O EducadorCasa da Criança e do Adolescente         Cristina CavanisAno 01 - Edição 06 - Outubro- 2011    Distribuição Grat...
O Educador                                                                                      QUEM SOU EU?              ...
O Educador              AgendaANIVERSARIANTES - Outubro                Entrevista com o homem livro apósJoão Pedro - 11   ...
O Educador                                 DIA DO PROFESSOR - 15                 Professor: Profissional dos Profissionais...
O Educador                         Homenagem ao EducadorChama-se de educador o profissional da Educação que pode atuar tan...
O Educador                    Capa                           Resgate da Infância                          Uma das melhores...
O Educador                                 Dia do ProfessorLugar de criança          Aprendemos o que foi dito: “Lugar de ...
O Educador                                            Cultura                    Com união,                   Amor,       ...
O Educador                                          AtualidadeEncontro de Diretores e Coordenadores                       ...
O EducadorBiscoito Calcanhar Rachado          Passa Tempo                   Colorindo                                  Ria...
O Educador                                 ComunidadePa r a b é n s a n o s s a q u e r i d a   Participe conosco!colabora...
O Educador     Sou Cavanis...e você? Venha fazer parte desta família!                 Comércio Casa Verde     Fone: (34) 3...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Educador-Outubro

762 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
762
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Educador-Outubro

  1. 1. O EducadorCasa da Criança e do Adolescente Cristina CavanisAno 01 - Edição 06 - Outubro- 2011 Distribuição Gratuita OutubroResgate da Infância
  2. 2. O Educador QUEM SOU EU? Editorial Neste mês de outubro, o Educador tem a pretensão de levar você, querido leitor, apassear pelo universo infantil, a serpoeta, a ser professor e “degustador”de brincadeiras. É tempo de seradulto – criança, é tempo de reavivar Nomea devoção Mariana, é tempo de Valdirene Neres da Silvatransformar os velhos hábitos Idade 45 anosatualizando-os. A nossa expectativa é Profissãoque você consiga extrair o melhor de Auxiliar de Cozinhavocê. Nossa contribuição a partir Comidadesse exemplar é pequena, mas o Massasque você pode fazer com ela é Timegrande! FlamengoPense nisso e tenha uma abençoada Fraseleitura. “O que Deus cria o homem não destrói”. Sonho Priscila Dias Cabelereira Secretária Cristina Cavanis Editorial-Quem sou eu?....................................................................................02 Agenda - Aconteceu...................................................................03índice Dia do Professor...............................................................................................04 Homenagem ao Educador.............................................................................05 Capa-Resgate da Infância................................................................06 Educação...................................................................................................07 Atualidade e Cultura...................................................................................08-09 Comunidade-Expediente, Passa Tempo, Sou Cavanis...............................10-12 Atendimento de Segunda a Sábado de 3:00 às 20:00 hs. Domingos e feriados PANIFICADORA & CONFEITARIA 7:00 às 12:00 hs. Wilson / Sandra Fone: (34) 3222-3269 Av. Dos Titos, 713 - B. Jardim Aurora - Uberlândia - MG2
  3. 3. O Educador AgendaANIVERSARIANTES - Outubro Entrevista com o homem livro apósJoão Pedro - 11 apresentação cultural na “Noite doPaulo Henrique - 11 Fastástica” da Cristina CavanisMarcos Vinicius - 11Lucas Daniel - 12 O Educador – Quem é você , qual seuRodrigo Rodrigues -18 nome e idade?Daniel Henrique - 23 Homem Livro - Sou poeta e chamoDedorah Rodrigues - 25 Mauro Martiniano de Mello e tenho 52Juan Domingues - 25 anos.Eliseu Eduardo - 26 O Educador – Em que ano foi criado oErica Silvestre - 30 personagem e por quê? ********************************* Homem Livro – Foi criado no ano deACONTECEU*Missa do funcionários 2004, com objetivo de facilitar a*Dia do teatro transmissão de meu conteúdo as crianças*Dia do radialista e as pessoas em geral, numa forma*Dia da Bíblia mágica, lúdica que capta a atenção e*Dia da Independência favorece a mensagem.*Visita a Transitolândia O Educador - Em quantas escolas já*Noite Fantástica apresentou esta peça do Homem Livro?*Visita ao Parque Santa Luzia Homem Livro – Em torno de 115*Visita a Rádio e TV Paranaíba escolas, para cerca de 29 mil crianças*Ginástica Laboral*Reunião Pedagógica aqui em Uberlândia.*Cortes de cabelo - Embeleze O Educador – Que poesia poderia*Encontro de Diretores e Coordenadores deixar como mensagem?******************************** O Homem Livro.O CACHO Amor de PoetaTenho um brinquedo Amor de poeta é abundanteQue causa arrepios Abunda do imprevisível instante Em que escreve abundantementeQue corre, que late,E que dá rodopios : Amor de poeta é saber- É meu cachorrinho Transcreve d´alma suade estimação. O que lhe abunda em ternura- Seu nome é Cacho, Amor de poeta é reconhecermeu vira-lata fofão. Que ao nascer Deus o fez De coração virado pra lua (do livro Na Ponta Da Pena) Mauro Martiniano, 52 anos, Bairro Custódio Pereira. 3
  4. 4. O Educador DIA DO PROFESSOR - 15 Professor: Profissional dos Profissionais, para quem e onde? Educação, um alternativa ou um problema? Quando pensamos em educação nos vem à mente o tamanho desafio que o Brasilenfrenta no que diz respeito à efetivação de tal proposta com a conjuntura que se organiza osistema educacional. Sobre os professores recai a responsabilidade de ser um profissional“Bombril”, mil e uma utilidades. No momento que a instituição família não mais correspondeàquilo que dela se espera, os professores alem de dominar o campo do conhecimento em queatuam, precisam fazer o papel de psicólogo, assistente social, pai, mãe, médico, bombeiro,apaziguador, e para completar, são postos como escudos humanos numa batalha onde suas armassão o giz e o quadro negro.. Na Finlândia, para termos uma idéia, o professor é mais bem remunerado do que osmédicos e os engenheiros, não significando que os médicos e engenheiros ganham mal, são osprofessores de fato reconhecidos financeiramente mesmo. Tem autonomia para desenvolverqualitativamente a proposta de aprendizagem, e isto reflete no interesse dos alunos frente aoobjeto de conhecimento, que os interessa e tem tudo a ver com o seu mundo, não estudam elesomente por que está na cartilha. Já vivenciamos isso nos tempos da escola, e hoje apóssignificativo tempo, vemos a mesma realidade. Professores e alunos são subordinados aosistema, professor ensina o que não deve e os alunos não aprendem o que não os interessam. A proposta da educação não consiste em formarmos máquinas que saibam repetir o queos ensinamos como se fosse um programa de computador, precisa ter tudo a ver com o que defato os interessa, ter sentido, significado e aplicabilidade em suas vidas, precisam aprendercom emoção. Temos um precioso exemplo sobre o Mestre dos mestres. O que Jesus conseguiutransmitir aos seus? Muitos líderes religiosos já pregavam os ensinamentos, mas ele não tinhasentido para a vida das pessoas, as oprimia, a lei tinha mais importância do que o homem. O Mestre dos mestres mostrou que outra alternativa era possível, mostrou que osmilagres não eram comprados em indulgências, mas que eles eram possíveis pela germe da féque habitava dentro de cada pessoa.Educação significa tirar de dentro “educere” e nãoimposição de um sistema de regras. O que estamos esperando? Leoclécio Dobrovoski - Pós graduando em Docência4
  5. 5. O Educador Homenagem ao EducadorChama-se de educador o profissional da Educação que pode atuar tanto comoprofessor quanto como pesquisador, administrador escolar, supervisor de ensino,orientador educacional, filósofo educacional ou como estudioso de questõeseducacionais de um modo geral. Embora, em princípio, entenda-se o educador comoum pedagogo, nem sempre essa é a realidade, podendo um educador ter formação emoutras áreas pedagógicas, como as Letras, a Psicopedagogia, entre outras.Poesia ao educadorEducar é uma arteQue se cultiva ao amorEduca-se para a vidaPara a vida saborearQue se diz e traduz na RealidadeDo ser Educando e do serEducando Educador.Educar é transmitir aoOutro, terceiros aquiloQue se aprendeuAquilo que se sabeA preciosidade, o tesouro que se tem.Educar é brincar,Aprender com prazer,Divertindo-seSoltando a imaginação e fantasiaCom afã para conhecer e explorar oMundo que está sendo posto ao seu redor. Edvaldo Sant`Ana Lourenço - Estudante 5
  6. 6. O Educador Capa Resgate da Infância Uma das melhores fases da nossa vida é a infância. Não há nenhum ser humano que não relembre do seu tempo de criança com grande nostalgia. As mudanças das práticas culturais, brincadeiras, cantigas de roda, coisas simples se perderam com o tempo, deixando uma lacuna, que foi pouco a pouco preenchida pela tecnologia, babás eletrônicas e neste caso, não importa se é rico ou pobre, o contato humano foi trocado pelo computador, vídeo games ou simplesmente a tela de um televisor. Quando se fala do desaparecimento da infância os pesquisadores contemporâneos não estão falando da mortalidade infantil, mas sim, da morte trágica do “brincar”, da vivência ingênua e descompromissada! As crianças da atualidade tornam-se adultos precoces , pois além do apelo da mídia, eles vivenciam a violência, muitas vezes dentro de casa, assimilam para si os problemas urbanos. A sociedade e o meio em que ela vive é que vai aos poucos incutindo na criança noções de valores e responsabilidades que são devidas aos pais.Os pais estão sempre ocupados atrás do sustento da casa – o que é algo muito comum nos dias atuais E as crianças não recebem educação adequada , e sem ter modelos a seguir, elas acabam por sugar tudo o que vêem ao seu redor. E é isso que dita a formação do seu caráter. E todos nós sabemos que esse tipo de educação acaba levando as crianças para o lado ruim da vida, a se perder por caminhos errados e assim a infância vai se encurtando cada vez mais. Cabe aos pais ensinar o que é certo e errado, devemos deixar que brinquem, que se sujem, que corram e não expô-las a um mundo adulto totalmente vulgarizado e capitalista. Para a criança não existe divisão de classes sociais, etnia, religião e preconceitos, crianças é apenas crianças sem rótulos ou orgulho. Criança que se preza tem que soltar pipa, rodar pião, jogar bolas de gude, correr de bicicleta, machucar-se subir em árvores, jogar bola, lêr revista em quadrinhos, assistir filmes no cinema. Ser criança e não adulto, viver o momento presente sem pensar no futuro. Silene Moreira - Coodenadora Pedagógica6
  7. 7. O Educador Dia do ProfessorLugar de criança Aprendemos o que foi dito: “Lugar de criança é na escola.” Quais não são os sofrimentos dessas crianças que vemos sem recursos,forçadas a trabalhar? Questionam-se aqueles a que tocam as cenas de tão novascriaturas submetendo-se aos esforços do trabalho. Gratos são os dados que notificam oavanço da educação no país, ainda que deficiente. Porém cabe resgatar a velha reflexão, educação se faz somente na escola? Deque tipo de educação falamos? Qual queremos e afinal, o que é Escola? Certamentereconhecemos o papel da escola, instituição de ensino, de cultivo do saber, local dedesenvolvimento cultural; para as atuais correntes pedagógicas esta instituição é tãoimportante quanto a família, é espaço para relações interpessoais, na qual se aprende asocialização, onde o afeto é trabalhado em todas as instâncias de relacionamentovoltado à formação cidadã de um sujeito integral. “Histórico-sócio-culturais,mulheres e homens, nos tornamos seres em quem a curiosidade, ultrapassando oslimites que são peculiares no domínio vital, se torna fundante da produção deconhecimento” como escreveu Paulo Freire. Mulheres e homens, ele diz, formados a partir da curiosidade, esta mesma quese inicia infantil, em pequenas cabeças pensantes, ouvidos e olhos atentos, voltados atudo e a todos que os cerca. Deixemos que nossa curiosidade infantil dissolva osmuros da Escola e veremos que para além dela há saber. Na verdade o que veremos éque se trata de um protótipo do que existe fora dela, cultura, saber, afeto e sociedade. Assim todo lugar é “Lugar de Saber”. A criança existe em todo lugar, isto é, elarecebe todo o mundo, todo espaço como ambiente de manifestação e aprendizado, porisso, ele se faz tanto nos ambientes preparados a este fim quanto naqueles que diríamosimpróprios para tal, e mesmo a qualquer tempo aonde sequer imaginamos lá há simensino e aprendizagem. Não trata essas modestas linhas de amenizar o mal estar do trabalho infantil,afirmando ser também ambiente educacional ou ainda de desbastar a valorização daescola, trata apenas de tentar provocar novo aprendizado para assim nos atentarmos aoquê ensinamos diariamente e sem notar, o lugar em que se aprende é o lugar em que seestá. Lais Cruz Dâmanso - Graduando em Filosofia 7
  8. 8. O Educador Cultura Com união, Amor, PerseVerança, A serviço dos Necessitados e HumIldes ESse é um dom que os irmãos Cavanis nos deixaram. Laís Soares Chave, T3, Vespertino. Caridade isso é dom, Puro dom de quem sabe Amar. CaVanis luz que não se Apaga um só ideal uma só missão. CavaNis ergueremos essa BandeIra de partinha fraternidade e fé. Semeando a caridade em toda parte colhêremos um sorriso.ECA: Direitos e Deveres Ana Paula Moreira, T2, Matutino Todo cidadão já passou pelaexperiência de ser desrespeitado (noexercício de um direito) ou punido comexcesso (quando não cumpre umdever). Isso pode ter acontecido pelaação de um policial, na escola ou emcasa. Como vivemos em sociedade,não podemos sair fazendo o quequeremos, sem pensar nasconsequências. Como também,ninguém pode fazer isso conosco, nemjuiz, policial ... nem nossos pais. Todostemos direitos e deveres, em casa, naescola, no trabalho, em sociedade. O Dia das Crianças no Brasil foi "inventado"A liberdade e a justiça só existem se por um político. O deputado federal Galdinodireitos e deveres são respeitados. do Valle Filho teve a idéia de criar um dia emExiste uma Justiça (órgão onde homenagem às crianças na década de 1920.trabalham os juízes – tribunal) especial Na década de 1920, o deputado federalpara crianças e adolescentes. Quando é Galdino do Valle Filho teve a idéia denecessário, os juízes avaliam se uma "criar" o dia das crianças. Os deputadoscriança ou adolescente foi aprovaram e o dia 12 de outubro foidesrespeitada em algum dos seusdireitos, punindo o responsável. oficializado como Dia da Criança pelo presidente Arthur Bernardes, por meio do Francisco Eduardo Bodião decreto nº 4867, de 5 de novembro de 1924. 9
  9. 9. O Educador AtualidadeEncontro de Diretores e Coordenadores Oração do Educador na Fé Senhor, sou cavanis, sou educador, das Obras Sociais Cavanis promotor da vida e da esperança no coração dos jovens e crianças. Acolha a minha fraqueza e a minha humanidade às vezes insegura, às vezes inconstante. Mas estou encantado com essa missão. Encha-me de paixão com os jovens e crianças. Que eu nunca me esqueça de olhar par Jesus o Divino Mestre e aprender comFoi com muita alegria que participamos ele a evangelizar e a educar.nos dias 27 e 28 de setembro, na Casa Que eu nunca me sinto sábio, autoClamor Cavanis “Irmão Aldo Menghi” na suficiente e satisfeito com o que eu sei ecidade de São Paulo do X Encontro de aprendi...Diretores e Coordenadores das Obras ...Que eu seja um eterno aprendiz. Como tu, eu esteja onde ninguémSociais da Associação Antônio e Marcos gosta de ir, e me coloque a serviço de todosCavanis, pertencentes a Congregação das especialmente daqueles que ninguém querEscolas de Caridade. O encontro assumir e educar.possibilitou além das trocas de Os teus ensinamentos sejam a minhaexperiências vividas cotidianamente em filosofia, as tuas palavras a minhacada obra social, um olhar para a verdade.associação como um todo e como cada O teu estilo de vida a minhaparte ou esfera contribui para o pedagogia, a tua pessoa o meu modelo educativo de transmitir.funcionamento desse todo. Foram A cada dia que eu me deixe guiar emomentos abençoados de comunhão educar por ti, caminho seguro a seguir,fraterna em favor do carisma Cavanis, verdade que liberta vida que salva.refletindo e dialogando, levantando Amém!questionamentos e indagações quemovimente as nossas práticas e decisõesenquanto leigos, religiosos e família.Afinal, a missão e a espiritualidadeabraçada por todos nós quanto melhorplanejada, atualizada e praticada comamor e comprometimento garantirá oêxito no trabalho com nossas crianças eadolescentes. Priscila Dias - Secretária Cristina Cavanis8
  10. 10. O EducadorBiscoito Calcanhar Rachado Passa Tempo Colorindo Ria se puder O passante ao pedinte -Aqui é proibido pedir esmolas. - Mas não é proibido dá-la senhor! Dois falsos amigos - Ó Zé, deverias diminuir tuas orelhas: são muito grandes para um homem.Ingredientes - Ó Jair, e tu deverias aumentar as tuas: são2 medidas de polvilho muito pequenas para um burro!1 medida de fubá de canjica1 medida e meia de óleo Porque a planta quando é pequena nãosal a gosto fala!Modo de Preparo R: !adum è ale euqroPMisture todos os ingredientes e Quem morre em pé?sove bastante, em seguida vai R: .alev Acolocando ovos e amassando até ************************************dar ponto de enrolar e levar ao O chefe de departamento, sentindo que seusforno. subordinados não respeitavam nem um poucoObs: Ao misturar os primeirosingredientes vai amolecer a sua liderança, resolveu colocar uma placa nabastante. Não se assuste, ao porta da sala, onde se lia: “Aqui quem mandacolocar os ovos vai dar ponto sou eu.”para enrolar. Depois de voltar de uma reunião, viu o seguinte bilhete pregado junto à placa: “Sua esposa ligou pedindo para que devolva a placa.” 10
  11. 11. O Educador ComunidadePa r a b é n s a n o s s a q u e r i d a Participe conosco!colaboradora e membro da *Dia do Poeta e dos animaisDiretoria Social NAÍZE pela *Festival Infantilcelebração do aniversário, muita *Dia da Criançassaúde e realizações. A Amizade *Dia do Professorrequer apenas que nos lembremos *Trabalhando Temassempre de dizer um “oi, Como você *Dia da bruxasestá?!!! Você não imagina o quanto a suaamizade é importante para nós....Obrigado por você existir !!! Amizadecomo a sua é privilégio de poucos. Muitoobrigado, por você existir. Votos defelicidade! Casa da Criança. Muito Obrigado, a o d i r e t o r, cordenadores, radialistas, apresentadores e funcionários da Radio e TV Paranaíba pela recepção calorosa de nossas crianças e adolescentes.********************************Cavanis um eternoaprendiz, para Amar e Servir!Venha fazer parte desta família.Conheça nossa história e ajude-nos a continuar esta obra deamor. Expediente - O Educador Direção Geral: Cristina Cavanis Publicação da Casa da Criança Correção Ortográfica: Priscila Diase do Adolescente Cristina Cavanis Diagramação e coordenação:Rua Iraque, 222, Cep - 38410-282 Edvaldo Sant`Ana Lourenço Fone - (034) 3255 - 5008 Divulgação: Cristina Cavanis CNPJ - 75637256/0016-90 Impressão: Gráfica Imprime Uberlândia - MG Tiragem: 200 exemplares Diretor Executivo: Pe. João Pedro Atendimento ao Leitor: Pinheiro uberlandia@cavanis.org.br11
  12. 12. O Educador Sou Cavanis...e você? Venha fazer parte desta família! Comércio Casa Verde Fone: (34) 3237-3402 email: comerciocasaverde@hotmail.com Av. Iraque, 243 - B. Laranjeiras - Uberlândia - MG12

×