Promocao Saúde e Qualidade de Vida

797 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
797
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
124
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Promocao Saúde e Qualidade de Vida

  1. 1. Promoção da Saúde e Qualidade de Vida PEDAGOGIA - 2011.2
  2. 2. Alessandra Lima dos Santos – P00895Ana Maria Avelino Freire – P00877Carmen Élica da Silva Rios – P00878Sebastião Braz Xavier – P00898Suzana Queiroz de Araujo – P00896
  3. 3. LIXOE QUALIDADE DE VIDA
  4. 4. Vídeo : “Tá limpo!”Desenho animado sobre a coleta seletiva e a reciclagem de lixo. Osproblemas sociais e ambientais dos bairros pobres são mostradosatravés da preocupação dos dois personagens - o menino Pipoca e seuamigo Bico, um urubu. Clique na imagem para acessar o vídeo
  5. 5. Dinâmica de sensibilização• Atividade prática para conscientizar os alunos do impacto que o lixo causa na saúde da comunidade• Dinâmica de sensibilização de diferentes tipos de lixo• Ambientação da sala: lixos recicláveis espalhados pela sala para serem classificados e selecionados pelos alunos
  6. 6. Sensibilização
  7. 7. Observação e classificaçãodo tipo de lixo, em orgânicoe inorgânico
  8. 8. Apresentação do tema com a utilização do data show • Aprofundar e sedimentar as informações adquiridas nas atividades de sensibilização, através da projeção do tema em tópicos e figuras ilustrativas • Incentivar a discussão sobre o tema • Desenvolver a linguagem oral
  9. 9. 1º Tópico: Afinal, o que é lixo?AFINAL, O QUE É LIXO?DEFINIÇÃOChamamos de lixo tudo aquilo que não nos serve mais e jogamos fora. Os dicionários delíngua portuguesa definem a palavra como sendo: coisas inúteis, imprestáveis, velhas, semvalor; aquilo que se varre para tornar limpa uma casa ou uma cidade; entulho; qualquermaterial produzido pelo homem que perde a utilidade e é descartado.Você já parou pra pensar que muito do que jogamos fora e consideramos sem valor podeser aproveitado por outras pessoas?Ué, mas se serve pra outras pessoas então não é lixo!É isso aí, tá na hora de revermos o significado dessa palavra!Que tal “tudo aquilo que foi descartado e que, após determinado processo, pode ser útil eaproveitado pelo homem”?Os materiais que ainda podem ser usados para outros fins mesmo depois de seremdescartados, passarão a ser chamados de MATERIAIS REAPROVEITÁVEIS; já aquelesmateriais que precisam ser descartados, mas após sofrerem transformações podemnovamente ser usados pelo homem passarão a se chamar MATERIAIS RECICLÁVEIS!!!
  10. 10. CADEIRA COM GARRAFAS PETPor exemplo: aquela famosa poltronafeita de garrafas do tipo PET é umreaproveitamento. Por outro lado atransformação química e física da garrafaPET em fibras de poliéster para afabricação de tecido para roupas é umprocesso de reciclagem .
  11. 11. 2º Tópico: Quais são os tipos de lixo?Classificação:• Domiciliar Ex: resto de alimentos, embalagens em geral, jornais, pilhas, papel higiênico, lâmpadas etc.• Comercial É encontrado em lojas, bares, escritórios, supermercados, etc. O lixo destes locais depende do tipo de comércio realizado pelo estabelecimento. Ex: lojas, de um modo geral, produzem mais embalagens; restaurantes produzem mais restos de alimentos, mas de um modo geral todos produzem resíduos de higiene tais como papel toalha e papel higiênico• Público Resultante da limpeza de rua, das praias, de restos de podas de árvores, de córregos e galerias, etc.) e de feiras livres.• Serviços de Saúde e Hospitalar Gerado nos hospitais, farmácias, clínicas veterinárias, laboratórios, etc. e contém ou pode conter germes patogênicos. Ex: agulhas, gases, luvas descartáveis, órgãos e vísceras, filmes de raio X etc.• Portos, Aeroportos e Terminais Rodoviários e Ferroviários Composto basicamente por materiais de higiene pessoal e restos de alimento, porém com sérios riscos de transmissão de doenças vindas de outras cidades, estados e países
  12. 12. • Industriais Estes resíduos são bastante variados e dependem do tipo de atividade da indústria. Ex: cinzas, lodos, plásticos, papéis, madeira, produtos químicos tóxicos ou não, borrachas etc.• Agrícolas Inclui embalagens de fertilizantes e defensivos agrícolas, rações, restos de colheita etc.• Entulho Resíduos da construção civil compostos por materiais de demolições, restos de obras etc.
  13. 13. ComposiçãoOrgânico• Composto por elementos biodegradáveis (que podem ser atacados por microorganismos decompositores). Ex: restos de comida, sobras de madeira etc. Inclui também o papel (link para materiais recicláveis), que é fabricado a partir de fibra vegetal. Este material, porém, na maioria das vezes é tratado separadamente para facilitar o processo de reciclagem.Inorgânico• plástico Predominantemente produzido a partir do petróleo.• metal Produzido a partir da extração de minérios.• vidro Produzido a partir de areia e sílica.• borracha Produzido a partir do látex vegetal e do petróleo.• outros Inclui resíduos compostos por mais de 1 material. Ex: embalagem longa vida (composta de papel, metal e plástico), embalagens laminadas (compostas de plástico e metal).
  14. 14. 3º Tópico: Para onde vai o lixo?Todo o processo de geração, coleta, processamento e armazenamento do lixo resulta em problemas sociais, ambientais e econômicos. Como quase todas as atividades humanas geram resíduos, em quase todos os lugares há a possibilidade do lixo estar causando problemas. Mesmo quando o lixo é tratado adequadamente alguns problemas persistem, mas no Brasil 76% do lixo produzido é lançado a céu aberto (IBGE, 2000).
  15. 15. 4 º Tópico: Os males que o lixo causa• PROBLEMAS SOCIAIS Doenças: todo e qualquer depósito de lixo, seja a céu aberto ou não, por menor que seja, atrai vetores de doenças. Moscas, mosquitos, baratas e ratos encontram no lixo condições para viver e se reproduzir.PROBLEMAS AMBIENTAIS Quando a decomposição do material orgânico ocorre na presença deoxigênio é chamada aeróbica e dela restam gás carbônico (CO 2), vapor deágua e sais minerais. Esse é o processo de formação de adubo que enriquece osolo e ajuda no desenvolvimento das plantas. Se a decomposição ocorre sem oxigênio é denominada anaeróbica,gerando muitos sub-produtos não degradados como o gás metano (CH 4) e osulfídrico (H 2S), que causa o odor característico de matéria em decomposição.
  16. 16. Há outro sub-produto da decomposição da matéria orgânica que é muitoimportante do ponto de vista sócio-ambiental: o chorume. Este é um líquidoescuro altamente tóxico que escorre de qualquer local onde se acumulamatéria orgânica. A chuva que cai sobre os depósitos de lixo aumenta avelocidade de formação do chorume. O solo, rios, lagos, baías e águassubterrâneas são contaminados e a recuperação é lenta e cara• PROBLEMAS ECONÔMICOS• A correção de todos os problemas sociais e ambientais descritos acima resulta em despesas tanto do poder público quanto da iniciativa privada. A recuperação de áreas degradadas por depósitos de lixo requer anos e muitos recursos que poderiam estar sendo empregados para necessidades mais urgentes.• O lixo que polui os rios piora a situação das doenças transmitidas por água contaminada, o que resulta em gastos maiores na área de saúde e na recuperação de corpos d’água contaminados.
  17. 17. 5º Tópico: Coleta Seletiva• O processo de reciclagem é composto de várias fases, porém sua realização depende de uma ação fundamental: a separação prévia dos materiais.• Misturar os materiais recicláveis com o lixo prejudica o reaproveitamento. Se o material reciclável for armazenado de forma separada, possibilita-se um maior aproveitamento.• Esse é só o começo do que chamamos de coleta seletiva. Trata-se da separação e recolhimento, desde a origem, dos materiais potencialmente recicláveis.
  18. 18. Identificação por cores e tipos de material:• Azul - Papel;• Verde - Vidro;• Amarelo - Metal (alumínio e metais ferrosos);• Vermelho – plástico;• Marrom – Orgânico (restos de alimentos ou podas de árvores que podem ser transformados em adubo);• Cinza – Rejeito (material sujo e/ou que não serve para a reciclagem).
  19. 19. 6º Tópico: Benefícios da reciclagem• A coleta seletiva de materiais recicláveis já é uma realidade em vários municípios de diferentes regiões do Brasil. As experiências variam desde programas ainda em fase de implantação até iniciativas que desenvolvem este trabalho há muitos anos.• Vale ressaltar que os resultados mais relevantes de um processo de coleta seletiva são o combate ao desperdício, a promoção à saúde e a preservação ambiental. O retorno econômico e o compromisso social podem ser somados aos benefícios alcançados.
  20. 20. • Sistematizar e relacionar as ideias do vídeo com a saúde e a importância da coleta seletiva para a proteção e cuidado com o ambiente em que vivem.• Dividir a turma em grupos para uma produção artística: produção teatral, musical e plástica.
  21. 21. Pesquisando na Internet Criando Cartazes
  22. 22. Apresentação de peça teatralExposição dos trabalhos realizados
  23. 23. • Avaliação do aprendizado sedará a partir de toda produção artísticafeita pelo grupo sobre o lixo e areciclagem e os impactos na saúde.• A avaliação irá considerar oconhecimento sobre o tema.• A utilização dos conceitosteóricos apresentados anteriormente. http://www.recicloteca.org.br/#

×