Repositório	  de	  dados	  na	  U.Porto	  	        Um	  fluxo	  de	  curadoria	  suportado	          numa	  extensão	  ao	 ...
Conteúdo	  •    Obje:vos	  •    Auditoria	  de	  dados	  na	  U.Porto	  •    Desenho	  de	  um	  workflow	  de	  gestão	  d...
Obje:vos	  •  Determinar	  as	  necessidades	  de	  gestão	  de	     dados	  dos	  inves:gadores	  da	  U.Porto	  •  Desen...
Sa:sfazer	                        obje:vos	   Objetivo             •                            	                    Repre...
Fase	  1	  :	  Entrevistas	           Recolha	  de	  dados	  e	           de	  casos	  de	  uso	               Especificaçã...
Auditoria	  de	  dados	  •  Entrevistas	  com	  inves:gadores	     –  Engenharia,	  ciências	  sociais,	  educação,	  ciên...
Os	  inves:gadores	  dizem	  •  …	  a	  gestão	  de	  dados	  é	  complexa	  •  …	  a	  gestão	  de	  dados	  não	  deveri...
Os	  inves:gadores	  dizem	  •  …	  já	  perderam	  dados	  devido	  a	  formatos	  que	     foram	  abandonados	  •  …	  ...
Preocupações	  e	  necessidade	  dos	                inves:gadores	  •  “Os	  repositórios	  não	  podem	  ser	  cemitério...
Fase	  2	  :	  Modificar	  o	  workflow	                  Recolha	  de	  dados	  e	                  de	  casos	  de	  uso	 ...
O	  Papel	  do	  “Curador	  de	  Dados”	                          DadosInvestigador                             Curador
Reunião	  de	  curadoria	             Reunião                          Dados                         Curados
Anotação	  de	  dados	                                                                                     Elementos	  	  ...
Depois	  da	  reunião	                                      RepositórioDados+Metadados	  em	  formato	  Excel	  
Dados	  disponíveis	                        Repositório de dados de investigação    Investigador•  Explorar,	  filtrar	  e	...
Fase	  3	  :	  Construir	  ferramentas	  de	           suporte	  ao	  workflow	                    Recolha	  de	  dados	  e...
Investigador              Curador                                                             Folha Excel                 ...
Fase	  4	  :	  Testar	  ferramenta	  com	  dados	                                reais	                       Recolha	  de...
Conclusões	  e	  Trabalho	  Futuro	  •  Recolhemos	  requisitos	  e	  casos	  de	  uso	  dos	     inves:gadores	  da	  U.P...
Contactos	  e	  ligações	                Cris:na	  Ribeiro	         mcr@fe.up.pt	          João	  Rocha	  da	  Silva	     ...
Repositório de dados na U.PORTO: um fluxo de curadoria suportado numa extensão ao DSpace
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Repositório de dados na U.PORTO: um fluxo de curadoria suportado numa extensão ao DSpace

477 visualizações

Publicada em

Repositório de dados na U.PORTO: um fluxo de curadoria suportado numa extensão ao DSpace. - Cristina Ribeiro, João Rocha da Silva, Maria Eugénia Matos Fernandes, João Correia Lopes

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
477
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Repositório de dados na U.PORTO: um fluxo de curadoria suportado numa extensão ao DSpace

  1. 1. Repositório  de  dados  na  U.Porto     Um  fluxo  de  curadoria  suportado   numa  extensão  ao  DSpace     Cris:na  Ribeiro   DEI-­‐  FEUP/  INESC  TEC   João  Rocha  da  Silva   FEUP   Eugénia  Matos  Fernandes   Reitoria  da  Universidade  do  Porto   João  Correia  Lopes   DEI-­‐  FEUP/  INESC  TEC  
  2. 2. Conteúdo  •  Obje:vos  •  Auditoria  de  dados  na  U.Porto  •  Desenho  de  um  workflow  de  gestão  de  dados  •  Construção  de  um  protó:po  de  repositório  •  Conclusões  e  trabalhos  futuros  
  3. 3. Obje:vos  •  Determinar  as  necessidades  de  gestão  de   dados  dos  inves:gadores  da  U.Porto  •  Desenhar  e  implementar  um  repositório  de   dados  para  sa:sfazer  estas  necessidades  •  Procurar  uma  solução  que  não  esteja  limitada   às  necessidades  de  um  só  grupo  
  4. 4. Sa:sfazer   obje:vos   Objetivo •    Representar  dados   tabulares  em   formatos  próprios   para  preservação   –  XML   •  Interrogação  online   •  Reu:lização  de  Status Quo descritores  nos   metadados  
  5. 5. Fase  1  :  Entrevistas   Recolha  de  dados  e   de  casos  de  uso   Especificação  do   workflow   Construção  da   plataforma   Depósito  de  dados  
  6. 6. Auditoria  de  dados  •  Entrevistas  com  inves:gadores   –  Engenharia,  ciências  sociais,  educação,  ciências  da   terra,  biologia,  economia,  …    •  Recolha  de  amostras  de  dados  •  Recolha  de  casos  de  uso  •  Relatório  e  resultados  subme:dos  a   aprovação  dos  inves:gadores  
  7. 7. Os  inves:gadores  dizem  •  …  a  gestão  de  dados  é  complexa  •  …  a  gestão  de  dados  não  deveria  distraí-­‐los  do   seu  trabalho  •  …  precisam  de  apoio  profissional  na  gestão  de   dados  •  …  “o  que  ganho  em  guardar  os  meus  dados   num  repositório?  Os  discos  externos  são  tão   baratos!”  
  8. 8. Os  inves:gadores  dizem  •  …  já  perderam  dados  devido  a  formatos  que   foram  abandonados  •  …  precisam  de  sí:o  para  par:lhar  dados  com   parceiros,  em  vez  de  usarem  o  email  •  …  precisam  de  ferramentas  para  manipulação   de  dados  online  
  9. 9. Preocupações  e  necessidade  dos   inves:gadores  •  “Os  repositórios  não  podem  ser  cemitérios    de   dados”  •  “O  principal  obje:vo  na  preservação  de  dados   é  a  par:lha/  reu:lização/  citação”  •  “Os  dados  têm  de  ser  bem  anotados  ou  não   podem  ser  usados  para  validar  resultados    
  10. 10. Fase  2  :  Modificar  o  workflow   Recolha  de  dados  e   de  casos  de  uso   Especificação  do   workflow   Construção  da   plataforma   Depósito  de  dados  
  11. 11. O  Papel  do  “Curador  de  Dados”   DadosInvestigador Curador
  12. 12. Reunião  de  curadoria   Reunião Dados Curados
  13. 13. Anotação  de  dados   Elementos    do  XML   Schema    dc:contributor.author Silva, João Rocha do  domínio  como   dc:lastModified dc:title 01-01-2011 Azores GPS Run Table-level metadata descritores   dc:rights END_METADATA License: CC ShareAlike e  colunas   time.gps_sow latitude longitude gravity.specific Dimensions 488496.999194 38.760267507 -27.084113730 -53.750371 488497.999193 38.760267485 -27.084113744 -67.168032 488498.999192 38.760267506 -27.084113739 -80.584969 488499.999191 38.760267489 -27.084113743 -93.994527 488500.999190 38.760267493 -27.084113746 -107.391006 Data Terceira Flores
  14. 14. Depois  da  reunião   RepositórioDados+Metadados  em  formato  Excel  
  15. 15. Dados  disponíveis   Repositório de dados de investigação Investigador•  Explorar,  filtrar  e  descarregar  só  o  necessário  
  16. 16. Fase  3  :  Construir  ferramentas  de   suporte  ao  workflow   Recolha  de  dados  e   de  casos  de  uso   Especificação  do   workflow   Construção  da   plataforma   Depósito  de  dados  
  17. 17. Investigador Curador Folha Excel FicheiroPedido de filtragem de dados correctamente Original preenchida 3 Tabela Dinâmica Core 1 DSpace Página de depósito Interrogação XQuery FLWOR 2 Interrogação (JSON) 4 Tradutor Acesso Documento Leitor de a XLSX Traduzido Interrogações dados (XML) XML Manager Resultados (Dados + Metadados) Tabela 5 Formatada Transformação XSLT Módulo de dados de investigação UPData
  18. 18. Fase  4  :  Testar  ferramenta  com  dados   reais   Recolha  de  dados  e   de  casos  de  uso   Especificação  do   workflow   Construção  da   plataforma   Depósito  de  dados  
  19. 19. Conclusões  e  Trabalho  Futuro  •  Recolhemos  requisitos  e  casos  de  uso  dos   inves:gadores  da  U.Porto  •  Casos  de  uso  mais  importantes  foram  implementados   em  repositório  DSpace  •  U:lizadores  podem  navegar  sobre  dados  online  no   repositório  e  descarregar  subconjuntos  selecionados  •  Futuro:     –  Validação  de  ferramentas  com  u:lizadores   –  Métodos  mais  simples  de  interação  entre  inves:gadores  e   repositório  
  20. 20. Contactos  e  ligações   Cris:na  Ribeiro   mcr@fe.up.pt   João  Rocha  da  Silva   joaorosilva@gmail.com    Eugénia  Matos  Fernandes   efernand@reit.up.pt     João  Correia  Lopes     jlopes@fe.up.pt    Repositório:  hjp://sciencedata.up.pt/  Documentos:  hjp://sciencedata.up.pt/doc  

×