Tema 2: A História da Terra e da             Vida
A tabela cronostratigráfica permite condensar os principais acontecimentos daHistória da Terra, que assim ganham um maior ...
O tempo geológico pode ser delimitado quer através de unidadescronostratigráficas, quer através de unidades geocronológica...
As unidades cronostratigráficas estão separadas entre si por superfícies deestratificação que podemos designar como horizo...
Equivalência entre unidades cronostratigráficas e                geocronológicas
Andar         é a unidade cronostratigráfica mais importante, pois sendo a unidade                de menor amplitude, corr...
Cada andar, cuja designação termina em “ano” ou “iano”, é definidonuma dada região a partir de um perfil representativo, s...
correspondem a unidades cronostratigráficas superiores ao   Séries                   andar e inferiores ao sistema.       ...
Sistemas           são unidades cronostratigráficas localizadas entre as séries                       e o eratema         ...
Eratema                é um grupo de sistemasA designação reflete variações significativas nas formas de vida presentes no...
Eonotema                   é a unidade cronostratigráfica de maior hierarquia, e estão                   definidos formalm...
As extinções em massa provocam   modificações   profundas nas   espécies quehabitavam o nossoplaneta e são usadaspelos cie...
Em algumas regiões do planeta é possívelestudar    grandes    secções     da     tabelacronostratigráfica:em nenhum dos lo...
Embora não esteja completo, o registoestratigráfico nesta região é dos maiscontínuos, iniciando-se nopaleoproterozóico, cu...
Tabela cronostratigráfica
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tabela cronostratigráfica

821 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
821
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tabela cronostratigráfica

  1. 1. Tema 2: A História da Terra e da Vida
  2. 2. A tabela cronostratigráfica permite condensar os principais acontecimentos daHistória da Terra, que assim ganham um maior significado, pois são colocadosnuma perspetiva de tempo geológicoA cronostratigrafia é um ramo da estratigrafia que procura ordenar as rochasno tempoCom o desenvolvimento dos métodos de datação radiométrica e damagnetostratigrafia, no século XX, foi possível datar com maior precisão aformação de muitas das rochas e atribuir uma idade absoluta às divisões databela cronostratigráfica. Esta encontra-se em permanente atualização tendo asua versão completa sido apresentada em 2008
  3. 3. O tempo geológico pode ser delimitado quer através de unidadescronostratigráficas, quer através de unidades geocronológicas são unidades de tempo Conjunto de materiais geológico abstratas e de estratificados que se âmbito global puramente diferenciam pela sua temporais, abarcando a idade. totalidade do planeta noSão concretas e objetivas intervalo de tempo definido. Unidades de tempo geológico durante a qual as unidades cronostratigráficas se formaram
  4. 4. As unidades cronostratigráficas estão separadas entre si por superfícies deestratificação que podemos designar como horizontes cronostratigráficos que sãosuperfícies que, mesmo a grandes distâncias, apresentam sempre a mesma idade. Da ordenação temporal de todas as unidades cronostratigráficas, desde a mais antiga à mais recente obtemos uma escala Escala Cronostratigráfica
  5. 5. Equivalência entre unidades cronostratigráficas e geocronológicas
  6. 6. Andar é a unidade cronostratigráfica mais importante, pois sendo a unidade de menor amplitude, corresponde a materiais geológicos originados num intervalo de tempo curto. Inclui todas as rochas formadas numa idade específicaPara cada unidade cronostratigráfica existe uma unidade geocronológicaequivalente com a mesma designação correspondendo esta ao tempo que foinecessário para, por exemplo, a sedimentação de um conjunto de materiaisrochosos. Quando num determinado local podemos estabelecer o limite inferior de um andar, define-se o estratotipo de limite dessa unidade cronostratigráfica.
  7. 7. Cada andar, cuja designação termina em “ano” ou “iano”, é definidonuma dada região a partir de um perfil representativo, sem hiatos,lacunas ou discordâncias significativasA designação de Andar deriva, normalmente, da localização geográfica doestratotipo Andar Idade
  8. 8. correspondem a unidades cronostratigráficas superiores ao Séries andar e inferiores ao sistema. O intervalo de tempo numa série oscila entre os 13 e os 15 M.a Série Época ÉpocaDurante o Jurássico Superior ocorreu uma transgressão Jurássicomarinha SuperiorAs rochas do Jurássico Superior depositaram-se em Série doambiente marinho de plataforma. Jurássico Superior
  9. 9. Sistemas são unidades cronostratigráficas localizadas entre as séries e o eratema Sistema PeríodoDurante o Jurássico os dinossáurios dominaram a PeríodoTerra JurássicoOs terrenos jurássicos do Cabo Mondego atingem Sistemacentenas de metros de espessura Jurássico de Portugal
  10. 10. Eratema é um grupo de sistemasA designação reflete variações significativas nas formas de vida presentes noregisto fóssil: paleozóico – corresponde às formas de vida mais antigas(paleo=antigo e zóico=vida); mesozóico – formas de vida intermédias(meso=meio) e o cenozóico – formas de vida mais recentes (ceno=recente) Eratema Eras A divisão entre os sistemas e os eratema é definida com base em modificações profundas das comunidades biológicas, em resultado de extinções
  11. 11. Eonotema é a unidade cronostratigráfica de maior hierarquia, e estão definidos formalmente três: arcaico, proterozóico e fanerozóico Eonotema Éon“ A história da Terra encontra-se dividida em dois Éon, o primeiro, quedecorre desde a formação da Terra até ao início do Paleozóico, édenominado Pré-câmbrico. O segundo, que vai desde o início do Paleozóicoaté aos nossos dias, é denominado Fanerozóico. Esta divisão baseou-se nocontraste entre rochas aparentemente desprovidas de fósseis - rochas doPré-câmbrico - e rochas claramente fossilíferas - rochas do Fanerozóico.”
  12. 12. As extinções em massa provocam modificações profundas nas espécies quehabitavam o nossoplaneta e são usadaspelos cientistas para definir alguns dos limites entre as diferentes divisões da tabela cronostratigráfica.
  13. 13. Em algumas regiões do planeta é possívelestudar grandes secções da tabelacronostratigráfica:em nenhum dos locais do planalto doColorado é possível encontrar umasequência estratigráfica completa. Noentanto, os geólogos foram capazes decorrelacionar estratos de diferenteslocalizações e construir uma sequênciamuito completa. Para tal, necessitaram deestudar com detalhe os diferentesestratos e procuraram datá-los,permitindo assim a sua correlação.
  14. 14. Embora não esteja completo, o registoestratigráfico nesta região é dos maiscontínuos, iniciando-se nopaleoproterozóico, cuja base está expostano Grand Canyon escavado pelo rioColorado. As datações indicam que asrochas mais antigas podem ter sidoformadas há, aproximadamente, 1800-1600M.a.No topo da sequência encontram-se rochasdo paleogénico e neogénico, do ParqueNacional de Bryce. Em algumas secçõespodem mesmo ser encontrados depósitosde sedimentos do quaternário em resultadoda intensa meteorização e erosão. Estratigrafia do Parque Nacional de Bryce

×