Bisa3 1 t11

87 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
87
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Bisa3 1 t11

  1. 1. Brookfield 22 JUL 2011 A Brookfield Incorporações é a resultado daOscilação (%): BISA3 IBOV fusão de três empresas Brascan Residencial,No mês (8,80%) (3,43%) Company e MB Engenharia com essa união seNo ano (17,30%) (13,05%) tornaram uma das líderes do setor imobiliárioEm 12 meses (14,83%) (6,54%) brasileiro. A Brookfield Incorporações integra o novo mercado. Os lançamentos no primeiro trimestre de 201Valor de Mercado R$ 3,15 Bilhões totalizaram R$ 466,0 milhões, com crescimentoPatrimônio Líquido R$ 2,75 Bilhões de 44,7% em relação ao mesmo período deÚltimo Preço (22/07/11) R$ 6,94 2010. Lançamento de duas mil unidades sendoPreço Alvo R$11,82 58% em São Paulo, 6% em Goiás, 10% no Rio de Janeiro e 27% no Distrito Federal. Sendo queRecomendação Compra 41% dos lançamentos foram no segmento deP/L 8,1 média renda e 20% no segmento econômico (até R$ 130 mil).R$ milhões 1T10 1T11 ∆% A receita líquida do primeiro trimestre de 2011 atingiu R$ 731 milhões, o que representa umReceita 467,56 731,14 56,37% aumento de 56,4% quando comparado com oLíquida mesmo período de 2010.Margem 33,06 30,22 (2,84p.p.) O lucro bruto somou R$ 220,9 milhões comBruta % margem bruta ajustada de 35,4%, segundo aEbitda 98,8 179,7 81,8% empresa se excluir os efeitos de JurosLucro Capitalizados de R$ 26,2 milhões, ajustes a 56,59 65,81 16,29%Líquido valor presente (AVP) de R$ 11,8 milhões e a realocação da depreciação e amortização devido à implementação do IFRS, a margem reportada atingiu 30,2%. As despesas com vendas e marketing no primeiro trimestre de 2011 atingiram R$ 33,6 milhões, ou 4,6% da receita líquida. As despesas gerais e administrativas somou R$ 39,2 milhões no primeiro trimestre de 2011, representando 5,4% da receita liquida. A soma das duas, as despesas com vendas, gerais e administrativas em relação à receita líquida Gráfico dos últimos três meses da ação. Fonte: Economática. apresentaram uma redução, passando para Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  2. 2. Brookfield 22 JUL 201112,9% no primeiro trimestre de 2010 para empresa atingiu no primeiro trimestre de 2010.10,0% no primeiro trimestre de 2011, A companhia já anunciou os seus resultadosconforme a companhia devido à maior operacionais preliminares e não auditados paraalavancagem operacional e a ganhos de o segundo trimestre de 2011. O volume deeficiência que beneficiaram as margens da vendas totalizou R$ 1,1 bilhão no trimestre, umCompanhia. crescimento de 70,5% em relação ao primeiroO Ebitda apresentado pela empresa referente trimestre de 2011.ao primeiro trimestre de 2011 totalizou R$ O volume de lançamentos no segundo trimestre179,7 milhões, representando assim um de 2011 totalizou R$ 746 milhões, umcrescimento de 81,8% quando comparado crescimento de 60,1% em relação ao primeirocom o mesmo período de 2010. trimestre de 2011.O Lucro líquido da Brookfield atingiu R$ 65,8milhões, crescendo assim 16,3% quandocomparado com os R$ 56,6 milhões que a Setor Construção ROA% ROE% P/L Nome 1T11 1T10 1T09 1T11 1T10 1T09 Brookfield 0,81 0,95 0,34 2,44 2,34 1,01 7,60 Cyrela Realty 0,59 1,60 1,29 1,71 4,52 4,74 12,60 Gafisa 0,14 0,74 0,64 0,37 2,79 2,28 8,30 MRV 2,08 2,18 1,67 5,31 4,84 3,16 8,00 PDG Realt 1,45 2,03 1,46 3,89 4,27 3,44 9,60 Rossi Resid 1,35 1,37 0,96 3,1 2,7 2,31 8,40Em relação à taxa de retorno sobre o ativo primeiro trimestre de 2011 da Brookfield foi detotal (ROA - Return On Assets) que mensura 2,44%, valor maior se comparado com osa eficiência global da empresa em gerar lucros 2,34% do mesmo período do ano de 2010 e comcom seus ativos disponíveis, referente ao o valor de 1,01% do ano de 2009. Quanto maiorprimeiro trimestre de 2011 da Brookfield foi o retorno, melhor para os proprietários. Emde 0,81%, valor 0,14 ponto percentual menor relação ao setor de Construção a Brookfield dasque o mesmo período do ano de 2010, porém 06 empresas selecionadas o ROE da Brookfieldum valor maior em relação ao ano de 2009. ficou em quarto, sendo o destaque para a MRVQuanto maior for o rendimento da empresa Engenharia.sobre o total dos ativos, melhor. Continuamos acreditando no desempenho daE em relação à taxa de Retorno sobre o companhia e mantivemos a nossapatrimônio líquido (ROE - Return On Equity) recomendação de compra com preço alvo de R$que mensura o retorno sobre o investimento 11,82.dos proprietários na empresa, referente ao Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900
  3. 3. Brookfield 22 JUL 2011Clodoir Vieira - CNPI(i) - Economista daCorretora Souza Barros e professor na pós-graduação na IPOG-Goiania e Senac-SP. iDisclaimer - ( ) Declaração do analista de valoresmobiliários de investimento, nos termos do art. 17 daICVM 483 - As informações financeiras utilizadas neste relatórioforam obtidas diretamente das empresas. Todas as informaçõesforam obtidas de fontes públicas que acreditamos confiáveis e deboa fé, mas não foram independentemente conferidas e nenhumagarantia, expressa ou implícita, é feita sobre sua exatidão, ou se ainformação é completa.Este documento foi preparado pelo analista da Souza Barros eestá sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar.As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se àdata presente e estão sujeitas a mudanças como resultado dealterações nas condições de mercado, sem aviso prévio.O analista de investimento ou de valores mobiliários, envolvido naelaboração deste relatório “Clodoir Gabriel Vieira” ousimplesmente “Clodoir Vieira”, declara que as recomendaçõescontidas neste refletem exclusivamente suas opiniões pessoaissobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradasde forma independente e autônoma, inclusive em relação àCorretora Souza Barros Câmbio e Títulos S.A. e demais empresasdo Grupo.O analista de investimentos, envolvido na elaboração desterelatório, tem vínculo como cotista do “Clube de investimentoSB”, porém não participa da administração. A empresa analisadapode fazer ou não parte da carteira. As operações realizadaspodem ou não seguir a tendência da recomendação. Rua Líbero Badaró, 293 – 23º andar – Centro – São Paulo/SP – CEP 01009-907 www.souzabarros.com.br – tel.: (11) 3292-6900

×