Informativo CNSP - Outubro 2014

72 visualizações

Publicada em

Informativo da CNSP - Outubro 2014

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
72
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informativo CNSP - Outubro 2014

  1. 1. Diretoria: Antonio Tuccilio (Presidente), Marcos Vinício Gomes Pedro (1º Vice-Presidente), Amaro de Mello Vasconcellos (2º Vice-Presidente) Vice-Presidentes Regionais: Paulo Sebastião Gonçalves Olympio (1ª Região: Rio Grande do Sul e Santa Catarina); Álvaro Miguel Rychuv (2ª Região: Paraná e Mato Grosso do Sul); José Gozze (3ª Região: São Paulo); Alfredo Rebello da Silva (4ª Região: Rio de Janeiro e Espírito Santo); Valdir Suzano (5º Região: Mato Grosso e Rondônia); Djalma Pires (6ª Região: Minas Gerais); Armando Campos de Oliveira (7ª Região: Bahia e Sergipe); Luciano Albuquerque Florêncio (8ª Região: Alagoas, Pernambuco e Paraíba); José Iatagan da Costa (9ª Região: Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí); Elísio Gonzaga Silva (10º Região: Goiás, Tocantins e Distrito Federal). Luiz Manoel Geraldes (Secretário Geral); David Vieira Costa (1º Secretário); Wagner Dalla Costa (Diretor de Finanças); José Lucas de Oliveira (Diretor Adjunto de Finanças); Lizabete Machado Ballesteros (Diretora de Assuntos da Área Federal); Julio Bonafonte (Diretor Jurídico); Túlio Expedito Liporoni (Diretor de Assuntos Municipais); Sylvio Micelli (Diretor de Imprensa e Divulgação); Adherbal Silva Pompeo (Diretor de Assuntos Parlamentares); José Carlos Gonçalves (Diretor de Formação e Organização Associa-tiva); Derly Avilla Corrêa (Diretora de Assuntos Internacionais e Integração); José Carlos Rodrigues Dias (Diretor de Assuntos Estaduais); Wally Ferreira Lühmann de Jesuz (Diretora de Assuntos de Aposentados e Pensionistas). Conselho Fiscal: Gilmar Belluzzo Bolognani, Carlos Roberto Martins de Lima; Suplentes: Nivaldo Campos Camargo, Roque Ribeiro Sanches e Paulo de Magalhães; Presidentes Eméritos: Wilson Ribeiro e Brasil Paraná de Cristo (in memoriam) Informativo CNSP - Tiragem 300 exemplares- Distribuído às entidades filiadas- Sede à Rua Dr. Bettencourt Rodrigues, 88, 6º andar- Centro, São Paulo- 01017-010. Site: www.cnsp.org.br - Telefone: (11) 3105-7940; e-mail: cnsp@cnsp.org.br; Edição: Maristela Ajalla (MTB 19098 JP/RJ) Fotos: Denis Arquivo CNSP/Sylvio Micelli CNSP Confederação Nacional do Servidores Públicos FELIZ NATAL e EXCELENTE 2015 A Confederação Nacional dos Servidores Público convida todos os dirigentes para, neste fim de ano, exercitarem o pensamento nas boas atitudes, em prol da famí- lia, dos colegas de trabalho e de toda coletividade. Que o exemplo de vida de Jesus possa ser a vivência de cada um em 2015. Paz, Respeito e Fraternidade OBSERVATÓRIO SOCIAL DO BRASIL INTENSIFICA ATIVIDADES EM SÃO PAULO Fevereiro - Posse da nova Diretoria da CNSP triênio 2015 a 2017 - São Paulo Atividades da CNSP: 1) Participação do Presidente, Antonio Tuccilio, em dois progra- mas de televisão da Fespesp, agosto de 2014; 2) Programa “Gente Que Fala”, de 18/9/14, debate sobre os 21 anos da CNSP, com Antonio Tuccilio; Observatório Social do Brasil promoveu vários encontros, na cidade de São Paulo, com objetivo de formar grupos de trabalho no Estado. Acima, a reunião de julho/14, conto com a presença do presidente da CNSP, Antonio Tuccilio. Também em setembro de 2014, a CNSP esteve novamente reunida com os membros do Observatório Social do Brasil. Confira o trabalho no site: www.observatoriosocialdobrasil.org.br O 8 Ano 3 - nº 12 Outubro/14 Eleição: nova diretoria é eleita para o triênio 2015 a 2017 - página 5 Salvador: CNSP remete aos candidatos à presidência carta de - página 6 CONFEDERAÇÃO LANÇA O LIVRO “CNSP 21 ANOS - A MAIORIDADE DA REPRESENTAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO BRASIL Página 3 CNSP reúne lideranças em São Paulo pela aprovação da PEC 555/06 - páginas 4 e 5 ma grande confraterniza- ção celebrou os 21 anos da Confederação Nacional dos Servidores Públicos, dia 17 de setembro, em São Paulo. O presidente, Antonio Tuccilio, recebeu os diretores, com repre- sentações dos Estados do Paraná, Distrito Federal e São Paulo. “A CNSP mantém seu ideal de fun- dação, de representar todos os servidores, sem distinção”, falou Antonio Tuciilio. U
  2. 2. O QUE ESPERAMOS DE NOSSOS GOVERNANTES? pós a realização do 1º Turno das eleições houve dois cenários. O primeiro definiu o governador de São Paulo para o próximo mandato. O segundo colocou dois candidatos que vão disputar o 2º turno para a Presidência da República. Independente de qual candidato sair vencedor, o povo precisa sentir maior confiança nas ações desenvolvidas e pleitear um combate efetivo contra a corrupção. Defendemos inflação e juros menores, assessores escolhidos pela meritocracia, por meio de concursos públicos. Vamos acompanhar as promessas efetuadas e cobrar àquelas que foram direcionadas, principalmente, à Educação, pois sem um ensino adequado e igual para toda população não vamos conseguir uma Educação de qualidade. É indispensável melhor atenção à Saúde, Segurança e Mobilidade entre outras. É preciso que todas as camadas da nossa população sejam atendidas, sem exceção, pois pagamos vultosos impostos e não conseguimos um retorno, que satisfaça as necessidades. Como representante dos servidores públicos quero uma reflexão nas esferas municipais, estaduais e federal quanto ao tratamento que os servidores têm recebido. Consideramos que, hoje, não estamos sendo devidamente respeitados, pois nos principais setores não temos estrutura necessária para um melhor atendimento à população. Outro ponto importante que esperamos seja mais bem analisado Por Antonio Tuccilio Presidente da CNSP A “Independente de qual candidato sair vencedor, o povo precisa sentir maior confiança nas ações desenvolvidas e pleitear um combate efetivo contra a corrupção”. pelos governantes é um servidor melhor treinado e que receba salário digno para uma maior valorização. Existem carreiras de extrema importância que não recebem remuneração similar do mercado de trabalho. É fundamental que os aposentados e pensionistas sejam vistos como seres humanos, que participaram da vida do nosso País e de acordo com as circunstâncias, deram o melhor de si e, portanto, precisam ter um fim de vida digno. Para isso minimamente acontecer é justo que se aprove a PEC 555 que, progressivamente, termina com a contribuição previdenciária após a aposentadoria (único país do mundo que é aplicado 11% de contribuição dos seus proventos). Em complementação devemos acabar com o Fator Previdenciário, que dificulta a aposentadoria e coloca como único problema do pseudo déficit da Previdência, quando já provamos que a Seguridade Social (que envolve a Previdência) apresentou um superávit, em 2013, de quase R$ 80 Bilhões. Outro aspecto importante para analisar é liberar o Congresso na votação da PEC 170 – que estabelece aposentadoria integral para a invalidez permanente. Não podemos esquecer que se faz urgente a Regulamentação da Convenção 151 da O.I.T. para que, a exemplo do setor privado, se coloque regras para o diálogo dos trabalhadores do serviço público com o Governo nas questões salariais e também defina como poderão ser desenvolvidas as greves dos servidores públicos. Os governantes devem fazer justiça quanto ao pagamento de precatórios que estão atrasados em todo o Brasil. É vital colocar quantidade maior de recursos nos Orçamentos para minimizar a demora que se arrasta há décadas. Os nossos dados apontam que 100 mil servidores faleceram sem receber. É indispensável que se analise as terceirizações que precarizam os serviços públicos, às relações de trabalho e a qualidade dos serviços. Estaremos acompanhando o Orçamento e divulgando a população o que irá acontecer no futuro, mostrando as diferenças entre as promessas de campanha e as realizações efetivas em todas as áreas. Para o bem do nosso País, desejamos uma eleição limpa e que o vencedor possa contribuir para o crescimento do Brasil. Finalmente lembramos que todas as ações e atividades que o Estado realiza tem a mão do servidor público. 2 Nova Diretoria CNSP Chapa Identidade Nacional Presidente: Antonio Tuccilio 1º vice-presidente: Armando Campos de Oliveira 2º vice-presidente: Amaro de Mello Vasconcellos Diretora de Assuntos da Área Federal: Luciene Pereira da Silva Diretor de Assuntos Estaduais: José Carlos Rodrigues Dias Diretor de Assuntos Municipal: Manoel do Nascimento Veríssimo Diretora de Assuntos Aposentados e Pensionistas: Wally Jesus Lhuma Secretário Geral: Luiz Manoel Geraldes 1º Secretário: David Vieira da Costa 2º Secretário: Lizabete Machado Ballesteros Diretor de Finanças: Wagner Dalla Costa Diretor Adjunto de Finanças: José Lucas de Oliveira Diretor Jurídico: Júlio Bonafonte Diretor de Imprensa e Divulgação: Sylvio Micelli Diretor de Assuntos Parlamentares: João Elísio Fonseca Diretor de Formação e Organização Associativa: José Carlos Gonçalves Diretora de Assuntos Internacional Integração: Derly Ávilla Corrêa Vice-Presidente das Regiões Administrativas: Vice-Presidente 1ª Região (Rio Grande do Sul e Santa Catarina) - Paulo Sebastião Gonçalves Olympio Vice-Presidente 2ª Região (Paraná e Mato Grosso do Sul) - Álvaro Miguel Rychuv Vice-Presidente 3ª Região (São Paulo) - José Gozze Vice-Presidente 4ª Região (Rio de Janeiro e Espírito Santo) - Álvaro Ferreira Barboza Vice-Presidente 5ª Região (Mato Grosso e Rondônia) - Valdir Suzano Vice-Presidente 6ª Região (Minas Gerais) - Djalma Pires Vice-Presidente 7ª Região (Bahia e Sergipe) - Carlos Kauark Kruschewshy Vice-Presidente 8ª Região (Alagoas, Pernambuco e Paraíba) - Luciano Albuquerque Florêncio Vice-Presidente 9ª Região (Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí) - José Iatagan Costa Vice-Presidente 10ª Região - Adherbal Silva Pompeo Vice-Presidente 11ª Região (Goiás, Tocantins, Distrito Federal) - Elísio Gonzaga da Silva Conselho Fiscal: - Gilmar Belluzzo Bolognani - Carlos Roberto Martins de Lima - Nivaldo Campos Camargo Suplentes: - Roque Ribeiro Sanches - Eduardo Pereira Quadros Souza - Oscar Antonio Klos SEGUNDA CARTA ABERTA DE SALVADOR (BA) DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS (CNSP) As entidades associativas e federativas filiadas à Confederação Nacional dos Servidores Públicos - CNSP, reunidas na cidade de Salvador, capital do estado da Bahia, de 20 a 23 de agosto de 2014, durante o seu Encontro Nacional, após palestras e debates, deliberam e tornam público aos poderes constituídos, a todas as entidades da sociedade civil e à população brasileira e aos senhores candidatos ao cargo de Presidente da República e Governadores de Estado, no pleito do próximo dia 5 de outubro, os compromissos de ratificar seu trabalho de 21 anos, em prol do Servidor Público e da boa prestação do Serviço Público no sentido de propugnar: 1. pela APROVAÇÃO URGENTE E INADIÁVEL das Propostas de Emenda Constitucional nº 555/2006 e nº 170/2012. A primeira extingue, de forma escalonada, a contribuição previdenciária de servidores aposentados. A segunda, por sua vez, garante proventos integrais ao servidor que se aposentar por invalidez. A CNSP entende ser uma COBRANÇA ABUSIVA dos aposentados, demonstrando total desrespeito ao Servidor Público que dedicou, no mínimo, três décadas de sua vida para o Estado e para a boa prestação dos serviços públicos, bem como defende a PARIDADE aos servidores aposentados por invalidez como medida de inegável JUSTIÇA, no momento que o Servidor Público precisa de recursos para cuidar de sua saúde; 2. pela IMEDIATA E URGENTE REVOGAÇÃO da Emenda Constitucional nº 41/2003 e de todos os seus nefastos efeitos, conforme aponta a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4889 do Supremo Tribunal Federal, tendo em vista que a Reforma Previdenciária lá aprovada foi FLAGRANTE OBJETO DE FRAUDE E COMPRA conforme julgamento da Ação Penal 470 pelo próprio STF, conhecido popularmente como “Escândalo do Mensalão”; 3. EXIGIR RESPEITO AO SERVIDOR PÚBLICO no exercício de suas funções, em todas as esferas do funcionalismo e em todos os poderes constituídos, combatendo-se medidas e projetos que visem cercear e terceirizar tais funções, bem como a REALIZAÇÃO DE CONCURSOS PÚBLICOS para o provimento de todos os cargos, acabando com a terceirização que tem atingido níveis alarmantes no serviço público; 4. REPUDIAR ATOS DE CORRUPÇÃO de qualquer natureza e de qualquer origem e EXIGIR A EFETIVA PUNIÇÃO de todos os envolvidos, devolvendo-se ao País todos os valores que foram irregularmente utilizados; 5. EXIGIR O CUMPRIMENTO DOS DIREITOS ADQUIRIDOS pelos Servidores Públicos, pela preservação da paridade e pelo tratamento igualitário entre ativos, aposentados e pensionistas. 6. EXIGIR O IMEDIATO E INADIÁVEL PAGAMENTO dos Precatórios de natureza alimentar e que isso seja respeitado por todos os estados e municípios devedores, no sentido de garantir que os credores possam receber, ainda em vida, o direito que a Justiça determinou, mas que a BUROCRACIA E A LENIÊNCIA do Estado Brasileiro insistem em protelar; 7. EXIGIR MEDIDAS EFETIVAS E QUE COMBATAM a prática do assédio moral no Serviço Público, em todas as esferas do funcionalismo e em todos os poderes constituídos; 8. EXIGIR ASSENTO DESTA CONFEDERAÇÃO no processo de discussão e regulamentação do cumprimento da Convenção 151 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) que dispõe sobre a negociação e o dissídio coletivo no âmbito do Serviço Público; 9. TRABALHAR ATIVAMENTE pela criação de uma Central de Servidores Públicos com a finalidade de criar um conjunto coeso e cujo único foco seja a luta em prol do Servidor Público brasileiro, sem que haja, por parte da Central, o vínculo político-partidário que acaba por precarizar a real defesa dos interesses dos Servidores Públicos; 10. APOIAR todas as propostas em tramitação, tanto no Congresso Nacional, como nas assembléias legislativas que estabeleçam um teto único salarial nacional, bem como da Ação que corre junto ao Supremo Tribunal Federal, questionando a irredutibilidade salarial, posto que é matéria de ordem constitucional e cláusula pétrea. Salvador, 23 de agosto de 2014 CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS e suas entidades constituintes 7
  3. 3. BAHIA : ELEIÇÃO, PALESTRAS E 96 ANOS DA AFPEB m 20 de agosto foi comemorado os 96 anos de fundação da Associa- ção dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (AFPEB), a mais antiga do Brasil, sob a presidência de Armando Campos de Oliveira. A desembargadora Gardênia Duarte, do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia discorreu sobre a mudança do conceito de família na sociedade. O presidente da CNSP, Antonio Tuccilio, criticou os governos, que abandonam os servidores públicos, principalmente os aposentados. Durante o Encontro Nacional CNSP foi eleita a diretoria e o conselho fiscal do próximo triênio (2015/2017 - ver na página 7). Os trabalhos foram conduzidos por Edvaldo Luiz Costa Lins da AFPEB. Tuccilio parabenizou a organização de todos os membros da CNSP e que a “união só se conquista por meio de um trabalho sério, que é que nós estamos fazendo”. A pedido, o atual 1º vice-presidente da CNSP, Marcos Vinício Gomes Pedro, do Rio de Janeiro, não participará da direção da entidade no próximo mandato. Tuccilio também parabenizou as novas entidades filiadas à CNSP que já vão ter um cargo na próxima direção da entidade, casos da Aspal, FASP/PMSP e ANTC . “É sempre bom a gente contar com a experiência de associações que já tem respaldo de seu trabalho, junto à base”. No encontro ainda foram realizadas palestras de Adriana Ferreira, no Movimento Voto Consciente e Josefina Ruas, procuradora do Estado. E Fotos: Mesa da Solenidade dos 96 anos da AFPEB, Adriana Ferreira, Josefina Ruas e ao lado, todos os parti- cipantes do encon- tro nacional, ocorri- do em Salvador (BA), agosto de 2014 6 21 ANOS: RECONHECIMENTO DA REPRESENTATIVIDADE DA CNSP espaço Hakka, em São Paulo, dia 17 de setem- bro, recebeu dirigentes nacionais para celebrar os 21 anos de fundação da CNSP. A cerimônia contou com a benção do padre José Ennes de Jesus e com o lançamento oficial do livro “CNSP 21 anos - A maioridade da representa- ção dos servidores públicos do Bra- sil”. O presidente da CNSP, Antonio Tuccilio, agradeceu as presenças O Entrega de exemplares do livro para Brasil Paraná de Cristo II, Ernani Ribeiro, José Carlos Dias, Armando Campos de Oliveira e Wagner Dalla Costa, homena- geia Antonio Tuccilio dos membros da Confederação, em especial, rendeu ho- menagens aos presidentes Eméritos, Brasil Paraná de Cristo e Wilson Ribeiro, representados pelos seus filhos, Brasil Paraná de Cristo II e Ernani Ribeiro, respectivamente. Em seu discurso, Antonio Tuccilio, relatou os principais proble- mas atuais da categoria como a falta de valorização salari- al e o pagamento de contribuição previdenciária pelos aposentados. Ainda, enalteceu fatos históricos que a CNSP contribiu diretamente para ajudar os servidores públicos do Brasil, como a Adin votada pelo Supremo Tribunal Federal, revendo a EC 62/09, a famosa PEC do Calote dos Precatórios. Também agradeceu a reeleição para o novo mandato como presidente da CNSP, elogiando as gestões anteriores e parabenizando o companheirismo da esposa Haydée Zaffarani Tuccilio. Foi o presidente da CNSP que simbolicamente entregou os primeios exemplares do livro dos 21 anos aos filhos dos presidentes eméritos e aos membros da Confederação, por sucessivos mandatos: José Carlos Dias (PR)e Armando Campos de Oliveira (BA). Registramos que Marcos Vinício Gomes Pedro (RJ) e Tulio Expedito Liporoni (SP) também são diretores que participaram detodas as gestões da CNSP, mas, por problemas pessoais, não comparecerem à solenidade. O diretor financeiro, Wagner Dalla Costa, fez um discur- so sobre a importância dos 21 anos da Confederação, ressaltando o perfil exemplar do dirigente associativo Antonio Tuccilio. Na cerimônia, o deputado Arnaldo Faria de Sá, que redigiu o prefácio do livro, reconheceu o destacado papel da CNSP pela defesa dos servidores. 3
  4. 4. Fotos: Auditório do CPP; servidores e lideran- ças nas ruas de São Paulo, em protesto pacífi- co pelas PECs; Elísio Gonzaga da Silva em discurso (ao lado) CNSP UNE FORÇAS PARA MOBILIZAR APROVAÇÃO DE PECs Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) organizou uma ampla manifestação em defesa de Propostas de Emendas Constitucionais (PECs) de interesse dos servidores públicos. O Ato Público, seguido de passeata nas ruas do centro antigo de São Paulo, aconteceu na manhã de 26 de maio, na sede do Centro do Professorado Paulista (CPP), com centenas de servidores públicos. Com presença expressiva de lideranças associativas e sindicais, outras PECs foram defendidas pela categoria, como a de nº 170/2012, sobre o pagamento de aposenta- doria integral por invalidez permanente e a de nº 219 nº 219/2012 que permite que servidores públicos das carrei- ras administrativas possam exercer o cargo de professor. Os deputados federais falaram sobre questões da tramitação das PECs no Congresso. Arnaldo Faria de Sá explicou sobre a importância de fazer movimentos maio- res, com milhares de pessoas, que impactam junto ao Congresso. João Dado lembrou que a representação política dos servidores é pequena na Câmara Federal. Ivan Valente destacou que o PSOL tem uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a Emenda Constitucional nº 41, de 2003, que determina o pagamento dos 11% dos aposentados e pensionistas. O presidente do Instituto Mosap, Edison Guilherme Haubert parabenizou a CNSP pelo Ato Público de São Paulo, comunicando que serão necessárias novas mobiliza- ções. “Querem empurrar a ideia que a previdência é deficitária. Não é. O ano é de eleições e precisamos de A 4 Conheça os nomes das autoridades que apoiaram o evento: Vereadores: José Police Neto (PSD); Coronel Telhada (PSDB) e Toninho Vespoli (PSOL) Deputados Estaduais: Carlos Giannazi (PSOL) e Major Olímpio Gomes (PDT) Deputados Federais: João Eduardo Dado (PDT- SP); Ivan Valente (PSOL-SP) e Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) Confederações: Antonio Carlos Fernandes Lima Jr (Confederação dos Servidores do Poder Legislativo e Tribunais de Contas do Brasil - Confelegis). Federações: José Gozze (Federação das Entida- des de Servidores Públicos do Estado de São Paulo - Fespesp); Lineu Neves Mazano (Federação dos Sindicatos dos Servidores Públicos no Estado de São Paulo - Fessp-Esp) Vice-presidentes CNSP: Paulo Sebastião Gonçalves Olympio, Vice-Presidente da 1ª Região (Rio Grande do Sul e Santa Catarina) e presidente da Associação dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul (ASJ-RS); Álvaro Miguel Rychuv, Vice-Presidente da 2ª Região (Paraná e Mato Grosso do Sul) e presidente da Associação dos Servidores Públicos do Paraná (ASPP); Elísio Gonzaga da Silva, Vice-Presidente da 10ª Região (Goiás, Tocantins e Distrito Federal), presidente da Associação dos Auditores de Tributos do Fisco Municipal de Goiânia (Affim). Outras autoridades: Edison Guilherme Haubert, Presidente do Instituto Mosap (Movimento dos Servidores Aposentados e Pensionistas); José Maria Cancelliero, presidente do Centro do Pro- fessorado Paulista (CPP); Wally Ferreira Lühmann de Jesuz, Presidente da Associação dos Professo- res Aposentados do Magistério Público do Estado de São Paulo (Apampesp); Gaspar Bissolotti Neto, Presidente da Associação dos Servidores Aposen- tados e Pensionistas da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Aspal; Rubens Nakano, Sindifisco – SP; Teruo Massita, Presidente da Associação dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo (Afresp); Presidente da Associação Paulista dos Magistrados (Apamagis), Jayme Martins de Oliveira Neto e outros dirigen- tes de entidades como Sindalesp, Aopm e Afpesp Diretores da CNSP: Wagner Dalla Costa, Diretor de Finanças; Luiz Manoel Geraldes, Secretário Geral; José Lucas de Oliveira, Diretor Adjunto de Finanças; David Vieira Costa, 1º Secretário; Sylvio Micelli, Diretor de Imprensa e Divulgação; Gilmar Belluzzo Bolognani, Conselho Fiscal; Lizabete Machado Ballesteros, Diretora de Assun- tos da Área Federal; Wally Ferreira Lühmann de Jesuz, Diretora de Assuntos de Aposentados e Pensionistas e José Gozze, vice-presidente da 3ª região São Paulo. muitas mobilizações. Até o momento, conseguimos aprovar o Substitutivo, mas colocar em votação será preciso o apoio da Mesa diretora da Câmara”. Os deputados estaduais Carlos Giannazi e Major Olympio falaram sobre a solidariedade da mobilização, que reuniu no CPP diversas carreiras. Giannazi salientou a luta dos professores municipais, em greve, por melhores salários e Major Olympio pediu apoio à aprovação da PEC 300, que é uma mobilização nacional dos policiais. Os vereadores de São Paulo Coronel Telhada, Police Neto e Vespoli, acrescentaram reflexões sobre a valorização dos servidores públicos, especi- almente considerando suas condições de trabalho. Police Neto enumerou temas de desenvolvimento social, valorizando o papel dos servidores da Educa- ção, Saúde, Segurança Pública. Vespoli, professor de matemática, perguntou: “que tipo de Estado queremos?” A partir do questionamento, apresen- tou argumentos sobre as condições de trabalho dos servidores públicos. O ato no CPP reuniu servidores de outros Esta- dos, como Rio Grande do Sul, Goiás e Paraná. As lideranças finalizaram com uma passeata pacífica na Avenida Liberdade, finalizando a manifestação na Praça João Mendes, onde novos discursos em defesa das PECs foram proferidos pelas lideranças. 5

×