As crencas religiosas dos Romanos

11.900 visualizações

Publicada em

Trabalhos de alunos.

Publicada em: Educação, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.900
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
34
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
73
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As crencas religiosas dos Romanos

  1. 1. O Império Romano<br />As crenças religiosas<br />
  2. 2. Introdução……………………………………..pág3<br />As crenças religiosas…………………….pág4e 5<br />Diversos tipos de culto…………………pág6 e 7<br />Conclusão…..…………………………………pág8<br />Bibliografia……….……………………………pág9<br />Índice<br />
  3. 3. Neste trabalho vamos falar sobre o as crenças religiosas dos Romanos.<br />Esperamos que gostem deste trabalho e que aprendam mais sobre este tema. <br />Introdução<br />Deuses gregos versus deuses romanos<br />
  4. 4. Os Romanos eram politeístas, à semelhança dos Gregos e da maioria do povos da antiguidade.<br />Quando eles conquistavam outros povos, assimilavam muitas das suas crenças religiosas e formas de culto.<br />Os Romanos acreditavam que se não os satisfizessem os deuses, eram castigados.<br />As crenças religiosas<br />
  5. 5. As crenças religiosas<br />
  6. 6. O culto privado – Para resolver preocupações e necessidades particulares. Prestavam culto a várias divindades domésticas: relacionadas com a vida familiar (Lares e Penates), outras com espírito dos antepassados (Manes).<br />Diversos tipos de culto<br />
  7. 7. O culto público - Era definido pelos sacerdotes, que estavam em representação do estado Romano. Este culto era um dever cívico obrigatório para o conjunto dos cidadãos Romanos. <br />Continuação…<br />
  8. 8. Culto ao imperador<br />“Ainda em vida de Júlio César, este consentiu na erecção de uma estátua sua, a cujo pé rezava a inscrição Deo invicto ('Ao Deus Invencível') em 44 a.C. O mesmo ano fez-se nomear ditador vitalício. O seu herdeiro, Augusto, fez construir um templo em Roma dedicado ao 'Divino Júlio' (DivusIulius). Como filho adoptivo do deificado Júlio, Augusto também recebeu o título de Divifilius (filho dum deus). A elevação dos governantes romanos à categoria de divindade foi um mais dos elementos que contribuíram para a criação da figura imperial num longo processo não delimitado com claridade ao longo do tempo.”<br />http://pt.wikipedia.org/wiki/Imperador_romano#O_culto_imperial<br />
  9. 9. Este trabalho permitiu-nos ter um conhecimento mais alargado acerca das crenças religiosas dos romanos.<br />Gostámos muito de realizar este trabalho!<br />Conclusão<br />
  10. 10. Livro História 7<br />www.google.pt<br />Bibliografia<br />
  11. 11. Alexandre nº2 7ºB<br />Rui Leite nº26 7ºB<br /> Trabalho realizado por:<br />

×