Ideologias políticas do século xix

8.250 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.250
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.727
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
114
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ideologias políticas do século xix

  1. 1. Professor Claudney S. dos Santos
  2. 2. Defesa da propriedade privada;Livre concorrência e a Lei da oferta e da procura;Estado mínimo( saúde, educação e segurança);Estado de Direito
  3. 3. “A judicialização da política alcançou patamares alarmantes no Brasil. Sob o argumento de que vivemos sob uma democracia de direitos, o sistema de justiça passou a tutelar todas as áreas, interferindo em políticas públicas, imiscuindo-se no mérito do ato administrativo, desbordando de suas competências para envolver-se com assuntos que violam assim a autonomia dos poderes políticos, tudo submetendo ao jurídico”. Judicialização da política no Brasil, por Luiz Moreira. http://www.diplomatique.org.br/artigo.php?id=1364
  4. 4. No século XVIII, o liberalismo ganhou força. Para ele, deveria haver prosperidade econômica, acúmulo de riquezas, trabalho livre e não deveria existir agente regulador e interventor
  5. 5. Período da economia mercantil, em que a produção se destina a trocas e não apenas a uso imediato. Não se generalizou o trabalho assalariado; trabalhadores independentes que vendiam o produto de seu trabalho, mas não seu trabalho. Os artesãos eram donos de suas oficinas, ferramentas e matéria-prima
  6. 6. Apesar de predominar o produtor independente (artesão), generaliza-se o trabalho assalariado. A maior parte do lucro concentrava-se na mão dos comerciantes, intermediários, não nas mãos dos produtores. Lucrava mais quem comprava e vendia a mercadoria, não quem produzia.
  7. 7. O trabalho assalariado se instala, em prejuízo dos artesãos, separando claramente os possuidores de meios de produção e o exército de trabalhadores.
  8. 8. O sistema bancário e grandes corporações financeiras tornam-se dominantes e passam a controlar as demais atividades.
  9. 9. Fase atual. O capitalismo continua industrial e financeiro, mas sua característica principal é a importância do conhecimento.
  10. 10. A EUROPA NO SÉCULO 19: SOCIALISMO UTÓPICOSOCIALISMO CIENTÍFICO ANARQUISMO
  11. 11. -Revolução Industrial * consolidação do capitalismo * classes sociais: burguesia e proletariado industrialização e assalariamento Controle sobre aburguesia produção e reprodução de capitalproletaria “riquezas” = força de do trabalho e a prole (filhos)
  12. 12. -Operários = situação desumana * até 18 hs de trabalho * fábricas insalubres /sem segurança * não havia legislação- reação: socialismo e anarquismo
  13. 13. O SOCIALISMO Socialismo utópico * abrandar a exploração * sociedade mais igualitária- Duas correntes Socialismo científico * solução radical * proposta de nova sociedade
  14. 14. O SOCIALISMO UTÓPICO Robert Owen Saint-Simon Charles Fourier-Busca de harmonia nas relações patrão / operário * criação de uma sociedade justa * não propunha um embate entre as classes sociais  burguesia se conscientizaria da exploração * sociedade mudaria sem a participação dos trabalhadores  passividade diante da implantação do socialismo
  15. 15. PRINCIPAIS SOCIALISTAS UTÓPICOSRobert Owen = cooperativas (colocou em prática) * classe operária na escola * jornada de trabalho reduzidaSaint-Simon = economia e política geridas coletivamenteCharles Fourier = Falanstérios = harmonia = talento/atividades prazerosas O Falanstério de Fourier Prof. Caco Cardozo
  16. 16. O SOcialiSmO científicO-Karl Marx e Friedrich Engels * superação do capitalismo * proletariado = revolucionário * fim da exploração do homem pelo homem * sociedade sem divisão de classes Marx e Engels
  17. 17. A tese marxista - Homens abandonam o comunismo primitivo e passam a desenvolver as forças produtivas - Divisão da sociedade em classes sociais - Classe dominante = proprietária dos meios de produção - Classe dominada = proprietária da força de trabalho - Estabelecimento do modo de produção (relação dos homens entre si e com a natureza) História da Humanidade: sucessão de vários modos de produção: primitivo, asiático(?), escravista, feudal, capitalista e comunista Superação do modo de produção se dá através do embate entre dominados e dominadores: a luta de classes (o motor da História)
  18. 18. Marx e Engels-A dinâmica da transformação: * modo de produção se desenvolve e cria contradições internas irremediáveis * contradições levam à organização da classe dominada * Classe dominada desaloja a dominante e dá origem a outro modo de produção-Para Marx e Engels esse processo se estabelece como norma, regra * daí o caráter científico de sua teoria
  19. 19. ANARQUISMO-Organização social sem autoridade imposta * inexistência de um Estado (opressor)-Duas correntes: 1 – Proudhon * mudança social pacífica 2 – Bakunin * revolução = destruição das estruturas vigentes-Anarco-Sindicalismo * sindicatos assumem o lugar do Estado

×