Segundo Módulo - Aula 1 e 2 - Leis divinas e naturais

4.535 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.535
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
175
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segundo Módulo - Aula 1 e 2 - Leis divinas e naturais

  1. 1. DA LEI DIVINA OU NATURAL
  2. 2. É a lei de Deus, tendo-o como princípio imanente e transcendente do universo, causa e meta, princípio e finalidade; é lei também dita natural porque Deus, estando em tudo, e tudo em Deus, a natureza está prenhe de Deus, que está presente na energia que se transforma em matéria, tanto quanto no espírito que se transforma em consciência, porque nada existe sem ser em Deus
  3. 3. LEIS HUMANA E LEIS DIVINAS
  4. 4. <ul><li>Lei é uma norma ou conjunto de normas ditada pelo poder público constituinte e tornada obrigatória para manter, numa comunidade, a ordem e o desenvolvimento. </li></ul><ul><li>A noção de lei depende da regra ou da necessidade . Em se tratando da regra , diz respeito à lei humana, limitada e sujeita a sanções de diversos matizes. </li></ul><ul><li>Em se tratando da necessidade , refere-se à lei natural, ou seja, a que não suporta exceção, sendo uma lei que deriva da natureza das coisas . </li></ul>
  5. 5. “ (...) AS LEIS HUMANAS MUDAM SEGUNDO OS TEMPOS, OS LUGARES, E O PROGRESSO DA INTELIGÊNCIA...” AK - § 2 VARIÁVEIS SÃO UMA EXIGÊNCIA DA CIVILIZAÇÃO REGULAM: - AS RELAÇÕES SOCIAIS - OS INTERESSES DAS FAMÍLIAS <ul><li>INVARIÁVEIS </li></ul><ul><li>SÃO AS MESMAS EM TODOS OS </li></ul><ul><li>TEMPOS E EM TODOS OS PAÍSES </li></ul><ul><li>SÃO: </li></ul><ul><li>A LEI DIVINA MATERIAL </li></ul><ul><li>A LEI DIVINA MORAL </li></ul>LEIS DA NATUREZA LEIS CIVIS LEIS DIVINAS LEIS HUMANAS
  6. 6. <ul><li>Os Dez Mandamentos e a lei de Moisés podem oferecer-nos uma clara distinção entre a Lei Divina e a lei humana. Moisés, grande médium que fora, recebera dos Espíritos superiores a tábua dos Dez Mandamentos, consubstanciando os ensinamentos da Lei Divina. </li></ul><ul><li>De outro modo, como tinha que manter a disciplina do seu povo, ainda muito primitivo, valeu-se das leis humanas, criadas por ele mesmo, emprestando-lhe um caráter divino. O “olho por olho e dente por dente” é um bom exemplo de como o humano pode passar pelo divino. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Se as leis divinas estão inscritas na consciência dos seres humanos, a sociedade não poderia ser regida apenas por elas? Poderia, se todos as compreendessem bem. Se os homens as quisessem praticar, elas bastariam. </li></ul><ul><li>A sociedade, porém, tem suas exigências. </li></ul><ul><li>São-lhe necessárias leis especiais. Em outras palavras, não basta as leis estarem inscritas, faz-se necessário que elas sejam atualizadas. Quer dizer, estas leis devem ser lembradas, exercitadas para que façam parte de nosso passivo espiritual. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Allan Kardec, na pergunta 795 de O Livro dos Espíritos , diz-nos: </li></ul><ul><li>“ A civilização criou necessidades novas para o homem, necessidades relativas à posição social que ele ocupe. Tem-se então que regular, por meio de leis humanas, os direitos e deveres dessa posição. Mas, influenciado pelas suas paixões, ele não raro há criado direitos e deveres imaginários, que a lei natural e que os povos riscam de seus códigos à medida que progridem. A lei natural é imutável e a mesma para todos; a lei humana é variável e progressiva. Na infância das sociedades, só esta pode consagrar o direito do mais forte”. </li></ul>
  9. 9. <ul><li>lei humana pune, mas é incapaz de alcançar todas as faltas. Pergunta-se: e as faltas que não são punidas nesta vida? Certamente ficarão para uma próxima encarnação. Há diversos casos, em que a mídia jornalística informa que as pessoas foram presas inocentemente. </li></ul><ul><li>A notícia: depois de muitos anos, descobriu-se o que o assassino foi outro e não o que está preso. De imediato, pensamos na injustiça. Como pode acontecer isso? Contudo, se voltarmos a uma encarnação passada, poderíamos descobrir que lá ficaram pendências, as quais devem ser sanadas nesta existência, para que a Lei Divina se cumpra . </li></ul>
  10. 10. LEIS DIVINAS <ul><li>Afirmou Jesus certa vez: &quot;Não penseis que vim destruir a lei ou os profetas; não vim para destruí-los, mas para dar-lhes cumprimento&quot; (Mateus, 5:17). </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Na época, lei, para os judeus, significava o conteúdo dos cinco primeiros livros da bíblia, da autoria de Moisés e cujo texto é bastante variado de vez que eles contêm informações sobre a história do povo hebreu, leis civis e penais, preceitos de higiene e também princípios morais, entre eles os conhecidos dez mandamentos. </li></ul><ul><li>A parte moral, de origem superior, é realmente pequena, mas Moisés, a exemplo de outros legisladores da Antigüidade, atribuiu todo o conjunto à inspiração divina para dar-lhe maior autoridade. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Era àquela parte moral que Jesus se referia quando afirmou ter vindo cumprir a lei, resumindo-a, mais tarde, em dois mandamentos principais: </li></ul><ul><li>Amar profundamente a Deus (na linguagem evangélica, de todo o teu coração e de todo o teu entendimento) e amar o próximo como a si mesmo. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Lei quer dizer &quot;preceito emanado da autoridade soberana&quot; e, como vemos, a lei estabelecida pela autoridade divina é o amor. Por que essa advertência do Mestre, feita ainda na fase inicial de suas pregações? </li></ul><ul><li>É que os judeus, consoante as profecias, aguardavam a chegada do Messias, esperando, contudo, que ele fosse um líder político e militar capaz de estabelecer a supremacia do povo judaico sobre os demais povos o que implicaria o uso da astúcia e da violência, em flagrante contradição com a lei de amor. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Tratava-se evidentemente de uma expectativa falsa, sem qualquer apoio nos mandamentos divinos e nas palavras dos profetas. Jesus veio cumprir a lei divina do amor e por isso não foi aceito, senão por uma minoria, já capaz de compreender suas lições. </li></ul><ul><li>É claro, por outro lado, que ninguém consegue fugir à ação das leis divinas, que são eternas e perfeitas e funcionam sempre em nosso beneficio, mesmo quando as transgredimos, reeducando-nos e conduzindo-nos para a felicidade. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>A Lei Divina está inscrita em nossa consciência. Consultemo-la mais constantemente, a fim de evitarmos levar para a outra vida o que deve ser resolvido nesta. </li></ul>

×