10ª Semana de Museus mobiliza espaços expositivos do interior do estadoDe 14 a 20 de maio, em homenagem ao Dia Internacion...
Museu de Coisas Naturais promove, em Barro Preto, o projeto Museu itinerante – “uma viagemcons(ciência) na comunidade”. A ...
Museu de Coisas NaturaisRua Ladislau Carvalho, 42, Centro. Barro Preto/BA.Será realizado o projeto Museu itinerante – “uma...
esboços criados pelo artista em 1959 e 1970. De terça a sexta, das 9h às 17h. Sábados, das 9h às 13h.Gratuito.Museu Casa d...
apresentação de grupos de cultura popular e teatro de fantoches “Assim começou o Tamar”. De 14 a 20 demaio. Ingressos: R$ ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Museus do interior participam da 10ª semana de museus

438 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
438
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
31
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Museus do interior participam da 10ª semana de museus

  1. 1. 10ª Semana de Museus mobiliza espaços expositivos do interior do estadoDe 14 a 20 de maio, em homenagem ao Dia Internacional dos Museus (18 de maio), espaços museaisbaianos organizam uma série de atividades que integram a 10ª Semana de Museus, ação de âmbito nacionalcoordenada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). Mobilizados pela Diretoria de Museus doInstituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, articuladora estadual da Semana de Museus, 14espaços expositivos do interior da Bahia irão promover eventos com base no tema “Museus em um Mundoem Transformação – novos desafios, novas inspirações”.O Parque Histórico Castro Alves, localizado no município de Cabaceiras do Paraguaçu, no Recôncavo baiano,promove duas ações gratuitas. Na Oficina Poesias Flutuantes, que será realizada nos dias 15 e 17 de maio,das 9h às 12h e das 14 às 17h, os alunos irão aprender técnicas e processos criativos que possibilitem aconstrução de um trabalho plástico que alia pintura à produção literária de Castro Alves. Ao final, as obrasproduzidas irão compor a mostra Poesias Flutuantes, que ficará em cartaz até o dia 31 de maio. As criançaspodem participar do projeto Sopa de Letras, que inclui visita ao acervo do Parque, narração de histórias edinâmicas de grupo relacionadas ao universo literário e biográfico do poeta Castro Alves. A ação aconteceentre 15 e 18 de maio, das 9h às 10h e das 15h às 16h.Também no recôncavo, obras de Hansen Bahia podem ser vistas na exposição Sertanejos e Cangaceiros, emcartaz na Fundação Hansen Bahia (Cachoeira), e no novo projeto expográfico do Museu Casa Hansen Bahia(São Félix). Os dois espaços têm entrada gratuita e funcionam de terça a sexta, das 9h às 17h, e sábados, das9h às 13h. Cachoeira também sedia o 1º Encontro Integrar Museus Patrimônios Virtuais no dia 16 de maio,das 9h às 18h. O evento gratuito será realizado no Centro de Artes, Humanidades e Letras da UniversidadeFederal do Recôncavo da Bahia pela Rede de Mediações Museológicas e tem por objetivo debater as novastecnologias voltadas às práticas museológicas. Inscrições até 13 de maio pelo sitemediacoesmuseologicas.wordpress.com.Em Vitória da Conquista, dois espaços prepararam atividades especiais para a Semana de Museus. A CasaMemorial Régis Pacheco apresenta a exposição Olhares de fora: Vitória da Conquista, a cidade não para,com fotografias de Adriana Camargo, e o Projeto Ponto Digital, que oferece material de pesquisa sobre RégisPacheco, patrono da casa. O Memorial pode ser visitado gratuitamente das 9h às 12h e das 14h às 17h. Maisinformações pelo telefone: (77) 3421-9165. O Museu Regional de Vitória da Conquista expõe informaçõessobre a história de Vitória da Conquista e região, com visita monitorada e exibição de vídeos. Gruposescolares devem agendar a visita pelo telefone (77) 3422-2559. A entrada é gratuita e o espaço funciona desegunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e nos fins de semana, das 14h às 17h.No sul da Bahia, em Ilhéus, as ações do Museu da Piedade giram em torno do tema “Presença marcante deimigrantes árabes: sírios/libaneses na literatura de Jorge Amado e sua influência no desenvolvimento daregião cacaueira”. De 14 a 20, o espaço promove visita guiada para estudantes. A partir do dia 14, entra emcartaz uma exposição de fotos do acervo pessoal das famílias imigrantes. No dia 18, às 19h, haverálançamento de documentário sobre as famílias que vivenciaram a imigração e coquetel com pratos típicosda culinária sírio-libanesa. A programação é gratuita. Os habitantes da cidade também poderão participar devisitas guiadas à Casa de Cultura Jorge Amado e assistir a um documentário sobre o escritor baiano. Osingressos custam R$ 4 e R$2.Em Barreiras, de 16 a 18 de maio, o Museu Municipal Napoleão de Mattos Macêdo realizará ações voltadasao tema “Empreendedorismo, Trabalho e Qualidade de Vida na Terceira Idade”. Serão promovidas palestras,shows e oficinas de processos criativos com exposição dos trabalhos realizados. De 14 a 18 de maio, o
  2. 2. Museu de Coisas Naturais promove, em Barro Preto, o projeto Museu itinerante – “uma viagemcons(ciência) na comunidade”. A ação envolve exposição do acervo do museu na praça do município, visitasàs escolas da região, aulas temáticas no espaço do museu, aula de campo para ampliação do acervo eapresentação do museu em comunidades rurais. Em Antas, a programação do Museu da AssociaçãoLeovigiana Santana será realizada entre 14 e 20 de maio e inclui Feira de Artesanato, Teatro, Música,Capoeira, apresentação do grupo Os Desbravadores e comidas típicas da região.Espaços museais de Feira de Santana, Guanambi e Mata de São João também oferecem uma série deatividades ao público. A exposição fotográfica Como prova de estima e consideração: Retratos de mulheresdo Tanquinho-Bahia está em cartaz até 25 de maio no Museu Casa do Sertão e Centro de Estudos Feirenses.Entre os dias 14 e 20 de maio, a Fundação Joaquim Dias Guimarães (Guanambi) leva a mostra que conta ahistória do museu da Fundação a diversos espaços da cidade de Guanambi. Também exibe filmes sobrememória e patrimônio em escolas da região, promove visitas guiadas ao museu e apresentação do GrupoFolclórico Marujada na Praça da Igreja de Mutans. Entre 14 e 20 de maio, o Museu a Céu Aberto daTartaruga Marinha (Praia do Forte – Mata de São João) promove a exposição fotográfica Memórias einspirações, jogos, Cine Tamar Especial, atendimento temático, visita orientada, apresentação de grupos decultura popular e teatro de fantoches. Os ingressos custam R$16. Durante a Semana de Museus, serãosorteadas 50 entradas por dia pelo telefone (71) 3676-0321.Serviço:O que: 10ª Semana de MuseusOnde: 14 museus do interior do estadoQuando: De 14 e 20 de maioRealização: DIMUS/IPAC e museus do estadoASSESSORA DE COMUNICAÇÃO DIMUSTESS CHAMUSCA: 71 8801-6162NÚCLEO DE COMUNICAÇÃO DIMUS71 3117 6445CARINA GAZAR 71 8855-8619 PROGRAMAÇÃO COMPLETAMuseu da Associação Leovigiana SantanaRua Saturnino Nilo, 107, Centro. Antas/BA. Tel. (75) 3277-1464/1319.A programação inclui Feira de Artesanato, Teatro, Música, Capoeira, apresentação do grupo OsDesbravadores e comidas típicas da região. De 14 a 20 de maio. Gratuito.Museu Municipal Napoleão de Mattos MacêdoRua Barão de Cotegipe, 30, Centro. Barreiras/BA. Tel. (77) 3613-4417.O museu realizará ações voltadas ao tema “Empreendedorismo, Trabalho e Qualidade de Vida na TerceiraIdade”. Serão promovidas palestras, shows e oficinas de processos criativos com exposição dos trabalhosrealizados. Na ocasião, funcionários do INSS estarão tirando dúvidas dos visitantes dos museus, o Sebraerealizará palestras e a Secretaria de Saúde fará emissão facilitada do cartão do SUS, exames de diabetes,dentre outros. De 16 a 18 de maio, das 8h às 12h e das 14h às 21h. Gratuito.
  3. 3. Museu de Coisas NaturaisRua Ladislau Carvalho, 42, Centro. Barro Preto/BA.Será realizado o projeto Museu itinerante – “uma viagem cons(ciência) na comunidade”. No dia 14, o museuexpõe seu acervo na praça do município de Barro Preto. Dia 15, a equipe da instituição vai às escolas daregião, e no dia 16 é a vez dos estudantes participarem de aulas temáticas no espaço do museu. Para o dia17, está programada uma aula de campo na qual será coletado material biológico para ampliação do acervomuseológico. No dia 18, o museu apresenta seu acervo em visita à comunidade rural de Barro Preto. Oprojeto conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação. De 14 a 18 de maio. Gratuito.Parque Histórico Castro AlvesPraça Castro Alves, 10, Centro. Cabaceiras do Paraguaçu/BA. Tel. (75) 3681-1102.Objetos pessoais do poeta Castro Alves, como fotografias, cartões-postais, manuscritos, livros eindumentárias, compõem a mostra que está em cartaz no espaço. A exposição traz ainda animaçõesproduzidas a partir de seus poemas e cartazes e livretos com curiosidades sobre o filho ilustre de Cabaceiras.De terça a sexta, das 09h às 12h e das 14h às 17h. Fins de semana e feriados, das 09h às 14h. Gratuito.Projeto Sopa de LetrasCrianças do ensino infantil e estudantes de 1º ao 5º ano do ensino fundamental irão assistir narração dehistórias de autores conhecidos e, após uma visita ao Parque, participarão de dinâmicas de gruporelacionadas ao universo literário e biográfico do poeta Castro Alves. De 15 a 18 de maio, das 9h às 10h edas 15h às 16h. Gratuito.Oficina Poesias FlutuantesOs alunos irão aprender técnicas e processos criativos que possibilitem a construção de um trabalho plásticoque alia pintura à produção literária de Castro Alves. Ao final, as obras produzidas irão compor a mostraPoesias Flutuantes, que ficará em cartaz até o dia 31 de maio. Dias 15 e 17 de maio, das 9h às 12h e das 14às 17h. Gratuito.Centro de Artes, Humanidades e Letras – UFRBRua Maestro Irineu, s/n, Centro. Cachoeira/Bahia. Tel. (75) 3425-1062.A Rede de Mediações Museológicas apresenta o “1º Encontro Integrar Museus Patrimônios Virtuais”. Oobjetivo do evento é discutir sobre as novas tecnologias voltadas às práticas museológicas, desde seudesenvolvimento conceitual, estrutural e sistemático ao gerenciamento de suas funções. O encontro contacom o apoio da Pró-Reitoria de Extensão Universitária e do Colegiado de Museologia do Centro de Artes,Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Inscrições até 13 de maio pelo sitemediacoesmuseologicas.wordpress.com. Dia 16 de maio, das 9h às 18h. Gratuito.Fundação Hansen BahiaRua 13 de Maio, 13, Centro. Cachoeira/BA. Tel. (75) 3425-1453.Exposição Sertanejos e CangaceirosCom curadoria das professoras da UFRB, Rita de Cássia Salvador e Sabrina Mara Sant’Anna, a mostra revelaa visão de Hansen Bahia sobre personagens ícones do sertão. É composta de xilogravuras, matrizes e
  4. 4. esboços criados pelo artista em 1959 e 1970. De terça a sexta, das 9h às 17h. Sábados, das 9h às 13h.Gratuito.Museu Casa do Sertão e Centro de Estudos FeirensesAvenida Transnordestina, s/n, Novo Horizonte. Feira de Santana/BA. Tel. (75) 3161-8099.Exposição fotográfica Como prova de estima e consideração: Retratos de mulheres do Tanquinho-BahiaA mostra traz 39 fotografias que fazem um recorte histórico da zona sertaneja, destacando o papel socialdas mulheres e as memórias construídas em torno delas. As imagens são da coleção particular de CleberFreire, servidor da UEFS, e datam de fins do século XIX até meados do século passado. Visitação: até 25 demaio. De segunda a sexta-feira, das 8 às 11h30min e das 14 às 17h30min. Gratuito.Fundação Joaquim Dias GuimarãesRua Humberto de Campos, 339, Centro. Guanambi/BA. Tel. (77) 3451-1372.Entre os dias 14 e 20 de maio, a Fundação Joaquim Dias Guimarães leva a mostra que conta a história domuseu da Fundação a diversos espaços da cidade de Guanambi, dentre eles, estabelecimentos comerciais,bancos e postos de saúde. No dia 15, das 9h às 21h, haverá exibição de filmes sobre memória e patrimônioem unidades escolares da região e, das 14h às 17h, os estudantes interessados poderão participar de umavisita guiada ao museu. Já no dia 16, das 19h às 21h, na Praça da Igreja de Mutans, a Fundação promove aapresentação do Grupo Folclórico Marujada. Nos dias 17 e 18, os monitores do museu esperam o públicopara uma visita guiada, entre 14 e 17h. De 14 a 20 de maio. Gratuito.Casa de Cultura Jorge AmadoRua Jorge Amado, 21, Centro. Ilhéus/BA. Tel. (73) 3634-8986.O público poderá participar de visitas guiadas e assistir a um documentário sobre o escritor baiano JorgeAmado. Grupos escolares devem agendar a visita. De 14 a 20 de maio, das 9h às 12h e das 14h às 18h.Ingressos: R$4 e R$2 (estudantes c/ carteira estudantil e idosos) (no dia 18, em comemoração ao DiaInternacional dos Museus, a visitação será gratuita).Museu da PiedadeRua Madre Thais, 197, Alto do Ceará. Ilhéus/BA. Tel. (73) 3221-8613.As atividades giram em torno do tema “Presença marcante de imigrantes árabes: sírios/libaneses naliteratura de Jorge Amado e sua influência no desenvolvimento da região cacaueira”. De 14 a 20, o espaçopromove visita guiada para estudantes de escolas públicas e particulares de Ilhéus. A partir do dia 14, entraem cartaz uma exposição de fotos do acervo pessoal das famílias imigrantes. No dia 18, às 19h, haverálançamento de documentário com entrevistas com representantes das famílias que vivenciaram a imigraçãoe coquetel com pratos típicos da culinária sírio-libanesa. De 14 a 20 de maio. Gratuito.Museu a Céu Aberto da Tartaruga MarinhaAv. Farol Garcia DÁvila, s/n, Praia do Forte. Mata de São João/BA. Tel. (71) 3676-0321.Entre 14 e 20 de maio, o Museu a Céu Aberto da Tartaruga Marinha promove a exposição fotográficaMemórias e inspirações, o jogo da evolução “Da terra para o mar”, o Cine Tamar Especial “Nossos sonhosnão envelhecem”, o Atendimento Temático “Novas tecnologias e desafios para conservação das tartarugasmarinhas” e a Visita Orientada “Tartaruga: o desafio de crescer”. Nos dias 18 e 19 de maio, haverá
  5. 5. apresentação de grupos de cultura popular e teatro de fantoches “Assim começou o Tamar”. De 14 a 20 demaio. Ingressos: R$ 16. Serão franqueadas 50 entradas por dia (350 entradas, no total), para quem ligardas 9h às 11h, com o limite de dois ingressos por pessoa.Museu Casa Hansen BahiaFazenda Santa Bárbara, s/n, Ladeira de Santa Bárbara. São Félix/BA. Tel. (75) 3438-3442.O espaço apresenta exposição com telas de Hansen Bahia e Ilse Hansen, que foi sua aluna. O público podeapreciar distintas formas de expressão dos dois artistas no ambiente onde eles compartilhavam aintimidade. De terça a sexta, das 9h às 17h. Sábados, das 9h às 13h. Gratuito.Casa Memorial Régis PachecoPraça Tancredo Neves, 191, Centro. Vitória da Conquista/BA. Tel. (77) 3421-9165.Exposição Olhares de fora: Vitória da Conquista, a cidade não paraA mostra da fotógrafa Adriana Camargo apresenta o cotidiano da cidade baiana. Através da fotografia, aartista retrata o ritmo acelerado de desenvolvimento vivenciado em Vitória da Conquista, e a apresentacomo uma cidade cosmopolita conectada com o mundo. De 17 a 23 de maio, das 9h às 12h e das 14h às17h. Gratuito.Ponto DigitalO Ponto digital oferece material de pesquisa sobre Régis Pacheco, patrono da casa. São documentosrecolhidos em jornais e arquivos de Salvador e do Rio de Janeiro, além de documentários sobre ohomenageado, que foi prefeito de Vitória da Conquista, deputado federal e governador da Bahia. A iniciativaé da Prefeitura de Vitória da Conquista, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e do Centro deProcessamento de Dados. Lançamento: 17 de maio, às 19h30. Visitação: das 9h às 12h e das 14h às 17h.Gratuito.Museu Regional de Vitória da ConquistaPraça Tancredo Neves, 114, Centro. Vitória da Conquista/BA. Tel. (77) 3422-2559.Através do projeto "Uma Proposta Educativa para o Museu Regional", o museu apresentará informaçõessobre a história de Vitória da Conquista e região, com visita monitorada e exibição de vídeos. A Pró-Reitoriade Extensão e Assuntos Comunitários da UESB apoia a atividade. Grupos escolares devem agendar a visita.De 14 a 20 de maio. Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Fins de semana, das 14h às 17h.Gratuito.

×