ANO XI - MAIO 2014 Diretor Responsável: Jornalista EDISON TORRES
JORNAL DO MUNICÍPIO
MARICÁ
www.obarao.blogspot.com jornal...
2 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAI0 2014
Repórter ET
Expediente:
JORNAL DO MUNICÍPIO de Maricá
Editora JC - Av. Rio Branco, 14 - ...
MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 3
REPORTAGEM
NOSSOSGRANDESBENFEITORESESTESSIM,
FIZERAMAHISTÓRIADEMARICÁagora até João ...
4 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
SIM É POSSÍVEL ACREDITAR QUE O
“SIM É POSSÍVEL fazer política da forma que a gent
bandei...
MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 5
POVO QUER UMA CIDADE DECENTE
e acredita. SIM É POSSÍVEL ter a juventude que leva a
q...
6 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
Dra. Márcia Braz
CARTASINVESTIMENTOS
DACHINAPARA
MARICÁ.
O menino que foi
pobre na Mumbu...
MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO - 7- 7- 7- 7- 7
Comandante
Nardim
O PADRE
RICARDO
Eu era comandante do
navio Presidente
Wenc...
8 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014
FABRÍCIA MOREIRA É A MISS MARICÁ 2014/2015
preparações sejam julgadas apenas por duas ho...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014

572 visualizações

Publicada em

PDT COMEMORA OS 200 ANOS DE MARICÁ

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
216
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014

  1. 1. ANO XI - MAIO 2014 Diretor Responsável: Jornalista EDISON TORRES JORNAL DO MUNICÍPIO MARICÁ www.obarao.blogspot.com jornal.domunicipio@yahoo.com.br PDT DE MARICÁ COMEMORA O NOSSO BICENTENÁRIO. Com a presença de figuras ilustres do partido entre os quais o Deputado Estadual e candidato a vice-governador da chapa de Pezão, Felipe Peixoto, o Deputado Federal Marcelo Matos, o Diretório Municipal do PDT comemorou o bicentenário do município ocorrido agora no dia 26 de Maio. O presidente do partido, Carolino Gomes dos Santos, saudou os presentes e fez um breve histórico das personalidades que contribuíram para a nossa história. Depois do café da manhã, aconteceu uma grande concentração na Praça Orlando de Barros Pimentel. Páginas 4 e 5 VIAÇÃO Nª. Sª. DO AMPARO:UMAÁRVORE QUE DÁ FRUTOS. Filhos de seu Jacintho Caetano cultivam e colhem os frutos da árvore que ele plantou. Página 7 FIGURAS ILUSTRES QUE FIZERAM A NOSSA HISTÓRIA Esquecidos pelo poder público nesse momento histórico pela passagem dos 200 anos de nosso município, o Jornal do Município, publica na página 3, uma reportagem em que resgata a nossa história mostrando para o público, figuras ilustres que deixaram para nós, uma lição de vida. Página 3 Felipe Peixoto, Julio Carolino, Marcelo Matos e Carolino Gomes dos Santos Prefeitura dá calote nos artistas que vieram cantar no carnaval. (Jornal O Extra). Ganha muitos adeptos o Movimento “SIM É POSSÍVEL”! Repórter ET Comandante Nardin conta a história do Padre Ricardo. Página 7 Depois do homem bala do carnaval, Quaquá quer trazer o trem bala para Maricá. Página 6 “A história não perdoa os traidores e o tempo vai se encarregar de puní-los”, disse o ex-prefeito Ricardo Queiroz referindo-se ao Prefeito Quaquá que segundo ele traiu o PMDB. Páginas 4 e 5 FABRÍCIAMOREIRAÉA MISS MARICÁ 2014Em concurso realizado no dia 18 de maio passado no Espaço Cultural Vovó Bellina em São José do Imbassaí, a bela jovem Fabrícia Moreira (20) superou outras belas candidatas e sagrou-se campeã do Miss Maricá 2014, e irá representar Maricá no concurso estadual em Petrópolis. Página 8
  2. 2. 2 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAI0 2014 Repórter ET Expediente: JORNAL DO MUNICÍPIO de Maricá Editora JC - Av. Rio Branco, 14 - 18º andar - Centro - Rio de Janeiro - RJ Diretor Executivo: Tiago Salles - Editor Responsável: Edison Torres, RP 385-DRT-PA Redação: jornalismopr@hotmail.com / jornal.domunicipio@yahoo.com.br Digitação: Pery Salgado e Stephanie Dalliany Programação Visual: PR PRODUÇÕES www.obarao.blogspot.com Representante:TRÁFEGO PUBLICIDADE Distribuição: Central de Jornalismo - Rua Barão de Inohan 233 - Centro - Maricá > Tel.: 2637-4170 Impressão: A TRIBUNA Fotos: Pery Salgado e Rosemery Oliveira Os artigos assinados e opiniões são de responsabilidade de seus autores SIM É POSSÍVEL Está ganhando corpo o movimento criado pelo advogado Julio Carolino “SIM É POSSÍVEL”, cujo objetivo é conscientizar a população do município a votar em candidatos daqui e ter seus próprios representantes na Assembleia Legislativa. O que se observa e ao que parece, a regra é geral, no ano eleitoral, aparecem candidatos que nunca pisaram em solo maricaense, em busca de votos com promessas inescrupulosas que o eleitor acredita.Aliás, é esse eleitor o responsável por essa mazela que é a política de nosso país. O Congresso, as Assembleias Legislativas e as Câmara Municipais são ocupadas hoje por carreiristas que fazem da política, uma profissão rendosa. Com raríssimas exceções, diga-se de passagem. COPA DO MUNDO O povo brasileiro (termo comum no linguajar dos governantes e políticos) não é contra a copa do mundo aqui no país. A revolta refletida nas ruas é contra os altos gastos na construção dos estádios agora apelidados de arenas, onde foram investidos bilhões de reais que poderiam ser melhor empregados na construção de hospitais e escolas. A corrupção é muito grande, os corruptos estão aí a zombar de todo mundo. Estava certo o ex-deputado já falecido Geraldo Palmeira, da Assembleia Legislativa do Pará, quando publicou um livro na década de 60 e lido por esse repórter cujo título era “Os ladrões não estão na cadeia”. O QUE FAZER? A cidade está infestada de moradores de rua e mendigos que vieram de outros lugares. Quer constatar o que dizemos basta passar na Praça Conselheiro Macedo Soares, onde eles se reúnem sob os olhares das autoridades municipais que não fazem nada. AÇÃO SOCIAL E por falar em moradores de rua e mendigos, o que faz a Secretaria de Ação Social e Participação Popular? ENCOSTANDO NA PAREDE O presidente regional do PDT, Carlos Lupi, encostou o governador e candidato em Outubro Pezão na parede. Ou o seu vice deverá ser indicado pelo partido ou o seu grupo vai marchar com o petista Lindenberg Farias. Para o repórter trata- se de uma decisão infeliz qualquer acordo com o PT. MINISTRA EM MARICÁ A Ministra da Cultura, Marta Suplicy esteve em Maricá na tarde do dia 16 de Maio passado, para uma inauguração na Mumbuca. Vocês precisavam ver o aparato policial e o número de puxa sacos presentes. BATALHA VENCIDA O amigo Clésio, da CEDAE está eufórico. Também não é para menos. Ele contou ao repórter que depois de trinta anos de luta, a Associação de Moradores de Araçatiba conseguiu finalmente que o bairro fosse urbanizado. Clésio é ex- presidente daquela entidade e foi um batalhador incansável para que a atual administração voltasse suas vistas para aquele bairro. É ano eleitoral, Clésio. NOSSA HOMENAGEM Nossa homenagem a Viação Nossa Senhora do Amparo que no último dia 10 de Maio completou sessenta e quatro anos de atividades, sendo a pioneira no setor rodoviário de Maricá. Bem administrada, ela hoje é uma força do setor ainda mais agora que está em um processo de renovação total de sua frota. ESQUECERAM O CONVITE Programaram uma sessão realizada no dia 15 de Maio passado na Câmara Municipal para prestar algumas homenagens. E um dos homenageados era o Sr. Jairo Moro, figura querida e respeitadíssima nos meios políticos de Maricá. Só que na véspera do evento, seu Jairo ainda não sabia de nada. DEU NO EXTRADEU NO EXTRADEU NO EXTRADEU NO EXTRADEU NO EXTRA PIADADESALÃO: Os sambistas que se apresentaram no carnaval de Maricá ainda não receberam – três meses depois – um centavo do dinheito prometido pela prefeitura da cidade. Engrossando a galera que está com o pires na mão estão Monarco, Dorina, Wilson Moreira e Nelson Sargento – que aliás, faz noventa anos em Julho. EM BUSCA DO PDT O senador Lindenberg Farias conhecido como Lindinho, escolheu o seu vice que é do PV e agora parte para atrair o PDT para sua campanha. Não vai conseguir nada, pois o partido de Brizola já está apalavrado com o Sr. Pezão. DESESPERO Lula está desesperado. Grande parte do PMDB do Rio de Janeiro vai marchar com a candidatura de Aécio Neves à presidência da República. E quem comanda o bloco é o chamando “todo poderoso” do partido, Jorge Picciani que quer voltar à presidência da Assembleia Legislativa em 2015. Aí se pergunta: Será que ele se elege em Outubro, depois da fracassada tentativa de se eleger senador? HAJA HOMENAGEM E por falar nele, o prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), escolheu o nome do irmão Marco Antonio Cardoso Siqueira para batizar o Centro de Artes e Esportes Unificados, que construiu com recursos do governo federal. Em seis meses, é a segunda homenagem que ele presta ao moço, morto no ano passado. Em janeiro, a nova Ponte da Barra também ganhou o nome do irmão do prefeito e presidente regional do partido.
  3. 3. MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 3 REPORTAGEM NOSSOSGRANDESBENFEITORESESTESSIM, FIZERAMAHISTÓRIADEMARICÁagora até João Leopoldo Modesto Leal seu nome de batismo. O título de Conde lhe foi concedido pelo Vaticano em retribuição pela grande contribuição financeira que ele destinava a Igreja Católica. Deputado Federal e Senador o Conde foi um grande empresário ligado a Bancos, fazendas e uma variedade de atividades comerciais. Por um longo período ele controlou noventa por cento do comércio realizado entre Saquarema e Maricá. Modesto Leal, proprietário de um casarão antigo, pretendia instalar no local um asilo para velhinhos abandonados. Contudo, diante das ponderações do prefeito da época, Orlando de Barros Pimentel, doou para municipalidade. Após uma reforma, o mesmo transformou-se no primeiro e único hospital público de Maricá, o atual “Hospital Conde Modesto Leal”. NA EDUCAÇÃO Elisiário Augusto da Matta – exerceu o magistério em Maricá, durante quarenta anos sem jamais pedir licença. Formado pela Escola Normal de Niterói. A escola por ele dirigida aqui em nossa cidade, recebeu a visita do Conde D’Eu e da Princesa Isabel quando a família real esteve no município. Foi agraciado com a comenda da Ordem da Rosa, pelo Imperador Pedro II. O governo do Estado tendo em vista o importante trabalho que realizou em favor da juventude estudantil, o fez patrono da maior Escola Estadual da cidade onde nasceu, trabalhou e morreu. LISTA EXTENSA A lista de personalidades que contribuíram para a história de Maricá. É muito extensa. Se vivos fossem, certamente estariam envergonhados, como nós, do aparecimento de um homem bala em nossa história. DOMICÍO DA GAMA: Nascido em Ponta Negra – lidou na política brasileira consagrando-se ao lado do Barão do Rio Branco ao qual ajudou na diplomacia nas questões do Amapá, Missões e Acre. Com larga visão política, substituiu Joaquim Nabuco em Washington e depois foi embaixador em Londres. CARLOS ALBERTO DE ABREU RANGEL: Farmacêutico como o pai, Maricá chegou ao seu bicentenário de emancipação político-administrativa. São duzentos anos de história que começou quando a Vila de Santa Maria de Maricá foi criada pelo alvará de 26 de Maio de 1814, em homenagem à rainha Dª. Maria Isabel. Este alvará assinado pelo Príncipe Regente desmembrava a Vila, dos termos das cidades do Rio de Janeiro, Cabo Frio e Vila de Santo Antonio de Sá. Em seu caminho, Maricá tem uma extensa lista de personalidades ilustres que deixaram para nós uma lição de vida. Nos vários setores de atividades eles se destacaram como por exemplo na educação, na saúde, na criação do transporte público, tanto rodoviário como ferroviário. Nesta data em que se comemora os duzentos anos de sua história, o Jornal do Município reproduz dados colhidos nos livros “Contando a história de Maricá” de César Brum e “Compêndios da história de Maricá” de Alexandra Lambraki, dessas personalidades. NO SETOR RODOVIÁRIO Jacintho Luiz Caetano, é o pioneiro e é um dos filhos mais ilustres de Maricá. A empresa de ônibus Viação Nossa Senhora do Amparo que ele plantou, é hoje uma das mais sólidas do setor no Estado, graças a continuidade que deram seus filhos, José Francisco Caetano, Ronaldo Caetano e Maria do Carmo Caetano, após sua morte em Dezembro de 1986. O livro de Alexandra ao traçar um perfil das grandes personalidades que construíram a história de Maricá, diz: “Jacintho Luiz Caetano não nos deixou, a sua presença é sentida em cada rua que palmilhou, em cada obra que realizou, tocado por um profundo amor à terra. E uma verdade é inevitável: Jamais se poderá reconstruir a história de Maricá sem que se lembre, com saudade e orgulho o nome de Jacintho Luiz Caetano, o pioneiro, o filho extremado do solo que viu nascer e morrer”. O TREM ERA NOSSO José Antonio Soares Ribeiro – o Barão de Inoã. Em 1887 liderando um grupo, o Barão de Inoã criava a Estrada de Ferro de Maricá que acabava com o transporte de carroças que já não davam mais vasão ao transporte de mercadorias da época. Não foi fácil a tarefa de se criar a companhia devido aos inúmeros empecilhos que apareceram. Mas, o Barão de Inoã que presidia a recém criada Estrada de Ferro lutou até conseguir seus objetivos. Em 1889 dois anos depois de criada, o trem chegou a Itapeba e em 1894 até o Centro da cidade. Com recursos próprios sem qualquer ajuda do governo, a diretoria da ferrovia fazia o trem chegar a localidade de Manoel Ribeiro. Já era o ano de 1901. o Barão de Inoã é outra personalidade na criação da Estrada de Ferro. NA SAÚDE: ORLANDO DE BARROS PIMENTEL Em 1934 ele chegava a Maricá integrando um grupo de médicos santistas com o objetivo de sanear o município de doenças endêmicas, principalmente a malária. Major do exército, o Dr. Orlando de Barros Pimentel que era negro, foi prefeito de Maricá em três oportunidades: de 1937 à 1945, de 1947 à 1950 e de 1955 à 1958. foi ele o responsável pela chamada “revolução urbana” preocupando-se em realizar o embelezamento da cidade. Promovendo alargamento das travessas, ruas e avenidas. Estas eram, na época, antigas vielas e caminhos fedorentos no Centro da cidade. Outro grande serviço prestado pelo Dr. Orlando foi a instalação da rede de esgotos iniciando assim o saneamento nas residências e vias públicas. Diz o livro de César Brum: “Até aquele momento, Maricá não possuía um hospital público. O médico, Dr. Orlando, aproveitou de sua amizade com o Conde Modesto Leal para conseguir do mesmo, a doação de um casarão para instalar o hospital que recebeu o nome de seu benfeitor”. Foi, ainda o Dr. Orlando de Barros Pimentel que no início da década de 50 iniciou os trabalhos de recolhimento do lixo residencial através de uma carroça puxada por tração animal evitando-se com isso que esse lixo ficasse espalhado nas ruas. CONDE MODESTO LEAL O bonde da história de Maricá nos leva realizava em sua farmácia encontros políticos depois que ingressou na política maricaense. Durante muitos anos foi considerado como médico do município, pois a nossa cidade tinha carência nesse setor da saúde. EXPEDICIONÁRIO LUIZ MANOEL FERREIRA: Único maricaense a morrer como herói nos campos de batalha durante a segunda grande Guerra Mundial. ANTONIO AUGUSTO RIBEIRO DE ALMEIDA: Nascido aqui onde também faleceu, formado em ciências jurídicas e sociais, pelos grandes serviços que prestou a Maricá e ao Rio de Janeiro. Tem hoje o seu nome lembrado em ruas do Centro da cidade e da capital no bairro de Laranjeiras. ANTONIO JOAQUIM DE MACEDO SOARES: Conhecido hoje como Conselheiro Macedo Soares, deu seu nome a uma de nossas praças. Nascido em Ponta Negra foi deputado atuante na Assembleia Legislativa do Estado tendo recebido de D. Pedro II a condecoração com grau de cavaleiro da Ordem da Rosa. CÔNEGO JOAQUIM ANTONIO DE CARVALHO BATALHA: Conhecido aqui como Cônego Batalha, foi pároco da Igreja de Nossa Senhora do Amparo, sendo o responsável por sua restauração. E a lista continua: JOAQUIM MARIANO ALVÉS DE CASTRO: LUCIO FETEIRA, FRANCISCO SABINO DA COSTA, ARTUZINDO DE ABREU RANGEL, foi prefeito de Maricá de 1959 à 1963 e era pai do também ex prefeito Luciano Rangel. AZAMOR JOSÉ DA SILVA foi um dos fundadores do Colégio Cenecista de Maricá. Teve destacada presença no desenvolvimento de nosso município. GENÉSIO LOPES DA FONTOURA: pioneiro no ramo de postos de combustíveis, deixou sua contribuição para a história de Maricá. OSVALDO LIMA RODRIGUES: Professor, foi um dos fundadores dos Colégios São Caetano e Cenecista, prestou grandes serviços ao setor educacional do município. Com essa matéria de abertura de nossa edição, o Jornal do Município, presta sua homenagem a essas figuras ilustres – hoje esquecidas pelo poder público – que tanto souberam honrar nosso município ao longo de sua brilhante história.
  4. 4. 4 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014 SIM É POSSÍVEL ACREDITAR QUE O “SIM É POSSÍVEL fazer política da forma que a gent bandeira do PDT. SIM É POSSÍVEL acreditar que o povo deputado daqui que possa mudar a qualidade de vida do bandeira do SIM É POSSÍVEL”. Essa frase que será o c campanha eleitoral que se avizinha, foi pronunciada vária a vice-governador do PDT na aliança com o PMDB e po Legislativa, durante a sessão cívica realizada pelo partido A CARA O candidato a vice-governador, Deputado Felipe Peix com Maricá, como ele próprio revelou. “Participar desta fe os partidos. Ele falou da importância de Maricá ter um rep do Deputado Federal Marcelo Matos, também do part fluminense, tem um carinho especial por Maricá. PMDB E PD “Em 2012, o ex-prefeito Ricardo Queiroz já desenhav 2014 – disse Julio Carolino ao recordar a intenção de Rica majoritária do dia 5 de Outubro. Julio foi categórico ao afi sim no individual (referindo-se ao prefeito). Enquanto os m por suas administrações municipais, aqui em nosso muni quando meu pai chegou aqui para estagiar, é o mesmo d de 90 mil eleitores, já tem condições de eleger um Depu RESGATE D Na sessão cívica que marcou os 200 anos de Maricá Marcelo Matos, aniversariante do dia, disse que era a ter e falou de seu irmão o Prefeito de São João de Meriti, S recursos para Maricá destacando verba que foi empreg Queiroz. Flávio de Castro, de Itaipuaçu, Adilson Maués re prefeito Ricardo Queiroz que não poupou críticas a Qua perdoa os traidores e o tempo vai se encarregar de pun Mas foi o presidente do Gomes dos Santos, que pela atual administração data do bicentenário de administrativa. “Nesses 200 anos de esquecer aqueles que contribuíram para a história Domicío da Gama, nascido diplomata ao lado do Barão Inoã, criador de nossa Caetano o pioneiro no passageiros pela rodovia, o de Barros Pimentel, o erradicou a malária aqui durante seus três mandatos como outros. E disse, ainda: “Como médico, sinto ma pele o p caótico e degradante. Com isso é triste ver o sofrimento PDT, seguiram em passeata até a Praça Orlando de Barr Carolino: em seu discurso resgatou a nossa história. Jairo Moro, Felipe Peixoto, Julio Carolino e Carolino Santos
  5. 5. MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO ----- 5 POVO QUER UMA CIDADE DECENTE e acredita. SIM É POSSÍVEL ter a juventude que leva a quer uma cidade decente. SIM É POSSÍVEL se eleger um o povo de nosso município. SIM É POSSÍVEL levantar a carro chefe do Diretório Municipal do PDT em Maricá na s vezes pelo Deputado Felipe Peixoto, que é o candidato r Julio Carolino, candidato a uma cadeira na Assembleia o de Brizola em comemoração ao bicentenário de Maricá. DO PDT oto é um política de Niterói, mas que se identifica muito esta é a cara do PDT que recebe companheiros de todos presentante do legislativo estadual e destacou a presença ido que, segundo o orador, apesar de ser da baixada DT JUNTOS a que os dois partidos estariam juntos nessa eleição de ardo àquela época e que se confirma agora nessa eleição rmar que hoje em Maricá, não se pensa no coletivo, mas município vizinhos realizam várias inaugurações concluídas cípio só se lança pedra fundamental. O hospital de 1974 e hoje. E finalizou afirmando que um município com mais utado Estadual, que possa mudar esta cidade. A HISTÓRIA á, vários oradores se pronunciaram. O deputado Federal ceira vez que vinha à Marica participar desta festa cívica, Sandro Matos que, quando Deputado Federal, conseguiu gada na urbanização da cidade no governo de Ricardo epresentando o Conselho Comunitário de Itaipuaçi e o ex- quá, chamando-o de traidor e arrematou: “a história não i-los”. Diretório Municipal, Carolino resgatou a história esquecida municipal nessa memorável nossa emancipação político- Maricá não poderíamos fizeram ou melhor desse município. E citou em Ponta Negra e que foi do Rio Branco: o Barão de estrada de ferro, Jacintho transporte coletivo de médico, o médico Orlando médico sanitarista que o prefeito e o professor Elisiário Matta, na educação, entre roblema da saúde em Maricá, que apresenta um quadro de nosso povo. Após o ato cívico, os correligionários do ros Pimentel como acontece todos os anos nesta data. Bandinha comanda a passeata Ricardo Queiroz: “Quaquá é um traidor” Acima à direita: Adilson Maués, Glauber Cartaxo, Orlando Aguiar e amigos lendo o Jornal do Município Ao lado, Julio Carolino informa: “Em Maricá só se inaugura pedra fundamental” Ao centro, Felipe Peixoto é o candidatro do partido a vice-governador na chapa do PMDB JORNAL DO MUNICÍPIO A verdade sempre!
  6. 6. 6 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014 Dra. Márcia Braz CARTASINVESTIMENTOS DACHINAPARA MARICÁ. O menino que foi pobre na Mumbuca, na atualidade virou Prefeito com dois mandatos e Presidente Partidário Estadual do PT, não mais menino pobre, foi a China oficialmente trazer investimentos com sua comitiva, leia-se oficialmente igual viagem bancada pelos cofres públicos, por nós que pagamos impostos. Com a viagem oficial a China, deu entrevista em um canal de televisão aberta falando das maravilhas do trem bala e dos investimentos que conseguiu para o porto de Jaconé Maricá. Querido leitor, acredito que você está se fazendo a mesma pergunta que me fiz: qual porto? Já o fizeram e nem me avisaram? Então é um investimento captado agora para um futuro porto? O prefeito fez várias visitas oficiais a vários países afirmando que está trazendo investimentos para a cidade de Maricá, já percorreu quase o mundo inteiro, mas ainda não apresentou efetivamente onde estão esses investimentos. Na realidade não estamos vendo um resultado prático de tantas viagens, mas continuamos a gastar com essa peregrinação pelo mundo. Nós precisamos dos serviços básicos essenciais, então repito a pergunta, cadê o básico de uma cidade, água, esgoto, saneamento básico, merenda escolar, educação de qualidade, saúde e segurança pública? Mas é claro que no muno das maravilhas de Maricá, criada só no maravilhoso mundo de Boby, tudo pode acontecer, mas os serviços essenciais não. Mas as eleições estão chegando e o menino que antes era o garoto podre da Mumbucca, está coordenando a campanha sonhadora do Senador Lindenberg, que quer ser governador com total apoio do Prefeito de Maricá, mesmo contrariando a cúpula do Governo Federal. Mas o menino sonhador da Mumbuca quer ganhar o mundo e está trilhando seu caminho para ser Governador, sucedendo Lindenberg. Depois Quaquá quer ser Presidente, sucedendo ao Lula, que deverá retornar a Presidência após o segundo mandato da Presidente Dilma. Planos do ex pobre menino da Mumbuca Sr. Quaquá, no mundo mágico das maravilhas do Sr. Washington Quaquá. PAÍS DOS CONCHAVOS Parabéns ao presidente do STF, Ministro Joaquim Barbosa que declarou ser o Brasil o país dos conchavos. Como diz o ditado, quem fala a verdade não merece castigo. Emilson Albuquerque EMANCIPAÇÃO, NÃO Sou contra qualquer divisão dos municípios, a tal falada emancipação. Não sei porque o Sr. Rodovaldo Coutinho que escreve para esse jornal, é a favor. Será que ele não está satisfeito com o atual prefeito e quer dividir Maricá? Antonio Santos SOLUÇÕES Gostei do artigo publicado na página 7 da edição de Abril desse jornal. Os prefeitos que por aqui passaram e o que está passando, não sabem dar valor ao nosso potencial turístico que é o muito grande. José Luís Oliveira PARABÉNS! Meus parabéns ao responsável por este jornal pelas duas grandes matérias publicadas na página 3 da edição de Abril. “A noite da falsa apoteose” e os “50 anos do golpe de 64”, mostraram o que é fazer jornalismo. Ademir Fonseca INELEGILIBILIDADE O que adianta ficar inelegível por oito anos e continuar no cargo? Dois pesos e duas medidas. Antonio Siqueira NOVOS VEREADORES Como é que é? Vão aumentar o número de vereadores nas Câmaras Municipais? A nossa tem onze e já é muito pois eles não fazem nada. Haroldo Pacheco INVESTIMENTOS AQUI? Tem razão a Dra. Márcia Braz quando disse em seu artigo na edição passada que ninguém quer investir aqui, pois não temos nada a oferecer. Sonia Castro ÔNIBUS Parabéns a empresa Nª. Sª. Do Amparo que a cada dia vem renovando sua frota com ônibus novos para bem servir a população. Leônidas de Almeida ENFOQUES VANDA RUBIO Gostaria de saber onde se encontram as ambulâncias do Hospital Conde Modesto Leal. - E aí, Sr. prefeito, vamos cuidar com carinho das ruas centrais de Maricá, porque sofremos com alagamentos. - Soube pela língua do povo que em pleno feriado, exames chegaram para pacientes, sem devida consulta médica. - Com relação ao sossego da pacata Maricá, necessitamos já de uma UPP, pela quantidade de assaltos e estupros que da vontade de morar em Bagdá. - E aí, Sr. prefeito, sei que são bons os shows, mas nossa saúde em primeiro lugar, levei meu neto para o Conde e não havia pediatra, fui encaminhada para UPA de Inoã. Que vergonha! - Como fica a população carente de Maricá, que nem grana tem para pagar passagem? Aniversariantes de Junho Kátia Nazareth de Jesus da Silva Santos (Esposa de Carolino) Karla R. Alves Carlos Eduardo Ferrari Rosane Oliveira Nogueira Paulo César Rubio Lúcia Francisca Oliveira CREDIBILIDADE NÃO SE FAZ DA NOITE PARAO DIA, SECONQUISTA AOLONGODOSANOS. JORNAL DO MUNICÍPIO 10 ANOS EMANCIPAÇÃO A emancipação de distritos, para a criação de novos municípios, é um assunto que tem gerado contestações, ainda que não apresentem uma razão consistente, muitas pessoas se dizem contrárias, mesmo sem um exame das razões daqueles que são favoráveis e lutam pela emancipação de seu distrito. Podemos citar aqui um inimigo de peso, nossa presidente da República, visto que demonstrou isso quando vetou integralmente a Lei aprovada pelo Congresso Nacional. Este veto será examinado e aceito ou não pelo Congresso. Ainda que esta outra Lei, agora ou em outra hora, terá que ser aceita ou criada, já que a emancipação de distritos está prevista na Constituição Federal de 1988, o veto a Lei de qualquer forma trouxe prejuízos aos emancipacionistas do Brasil, já que não é só Maricá que têm pessoas lutando para a criação de novos municípios. Por sinal não podíamos deixar de fazer referência a dois cidadãos que manifestaram-se sobre nossa pretensão, que diga-se não é somente nossa, mas de muitos outros munícipes maricaenses, de qualquer forma ficamos satisfeitos com as manifestações, pois democracia é isto o poder de expressar nossa opinião, porem para o Sr. José Carvalho, temos a dizer que só os fracos desistem da luta, quando lutam por aquilo que acreditam, já o Sr. Antonio Arruda, devo dizer que concordo com sua opinião, porem os políticos, bons e maus, são responsabilidade nossa, o povo, mas no dia em que o eleitor deixar de reeleger candidatos, este país passará a andar a frente, e os políticos vão se tocar e melhorar. Rodovaldo Coutinho
  7. 7. MAIO 2014 JORNAL DO MUNICÍPIO - 7- 7- 7- 7- 7 Comandante Nardim O PADRE RICARDO Eu era comandante do navio Presidente Wenceslau, momento em que fazíamos uma revisão bianual em Malta – Uma Ilha ao sul da Cicília - Itália, cuja 95% da população era Católica Apostólica Romana. Lá, encontramos um padre de nome Ricardo, que havia sido paroquiano em Mato Grosso do Sul – Brasil. Ele falava português brasileiro, sem sotaque e com todos os requintes da linguagem coloquial brasileira, (um verdadeiro malandro). Padre Ricardo nos enturmou com a mais fina flor da sociedade malteza, inclusive fui agraciado com uma abotoadura que pertencera ao primeiro Ministro de Malta. Um dia estávamos reunidos no Mosteiro dos Agostinhos, com a Charanga do navio, divulgando o samba brasileiro aos maltezes. O Padre, de sacanagem, pediu para a charanga tocar o mais recente sucesso de Jair Rodrigues e Elis Regina. Lógico, a charanga não se fez de rogada e atendeu ao pedido do sacerdote e ainda de quebra a música foi acompanhada com passos de gafieira pelo foguista mais saliente do grupo. Eis a música: “Deixa que digam, que pensem, que falem. Deixa isso pra lá, o que que há, o que é que têm? Eu não estou fazendo nada, você também, é bom bater um papo tão gostoso com meu bem. Deixa que digam, que pensem, que falem...” Notei que ao começar cada estrofe, as senhoras presentes esboçavam gesto de horror, de reprovação, de espanto... Sentindo algo errado, pedi que a charanga parasse de tocar, dizendo: - Deixa essa música fora do repertório, ao que o foguista perguntou: - Deixar porquê, comandante? Deixa essa música de fora pô. Enquanto isso, o padre dava gostosas gargalhadas. Já meio apreensivo, me desviando dos olhares indiscretos das nobres senhoras, perguntei ao padre: - Padre Ricardo, o que houve de errado com a música? O padre com muito esforço para parar de rir, disse: - “Deixa” no idioma maltez significa “vagina”. - Pensei. O quê as nobres senhoras estarão pensando de mim? - Puxa, até o comandante? Permitir que o sambista faça gestos obscenos? VIAÇÃO Nª. Sª. DO AMPARO - 64 ANOS UMA ÁRVORE QUE DÁ FRUTOS Aceleração de uma missa na igreja da padroeira do município, marcou a passagem dos sessenta e quatro anos de atividades da Viação Nª. Senhora do Amparo. Não há o que negar: essa empresa é hoje uma das mais sólidas do Rio de Janeiro no setor do transporte rodoviário, graças ao empenho, a competência de seus diretores, cujo objetivo principal era o de dar continuidade e projetar para fora do município um trabalho que foi pioneiro aqui. Na verdade, José Francisco Caetano, Ronaldo Caetano e Maria do Carmo Caetano, deram prosseguimento ao cultivo de uma árvore plantada por seu pai Jacintho Luiz Caetano, um maricaense nascido no humildade bairro do Caju, nome está gravada na história de Maricá, como um dos seus grandes benfeitores. A história de seu Jacintho é longa e acima de tudo vitoriosa. Empreendedor de primeira linha, galgou todos os degraus de uma vida voltada para o comércio, cuja vocação surgiu desde os seus oito anos de idade, quando começou a vender doces na Praia de Jacaroá, principal entreposto de pesca na época. Sua história contada em livro de autoria de sua filha Maria do Amparo, revela detalhes de um homem que viveu e tinha como meta contribuir para o progresso de terra que o viu nascer. Seu Jacintho foi um batalhador até morrer em 1986, deixando um legado que enriqueceu o seu currículo durante a vida. A planta que ele cultivou desde a semente está aí para quem quiser ver. Bonita e frondosa ela sombreia a vida de milhares de pessoas. Bem cultivada pelos filhos José Francisco, Ronaldo Caetano e Maria do Carmo, ela vem ao longo dos anos dando frutos, o que lhes dão a certeza de esta como empresa solidificada, entre as melhores no hanking do Estado do Rio de Janeiro. De dois ônibus quando começou há cerca de trezentos nos dias de hoje, o trabalho de seus diretores está refletido no bom desempenho de seus funcionários que assistem orgulhosos o crescimento da empresa que tem como meta principal prestar bons serviços a comunidade. A frota está sendo renovada constantemente e para orgulho de seus dirigentes a meta está sendo alcançada. Contudo nesse texto em que lembramos os sessenta e quatro anos de bons serviços prestados pela empresa não poderíamos encerrá-los sem nos reportamos a um fato lamentável, irresponsável e vergonhoso cometido pelo atual prefeito que mandou retirar o busto e o nome de seu Jacintho do terminal rodoviário, uma justa homenagem a quem tanto fez pelo transporte coletivo de passageiros. “Demagogo como ele é, e inescrupuloso, o prefeito batizou o terminal como sendo o terminal rodoviário do povo. Quanta hipocrisia.” Não importa a memória do seu Jacintho está gravada no coração do bom maricaense. Quem não for... Edison Torres Jacintho Caetano, fundador da Viação Nossa Senhora do Amparo AMPARO RECEBE MAIS OITO ÔNIBUS URBANOS COM UMANOVIDADE: DUAS ROLETASPARAFACILITARACESSO Mais uma vez a Viação Nossa Senhora do Amparo é escolhida pela Fetranspor para um projeto piloto: oito novos ônibus urbanos serão colocados em serviço nas linhas Maricá - Rio do Ouro e Centro - Recanto com duas roletas, uma delas servirá apenas aos portadores de todos os tipos de cartões (Bilhete Único, Vale Expresso, Rio Card ...) e a outra será usada para pagantes em dinheiro e portadores de cartões de gratuidade (idosos, escolares e portadores de necessidades especiais e seusacompanhantes. A intenção é priorizar osatendimentosdiminuindo filas e facilitando o acesso aos veículos. Todos esses ônibus são adaptados a portadores de necessidadesespeciais.
  8. 8. 8 - JORNAL DO MUNICÍPIO MAIO 2014 FABRÍCIA MOREIRA É A MISS MARICÁ 2014/2015 preparações sejam julgadas apenas por duas horas de apresentação, onde o nervosismo e a ansiedade impera. Uma miss tem que ser completa, e o seu dia a dia também precisa ser conhecido, suas atitudes para com a sociedade e seu respeito para com os demais, daí o julgamento ser feito desde o início da preparação. O mesmo acontece no concurso estadual, onde desde a chegadadascandidataselassãojulgadasemtodososmomentos e atitudes durante a concentração de preparação para a grande final. E não para por ai, pois durante um ano elas são monitoradas em suas ações e atitudes e se forem condizentes à de uma verdadeiraMiss,poderãoperderseustítulossemnenhumprejuízo para a produtora. Efinalmente,tivemosasnotasdecincojuradosquejulgarama 1ª entrada (traje esporte -ANTENADA), 2ª entrada (traje de banho - PERTH), 3ª entrada (traje de gala - ROSYFESTAS E EVENTOS eATELIE MENINAROSA) e finalmente as perguntas. O resultado final foi o seguinte: MISS MARICÁ 2014/2015 - FABRICIA MOREIRA - Miss Itapeba Vice -campeã - THAYZA CASSUCE - Miss Ponta Negra MUSA DO RODEIO DE MARICÁ 2014 - PÂMELA KARINE - Miss São José do Imbassaí, MISS FOTOGENIA 2014 - THAYZA CASSUCE, MISS ELEGÂNCIA 2014 - PÂMELA KARINE e MISS SIMPATIA2014 - LARISSAMAIA- Miss Mumbuca Aconteceu na noite de 18 de maio no Espaço Cultural Vovó BellinaemSãoJosédoImbassaí,agrandefinaldoMISSMARICÁ LATINA 2014/2015. Além do concurso, o evento contou com desfiles do ATELIE MENINAROSAcomajovemmodeloCarolineVieiraeamagnífica apresentação de CHAIR DANCE (dança sensual com cadeiras) com a professora Luciana Ploe Fitness e a coroação de duas misses plus size: Nilma Duarte (Meier) e Cleide Marques (Realengo). O CONCURSO OconcursoMissMaricájulgasuascandidatasdesdeoprimeiro ensaio oficial, onde já estão definidas as candidatas que irão participar. Em todos os momentos elas são julgadas: atitudes, pontualidade, participação, performance, garra, simpatia... Eelasforamjulgadasnosensaios(quatro,sendodoisnormais e dois gerais), no almoço de confraternização das misses, nas lojas onde foram experimentar seus trajes para os desfiles e em condutas externas, além da preparação para o grande final, preparaçãoessafeitapelasmagníficasprofissionaisCarolineGoulart (maquiadora), Abilene Gonçalves (cabeleireira) e Fabbi Lemos (maquiadora) da EMBELLEZE MARICÁ que capricharam no look dasnossasmisses. A produção do evento tem esse procedimento pois não acha justo que as candidatas depois de mais de um mês de esforços e Halana Magalhães, Miss Maricá Latina2012, Thayná Moraes, Miss Maricá 2013 e Miss Solidariedade Latina estado do Rio 2013, Fabrícia Moreira, Miss Maricá 2014/15, Teresa Scherer coordenadora estadual e Pery Salgado produtor e coordenador municipal. ESTADUALLATINA Fabrícia estará representando Maricá na final do concurso estadual em Petrópolis no dia 29 de maio. Ela ficará em concentração a partir do dia 26 com as demais candidatas dos outrosmunicípios.

×