TAZ 
ZONA AUTÔNOMA TEMPORÁRIA 
Hakim Bey 
Tradução: Patricia Decia & Renato Resende 
Digitalização: Coletivo Sabotagem: Co...
"...desta vez, no entanto, eu venho 
como o vitorioso Dionísio, que 
transformará o mundo 
numa festa... Não que eu tenha ...
CAPÍTULO l 
UTOPIAS PIRATAS 
OS PIRATAS E CORS
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey

124 visualizações

Publicada em

Principal obra de Hakim Bey.
Anarquismo.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
124
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Zonas Autonomas Temporárias (Taz) - hakim bey

  1. 1. TAZ ZONA AUTÔNOMA TEMPORÁRIA Hakim Bey Tradução: Patricia Decia & Renato Resende Digitalização: Coletivo Sabotagem: Contra-Cultura (www.sabotagem.cjb.net)
  2. 2. "...desta vez, no entanto, eu venho como o vitorioso Dionísio, que transformará o mundo numa festa... Não que eu tenha muito tempo..." Nietzsche (em sua última carta "insana" a Cosima Wagner) SUMÁRIO Capítulo l Utopias Piratas............................................................... 11 Capítulo 2 Esperando pela Revolução............................................. 15 Capítulo 3 A Psicotopologia da Vida Cotidiana ............................. 21 Capítulo 4 A Internet e a Web......................................................... 31 Capítulo 5 “Fomos para Croatã"..................................................... 43 Capítulo 6 A Música como um Princípio Organizacional.............. 57 Capítulo 7 A Ânsia de Poder como Desaparecimento.................... 63 Capítulo 8 Caminhos de Rato na Babilônia da Informação............ 71 Apêndice A Caos Linguístico ........................................................... 75 Apêndice B Hedonismo Aplicado..................................................... 79 Apêndice C Citações Extras .............................................................. 81 Declaração Pirata, por Capitão Bellamy ..................... 85 O Jantar.......................................................................... 87
  3. 3. CAPÍTULO l UTOPIAS PIRATAS OS PIRATAS E CORS

×