proposta  de colaboradorespara os        valor
ÍNdIce                                                       dIsClaIMer                                               LING...
o QUe TeMos    a nossa polítICa                    de reCursos    para oFerecer   HuManos                    As Pessoas sã...
Felicidade    Oferecer um prOjectO    empresarial Onde Os    cOlabOradOres pOssam    crescer e ser felizes4               ...
Não vemos a igualdade como um dossier especial.    Esta é o resultado natural da união dos Valores, Princípios e Políticas...
crescimento    apOstar nO crescimentO    individual e nO    desenvOlvimentO    permanente de    cOmpetências, numa    abOr...
Acreditamos estar entre o universo de organizações onde o mérito e o     esforço são reconhecidos. São muitas as formas de...
equipa     Garantir uma     liderança que estimule     O trabalhO de equipa     cOmO mOtOr dO espíritO     de uniãO, parti...
O nosso ambiente de trabalho estimula as pessoas a revelarem as suas     preocupações e ansiedades sem medo. O Grupo incen...
envolvimento     dar OpOrtunidade aOs     cOlabOradOres de se     envOlverem de fOrma     crescente nOs neGóciOs     dO Gr...
4. Código Ético e de Conduta Empresarial (CECE)     Documento central que deverá nortear a actuação individual e colectiva...
o QUe                 1. Boa disposição                 A boa disposição é um das nossas imagens de marca e um dos requisi...
as coIsas                                                                                        3. ambiente              ...
as coIsas                 1. pressão                 Como irá ter oportunidade de constatar, a “capacidade de trabalhar so...
as                1. Insatisfação                É assumida uma insatisfação permanente e o gosto por melhorarmos tudo    ...
esTaTUTo                    IntroduÇÃo                    Ao instituir o cargo de Provedor de Recursos Humanos, o Grupo CH...
MIssÃo     O Provedor de Recursos Humanos do Grupo CH tem por missão:     | Representar e defender as perspectivas dos seu...
32          33            33     © GRUPO CH     © GRUPO CH           2010           2010
34     info@chconsulting.pt     www.chconsulting.pt
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH

931 visualizações

Publicada em

Documento de Compromisso estabelecido com todos os futuros colaboradores do Grupo CH

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
931
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Proposta de Valor para os Colaboradores_Grupo CH

  1. 1. proposta de colaboradorespara os valor
  2. 2. ÍNdIce dIsClaIMer LINGUAGEM INCLUSIVA Dada a extensão dos conteúdos publicados de seguida, optámos por prescindir das referências de desagregação por género, ignorando aquela que é considerada como uma boa prática, ao nível da linguagem inclusiva. Porque entendemos que as nossas preocupações no plano da igualdade de oportunidades estão amplamente reflectidas nos valores organizacionais e são do conhecimento generalizado dos colaboradores, consideramos que esta opção em nada prejudica as políticas e práticas da organização.II O QUE TEMOS PARA OFERECER: 1 2 A NOSSA POLÍTICA DE RECURSOS HUMANOS O QUE EXIGIMOS 20 AS COISAS BOAS 22 FIcha TécNIca AS COISAS MENOS BOAS 24 Autoria: Grupo CH Projecto Gráfico: sílvia pinto Edição: Monstros & Cia Copyright: Este documento é propriedade do Grupo CH não podendo ser reproduzido, AS OUTRAS... 26 total ou parcialmente, sem referência expressa à respectiva autoria. A utilização para fins comerciais está sujeita a autorização prévia, excepto se para fins de natureza académica e/ou de investigação. Data: Janeiro 2011 Versão: 02 ESTATUTO DO PROVEDOR DOS RECURSOS 28 HUMANOS DO GRUPO CH © GRUPO CH 2010
  3. 3. o QUe TeMos a nossa polítICa de reCursos para oFerecer HuManos As Pessoas são o nosso Activo principal. A nossa missão está muito para além do cumprimento dos requisitos legais. Queremos melhorar continuadamente a eficácia do nosso sistema de gestão de recursos humanos. O nosso compromisso com os colaboradores é garantir: 1. Felicidade Oferecer um projecto empresarial onde os colaboradores possam crescer e ser felizes.2 3 2. Igualdade Garantir a promoção das boas práticas de igualdade de género e de tratamento, bem como o cumprimento de outros requisitos legais. 3. Crescimento Apostar no crescimento individual e no desenvolvimento permanente de competências, numa abordagem integrada de gestão de carreira. 4. reconhecimento Assegurar que os colaboradores vêem reconhecido o seu esforço e dedicação, a par com uma remuneração justa e competitiva. 5. equipa Garantir uma liderança que estimule o trabalho de equipa como motor do espírito de união, partilha e aprendizagem colectiva. 6. abertura Promover um ambiente de trabalho transparente que estimule os colaboradores a revelarem as suas preocupações e ansiedades sem receios. 7. envolvimento Dar oportunidade aos colaboradores de se envolverem de forma crescente nos negócios do Grupo, incentivando a partilha da carreira técnica com a dirigente. © GRUPO CH 2010
  4. 4. Felicidade Oferecer um prOjectO empresarial Onde Os cOlabOradOres pOssam crescer e ser felizes4 5 Procuramos oferecer um projecto de vida onde as pessoas possam crescer e ser felizes. Num ambiente de confiança e sã convivência. São muitas as horas que dedicamos à dimensão profissional, pelo que importa que estas contribuam de forma positiva para a felicidade das pessoas. Somos da opinião que as organizações têm neste capítulo um papel importante. A Conciliação entre a Vida Profissional e a Vida Pessoal e Familiar1 é um tema onde temos vindo a registar avanços significativos. Na busca incessante pela felicidade dos nossos colaboradores, procuramos a todo tempo, encontrar novas formas de organização do trabalho que permitam melhorar os níveis de desempenho e a satisfação da nossa comunidade, minimizando o seu impacto na vida pessoal. 1 Consulte para o efeito a respectiva política de empresa © GRUPO CH 2010
  5. 5. Não vemos a igualdade como um dossier especial. Esta é o resultado natural da união dos Valores, Princípios e Políticas da organização. Fazemo-lo naturalmente. Sem quotas ou obrigações sociais. Entendemos que a nossa contribuição social deverá estar muito para além das fronteiras regulamentares.6 7 igualdade Garantir a prOmOçãO das bOas práticas de iGualdade de OpOrtunidades e de tratamentO © GRUPO CH 2010
  6. 6. crescimento apOstar nO crescimentO individual e nO desenvOlvimentO permanente de cOmpetências, numa abOrdaGem inteGrada de GestãO de carreira8 9 Oferecemos aos nossos colaboradores a oportunidade de crescerem mais rapidamente do que é possível na maioria das outras empresas. Fazemo-lo cruzando os programas de treino e formação com a oportunidade de participarem em diferentes géneros de projectos. Os novos desafios e oportunidades de crescimento são momentos de aprendizagem únicos. Porque gostamos sempre de estar um passo à frente e não nos cansamos de procurar novos desafios, sabemos que este é o lugar perfeito para as mentes inquietas e ávidas de novos desafios. © GRUPO CH 2010
  7. 7. Acreditamos estar entre o universo de organizações onde o mérito e o esforço são reconhecidos. São muitas as formas de o manifestarmos. No plano da retribuição, procuramos pautar a nossa actuação por princípios de uma remuneração justa e competitiva, que inclui a remuneração, uma componente variável, incentivos, benefícios sociais e outros. Naturalmente que vemos o reconhecimento como algo que está muito para além da dimensão económica estrita. Desde 2005 que fomentamos a promoção à condição de partner como uma das nossas filosofias de reconhecimento. À medida que a organização tem crescido, temos procurado introduzir um conjunto de mecanismos de modo a conseguirmos monitorizar todas as actividades e a premiar os esforços individuais e colectivos.10 11 reconhecimento asseGurar que Os cOlabOradOres vêem recOnhecidO O seu esfOrçO e dedicaçãO, a par cOm uma remuneraçãO justa e cOmpetitiva © GRUPO CH 2010
  8. 8. equipa Garantir uma liderança que estimule O trabalhO de equipa cOmO mOtOr dO espíritO de uniãO, partilha e aprendizaGem cOlectiva12 13 Incentivamos o trabalho em equipa em tudo o que fazemos. Acreditamos ser este o caminho. Por isso, promovemos uma cultura de trabalho em equipa e de horizontalidade através do incentivo a que todos colaborem na definição de metodologias que melhorem e simplifiquem o trabalho de todos e a criação de novos produtos/projectos, que permitam o crescimento do Grupo. © GRUPO CH 2010
  9. 9. O nosso ambiente de trabalho estimula as pessoas a revelarem as suas preocupações e ansiedades sem medo. O Grupo incentiva um clima de abertura e transparência entre os colaboradores e os responsáveis hierárquicos. Somos uma organização sem portas onde os colaboradores têm liberdade para apresentar as suas dificuldades e anseios. O incentivo à iniciativa individual não deverá impedir o colaborador de pedir ajuda sempre que julgar necessário. Pedir ajuda é um sinal de força e não de fraqueza! A ansiedade poderá incomodar quem tem de assumir novas responsabilidades ou projectos. Estaremos atentos a tais processos. “Não pedir ajuda” constitui-se como um dos pecados capitais não tolerados pela organização.14 15 abertura prOmOver um ambiente de trabalhO transparente que estimule Os cOlabOradOres a revelarem as suas preOcupações e ansiedades sem receiOs © GRUPO CH 2010
  10. 10. envolvimento dar OpOrtunidade aOs cOlabOradOres de se envOlverem de fOrma crescente nOs neGóciOs dO GrupO, incentivandO a partilha da carreira técnica cOm a diriGente16 17 Procuramos garantir o envolvimento permanente de todos os colaboradores da organização. A auscultação colectiva em assuntos do interesse geral é uma prática corrente. Temos uma visão muito própria daquilo que consideramos ser uma correcta Gestão Estratégica de Pessoas. Está convenientemente formalizada através de um “Política de Empresa” e assenta em princípios de transparência que impõem a partilha franca e aberta ao nível das seguintes dimensões: 1. ADN Empresarial Os valores e traços mais marcantes da nossa cultura organizacional e os princípios que observamos na condução dos negócios do Grupo. 2. Estratégia Para que as opções estratégicas escolhidas sejam do conhecimento colectivo e possam beneficiar da riqueza e diversidade dos pontos de vista individuais. 3. Quem é quem na Organização e o que faz Documento onde, a cada momento, informamos quem é quem na organização, o seu perfil de competências e as suas responsabilidades. © GRUPO CH 2010
  11. 11. 4. Código Ético e de Conduta Empresarial (CECE) Documento central que deverá nortear a actuação individual e colectiva nas dimensões ética e ao nível da conduta. 5. Políticas de Empresas Onde se apresentam, detalhadamente, os entendimentos sobre as várias temáticas que compõem o dia-a-dia do Grupo CH. Um documento formal onde a organização apresenta os seus compromissos com a comunidade CH. 6. Normas e Procedimentos Indispensável à salutar convivência colectiva e garante incontornável do elevado padrão de desempenho que procuramos alcançar em todas as actividades. Um documento que será complementado com o “manual de projecto” de cada iniciativa específica. 7. Sistema de Avaliação de Desempenho Um instrumento indispensável para uma gestão de carreira profissionalizada, que deve ter como objectivo principal, gerar valor efectivo para os colaboradores da organização.18
  12. 12. o QUe 1. Boa disposição A boa disposição é um das nossas imagens de marca e um dos requisitos de entrada exigido aos nossos colaboradores. 2. Flexibilidade É uma das condições necessárias ao crescimento pessoal e profissional e à eXIGIMos sustentabilidade da empresa. 2 3. vontade de aprender Na qualidade de organização aprendente, incentivamos nos nossos colaboradores o gosto e interesse pela valorização permanente de competências. 4. rigor e exigência São princípios intrínsecos à proposta de valor que a empresa oferece ao mercado, devendo os mesmos ser seguidos escrupulosamente pelos colaboradores.20 21 5. responsabilidade Os colaboradores devem agir de forma responsável e competente, dedicada e crítica. 6. verdade e transparência Nas suas relações internas e externas os Colaboradores devem pautar-se por princípios de Verdade e de Transparência, rejeitando qualquer forma de actuação enganadora, quer por acção quer por omissão, ou que desvirtue a realidade. 7. Cumprimento das normas e procedimentos Os nossos elevados padrões de qualidade assentam na aplicação de metodologias alinhadas com as melhores práticas internacionais. O cumprimento das normas e procedimentos por todos os colaboradores é uma das condições essenciais à harmonização e garantia de qualidade dos nossos serviços. 2 Artigo 8º do Código de Ética e Conduta Empresarial. © GRUPO CH 2010
  13. 13. as coIsas 3. ambiente O bom ambiente de trabalho e o espírito de equipa são valores que muito prezamos. Estão enraizados na nossa forma de pensar a organização, não podendo ser dissociados dos nossos modelos de gestão de carreiras e do conhecimento. boas 4. Carreira A gestão de carreiras, sendo um processo recente2 é algo muito presente 134 em toda a organização. Sublinha a nossa preocupação pelas pessoas ao mesmo tempo que acautela umas das preocupações mais presentes: a Sustentabilidade da Organização. 5. Confiança É um sentimento que queremos preservar a todo o custo, junto de todas as comunidades com que nos relacionamos. Uma caminhada que está facilitada, fruto da nossa política de transparência. Aos nossos colaboradores, procuramos garantir um clima de segurança e tranquilidade, partilhando22 23 todos os factos mais relevantes do nosso negócio. 6. aplaudimos o erro Somos uma organização onde o erro é valorizado como processo de aprendizagem… e premiado4. Naturalmente que não apreciamos o erro 1. respeito resultante da aselhice ou do não cumprimento de normas e procedimentos5. Apresentamos um projecto empresarial onde as Pessoas são respeitadas, Valorizamos o erro associado à iniciativa, como incentivo à tomada de riscos. independentemente da função ou cargo que exercem: Este processo de aprendizagem está confinado às actividades internos do Grupo, não podendo, de forma alguma, ser extrapolado para as situações em | Promovemos um ambiente inclusivo que valoriza as singularidades individuais que trabalhamos por conta de clientes. | Tratamos as outras pessoas com respeito e não toleramos assédio ou intimidação 7. atmosfera de Festa6 | Mantemos um local de trabalho seguro e livre de ameaças No Grupo CH gostamos de festejar. Digamos que é um hábito que faz parte | Promovemos um ambiente justo e positivo, em que as pessoas possam do nosso” ritual de vitória”. A atmosfera de festa é, sem dúvida, uma das crescer e obter sucesso nossas imagens de marca. Assinalamos as vitórias e os momentos marcantes | Respeitamos as obrigações dos empregos anteriores com a mesma intensidade e devoção com que nos entregámos à execução dos projectos. Porque apreciamos a coerência. 2. recompensa A entrega própria dos programas de treino de elite, não é normalmente isenta de dor e sofrimento. Na CH não seremos diferentes. Fica-nos a alegria de ver que, por aqui, o esforço é largamente retribuído. Pelas relações de amizade, 3 Os primeiros passos foram dados com a implementação do SGRH em 2010. pelo reforço de competências que nos valorizam, pelo registo de flexibilidade 4 O “erro do ano” é uma das categorias previstas na “Gala dos Monstros” que anualmente realizamos por ocasião do Jantar de Natal. que desenvolvemos, pela capacidade de trabalho que oferecemos. Estes são 5 Nestas situações já pagámos para outros aprenderem. Não queremos voltar a pagar. activos de muito valor, dentro ou além da organização. 6 Para informações mais detalhadas deverá consultor o nosso “Cartaz de Festas oficiais”. © GRUPO CH 2010
  14. 14. as coIsas 1. pressão Como irá ter oportunidade de constatar, a “capacidade de trabalhar sobre pressão” está longe de ser um requisito figurativo que introduzimos nos processos de selecção só para impressionar os candidatos. 2. picos de trabalhos MeNos Haverá momentos com picos de trabalho em que poderá ter de dedicar mais tempo à actividade profissional, em detrimento da sua vida pessoal e familiar. 3. overbooking Não serão raras as vezes em que sentirá na pele o efeito overbooking. Se precisar, não hesite em pedir ajuda. Vai ver que, com serenidade e planeamento, tudo boas se resolve. 4. projectos simultâneos Nem sempre será fácil trabalhar em vários projectos em simultâneo. Mas está longe de ser impossível, como o provamos todos os dias. Acredite que,24 25 passando o desafio que lhe colocamos, estará apto a ingressar em qualquer organização, por mais exigente que seja. 5. ansiedade É natural que, aqui e ali, possa sentir suaves brisas de ansiedade, receando os novos desafios e oportunidades de crescimento. Na CH vemos com agrado o sentimento de preocupação, pois este significa que o colaborador entendeu a grandeza e a importância dos empreendimentos que lhe confiámos. 6. solidão Pontualmente, poderão existir momentos de solidão, com todas as pessoas que o rodeiam totalmente absorvidas na execução dos seus projectos e no cumprimento dos seus próprios objectivos. Não desespere, não tardará a passar e tudo voltará a ser como era antes. 7. os deslocalizados Temos consciência que os colaboradores que não estejam afectos ao escritório sede, nem sempre partilham os requintes da organização nos momentos de festa quotidiana e em alguns dos confortos proporcionados à comunidade. Um problema que tem contudo solução à vista. Estamos a trabalhar para que as operações dos vários escritórios igualem a casa mãe. © GRUPO CH 2010
  15. 15. as 1. Insatisfação É assumida uma insatisfação permanente e o gosto por melhorarmos tudo aquilo que fazemos. Orgulhamo-nos de ter aberto caminho para muitas das práticas e das técnicas que se tornaram referência na nossa indústria. 2. Mudança oUTras Adoramos a Mudança. Faz parte do nosso processo de oxigenação. Nos projectos de mudança não buscamos culpados ou responsáveis. Limitamo- nos a manter a mente permanentemente aberta a novas perspectivas e formas de olhar o mundo que nos rodeia. 3. reengenharia ... Na nossa indústria, a capacidade das organizações se reinventarem é um dos factores críticos mais determinante. O estímulo à inovação individual e colectiva é uma condição necessária ao êxito que todos os dias perseguimos. 4. ambição26 27 É um traço marcante do nosso código genético. Somos empreendedores abertos a todos os desafios. 5. detalhe Apreciamos os pormenores. Acreditamos que o requinte dos pequenos aspectos sublinha a nossa cultura de rigor e excelência. 6. reporte Gostamos muito das coisas escritas. “Não está escrito não é verdade!” chegou a figurar como um dos pecados capitais. A formalização dos processos torna tudo incrivelmente claro e objectivo, evitando indesejáveis mal entendidos e falhas de comunicação. 7. reciprocidade É uma condição inalienável. Exigimos a todos os que connosco colaboram um princípio de sã reciprocidade. Acreditamos em relações de compromisso mútuo. Isto significa que o colaborador perde a legitimidade para cobrar os direitos associados aos deveres não cumpridos. Com transparência e justiça. © GRUPO CH 2010
  16. 16. esTaTUTo IntroduÇÃo Ao instituir o cargo de Provedor de Recursos Humanos, o Grupo CH pretende institucionalizar a sua política de transparência, oferecendo um interlocutor crítico, permanente, independente e responsável aos seus profissionais. do proVedor A criação do cargo de Provedor de Recursos Humanos é, para a Direcção do grupo e para todos os profissionais da CH, uma consequência natural da sua consciência vincadamente humanista. dos recUrsos Um grupo que ambiciona ser uma referência de índole nacional e internacional, só poderá alcançar tal objectivo se, simultaneamente, garantir uma política de transparência e responsabilidade para com todos os seus profissionais. hUMaNos propÓsIto O Provedor dos Recursos Humanos do Grupo CH não intervém em qualquer tipo de funções no departamento de recursos humanos (DRH). do GrUpo ch Embora assumindo a condição de representante dos profissionais da28 29 empresa, o Provedor age como instância mediadora nos conflitos entre, por um lado, os profissionais e por outro, o DRH e/ou Administração. Não basta ao Provedor assumir-se apenas como repositório de observações, protestos e eventuais queixas oriundas dos profissionais da empresa. No exercício de mediação que lhe é atribuído, o Provedor deve exercer o seu papel privilegiando funções pedagógicas e de formação das distintas partes. O parecer do Provedor revestirá sempre o carácter de uma posição solitária, responsável e independente. Deve dispor de meios necessários para estimular a participação activa por parte dos seus profissionais, no sentido de uma procura crescente na melhoria dos objectivos consagrados nos contratos de trabalho e referentes à própria missão da Grupo CH. Para o efeito o DRH procederá à divulgação da existência da figura do Provedor de Recursos Humanos nos principais instrumentos de comunicação interna, podendo este ser contactado directamente através do endereço de e-mail provedor@chconsulting.pt. © GRUPO CH 2010
  17. 17. MIssÃo O Provedor de Recursos Humanos do Grupo CH tem por missão: | Representar e defender as perspectivas dos seus profissionais, ouvindo as suas críticas ou queixas; | Acentuar e promover a credibilidade e a boa imagem da empresa e de todos os seus profissionais; | Estimular o cumprimento da ética profissional e dos códigos deontológicos por parte dos seus profissionais, DRH e Conselho de Administração; | Contribuir para uma cultura de autocrítica e de prevenção de atitudes que possam deteriorar o ambiente humano no interior da empresa. CoMpetÊnCIas O Provedor desenvolverá a sua acção com total autonomia e independência face a qualquer órgão da empresa, competindo-lhe: | Avaliar a pertinência das queixas, sugestões e críticas dos profissionais, produzindo as recomendações internas que delas decorrerem; | Investigar as condições que levaram à apresentação das queixas, sugestões e críticas; | Transmitir aos profissionais da empresa, ao DRH ou à Administração da CH30 31 a sua reflexão sobre eventuais desrespeitos pelas normas deontológicas; | Propor ao DRH ou à Administração a publicação de recomendações no âmbito das suas competências; | Em todas as comunicações que digam respeito a queixas, sugestões ou críticas do DRH ou à Administração, o Provedor é obrigado a ouvir os profissionais da empresa e a divulgar as opiniões recolhidas. noMeaÇÃo e CessaÇÃo de FunÇÕes O Provedor do Grupo CH é indigitado pela Administração da empresa. O Provedor goza de independência face à estrutura da empresa. O mandato do Provedor tem a duração de dois anos, podendo ser renovável. O mandato cessa por morte ou incapacidade permanente do titular ou por renúncia deste e após a designação do novo titular. Coimbra, 07 de Novembro de 2010 Vera Carvalho A Provedora de Recursos Humanos Bibliografia de apoio: Estatutos do Provedor do telespectador da RTP e do leitor do jornal Público. © GRUPO CH 2010
  18. 18. 32 33 33 © GRUPO CH © GRUPO CH 2010 2010
  19. 19. 34 info@chconsulting.pt www.chconsulting.pt

×