AULA PEIXES

13.262 visualizações

Publicada em

4 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.262
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
631
Comentários
4
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AULA PEIXES

  1. 2. PROTOCORDADOS VERTEBRADOS
  2. 4. 5 CLASSES:
  3. 9. Animais cuja temperatura do corpo varia de acordo com o ambiente. Por exemplo, o lagarto fica exposto ao sol pela manhã e se esconde do sol durante o resto do dia para evitar o hiper aquecimento.
  4. 11. FECUNDAÇÃO INTERNA, COM FORMAÇÃO DE OVOS E DESENVOLVIMENTO EXTERNO (FORA DO CORPO DA MÃE).
  5. 12. FECUNDAÇÃO INTERNA, COM FORMAÇÃO DE OVOS E DESENVOLVIMENTO INTERNO (DENTRO DO CORPO DA MÃE).
  6. 13. FECUNDAÇÃO INTERNA, SEM FORMAÇÃO DE OVOS E DESENVOLVIMENTO INTERNO (DENTRO DO CORPO DA MÃE). MAMÍFEROS
  7. 14. Cavidades do coração
  8. 15. Porção terminal do sistema digestório
  9. 21. Os peixes ósseos possuem uma epiderme lisa, coberta por escamas. Existem glândulas produtoras de muco, que lubrifica o corpo do peixe, que serve de proteção e facilita a locomoção na água. Possui uma linha lateral ao longo de cada lado do corpo e tem função sensorial.
  10. 24. Osso/esqueleto Cartilagem O tecido serve para revestir, proteger, dar forma e sustentação a algumas partes do corpo, mas com menor rigidez que os ossos.
  11. 25. Boca ventral PARA BAIXO Boca terminal PARA FRENTE
  12. 26. Ausência de opérculo, presença de fendas branquiais Opérculo
  13. 27. Bexiga natatória Ausência de bexiga natatória
  14. 28. Composta de gás que permite o peixe flutuar Ajusta o peso do animal à água em diferentes profundidades
  15. 32. São lubrificadas por glândulas da pele. Esse lubrificante é que torna os peixes tão lisos, brilhantes e difíceis de pegar.
  16. 36. É um órgão sensorial usado para detectar movimentos ao redor na água. PEIXES ÓSSEOS E CARTILAGINOSOS
  17. 37. Estrutura presente no sistema digestório de peixes cartilaginosos EXEMPLO: TUBARÕES , que tem a função de retardar a passagem de alimentos e oferecer maior superfície de absorção. O que permite a esses animais ficar mais tempo sem caçar.
  18. 38. Narinas: Situada no "focinho", à frente e próximas aos olhos. Suas bolsas olfativas possuem função sensitiva para substâncias dissolvidas na água
  19. 39. Olhos: Na maioria dos peixes os olhos estão situados lateralmente à cabeça, mas em algumas espécies o posicionamento pode variar. Nos peixes de hábitos alimentares próximo a superfície, os olhos podem estar posicionados mais para o alto da cabeça, o mesmo ocorrendo com alguns peixes que vivem próximo ao fundo. Os peixes não possuem pálpebras.
  20. 40. Opérculo: Placa situada após os olhos. Sua função é proteger a câmara branquial. Ela é facilmente identificada devido seu movimento de abrir e fechar durante a respiração. Auxilia a movimentação da água. Está presente apenas nos peixes ósseos.
  21. 42. Nas brânquias, onde existem muitos vasos sanguíneos, o gás oxigênio dissolvido na água passa para o sangue. Ao mesmo tempo, o gás carbônico que se forma no organismo do animal e que está no sangue passa para a água, sendo eliminado do corpo.
  22. 44. Herbívoros : alimentando-se principalmente de algas. Carnívoros : alimentam-se de outros peixes e de animais diversos, como moluscos e crustáceos. Detritívoros: que se alimentam de restos orgânicos
  23. 45. FECUNDAÇÃO INTERNA FECUNDAÇÃO EXTERNA OU INTERNA
  24. 46. OVÍPAROS CARREGAM DENTRO DA BOCA OU TRANSPORTAM GRUDADOS AO CORPO .
  25. 47. O macho do peixe-palhaço vigia os ovos até o nascimento. Além disso, na presença de predadores, ele cuida dos filhotes colocando-os na boca até o perigo passar
  26. 48. O cavalo-marinho macho é quem carrega os ovos. A fêmea os deposita em uma bolsa ventral no macho, onde eles são incubados até o nascimento dos filhotes
  27. 49. OVÍPAROS VIVÍPAROS OVOVIVÍPAROS
  28. 56. PIRARUCU
  29. 57. PEIXE-AGULHÃO
  30. 58. NÃO PISCAM Os peixes não dormem. Eles apenas alternam estados de vigília e repouso. O período de repouso consiste num aparente estado de imobilidade, em que os peixes mantêm o equilíbrio por meio de movimentos bem lentos. Como não tem pálpebras, seus olhos ficam sempre abertos. Algumas espécies se deitam no fundo do mar ou no rio, enquanto os menores se escondem em buracos para não serem comidos enquanto descansam.
  31. 59. TUBARÃO-TIGRE
  32. 60. MUDANÇA DE SEXO Todos nascem machos e por mudanças na hierarquia ou morte da fêmea do grupo um outro macho se transforma em uma fêmea.
  33. 61. PIRACEMA
  34. 62. Maior peixe do mundo Menor peixe do mundo
  35. 63. BACALHAU DO PORTO
  36. 64. Pele recoberta de escamas gosmentas Linha lateral Respiração branquial Glândulas mucosas
  37. 65. Peixes Ósseos Peixes Cartilaginosos Boca terminal (p/frente) Boca ventral (p/baixo) Possui opérculo Possui fenda branquial Com bexiga natatória Sem bexiga natatória Sistema digestivo terminado em ânus Sistema digestivo terminado em cloaca Esqueleto ósseo Esqueleto Cartilaginoso

×