Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade

6.456 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.456
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
54
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
314
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segundo Módulo - Aula 12 - De justiça, amor e caridade

  1. 1. Lei de Justiça, Amor e Caridade
  2. 2. Justiça e Direitos Naturais
  3. 3. <ul><li>O sentimento de justiça foi posto no coração do homem por Deus; o progresso moral o desenvolve mas não o dá. </li></ul><ul><li>No homem, o sentimento de justiça está misturado com paixões que o alteram. Por isso, mesmo sendo a justiça uma lei da Natureza, os homens a entendem de formas diversas. </li></ul><ul><li>&quot;A justiça consiste em cada um respeitar os direitos dos demais.“ </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Os direitos são determinados por duas coisas: a lei humana e a lei natural. </li></ul><ul><li>Os direitos determinados pela lei humana, regula apenas algumas relações sociais; pois há muitos atos só podem ser regulados pela própria consciência. </li></ul>
  5. 5. <ul><li>Disse o Cristo: Queira cada um para os outros o que quereria para si mesmo. </li></ul><ul><li>&quot; Essa é a base da justiça segundo a lei natural, não há guia mais seguro do que a própria consciência. </li></ul><ul><li>&quot;A sublimidade da religião cristã está em que ela tomou o direito pessoal por base do direito do próximo.“ </li></ul>
  6. 6. <ul><li>O homem necessita viver em sociedade e para isso precisa respeitar os direitos de seus semelhantes. </li></ul><ul><li>Como muitos homens não praticam a lei de justiça, isso causa as perturbações e confusões em que vivem as sociedades humanas. </li></ul><ul><li>Reconhecer o semelhante, como igual em direitos e deveres, é o limite do direito da lei de justiça. A superioridade só existe em relação a sabedoria e virtudes. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>O homem que praticar a lei da justiça em toda a sua pureza, estará a exemplo de Jesus praticando o amor ao próximo e a caridade; terá o caráter do verdadeiro justo. </li></ul>
  8. 8. Direito de Propriedade. Roubo
  9. 9. <ul><li>O direito à vida é o primeiro do ser humano. Por isso não podemos atentar contra a vida de nossos semelhantes seja em que circunstancia for. </li></ul><ul><li>Durante sua existência o homem trabalha e vai juntando o necessário para viver e para seu repouso, mas isso não pode ser feito de uma maneira egoísta. </li></ul><ul><li>O que amealhamos durante nossa jornada terena é uma propriedade legitima a qual temos o direito de defender, mas devemos atentar para o detalhe de que somente é nossa propriedade legitima aquilo que adquirimos sem prejudicar ao próximo, usando muitas vezes de astucia ou meios ilícitos para consegui-la. </li></ul>
  10. 10. <ul><li>As leis humanas são ainda muito imperfeitas e portanto sujeitas ainda a varias modificações, mas o progresso espiritual da raça humana vai desenvolvendo-as cada vez de maneira a serem mais justas. </li></ul><ul><li>Devemos portanto muitas vezes consultar a nossa consciência a respeito do que é licito ou não. </li></ul>
  11. 11. Caridade e amor ao próximo
  12. 12. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem para lhe servir de guia e modelo? JESUS. Para o homem, Jesus representa o tipo de perfeição moral a que a humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo, e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura de sua lei, porque, sendo Jesus o ser mais puro que já apareceu na Terra, o Espírito Divino o animava.
  13. 13. Assim... Paradigma JESUS Evangelho : Diretrizes morais para o aperfeiçoamento da humanidade .
  14. 14. <ul><li>Benevolência para com todos, indulgência para as imperfeições alheias, perdão das ofensas. </li></ul><ul><li>A caridade, segundo Jesus, não se restringe à esmola, mas abrange todas as relações com os nossos semelhantes, quer se trate de nossos inferiores, iguais ou superiores. </li></ul><ul><li>Ser indulgentes, porque temos a necessidade de indulgência. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>O homem verdadeiramente bom procura elevar o inferior aos seus próprios olhos, diminuindo a distância entre ambos. </li></ul><ul><li>Amar aos inimigos é perdoá-los e pagar-lhes o mal com o bem. </li></ul><ul><li>Não é a esmola que é censurável, mas quase sempre a maneira por que ela é dada. </li></ul>
  16. 16. <ul><li>O homem de bem, que compreende a caridade segundo Jesus, vai ao encontro do desgraçado sem esperar que ele lhe estenda a mão. </li></ul><ul><li>A verdadeira caridade é sempre boa e benevolente; tanto está no ato quanto na maneira de fazê-la. </li></ul><ul><li>Um serviço prestado com delicadeza tem duplo valor, se o for com altivez, a necessidade pode fazê-lo aceito mas o coração mal será tocado. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>A ostentação apaga aos olhos de Deus o mérito do benefício. </li></ul><ul><li>Amai-vos uns aos outros, eis toda a lei, divina lei pela qual Deus governa os mundos. </li></ul><ul><li>Não olvideis jamais que o Espírito, qualquer que seja o seu grau de adiantamento, sua situação como reencarnado ou na erraticidade, está sempre colocado entre um superior que o guia e aperfeiçoa e um inferior perante o qual tem deveres iguais a cumprir. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Sede caridosos, não somente dessa caridade que vos leva a tirar do bolso o óbolo que friamente atirais ao que ousa pedir-vos, mas ide ao encontro das misérias ocultas. </li></ul><ul><li>Sede indulgentes para com os erros dos vossos semelhantes. </li></ul><ul><li>Em lugar de desprezar a ignorância e o vício, instruí-os e moralizai-os. </li></ul><ul><li>É da boa educação moral que depende o melhoramento da Terra. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>A essência da caridade: </li></ul><ul><li> Benevolência </li></ul><ul><li>Perdão Indulgência </li></ul>HARMONIA ENTRE OS HOMENS
  20. 20. Que pensais da divisão da Lei Natural (ou Divina) em dez partes, compreendendo : <ul><li>I. Lei de Adoração; </li></ul><ul><li>II. Lei do Trabalho; </li></ul><ul><li>III. Lei de Reprodução; </li></ul><ul><li>V. Lei de Conservação; </li></ul><ul><li>V. Lei de Destruição; </li></ul><ul><li>VI. Lei de Sociedade; </li></ul><ul><li>VII. Lei de Progresso; </li></ul><ul><li>VIII. Lei de Igualdade; </li></ul><ul><li>IX. Lei de Liberdade; e </li></ul><ul><li>X. Lei de Justiça, Amor e Caridade. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Essa divisão da lei de Deus em dez partes é a de Moisés, e pode abranger todas as circunstâncias da vida, o que é essencial. </li></ul><ul><li>A última lei é a mais importante ( Lei de Justiça, Amor e Caridade; é por meio dela que o homem pode adiantar-se mais na vida espiritual, visto que resume todas as outras. </li></ul>
  22. 22. Lei de Justiça, Amor e Caridade 1º) Amar a Deus 2º) Não falar o nome de Deus em Vão. Lei de Adoração Lei de Trabalho Lei de Sociedade Lei de Destruição Lei de Reprodução Lei de Igualdade 3º) Santificar o dia de sábado 4º) Honrar pai e mãe. 5º) Não matar . 6º) Não cometer adultério. 7º) Não roubar. Lei de Conservação Lei de Liberdade Lei de Progresso 8º) Não prestar falso testemunho. 9º) Não desejar a mulher do próximo 10º) Não desejar ao coisa do próximo .
  23. 23. Dentre os vícios, qual o que se pode considerar o radical? <ul><li>Já o dissemos inúmeras vezes: </li></ul><ul><li>O Egoísmo. </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Dele deriva todo o mal. Estudai todos os vícios e vereis que no fundo de todos há egoísmo. Por mais que luteis contra eles, não conseguireis extirpá-los enquanto não atacardes o mal pela raiz, enquanto não lhe houverdes destruído a causa. </li></ul><ul><li>Que todos os vossos esforços tendam, pois, para esse fim, porque aí está a verdadeira chaga da sociedade. Quem quiser aproximar-se da perfeição moral, já nesta vida, deve extirpar do seu coração todo sentimento de egoísmo, pois o egoísmo é incompatível com a justiça, o amor e a caridade ; ele neutraliza todas as outras qualidades. </li></ul>
  25. 25. <ul><li>Espiritismo </li></ul>Reflete LEI DE JUSTIÇA FRATERNIDADE Devotamento, Abnegação, Tolerância, Benevolência, Indulgência AMOR CARIDADE
  26. 26. RESUMO... “ Amar o próximo como a si mesmo.” Expressão mais completa da Caridade:
  27. 27. “ Fazer aos outros o que gostaríamos que os outros nos fizessem.”
  28. 28. CARIDADE Caridade é a mão terna e compassiva Que ampara os bons e os maus ama e perdoa, Misericórdia, a qual para ser boa, De bens paradisíacos se priva. Mão radiosa, que traz a verde oliva Da Paz, que acaricia e que abençoa, Voz da eterna verdade que ressoa Por toda a parte, promissora e ativa. A caridade é o símbolo da chave Que abre as portas do céu claro e suave, Das consciências libertas da impureza; É a vibração do espírito divino, Em seu labor fecundo e peregrino, Manifestando as glórias da Beleza!... (Cruz e Souza, 1982 )
  29. 30. BIBLIOGRAFIA <ul><li>Livro dos Espíritos. </li></ul><ul><li>Testos e figuras da internet. </li></ul>

×