COMO COMEÇAR O  TRABALHO ?
A pesquisa bibliográfica é fundamental
A pesquisa bibliográfica é fundamental
A formação de grupos de pesquisa e o debateentre si é também muito importante
Sequência para a realização das             Fotografias• 1. Fotografe a casa.      • 5. Fotografe as• 2. Fotografe os     ...
• 9. Fotografe todos os      • 12. Fotografe aspectos  moradores da casa.           da religiosidade da• 10. Fotografe os ...
• 15. Fotografe os          • 18.Se autorizado,  depósitos e a despensa      fotografe as reuniões  da casa.              ...
• 21. Fotografe, se         • 24. Fotografe as  possível, o depósito de     crianças, seus  lixo.                       br...
5. O Caso do Projeto Fotográfico Ilha dosMarinheiros
Utilizando a fotografia digital e aem preto e branco tradicionalcomo método de pesquisa, op ro j e t o t e m c o m o o b j...
A ILHA•   A Ilha dos Marinheiros está    localizada na Lagoa dos Patos    no noroeste geográfico 32º. de    latitude sul e...
A ILHA DOS MARINHEIROS•   O ilhéu não faz parte de outra    cultura, no sentido do exótico    antropológico clássico, mas ...
A escolha do campo de pesquisa deste trabalho ser em uma ilha,está ligada ao que Diegues(1998) diz que “ o mundo insular é...
Bachelard (2002) os aponta como habitantes de comunidades simplesonde as práticas sociais e simbólicas estão extremamente ...
Já Marques (1973) ao falar sobre este homem, o diz ser temente a Deus eaos santos padroeiros, sendo entretanto supersticio...
Sendo assim, entendo como importante tal trabalho serabordado em uma ilha, uma vez que “ilhas” são tambémfiguras de um fen...
Sobre a ilha escrevi, que o ambiente insular é repleto de       Mitos que compõem a estrutura antropológica cultural como ...
A ILHA -Localização
Ilha dos    A ILHA DOS                       Marinheiros   MARINHEIROSCidade do Rio Grande
!
A ILHA DOS MARINHEIROS VISTA PELOS ILHÉUS
Projeto Fotográfico Ilha dos        Marinheiros
O “Projeto Fotográfico" Ilha dos Marinheiros, criado em   1999, peloProf. Carlos     Leonardo Recuero.         É um exercí...
Logo e Camiseta de identificação
As fotografias buscamretratar, acima de tudo, omodo de vida, as dificuldadesenfrentadas no dia-a-dia e asatividades econôm...
AS FOTOGRAFIAS PB
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais  -parte 2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais -parte 2

487 visualizações

Publicada em

Fotoetnografia -2

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
487
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

orientação e técnica para o uso da fotografia como instrumento de pesquisa em ciências sociais -parte 2

  1. 1. COMO COMEÇAR O TRABALHO ?
  2. 2. A pesquisa bibliográfica é fundamental
  3. 3. A pesquisa bibliográfica é fundamental
  4. 4. A formação de grupos de pesquisa e o debateentre si é também muito importante
  5. 5. Sequência para a realização das Fotografias• 1. Fotografe a casa. • 5. Fotografe as• 2. Fotografe os ferramentas de trabalho e arredores da casa. veículos.• 3. Fotografe aspectos • 6. Fotografe os varais de curiosos da casa e seus roupas. arredores. • 7. Fotografe os animais• 4. Fotografe os locais domésticos. de trabalho. • 8. Fotografe a vista da casa para a rua.
  6. 6. • 9. Fotografe todos os • 12. Fotografe aspectos moradores da casa. da religiosidade da• 10. Fotografe os família. habitantes da casa em • 13. Faça algumas fotos seu trabalho. que as pessoas lhe• 11. Fotografe as pessoas peçam. em pose de retrato. • 14. Fotografe dados sociais e culturais.
  7. 7. • 15. Fotografe os • 18.Se autorizado, depósitos e a despensa fotografe as reuniões da casa. familiares, almoço, café• 16.Fotografe, desde que e janta. autorizado, o interior da • 19.Fotografe o lazer. casa . • 20.Fotografe os jardins.• 17.Fotografe de dentro de casa o que se vê pelas janelas.
  8. 8. • 21. Fotografe, se • 24. Fotografe as possível, o depósito de crianças, seus lixo. brinquedos e tarefas.• 22. Fotografe as • 25. Fotografe os adultos instalações dos animais. em seus momentos de• 23. Fotografe a lavoura e descontração. as plantações.
  9. 9. 5. O Caso do Projeto Fotográfico Ilha dosMarinheiros
  10. 10. Utilizando a fotografia digital e aem preto e branco tradicionalcomo método de pesquisa, op ro j e t o t e m c o m o o b j e t i v oobservar a ação da imagemfotográfica na descrição dosfenômenos sociais e observar aelaboração do discurso narrativodo ilhéu a partir da formação daconsciência educacional, social,cultural e emocional da populaçãoresidente na Ilha dos Marinheiros,município de Rio Grande/RS.
  11. 11. A ILHA• A Ilha dos Marinheiros está localizada na Lagoa dos Patos no noroeste geográfico 32º. de latitude sul e 52º. 6`de longitude oeste têm uma área de 39.280.854,60m2, sendo que 12.583.711,00m2 são de lagoas, dunas e areal e 876.948,60 m2 de área da Marinha.
  12. 12. A ILHA DOS MARINHEIROS• O ilhéu não faz parte de outra cultura, no sentido do exótico antropológico clássico, mas é a reunião de inúmeras trajetórias individuais, que confinadas a um único espaço geográfico, d i m e n s i o n á v e l , contextualizam uma noção de grupo individual portador de uma identidade única
  13. 13. A escolha do campo de pesquisa deste trabalho ser em uma ilha,está ligada ao que Diegues(1998) diz que “ o mundo insular é umsímbolo polissêmico, com vários conteúdos e significados quevariam de acordo com a História e as sociedades”(DIEGUES.1998.p.13).
  14. 14. Bachelard (2002) os aponta como habitantes de comunidades simplesonde as práticas sociais e simbólicas estão extremamente ligadas aimagens e símbolos associados a água e a natureza e a sua relação com aimprevisibilidade dos perigos naturais, que propiciam tal viver ealimentam a imaginação coletiva.
  15. 15. Já Marques (1973) ao falar sobre este homem, o diz ser temente a Deus eaos santos padroeiros, sendo entretanto supersticioso, que receia osobrenatural e acredita em mitos e lendas por ele mesmo criados e tem umlinguajar típico do praieiro formado por ditos e expressões peculiares.
  16. 16. Sendo assim, entendo como importante tal trabalho serabordado em uma ilha, uma vez que “ilhas” são tambémfiguras de um fenômeno ligado à história e a formação dasociedade humana, onde se busca desde a antiguidade atéa modernidade, arquétipos de modelos fenômenológicosdo surgimento da civilização ocidental. As ilhas são miniaturas micro cósmicas do universogeográfico conhecido e possuem uma identidadecultural única e diferente das existentes no continente,o qual já está subjugado pelo processo de globalização.Uma ilha fornece um campo delimitado para a pesquisa.
  17. 17. Sobre a ilha escrevi, que o ambiente insular é repleto de Mitos que compõem a estrutura antropológica cultural como dos labirintos na Marambaia, que é onde se esconde o lobisomem, que também é homem e é o barco mal construído, “feio que dói”. Ali se fala das bruxas que perseguem os jovens pescadores que se aventuram solitários a pescar à noite no mar; das cores das casas e dos barcos “(...) que nos falam sobre parte do imaginário/simbólico implícito no modo de vidas dos pescadores” (LIMA, 2003.306); e que dialogam com as divindades do mar e do céu, estabelecendo e identificando as relações de parentesco, que ajudam as curandeiras e benzedeiras da ilha a invocarem as ajudas dos moradores do outro mundo, para ajudarem os ilhéus. (RECUERO.2009.15)
  18. 18. A ILHA -Localização
  19. 19. Ilha dos A ILHA DOS Marinheiros MARINHEIROSCidade do Rio Grande
  20. 20. !
  21. 21. A ILHA DOS MARINHEIROS VISTA PELOS ILHÉUS
  22. 22. Projeto Fotográfico Ilha dos Marinheiros
  23. 23. O “Projeto Fotográfico" Ilha dos Marinheiros, criado em 1999, peloProf. Carlos Leonardo Recuero. É um exercício de FOTOETNOGRAFIA sobre a população da Ilha dos Marinheiros. Ele é desenvolvido por alunos do Centro de Educação e Comunicação Social da Universidade Católica de Pelotas/RS.
  24. 24. Logo e Camiseta de identificação
  25. 25. As fotografias buscamretratar, acima de tudo, omodo de vida, as dificuldadesenfrentadas no dia-a-dia e asatividades econômicas eculturais na Ilha, permitindoao ilhéu, ao se ver na imagemfotográfica, identificar-secom a sua realidade históricae com a realidade cultural doBrasil.
  26. 26. AS FOTOGRAFIAS PB

×