Introdução à gestão de empresas

778 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
778
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Introdução à gestão de empresas

  1. 1. Escola Superior do Turismo e Tecnologia do Mar Plano de Negócios “ A Sensualidade do Vinho” Carolina Rodrigues Márcia Meireles Joana Simões http://siaibib01.univali.br/pdf/Clovis%20Jose%20da%20Rocha%20Junior.pdf Disciplina: Introdução à Gestão de Empresas Docente: Mário Carvalho
  2. 2. Escola Superior do Turismo e Tecnologia do Mar Plano de Negócios “A Sensualidade do Vinho” Carolina Rodrigues Márcia Meireles : marcia_mmscbtotmail.com Joana Simões Disciplina: Introdução à Gestão de Empresas Docente. Mário
  3. 3. Índice
  4. 4. Introdução
  5. 5. 1.Identificação do Projeto 1.1. Introdução ao Projeto 2.Identificação dos Promotores 2.1. Complementaridade dos promotores e formas de suprimento das competências em falta 2.2 Missão do Hotel 3. Plano de Marketing- Definição do Negócio/Produto/Serviço 3.1 Descrição 3.2 A ideia e o seu posicionamento no Mercado 3.3 Produtos concorrentes/ substitutos/ complementares 3.4 Vantagens/Desvantagens Competitivas 4.Plano de Marketing- Definição da Procura (clientes) 4.1 Perfil dos clientes- alvo 4.2 Dimensão e potencial de crescimento 4.3 Manifestações de interesse/contacto com potenciais clientes ou parceiros 5. Plano de Marketing- Concorrentes 5.1 Identificação e Caracterização do Setor (CAE) 5.2 Vantagens e Desvantagens face á concorrência 6.Plano de Marketing- Meio envolvente 6.1 Oportunidades/Ameaças 6.2 Cenários Futuros/Tendências 7. Plano de Marketing- Marketing Mix
  6. 6. 7.1 Posicionamento 7.2 Produto 7.3 Preço 7.4 Canais de Distribuição 7.5 Comunicação 2.Identificação dos Promotores 2.1. Complementaridade dos promotores e formas de suprimento das competências em falta Promotor 1 (Tens de ver se as tuas experiências profissionais (a primeira parte tenho a certeza que está mal até ao *) e as tuas responsabilidades dentro do nosso hotel estão corretos, porque eu feita parva não guardei o teu corriculo porque comecei logo a fazer o meu e não nenhuma cópia. Vê os currículos para ver se complementar o que estamos a dizer na parte escrita) Márcia Meireles Experiência Profissional: exerceu funções no departamento de F&B, como part-time no restaurante… . Seguidamente trabalhou num Restaurante Gourmet, Mesa do Agricultor, em Celorico de Bastos, realizando funções no departamento de F&B.* Posteriormente, tirou Licenciatura em Gestão Turística e Hoteleira, daí que tenha, estagiado e mais tarde acabou por trabalhar no Hotel Vila Galé Ericeira durante três anos, exercendo funções no departamento da direção, mais propriamente na administração, sendo assistente do diretor e resolvendo problemas na administração. Também foi transferida para o Hotel Vila Galé Salvador, sendo a subdiretora do mesmo. Competências: sentido de organização, capacidade de liderança, capacidade de comunicação, rápida adaptabilidade a qualquer situação, capacidade de gestão de equipas, experiência na Gestão Turística e Hoteleira Dentro do Hotel Pipas do Douro: será responsável pela direção e subdiretora do nosso hotel, será responsável pela assinatura dos todos os contratos que serão realizados, é
  7. 7. responsável pelas expectativas e análise de demonstração de resultados do hotel, gere os orçamentos de cada departamento dentro do hotel e pretende uma ocupação total do hotel e faz com que se cumpram os objetivos definidos neste hotel. Promotor 2 Carolina Rodrigues Experiência Profissional: tirou Licenciatura em Comunicação Organizacional, tirando a vertente de Comunicação de Marketing. Seguidamente veio a trabalhar na empresa NESTLÉ no departamento de marketing. Mais tarde, começou a trabalhar na Vila Galé da Ericeira. Competências: sentido de organização, capacidade de liderança, capacidade de comunicação, rápida adaptabilidade para qualquer situação, capacidade e experiência em organização de eventos e sentido de inovação e criatividade. Dentro do Hotel Pipas do Douro: irá desempenhar funções no Departamento de Relações Públicas e de Marketing, elaborar pacotes promocionais, organização e criação do site do nosso hotel, organização de eventos, seria responsável pela representação do hotel no estrangeiro, responsável por todos os funcionários/colaboradores que estejam relacionados com animação dentro do hotel e contatando com os possíveis patrocinadores, parcerias e apoios que o nosso hotel obtenha. Promotor 3 Joana Simões Experiência Profissional: exerceu funções em part-time no restaurante do Farnel, em Coruche e ainda era responsável pela gestão e coordenação da sala de jantares. Seguidamente, estagiou na Direção de Recursos Humanos no Hotel Cristal Praia, Resort & Praia em Vieira de Leiria. Mais tarde, foi assistente de Direção dos Recursos Humanos no Hotel Vila Galé na Ericeira e no mesmo hotel acabou por subir na carreira e, assim, de funções que exercia no hotel pois foi para a Direção dos Recursos Humanos.
  8. 8. Competências: sentido de organização, experiência no ramo de atendimento ao público, capacidade de adaptação em qualquer situação, capacidade de gestão de equipas, capacidade de comunicação, capacidade e experiência em gestão de equipamentos, sentido de inovação e criatividade. Dentro do Hotel Pipas do Douro: será responsável pela Gestão dos Recursos Humanos, realizará tarefas de atendimento ao público, será responsável por todos os outros departamentos dentro do hotel, como Departamento de F&B, Departamento da Receção, Departamento de Alojamento, Departamento de Housekeeping/Limpeza. 2.2 Missão do Hotel A missão deste hotel que é diferente dos que existem, é principalmente poder desfrutar de todas essas atividades que são desenvolvidas pelo hotel, proporcionar atividades de lazer e de aventura, ao mesmo tempo possuir conhecimentos sobre a história do vinho em Portugal, saber como tudo começou e ter sentimentos experienciados como nunca antes. 4.Plano de Marketing O plano de Marketing é uma parte bastante importante, pois é esta que irá resumir a avaliação da situação atual de marketing, quer no plano interno quer no plano externo da empresa. Mas ainda serve para que se consiga fazer projetos para as próximas ações, e claro com uma vista ao desenvolvimento ao nosso hotel. Breve introdução à História do Vinho A história do vinho possui uma grande importância nível histórico e religioso, pois é com o seu aparecimento em tempos remotos que acabou por se tornar um produto com bastante evolução quer económica quer sócio- cultural de várias civilizações ocidentais e orientais. Mas para o aparecimento do cultivo das videiras, pois era necessário que o povo se tornasse sedentário. Existindo sítios que nos podem mostrar grão ou sementes datadas de 7000 a. C. e 5000 a. C.
  9. 9. Há quem diga que os primeiros enólogos foram os egípcios devido á existência de documentos e pinturas daqueles tempos, outros consideram os gregos os primeiros, pois foi com estes que se deu um grande avanço comercial. Como cada cultura teve um aparecimento diferente, o vinho também apareceu de forma diferente e serão essas diferenças que vão tornar cada civilização a possuir as suas próprias características. Como o vinho inicialmente era considerado um cultivo bastante caro, muitas das civilizações faziam oferendas aos deuses com vinho. Os gregos, por exemplo, consideravam a bebida uma dádiva dos deuses, e muitos outros povos seguiram esta mesma perspetivas. Inicialmente o vinho era doce porque os romanos colhiam as uvas o mais tarde possível e depois deixavam-nas a secar ao Sol, para que o açúcar ficasse concentrado no uva. A seguir o vinho era armazenado em ânforas (vasos de cerâmica, com uma forma oval e com duas asas) e mais tarde passou a ser guardado em barris de madeira, o que aproximava o sabor do vinho. Com o passar do tempo o vinho começou a ser uma bebida dos legionários, dos gladiores, das tabernas. O vinho, em tempos antigo também sofreu alguns “momentos de dificuldade”, porque com a queda de romana, a Europa sentiu-se bastante com a crise, daí que foi necessário a ajuda da Igreja Católica, com o seu poder, a vinicultura voltou assim a ser beneficiada. Com isto, o vinho passou a fazer parte das celebrações católicas, pois o vinho era como fosse o sangue de cristo, daí que a Igreja começou por estabelecer vinhas nos mosteiros e nas principais ordens religiosas. Nas ordens religiosas como mosteiros, eram sítios de paz e onde era produzido o vinho para as celebrações das igrejas e também para sustento dos monges. Com isto, muitos dos mosteiros acabavam por produzir de vinho de grande qualidade. Uva de Produç ão O vinho acabou por ter também outras características quer em culinária quer mesmo para curar as mais diversas doenças. Surgindo assim, outros vinhos além do tinto, como os brancos, rosés e espumantes.
  10. 10. Em Portugal…. Os vinhos mais célebres e de grande exportação foi e continua a ser o Vinho do Porto. Os vinhos portugueses são caracterizados por uma grande variedade de uvas regionais, o que dá um sabor bastante especial ao produto de cada região. O vinho têm um processo bastante complicado e bastante complexo, devido a: - Processo de produção: é necessário escolher a uva de acordo com fatores naturais, como o clima e o relevo, para que também seja possível uma produção de qualidade; - Processo da Colheita: é necessário que a recolha da uva seja o mais tarde possível para que a uva também tenha algum nível de açúcar; - Processo de Esmagamento: antigamente era feito com os pés, juntava-se um grupo de 10 ou 15 pessoas, em certas regiões esta mesma tradição ainda se mantem. Hoje em dia como tu já se encontra mecanizado, este processo também já se realiza desta mesma maneira; - Processo de fermentação: é necessário qua haja um controlo da temperatura e ainda da levedura, deve existir o mínimo contacto com o ar para que não haja oxidação do vinho; - Processo de Filtragem: é o processo onde se retira todas as impurezas e sedimentos que deixam o vinho turvo; - Processo de Envelhecimento: este processo é mais verificado com o vinho tinto, ficando dentro de barris de carvalho e/ou e garrafas, é entre o espaço existente entre os poros da madeira ou da rolha que fará com que o vinho se desenvolva e transformará os seus aromas, sabores e cor, pois são estas características tão importantes, tanto a nível de complexidade como a nível de qualidade. Ainda é necessário saber classificar os vinhos quanto: - à classe - à cor - ao teor de açúcar - à variedade da uva Tudo isto é bastante necessário ter em consideração para que se tenha um vinho de qualidade, e como tudo isto acabou por afetar também Portugal, decidimos fazer um
  11. 11. hotel que ao mesmo tempo influenciasse também este aspeto pouco conhecido do vinho e da sua influência em Portugal. 4.1 Perfil dos Clientes-Alvo O nosso hotel pretende oferecer diversas experiências relacionadas com o vinho. Por conseguinte, temos de ter em consideração que este hotel está mais ligado à classe média e à classe média-alta, o target pode ser nacional como internacional, com espírito de conhecimento e de apreciadores de vinho, podendo desfrutar de paisagens fantásticas e experiências ligadas diretamente com a natureza, quer seja Verão ou Inverno. 4.2 Dimensão e potencial de crescimento À medida que o tempo vai passando, cada vez mais se verifica apreciadores de um bom vinho de diferentes características, marcas e regiões, pois cada característica diferente, torna um vinho especial. O consumo dos vinhos de qualidade superior tornou-se um hábito de sofisticação que chegou às classes médias, não estando restrito às elites. Por isto mesmo, esta procura também se deve aos encontros e provas de vinho internacionalmente conhecidas, sendo assim, tornar-se-ia uma mais-valia para valorizar cada vez mais as paisagens sobre o Rio Douro e também a tudo o que lhe está relacionado. Visto isto, as pessoas acabam por vir, de certa forma, experimentar e fazer parte de todo o processo e de tudo o que se encontra por “de trás” de uma simples garrafa de vinho. 4.3 Manifestações de interesse/contacto com potenciais clientes ou parceiros De facto, o nosso hotel “Pipas do Douro” encontra-se bastante bem localizado, perto do centro de ambos os lados das cidades, isto é, da cidade de Vila Nova de Gaia como do Porto. Podendo assim, os nossos clientes estar mais perto de todos os monumentos arquitetónicos como naturais. E para esta mesma situação, iriamos ter como parceria outras quintas produtoras de vinho, na qual os nossos clientes iriam desfrutar de uma experiência fantástica diretamente ligada com o processo do vinho ou mesmo tudo o que esteja relacionado com o mesmo, podendo inicialmente terem de ir com os seus próprios veículos. Mais tarde, esta mesma experiência vivida poderia ser feita de barco, pois iriamos possuir um acordo com a agência de viagens “Cruzeiros Turísticos do Douro”, na qual os nossos clientes poderiam desfrutar destas experiências e tendo transporte de barco ao seu dispor.
  12. 12. Mas de qualquer maneira, (os nossos contratos não iriam ficar por aqui, pois) pretendíamos ficar conhecidos de forma internacional dai que, podíamos ter também uma parceria com o hotel já existente na Holanda, semelhante à estrutura por fora a visualização por fora do nosso hotel, mas o mesmo não acontece ao nível de interiores dos quartos e da maneira como estão dispostos os quartos e a receção. Como pretendemos que o nosso hotel acabe por ter uma visão internacional perante os nossos clientes-alvo, não só iriamos ter parcerias com quintas produtoras de vinho para que os nossos clientes poderem desfrutar de momentos inesquecíveis mas também poderíamos ter provas de vinhos no nosso próprio hotel. Para que isto fosse possível, acabamos por ter de fazer pacotes turísticos bastante identificativos de como o nosso hotel se pode tornar conhecido não só a nível nacional como internacional. Então temos pacotes referentes, ou melhor, mais direcionados a: casais e a grupo de pessoas (por exemplo, grupo de estrangeiros ou mesmos pessoas que venham para provas de vinhos). Os pacotes referentes a casais incluem:  Para 1 Dia, está incluído:  Cruzeiro das Pontes (50 minutos);  Entradas nos locais visitados, como o Palácio da Bolsa e a Igreja de São Francisco;  Quarto (preço do quarto mais barato, com desconto de 12%);  Entradas nas caves de Vinho do Porto, com prova de vinhos; 275 € Desconto de 12%  Para 3 Dias/ 2 Noites, está incluído:  2 Noite com café da manhã, buffet;  Cruzeiro das Pontes no rio Douro;  Visitas às Caves de Vinho do Porto;  Cruzeiro no Douro;  Quarto (preço do quarto mais barato, com desconto de 15%) Desconto de 15%
  13. 13.  Bilhete de Autocarro; 315 € Os pacotes referentes a grupos de 25 pessoas, incluem:  Para 1 Dia, está incluído:  Entradas nos locais visitados, como o Palácio da Bolsa e a Igreja de São Francisco;  Acompanhamento de um Guia Turístico privativo de língua Portuguesa ou mesmo da língua Inglesa, caso seja necessário;  Quarto (preço do quarto mais barato, com desconto 40%)  Cruzeiro das Pontes (50 minutos); Desconto de 40% 5000 € (200 € A cada pessoas)  Para 3 Dias/ 2 Noites, está incluído:  Visita às Caves de Vinho do Porto;  Cruzeiro das Pontes no Rio Douro;  Bilhetes nos Monumentos visitados;  Almoço em Restaurante típico na Ribeira;  Quarto (preço do quarto é mais barato, com desconto 45%) Desconto de 7500 € (300 € A cada pessoas) 45%
  14. 14. O objetivo destes pacotes turísticos é fazer com que o público-alvo deste hotel seja mais alargado, visto que, apesar do segmento de mercado que este hotel pretende cativar ser classe média-alta, estes pacotes turísticos contribuem para que classes inferiores também possam ter acesso a este novo conceito de hotel, uma vez que, os preços que se encontram nos pacotes são muito mais acessíveis se fosse o próprio cliente a pagar por cada serviço. 7. Plano de Marketing- Marketing Mix 7.1 Posicionamento Para a empresa se posicionar no mercado é necessário conhecer o mercado em que se está a operar e também todo o seu envolvente, logo, temos que ter como objetivo principal cativar os futuros clientes com produtos diferentes e/ou serviços diferenciados. Cada hotel ou empresa têm saber como é que pode ser diferenciado para que obtenha mais clientes. Assim, o nosso hotel tem umas das “promoções”, ou seja, como o nosso hotel já possui algo diferenciado, acabamos por ter clientes que pelo fato de sermos tão distintos não se vão esquecer de ter vindo a este hotel fantástico e vão fazer propaganda do nosso hotel “ boca a boca” com os amigos e vizinhos. 7.2 Produto Para que os clientes fiquem satisfeitos, é necessário que os produtos ou serviços que são oferecidos tenham boa qualidade, que vão ao gosto dos consumidores e que se consiga obter uns bons resultados em lucro financeiro para o Hotel Pipas do Douro. Os serviços ou produtos são a base de qualquer tipo de negócios, principalmente para os que estejam a oferecer produtos inovadores, tentando de alguma forma atrair os clientes e praticar valor não só no mercado como também no nosso próprio hotel. Para se conseguir atrair os potenciais clientes, é preciso trabalhar na imagem dos produtos para que consigam influenciar no poder da escolha. O desafio passa, realmente, pela
  15. 15. tentativa de algo diferente, não só em produtos, como em disponibilidade, como nos preços e nos serviços, ao mesmo tempo acrescentando valor ao nosso hotel para que se consiga diferenciar dos demais. 7.3 Preço O preço deverá ser em função de um equilíbrio entre a curva da procura e a curva da oferta. Com isto, é necessário que o preço esteja de acordo com o público-alvo que o hotel escolheu. O preço do quarto é o mais importante, pois este está diretamente relacionado com o volume de vendas, na qual este fator é considerado o “elemento chave”, com o qual está diretamente direcionado com o consumo. Para que o hotel “Pipas do Douro” seja competitivo é necessário que este saiba ser flexível de modo a que se consiga adaptar a algumas possíveis variações. O preço é o elemento com bastante flexibilidade, tendo em conta, os elementos de marketing, pois pode ser mudado de acordo com alguns fatores, como os pacotes turísticos que o hotel criou. 7.4 Canais de Distribuição Os canais de distribuição do nosso hotel devem agir para que não ocorra mal entendidos principalmente perante os pacotes turísticos, ou seja, o nosso canal de distribuição acaba por ser um serviço pode ser adquirido tanto a nível direto como indireto, pois os clientes podem ser eles próprios a vir ter com o nosso hotel. No entanto, pretendemos também que com a criação de um site oficial do nosso hotel, posteriormente iria ser feito, onde o cliente pode também escolher e reservar o serviço que pretende utilizar, sem ter que se dirigir ao local do hotel e ainda no momento em que deseja realizar este mesmo serviço.
  16. 16. Como podemos demonstrar o nosso hotel iria estabelecer vários contratos ou parcerias, com as quais poderiam desfrutar de momentos inesquecíveis ou mesmo de experiências nunca vividas. Sendo assim, a nossa distribuição é indireta. 7.5 Comunicação 8.Plano de Marketing- Previsões de Vendas O hotel “A Sensualidade do Vinho” irá abrir com apenas 10 quartos visto que a estrutura em que os quartos serão construídos (barris de vinho do Porto gigantes) é bastante dispendiosa. No entanto prevê-se que o investimento inicial seja recuperado no final do 1 ano uma vez que inicialmente todos os 10 quartos serão duplos e com as mesmas características, e cada um destes quartos terá o preço de170 euros por noite, supondo que no primeiro ano de atividade (2013) o hotel terá uma taxa de ocupação de 60% então as receitas serão de cerca de 372300€ o que cobrirá os 180950€ dos custos fixos de investimento inicial. Efetuando os cálculos e prevendo que em média a taxa de ocupação anual seja de 65%, no final dos 2 então as receitas anuais serão de 403325€ o que fará com que os lucros nesses 2 primeiros anos serão de 170€*6,5 Quartos=1105*365 dias=403325€; 403325-180950(custos fixos)-(6,5 quartos*13€)=222290,5€. 9.Plano Financeiro 9.1 O que é/ para que serve um Plano Financeiro? Um plano financeiro tem como objetivo dar a conhecer como é que a empresa se irá apresentar ao longo do tempo. Ou seja um plano financeiro, deve responder a algumas perguntas básicas, como:  Quanto será necessário para iniciar o negócio?  Existe disponibilidade de recursos para operacionalizar o negócio?  De onde virão os recursos para o crescimento do negócio?  Qual o mínimo de vendas necessário para que o negócio seja viável?
  17. 17.  A lucratividade que a empresa pretende obter é atrativa? Um plano financeiro deverá ter a seguinte estrutura: 9.1.1 Investimento inicial Este ponto é fulcral, visto que qualquer bom gestor de um negócio deverá fazer um orçamento inicial para saber quais irão ser os custos para por operacional a sua ideia de negócio. Neste ponto especificam-se os custos com as instalações, equipamentos, mobiliário necessário, entre outros. O investimento inicial para operacionalizar o Hotel “A Sensualidade do Vinho” será de:180950€ Anexo- Consultar Orçamento 9.1.2 Receitas No plano de marketing o empreendedor já deverá ter definido a projeção de vendas esperadas para os primeiros 5 anos de vida do negócio. Com estes dados, juntamente com a determinação do preço por quarto do hotel o gestor poderá visualizar as suas vendas em termos monetários- as receitas. Receitas dos 5 anos= Receita de 2013+ Receita de 2014+ Receita de 2015+ Receita de 2016+ Receita de 2017 Receita dos 5 anos=372300+434350+496400+496400+496400=2295850€. Anexo-Folha de Cálculos Auxiliares 9.1.3 Custos e Despesas Neste item deverão ser considerados todos os custos fixos e todos os custos variáveis que irão resultar da prestação do serviço pelo hotel. Os custos fixos não são proporcionais á produção/venda, ou seja, estes custos não variam do número de quartos que o hotel vende, porque independentemente do hotel ter uma taxa de ocupação de 100% num mês e noutro mês ter uma taxa de ocupação de 10%, os custos fixos são iguais nos dois meses.
  18. 18. Os custos variáveis irão sofrer acréscimos/decréscimos proporcionalmente ao volume de vendas, ou seja quantos mais quartos vendermos mais elevados são os custos variáveis e vice-versa. Previsão de custos fixos:180950€ Previsão de custos variáveis:13€/Quarto 9.1.4 Fluxo de Caixa O fluxo de caixa tem como objetivo analisar as entradas de dinheiro e as saídas de dinheiro no hotel durante um determinado período de tempo. Com o fluxo de caixa o gestor terá condições de identificar se haverá escassez ou excedentes de dinheiro durante o período em questão. Anexo- Modelo de Fluxo de Caixa 9.1.5 Demonstração de Resultados Com base nos valores já identificados, relativos ás entradas e ás saídas da empresa o empreendedor poderá elaborar a demonstração de resultados. A partir deste documento, poderão ser retirados vários dados tais como, qual o retorno que terá sobre o capital investido na empresa, e o prazo de retorno do investimento inicial, este último ponto é fundamental para que se avalie o grau de atratividade do empreendimento. Anexo- Modelo de Demonstração de Resultados 9.1.6 Ponto de Equilíbrio O cálculo do ponto de equilíbrio é vital para que o empreendedor tenha noção de qual o nível de vendas que é necessário atingir para que as despesas sejam iguais ás receitas. Em suma, o ponto de equilíbrio é importante porque indica qual o mínimo de vendas que o hotel deverá manter para evitar o prejuízo. 9.1.7 Balanço Patrimonial No caso das empresas já constituídas é conveniente que estas apresentem o balanço patrimonial , que possibilita a visualização de disponibilidades e obrigações de curto e longo prazo da empresa, e assim fazer uma avaliação da solidez do negócio.
  19. 19. Pudemos concluir que para operacionalizar o hotel necessitaremos de um capital inicial de 180950€,o mínimo de vendas anuais do hotel para que o negócio seja rentável terá que ser de 30% de ocupação, e que a lucratividade que a empresa pretende ter a médio- longo prazo é bastante atrativa. Anexo- Documento IAPMEI 10. Empresa- Processo das Operações 10.1 Missão, valores e organograma da empresa O missão base da criação deste hotel, desde a ideia até ao inicio da sua atividade, é promover a região vinícola do Douro, desenvolvendo assim toda esta industria que é o vinho do Porto e os outros vinhos desta região, quer a nível nacional quer a nível internacional, contribuindo assim para a propagação e crescimento desta indústria que desde há muitos anos tem grande influência económica quer em Portugal quer no Mundo. Para além da missão base, o hotel pretende também fornecer serviços de qualidade garantindo a satisfação dos clientes, funcionários e todos os envolvidos no processo, desfrutando de um local agradável com conforto, segurança, respeito á natureza e enquadramento com o meio envolvente. Organograma:
  20. 20. Equipa de Gestão do Projeto: ***** 10.2. Processos e capacidade/ Tecnologia No Hotel “ A Sensualidade do Vinho” irão ser usados computadores com programas informáticos para fazer reservas (NEW HOTEL) e internet, irão ser usados intercomunicadores para que os colaboradores possam rapidamente transmitir informação entre si e telefones em todos os quartos e na receção. O sistema de abertura de quartos não será por chave tradicional mas sim por cartão magnético, e existirá no Hotel também uma máquina de ponto e cartões magnéticos para todos os colaboradores, para que a gerência do hotel possa detetar rapidamente quando é que qualquer um dos seus funcionários entra e saí. 10.3. Recursos Humanos
  21. 21. Numa fase inicial este hotel irá contar com cerca de 18 colaboradores, um diretor, um subdiretor, um técnico de recursos humanos, um técnico de relações públicas, dois animadores turísticos, um colaborador responsável pelo economato, três rececionistas, três funcionárias nos andares, um cozinheiro, dois ajudantes de cozinha e dois empregados de mesa. Director – Deve ter licenciatura em Gestão Turística e Hoteleira e experiência em outros hóteis. As suas funções são ser o representante máximo da empresa com o maior grau de responsabilidade e tomada de decisões. Sub-Director - Licenciatura em Línguas Estrangeiras. Responsável por substituir o diretor no caso da sua ausência e apoiar as suas decisões. Recursos Humanos – Deve possuir licenciatura em Recursos Humanos. Responsável pelo recrutamento de funcionários, pagamento de salários e questões relacionadas com os colaboradores. Relações Públicas - Licenciatura em relações públicas. Responsável pela divulgação e publicidade do hotel no país e no estrangeiro. Animação – Os responsáveis pelo projeto pretendem contratar uma empresa exterior especializada em animação turística com colaboradores próprios, que ficará responsável por todas as atividades de animação dentro do hotel. Economato-Contratação de um colaborador com alguma experiência em reposição de stocks em outros hotéis ou grandes empresas, em boa condição física para ter a possibilidade de fazer a reposição em stock de alguns materiais mais pesados. Receção-Estes colaboradores deverão ter o curso de técnico de receção, técnico de turismo ou ser licenciado em línguas estrangeira. Devem ter capacidade de falar no mínimo em duas línguas sendo que o inglês é obrigatório, e devem ter experiência em serviço de receção. Responsáveis pela gestão da receção e atendimento dos hóspedes. Andares- Deve-se dar preferência a pessoas com experiência. Responsáveis pela limpeza dos quartos e da área de todo o hotel Restaurante/Bar- Deve-se contratar um cozinheiro especializado e com experiência assim como os ajudantes de cozinha. Os empregados de mesa devem
  22. 22. ter alguma experiência, saber as regras básicas de serviço de mesa e ter bom aspeto físico. Responsáveis pela cozinha, gestão do restaurante, serviço á mesa e serviço de bar. 10.4.Localização das instalações O hotel “ A Sensualidade do Vinho” irá localizar-se na zona do rio Douro, visto que esta zona é essencialmente vinícola, e uma das zonas que mais caracteriza esta atividade em Portugal. É na região do Douro que é produzido o mais prestigiado e antigo vinho português que a nível nacional quer internacional, e foi devido a esse facto que escolhemos esta zona para a implementação do novo conceito de hotel que pretendemos implementar. O facto deste destino turístico já estar bastante relacionado com a atividade vinícola foi também bastante relevante para a nossa decisão de entregar-mos o nosso “sonho” ao Douro. O facto de esta região estar também, já muito desenvolvida turisticamente e por consequência já ter diversas empresas turísticas com o objetivo de “entreter” os turistas, é também um ponto a favor para “ A Sensualidade do Vinho”, visto que assim os recursos que o hotel terá que gastar para desenvolver atividades de lazer complementares ao alojamento será muito menor. 10.5. Cadeia de Valor A cadeia de valor é um conceito introduzido por Michael Porter em 1985. Neste conceito Michael defendia que uma cadeia de valor representa um conjunto de atividades desenvolvidas por uma empresa que vão desde a investigação e desenvolvimento ao serviço de pós-venda. Este modelo constitui um instrumento essencial para analisar as vantagens competitivas da empresa ajudando a intensifica-las cada vez mais eliminando as desvantagens que a organização poderá ter. Segundo Michael a cadeira de valores é constituída por atividades primárias ( logística interna, operações, logística externa , marketing e vendas) e por atividades de
  23. 23. apoio (como a investigação e desenvolvimento para aperfeiçoar o produto /ou serviço, a gestão de recursos humanos, planeamento e muitas outras). Em suma o conceito de cadeia valor é a capacidade que a organização tem em decompor a sua atividade principal em subactividades, de forma a criar uma cadeia de acontecimentos que acrescentam valor para os clientes. Por exemplo no exercício da atividade do hotel “ A Sensualidade do Vinho”, o gestor de um hotel deve ter a capacidade de gerir os seus recursos humanos para que o seu hotel se encontre em pleno funcionamento 24 horas por dia, e para isso é preciso que o gestor que gere a atividade principal do hotel, tenha uma boa comunicação em cascata com o resto das subactividades como é exemplo o restaurante. Por exemplo se um cliente do Hotel “ A Sensualidade do Vinho” no ato da sua reserva tenha feito um pedido especial para as suas refeições, por exemplo tinha pedido comida italiana para uma noite da sua estadia, então o rececionista que fez a reserva deve registar o pedido, entrar em contacto com o gestor para saber se o pedido do cliente pode ser atendido, e depois do cliente ter dito que o pedido especial do cliente deve ser satisfeito então o rececionista deve entrar em contacto com o restaurante para fazer o pedido daquela refeição especial, e por sua vez o restaurante deve entrar em contacto com o economato para requisitar os ingredientes necessários e se o economato não tiver todos os ingredientes em stock então deve ainda entrar em contacto com a distribuição para fazer a encomenda dos ingredientes que faltam. Só no final de todo este processo é que o hotel irá acrescentar valor para os clientes.
  24. 24. 11.Impacto Social 12. Caracterização Jurídica da Empresa 12.1.Aspectos Jurídicos da Empresa Com o consentimento de todos os sócios, “ A Sensualidade do Vinho” irá ser uma organização com sociedade por quotas de responsabilidade limitada. Assim a responsabilidade dos sócios encontra-se limitada ao capital social, ou seja apenas o património da empresa responde perante os credores pelas dívidas da sociedade. 12.2. Pacto Social da Empresa De acordo com o tipo de sociedade escolhida podíamos ter dois tipos de Pacto Social 1 e Pacto Social 2. O pacto social 1 é o pacto mais simples, que procura responder ás sociedades que pretendem que o contrato de sociedade seja o mais simples possível e por isso traduzem apenas algumas questões no contrato como: a Firma, a Sede, o Objeto, o Capital, a Gerência, a Forma de Obrigar e a Representação dos sócios nas Assembleias Gerais. O pacto social 2 visa abranger as sociedades que pretendam um regulamento mais detalhado do contrato da sociedade, desde o seu inicio. Assim para além das cláusulas que constam no modelo do pacto 1 prevê: 1.A possibilidade de poderem ser exigidas aos sócios prestações suplementares até ao dobro do capital social. As prestações suplementares têm de ser sempre efectuadas em dinheiro e representam para os sócios uma obrigação estabelecendo entre a sociedade e o sócio uma relação de crédito -débito. Por esse motivo, não podem os pais em representação de filho menor, e sem autorização do Tribunal, constituir sociedade com esta Cláusula. 2. Prevê expressamente a necessidade de consentimento prévio da sociedade para a cessão de quotas a estranhos, bem como o direito de preferência a favor da sociedade e dos sócios sucessivamente nas cessões onerosas de quotas. 3. Prevê os casos em que é possível deliberar a amortização de quotas que tem por efeito a extinção da quota e estabelece ainda o destino da quota amortizada.
  25. 25. No entanto o Hotel “ A Sensualidade do Vinho” escolheu o pacto social por quotas 1, pensando ser o mais adequado pra a sua organização. Ver Anexo- Pacto Social por Quotas 1 12.3.Gráfico da Criação da Empresa Ideia de NegócioRegisto da atividade e licenciamentoInicio da construção da infra-estruturaFim da construção da infra-estruturaDecoração do espaçoEntrevistas para contratação dos recursos humanosInicio da actividade- Orçamento Gastos na construção dos quartos e recepção e restaurante e bar e spa. Gastos nas licenças. Gastos na decoração. Quantos funcionários? Qual o preço por noite? Que tipo de sociedade é? De onde viram os capitais iniciais.
  26. 26. Conclusão
  27. 27. Bibliografia http://siaibib01.univali.br/pdf/Clovis%20Jose%20da%20Rocha%20Junior.pdf http://poliempreende.ipvc.pt/files/14.Plano_de_Neg__cios.pdf http://xa.yimg.com/kq/groups/27785400/1204476423/name/emp+aula+9.pdf http://www.google.com/imgres?hl=ptPT&biw=1280&bih=668&tbm=isch&tbnid=ag6Dus7GhgZ1M:&imgrefurl=http://www.sinfic.pt/SinficNewsletter/NewsS4/S43/HTML/S N1.html&docid=WSnRdSL0aOfDTM&imgurl=http://www.sinfic.pt/PortalWeb/newslet ter/NewsS4/S43/Fotos/SN1DFC.JPG&w=522&h=586&ei=mV2oT3TAojM0QWo16X4Aw&zoom=1&iact=rc&dur=390&sig=112429157442058757546& page=1&tbnh=146&tbnw=130&start=0&ndsp=19&ved=1t:429,r:0,s:0,i:69&tx=52&ty= 75 http://pt.wikipedia.org/wiki/Cadeia_de_valor http://www.google.com/imgres?q=cadeia+de+valor+empresarial&um=1&hl=ptPT&sa=N&biw=1280&bih=668&tbm=isch&tbnid=9ouAibGMhD1CsM:&imgrefurl=ht tp://www.sobreadministracao.com/cadeia-de-valor-o-que-e-e-pra-que-serve/&docid=3RhVvA5IZlKgM&imgurl=http://www.scielo.br/img/revistas/gp/v13n3/09f1.gif&w=73 3&h=401&ei=D8evT_Rgo8XRBaj_kYgJ&zoom=1&iact=rc&dur=450&sig=11242915 7442058757546&page=1&tbnh=109&tbnw=200&start=0&ndsp=15&ved=1t:429,r:0,s: 0,i:71&tx=126&ty=45 http://www.portaldaempresa.pt/NR/rdonlyres/6A3AAB3B-6C4A-40F9-82AB91C6E19ED795/4499/SQ106II.pdf http://forum.revistadevinhos.iol.pt/viewtopic.php?f=2&t=2691 http://www.portugaltours.com.pt/br/circuitos-turisticos/douro-vinhateiro-porto.aspx http://www.portugaltours.com.pt/br/circuitos-turisticos/porto-douro.aspx http://www.boucinha.com/
  28. 28. http://www.portugaltours.com.pt/br/circuitos-turisticos/fim-de-semana-porto.aspx http://www.douro.com.pt/

×