Cultura Maker- Repensando direito, cultura e tecnologia (ITS)

576 visualizações

Publicada em

Aula de 17 de junho de 2015, como parte do curso Repensando o direito, a tecnologia e a cultura do Instituto Tecnologia e Sociedade do Rio (ITS- Rio).

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
576
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura Maker- Repensando direito, cultura e tecnologia (ITS)

  1. 1. CULTURA MAKER REPENSANDO CULTURA, DIREITO E TECNOLOGIA [ITS-RIO] JUNHO. 2015 GABRIELA AGUSTINI
  2. 2. GABRIELA, MUITO PRAZER!
  3. 3. SÓCIA E DIRETORA OLABI MAKERSPACE COMUNICAÇÃO SOCIAL USP CULTURA DE REDE ECONOMIA CRIATIVA NOVAS TECNOLOGIAS PROFESSORA CULTURA E TECNOLOGIA UCAM | FGV- RIO
  4. 4. FONTE: http://techshop.ws/images/0071821139%20Maker%20Movement%20Manifesto%20Sample %20Chapter.pdf
  5. 5. Neil Gershenfeld - Centro de Bits e Átomos MIT (2001)
  6. 6. MIT Medialab - 1980
  7. 7. RADLAB MIT 1945-1950
  8. 8. INTERDISCIPLINARIDADE HORIZONTALIDADE COLABORAÇÃO
  9. 9. "A INFORMAÇÃO QUER SER LIVRE" CULTURA HACKER
  10. 10. "Os hackers surgiram no ambiente universitário. A cultura hacker tem origens no MIT – Instituto de Tecnologia de Massachussets e em outros laboratórios norte-americanos, como o PARC, da Xerox. A internet é a obra-prima hacker . Este movimento não vai ficar restrito à arena tecnológica. Ser hacker independe do conhecimento inerente da computação. Faz mais sentido pensar no artífice. Na criatividade do ser humano catalisada pela digitalidade da rede. “ A cultura hacker - Dalton Martin e Hernani Dimantas (2008)
  11. 11. “A promessa de distribuição do poder para emancipar as pessoas pelo acesso à informação, que tem nos hackers a sua principal representação, chega ao movimento das manufaturas.
  12. 12. A libertação agora se dá não só pelo acesso às informações, como também pela possibilidade de criação dos próprios produtos, que são, neste contexto, também informações." http://www.livro.debaixoparacima.com.br/o-momento- dos-laboratorios-como-espacos-de-criatividade- inovacao-e-invencao/
  13. 13. http://makerthemovie.com/
  14. 14. PROTÓTIPOS/ PRODUTOS
  15. 15. IMPRESSORA 3D
  16. 16. CORTE A LASER
  17. 17. ECONOMIA GLOBAL ECONOMIA LOCAL
  18. 18. FONTE: http://www.theatlantic.com/technology/archive/2015/04/makerspaces-are- remaking-local-economies/390807/
  19. 19. http://oaklandmakers.org/wp-content/uploads/2014/06/Impact-of-the-Maker-Movement.pdf
  20. 20. ECOSSISTEMA MAKER
  21. 21. G A M B I A R R A S
  22. 22. http://www.slideshare.net/mlemos/the-state-of-the-maker-movement-in-brazil-sxsw-2015
  23. 23. http://www.slideshare.net/mlemos/the-state-of-the-maker-movement-in-brazil-sxsw-2015
  24. 24. #BAIXA TECNOLOGIA DE PONTA http://culturadigital.br/labceus/2015/02/19/labceus-lixeira-sensitiva/
  25. 25. #METARECICLAGEM
  26. 26. #TECNOXAMANISMO
  27. 27. #EMPODERAMENTO
  28. 28. #GAMBIOLOGIA
  29. 29. WHITE HOUSE MAKER FAIRE https://www.youtube.com/watch?v=7wHorfRvvcE
  30. 30. http://www.c-span.org/video/?320014-2/president-obama-economy
  31. 31. #BIOHACKING
  32. 32. CULTURA MAKER REPENSANDO CULTURA, DIREITO E TECNOLOGIA [ITS- RIO] JUNHO. 2015 GABRIELA AGUSTINI

×