina parece um mano. Questão 13 Leia o texto: Certa vez, caminhando pela Mata Atlântica, encostei-me em uma árvore baixa,cujos galhos eram quase da minha altura. Foi quando vi um ninho de beijafloresdisfarçado entre liquens. Imediatamente os filhotes levantaram suas cabeças para serem alimentados, como se eu fosse um de seus pais. Abandonei o local sem tocar nos filhotes, pois isso os prejudicaria. Ainda assim, tive tempo suficiente para observar a perfeição do ninho. Essaexperiência foi muito bonita. (MATUCK, Rubens. Viagens: manual do pequeno observador. São Paulo: Ática, 1997.) Em – “Abandonei o local sem tocar nos filhotes, pois isso os prejudicaria.” – o pronome destacado “isso” se refere ao fato de: (A) caminhar pela Mata Atlântica. (B) encostar-se numa árvore. (C) tocar nos filhotes de beija-flor. (D) observar o ninho.
  6. 6. Questão 14 Questaõ 15
  7. 7. Gabarito Gabarito

×