Contributo para a criação de um Diretório de
Revistas Científicas Portuguesas
Ana Alves Pereira (amap@fct.unl.pt); Elsa Ri...
Enquadramento, Objetivos e Metodologia
 Este poster pretende descrever um dos trabalhos desenvolvidos na terceira fase do...
Resultados
 Resultados da pesquisa, por País (PRT), nas bases de dados utilizadas como fontes:

488 RCPs

82 RCPs
45 RCPs...
Resultados
 Após o cruzamento da informação nas bases de dados, foram identificadas 512 RCPs. Os
principais resultados en...
Resultados e Considerações finais
RPCs no DOAJ

Como considerações finais, podemos realçar a
necessidade de aprofundar o t...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Contributo para a criação de um Diretório de Revistas Científicas Portuguesas

441 visualizações

Publicada em

Poster apresentado CONFOA 2013 (06 a 09 de outubro de 2013 - Sao Paulo, SP) - Salima Rehemtula, Ana Alves Pereira, Elsa Ribeiro

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
441
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contributo para a criação de um Diretório de Revistas Científicas Portuguesas

  1. 1. Contributo para a criação de um Diretório de Revistas Científicas Portuguesas Ana Alves Pereira (amap@fct.unl.pt); Elsa Ribeiro (empr@fct.unl.pt); Salima Rehemtula (ssr@fct.unl.pt) Divisão de Documentação e Biblioteca Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, Portugal
  2. 2. Enquadramento, Objetivos e Metodologia  Este poster pretende descrever um dos trabalhos desenvolvidos na terceira fase do Projeto Blimunda*. Tendo em conta que a base de dados de revistas científicas portuguesas (RCP), criada no âmbito do Projeto Blimunda, já se encontra desatualizada, pretende-se com este trabalho efetuar um novo levantamento de RPCs existentes através do cruzamento de dados de algumas fontes.  Os principais objetivos deste trabalho são: • • • • • elaborar uma lista de RCPs com informação atualizada tendo como base a informação presente nas seguintes bases de dados: Blimunda, SHERPA/RoMEO, DOAJ, Latindex, Redalyc, Scielo e o Diretório Luso-Brasileiro de Repositórios e Revistas de Acesso Aberto; contribuir para a atualização da informação sobre as RPCs nas bases de dados referidas; identificar as revistas “vivas”, online e em acesso aberto; contactar os responsáveis das editoras e RPCs entretanto identificadas, para definirem uma política de depósito em RIs, no âmbito do Projeto Blimunda; contribuir para aumentar a visibilidade das revistas científicas portuguesas através da criação de um diretório.  A metodologia empregue consistiu na pesquisa de publicações, por País, nas bases de dados mencionadas (excepto Blimunda que apenas tem RCPs) e na criação de uma lista em Excel de RCPs, cruzando os dados das fontes utilizadas. * Este projeto tem como principal objetivo proceder ao levantamento das políticas das editoras e revistas científicas portuguesas em relação ao auto arquivo em Repositórios Institucionais (RIs) e incluir esta informação na base de dados internacional SHERPA/RoMEO. Mais informações sobre este projeto estão disponíveis em: http://projeto.rcaap.pt/index.php/langpt/sobre-o-rcaap/servicos/projecto-blimunda
  3. 3. Resultados  Resultados da pesquisa, por País (PRT), nas bases de dados utilizadas como fontes: 488 RCPs 82 RCPs 45 RCPs (18 das quais são títulos não correntes) 196 RCPs (Só foram consideradas as revistas identificadas e contactadas) 1172 RCPs (das quais 168 fazem parte do Catálogo, isto é, cumprem os critérios de qualidade) 183 RCPs 8 RCPs 7 RCPs
  4. 4. Resultados  Após o cruzamento da informação nas bases de dados, foram identificadas 512 RCPs. Os principais resultados encontram-se sintetizados a seguir. RCPs ativas RCPs em Acesso Aberto RCPs online 26% 45% 47% 53% Sim Não 74% 55% Sim Sim Não Não RCPs no Blimunda RCPs no SHERPA/RoMEO 38% 62% Nota: Estes resultados têm como base N=512 36% Sim Não 64% Sim Não
  5. 5. Resultados e Considerações finais RPCs no DOAJ Como considerações finais, podemos realçar a necessidade de aprofundar o trabalho efetuado pelos seguintes motivos: A % de RPCs ativas constituem uma estimativa porque existem muitas revistas com periodicidade irregular, o que dificulta saber esse número com exatidão; RCPs na Latindex RCPs na Ulrich 16% 30% 41% Sim Não 84% RCPs na RedaLyc 59% Sim 70% Não Não RCPs na Scielo Sim Em relação à Latindex, este trabalho centrou-se sobretudo nas revistas que constavam no seu catálogo (168) quando existem 1172 revistas indexadas nessa base de dados. Logo, é necessário verificar se existem títulos que justifiquem ser integrados num futuro diretório; RCPs no Diretório Luso-Brasileiro 2% No decurso deste trabalho foram detetados alguns títulos que foram precedidos ou substituídos por outros. Estes casos têm de ser revistos; 1% 9% Sim Sim Não Não 98% Nota: Estes resultados têm como base N=512 91% É necessário verificar se o número de revistas que consta na Latindex é correto, uma vez que, tal como no caso da Ulrich, verifica-se que existe mais do que um registo por revista quando esta existe em mais do que um formato; Sim Não 99% A informação que consta nalgumas bases de dados encontra-se desatualizada; Existem edições portuguesas de revistas publicadas noutros países, identificadas numa das bases de dados na pesquisa por País, que não foram contabilizadas para este trabalho; Foram identificadas muitas RPCs sem política de auto arquivo definida no SHERPA/RoMEO (o Projeto Blimunda, poderá contribuir para que estas sejam incluídas nesse portal)

×