Curso de Marketing - Parte 2

811 visualizações

Publicada em

Professor: Marcelo de Carvalho Reis

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
811
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de Marketing - Parte 2

  1. 1. Curso de Marketing- Parte II Profº: Marcelo de Carvalho Reis
  2. 2. Produtos
  3. 3. Produtos $Empresa Informações Mercado $ Produtos
  4. 4. Relação de valor FunçãoValor CustoFunção: definido por um verbo e um substantivoCusto: monetário, temporal e físico.
  5. 5. FV C FcteV Vale a percepção dos clientes e do C produtor. O valor pode ser melhorado, modificando os produtos, levando F em consideração quais as funçõesV que mais importam para os C consumidores. FV Ccte
  6. 6. ESTRATÉGIAS DE POSICIONAMENTO EM TERMOS DE VALOR MAIS POR MAIS: Mercedes, Rolex, MontBlanc MAIS PELA MESMA COISA: Lexus A MESMA COISA POR MENOS: Nissan MENOS POR MUITO MENOS: Gol Linhas aéreas MAIS POR MENOS: Wal-Mart
  7. 7. Níveis de Produto Produto Ampliado Nível de serviço. Produto Genérico Aquilo que o cliente compra. Embalagem, marca, estilo, características, qualidade. Produto Específico Aquilo que o consumidor quer, de fato. Benefício ou serviço básico.
  8. 8. Ciclo de Vida do ProdutoUnidades vendidasLucro Crescimento Maturidade Declínio Introdução Tempo
  9. 9. Distribuição populacional de consumidores para novos produtosInovador Adotante Maioria Maioria Retardatários Inicial 2,5% Inicial Tardia 16% 13,5% 34% 34%
  10. 10. Matriz BCG• Tem a finalidade de mostrar se o produtoestá obtendo lucro ou prejuízo, utilizando a taxade crescimento e participação do mercado.• Analisar o portifolio de produtos, e com issodefinir se deve investir, ou até mesmoabandonar o projeto, avaliando o potencial dosprodutos para o futuro.
  11. 11. Matriz BCG Baseia-se em dois critérios:1. Crescimento de mercado do setor;2. Participação de mercado da empresa em relação ao líder.Serve para classificar um portifólio de produtos deacordo com a geração de fluxo de caixa, baseando-senas participações relativas e nas taxas de crescimentode mercado.A utilização de gráficos de portifólio de produtobaseia-se na relação entre participação demercado e lucratividade.
  12. 12. Matriz BCGMostra a relação de cada produto ou negócio daempresa através de:- Vendas de cada produto em valor monetário ou emunidades (representada por um círculo com diâmetroproporcional às vendas do produto em valor monetário ou emunidades);- Participação relativa no mercado com relação à maiorempresa concorrente (representada no gráfico pela posiçãohorizontal);- Taxa de crescimento do mercado (total) no qual o produtocompete (representada na direção vertical da matriz).
  13. 13. 20% ?Taxa de Crescimento de Mercado (%) Estrela Ponto de Interrogação 10% 0% Vaca Leiteira Cão Vadio 10x 1,0x 0,1x Participação Relativa de Mercado
  14. 14. 20% Estrela Ponto de InterrogaçãoTaxa de Crescimento de Mercado Desenvolvimento Introdução 10% Maturidade Declínio 0% Vaca Leiteira Cão Vadio 10x 1,0x 0,1x Participação Relativa de Mercado
  15. 15. DefiniçõesPonto de interrogação se caracteriza por negócios que operam em mercados de alto crescimento mas que possuem baixa participação relativaPara um produto que se encontra na célula do ponto de interrogação é necessário muito investimento, a empresa tem que investir em fábricas, equipamentos e pessoalO termo ponto de interrogação é o mais adequado pelo fato da empresa ter que analisar seriamente se continuará a colocar dinheiro no produto
  16. 16. DefiniçõesEstrela se caracteriza por um produto do ponto de interrogação que obteve sucessoÉ líder em um mercado de alto crescimento, possui alta participação no mercado e alto crescimento de mercado, mas não produz necessariamente um fluxo de caixa positivo.A empresa deve gastar recursos substanciais para acompanhar a alta taxa de crescimento e repelir os ataques dos concorrentes
  17. 17. DefiniçõesVaca leiteira possuem taxa anual de crescimento de mercado abaixo de 10%.A estrela se torna uma vaca leiteira, se tiver a maior participação relativa naquele mercadoGera muito caixa e empresa não tem que financiar expansões de capacidade, pois a taxa de crescimento de mercado já diminuiu.A empresa utiliza seus produtos do tipo vaca leiteira para pagar as contas e apoiar os outros produtos
  18. 18. DefiniçõesCão vadio detém pequenas participações em mercados de baixo crescimento, gerando baixos lucros ou até mesmo prejuízosA empresa deve avaliar se mantém esses produtos por boas razões, como:1. uma esperada reviravolta na taxa de crescimento de mercado;2. uma nova chance para assumir a liderança.Caracterizam-se por produtos com pouca participação de mercado e geralmente não lucrativos.São considerados como aqueles que poderiam ser retirados do portfolio de produtos.
  19. 19. EstratégiaUma empresa deve voltar-se para um portifólio de produto equilibrado, com um número razoável de vacas leiteiras e estrelas, sem muito pontos de interrogação ou cães vadios.A posição ideal dependerá do número de produtos que existe no portifólio.Seu superávit de caixa é gerado pelas vacas leiteiras e uma série escolhida de pontos de interrogação.
  20. 20. Limitações tecnológicasA bitola das ferrovias (distância entre os dois trilhos) nos EstadosUnidos é de 4 pés e 8,5 polegadas.Por que esse número foi utilizado? Porque era esta a bitola das ferrovias inglesas e como as americanas foram construídas pelos ingleses, esta foi a medida utilizada.Por que os ingleses usavam esta medida? Porque as empresas inglesas que construíam os vagões eram as mesmas que construíam as carroças, antes das ferrovias e se utilizavam dos mesmos ferramentais das carroças.
  21. 21. Por que das medidas (4 pés e 8,5 polegadas) para as carroças? Porque a distância entre as rodas das carroças deveria servir para as estradas antigas da Europa, que tinham esta medida.E por que tinham esta medida? Porque essas estradas foram abertas pelo antigo império romano, quando de suas conquistas, e tinham as medidas baseadas nas antigas bigas romanas.E por que as medidas das bigas foram definidas assim? Porque foram feitas para acomodar dois traseiro de cavalos!
  22. 22. Finalmente... O ônibus espacial americano, o Space Shuttle, utilizadois tanques de combustível sólido (SRB - Solid Rocket Booster)que são fabricados pela Thiokol, em Utah. Os engenheiros que osprojetaram queriam fazê-lo mais largo, porém tinham a limitaçãodos túneis das ferrovias por onde eles seriam transportados, os quaistinham suas medidas baseadas na bitola da linha.O exemplo mais avançado da engenharia mundial em design etecnologia acaba sendo afetado pelo tamanho da bunda do cavalo daRoma antiga. CONCLUSÃOExistem várias empresas de liderança tecnológica que também temum monte de coisas definidas por bundões.
  23. 23. Veja mais aulas, confira nossa biblioteca virtual noSlideShare.

×