Seminário MGME CIÊNCIAS - JAU

244 visualizações

Publicada em

MGME

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
244
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Seminário MGME CIÊNCIAS - JAU

  1. 1. Segundo relatório da ONU, hoje, 870 milhões de pessoas sofrem desnutrição crônica no mundo, ou seja, passam fome. Modelos agrícolas degradam o ar, a água, o solo e destroem a biodiversidade, que serão essenciais para o fornecimento de alimentos no futuro. Transformações em nossos modelos de agricultura e sistemas alimentares são necessários para proteger o PLANETA e contribuir para ERRADICAÇÃO DA FOME.
  2. 2.  Debater sobre os motivos da falta de alimento na mesa de milhões de pessoas.  Identificar e reconhecer em imagens situações de extrema miséria em diferentes países e os sentimentos que as mesmas despertam expondo oralmente esses sentimentos e seus significados.  Elaborar e registrar em uma frase os sentimentos despertados pelas imagens.  Identificar e expor oralmente as causas e consequências do desperdício de alimentos para a sociedade mundial.  Elaborar cartazes com desenhos que retratem o drama da fome.  Sensibilizar através de debate as intenções do autor (grupo de alunos) ao elaborarem seus desenhos e a relação com as imagens usadas na sondagem.  Ler texto jornalístico com informações sobre a fome no mundo.  Interpretar, registrar e relacionar o texto jornalístico as imagens observadas e aos cartazes desenhados pelos alunos.  Pesquisar e elaborar em pequenos grupos um cardápio que deveria estar na mesa de todos os brasileiros.  Usar recursos de informática para editar o cardápio elaborado pelo grupo.  Socializar os cardápios elaborados pelos grupos para a classe.  Planejar e unificar as ações organizando um café da manhã para a classe, como forma de comemorar o DIA MUNDIAL DE COMBATE A FOME.
  3. 3. Alunos organizados em grupos recebem imagens de pessoas de diferentes países vitimas da pobreza extrema e da fome. São orientados a observar os detalhes das fotos e debater sobre os sentimentos que as mesmas despertam neles. Bloco de imagens distribuídas aos alunos  Após tempo de reflexão e debate em grupo, cada um é convidado a expor o que observou e sentiu. Escrevam na folha sulfito uma frase que expressem os sentimentos de vocês. Sites das imagens abaixo relacionados:
  4. 4. http://andradetalis.wordpress.com/tag/sebastiao-nery/ http://www.infoescola.com/sociologia/fome/ http://www.brasilescola.com/brasil/fome-no-brasil.htm http://www.mcmpovos.com.br/site/Portugues/Materias.aspx?cod=206 http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/tag/seca/
  5. 5. • 1) Por que as pessoas vivem em condições semelhantes as das fotos? • 2) O Brasil tem situação semelhante as das fotos? • 3)Mas se no Brasil tem tanta terra para plantar e produzir por que isso acontece? • 4)O desperdício de alimentos ocorre só em nossa casa?O que seria um Sistema alimentar Saudável? • 5)Síntese da sondagem: Construção de um mural com as imagens e frases expressas pelos grupos.
  6. 6. • Organizados em pequenos grupos os alunos devem confeccionar um cartaz que expressem " Um mundo sem fome" • Após a confecção os alunos de grupos opostos são convidados a expor oralmente: • 1)O que os autores querem expressar nos desenhos? • 2)Existe relação entre os desenho e o tema do cartaz? Quais? • 3)Existe relação entre os cartazes elaborados pelos alunos e as imagens extraídas da internet utilizadas na sondagem? • 4) Exposição dos cartazes no mural da escola para conscientização dos demais alunos da escola. •
  7. 7. Primeira etapa: 1)Cada aluno recebe uma cópia do texto jornalístico extraído da internet http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/um- terco-dos-alimentos-produzidos-em-todo-o- mundo-e-desperdicado-anualmente-diz- relatorio-da-onu Fonte: VEJA ON LINE Caderno: Ciência 11/09/2013
  8. 8. Se fosse um país, o desperdício de comida seria o terceiro maior emissor de gás carbônico do mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos. Em relação à quantia de vitaminas e de outros nutrientes, os alimentos orgânicos são similares aos produzidos de maneira convencional. ONU estima que os alimentos desperdiçados correspondam à emissão de 3,3 bilhões de toneladas de dióxido de carbono por ano (Thinkstock) Um terço dos alimentos produzidos no mundo é desperdiçado a cada ano – junto com toda a energia, água e produtos químicos envolvidos em sua produção e descarte. É o que mostra um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado nesta quarta-feira. Segundo o documento, o desperdício de comida pode ser visto como terceiro maior emissor de gás carbônico no mundo, ficando atrás apenas da China e dos Estados Unidos.
  9. 9. Os alimentos destinados ao consumo humano descartado anualmente correspondem a aproximadamente 1,3 bilhão de toneladas. Isso significa que quase 30% por cento das terras agrícolas do mundo, e um volume de água equivalente à vazão anual do rio Volga, o mais longo e caudaloso da Europa, são usadas em vão. No relatório, intitulado A Pegada do Desperdício Alimentar, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e a Alimentação (FAO, na sigla em inglês) estima o custo do desperdício de alimentos, excluindo os peixes e frutos do mar, em cerca de 750 bilhões de dólares por ano, com base nos preços de produção. Traduzido em recursos naturais, ele consome cerca de 250 quilômetros cúbicos de água e ocupa cerca de 1,4 bilhão de hectares de terra.
  10. 10. A FAO estima que os alimentos desperdiçados correspondam à emissão de 3,3 bilhões de toneladas de dióxido de carbono por ano. Se fosse um país, seria o terceiro maior emissor do mundo. Segundo a instituição, o uso mais eficiente dos alimentos poderia contribuir para a redução das emissões de gases do efeito estufa e, consequentemente, diminuir o aquecimento global. Soluções — No mundo industrializado, a maior parte do desperdício vem de consumidores que compram muito e jogam fora o que não comem. Já nos países em desenvolvimento, a causa principal é a agricultura ineficiente e falta de instalações de armazenamento adequadas. "A redução do descarte de alimentos não só evitaria a pressão sobre recursos naturais escassos, mas também diminuiria a necessidade de aumentar a produção em 60%, a fim de atender a demanda da população em 2050", diz a FAO. A organização sugere melhorar a comunicação entre produtores e consumidores para gerenciar a cadeia de suprimentos de forma mais eficiente, bem como investir mais na colheita, resfriamento, métodos de embalagem e alternativas para o despejo de resíduos orgânicos em aterros sanitários. Ainda segundo a FAO, os consumidores de países desenvolvidos devem ser encorajados a servir pequenas porções e fazer mais uso das sobras. (Com Agência Reuters)
  11. 11. • 1) Na sequência são convidados a comentar oralmente os tópicos mais importantes do texto e a relação destes com as atividades anteriores. • 2) Registrar através de uma síntese as informações do texto que relacionam –se com as imagens da internet e os cartazes confeccionados pelos alunos.
  12. 12. • Usando recursos de Power Point os alunos organizados em grupos construirão UM CARDÁPIO SAUDÁVEL que deveria estar presente na mesa de todos os brasileiros. • Após a construção dos cardápios, usando data show, os mesmos serão apresentados aos demais colegas.
  13. 13. • Após apresentação os alunos escolherão ATRAVÉS DE VOTO aberto o café da manhã mais nutritivo, e que será servido para a sala no mês de OUTUBRO como comemoração do DIA MUNDIAL DE COMBATE. Busca de dados diversificados: • 1)Informações: Site Organização das Nações Unidas Para a Alimentação e Agricultura HTTPS://www.fao.or • Texto jornalístico extraído do site: • http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/um-terco-dos-alimentos-produzidos-em-todo- o-mundo-e-desperdicado-anualmente-diz-relatorio-da-onu • 2)Imagens extraídas dos sites: • http://andradetalis.wordpress.com/tag/sebastiao-nery/ • http://www.infoescola.com/sociologia/fome/ http://www.brasilescola.com/brasil/fo me-no-brasil.htm • http://www.mcmpovos.com.br/site/Portugues/Materias.
  14. 14. A sistematização será realizada através de observação e interpretação de imagens, debates e argumentações orais, leitura de texto jornalístico, registros de opiniões, pesquisas na internet. Avaliação e recuperação: A avaliação e será processual, considerando todas as etapas da situação de aprendizagem. A recuperação será concomitante com a execução das atividades. Seguir-se -ão os seguintes critérios:
  15. 15. 1. Verificação dos conhecimentos prévios através da análise,expressão oral e registro sobre as imagens analisadas e suas relações com o tema. 2. Observação dos sentimentos despertados pelas imagens analisadas na sondagem e a expressão destes nos desenhos. 3. Observação da leitura, análise, interpretação oral e registro (através de síntese) do texto jornalístico dando atenção especial à capacidade de expressar a relação do texto com o tema desenvolvido e as etapas de aprendizagens anteriores. 4. Observação da capacidade dos alunos de se organizarem, pesquisarem e elaborarem os cardápios saudáveis usando a internet e POWERPOINT como ferramentas  e as relações destes com as etapas de aprendizagens. 5. Observação da capacidade de por em prática o exercício da cidadania escolhendo através de voto, em um dos cardápios, o melhor café da manhã, dando as devidas justificativas. 6.  Observação da capacidade de organização e elaboração de um café da manhã saudável.
  16. 16. ENCERRAMENTO COM A REALIZAÇÃO DO CAFÉ DA MANHÃ DIA MUNDIAL  DE COMBATE  A FOME
  17. 17. Que Deus permita que nunca falte Alimento em nossas mesas... 8º ANO A 2013
  18. 18. Agradecimentos: •Especialmente aos meus alunos que  permitiram que esse projeto se  concretizasse... •Aos professores que cederam  minutos preciosos de sua aulas.... •A coordenadora Roveine pelo seu  apoio incondicional... •A Dona Jussara , Edson  e Mário  pelo apoio e incentivo...
  19. 19. •A Taís (SAI) pelo seu auxílio e  cuidado com meus alunos... •Aos inspetores , funcionárias da  limpeza e da cozinha  pelo auxílio  de tempo e material... Aos pais ...pelos filhos  maravilhosos...
  20. 20. 1 Unidade Escolar: E.E. Dr. Domingos de Magalhães
  21. 21. 2 Professor Responsável: Maria Luiza Fogo
  22. 22. 3 PIRÂMIDE ALIMENTAR
  23. 23. 4 Série: 8° Ano Situação de aprendizagem: Alimentação balanceada: Pirâmide Alimentar
  24. 24. 5 •Interpretar situação do cotidiano •Buscar informações nos textos •Fazer registros • Ler e interpretar rótulos de alimentos e pirâmide alimentar
  25. 25. 6
  26. 26. 7 Levantamento prévio sobre os conhecimentos que os alunos possuem sobre o tema trabalhado. Conversa com os alunos sobre o que ter uma alimentação saudável e balanceada.
  27. 27. 8 Leitura e análise dos rótulos de alimentos ingeridos pelos alunos. Pesquisa sobre alimentação pirâmide alimentar, nutrientes e suas funções. Conversa sobre o que os alunos encontraram nos rótulos. Comparação com a sua alimentação no dia a dia.
  28. 28. 9 Representação da pirâmide alimentar (atividade em grupo)
  29. 29. 12 Elaboração de um café da manhã e/ou da tarde pelos alunos, onde eles analisaram se é uma refeição saudável e balanceada.
  30. 30. E. E. Profª Esmeralda Leonor Furlani Calaf SEMINÁRIO DESCENTRALIZADO - MGME
  31. 31. RESPONSÁVEIS: Isabel Cristina Figueiredo Landis Juliana Crepaldi Raini Regonato Natália Laiz Pereira Baggio Renata de Souza Ubeda
  32. 32. PÚBLICO ALVO: Toda a comunidade escolar.
  33. 33. JUSTIFICATIVAS Um dos problemas mais preocupantes da atualidade são o esgotamento dos recursos naturais e o acúmulo de lixo que polui, contamina, transmite doenças e prejudica o meio ambiente alterando o equilíbrio ecológico e comprometendo o futuro da humanidade.
  34. 34. É necessário que a escola assuma uma postura ativa de intervenção na formação de cidadãos capazes de modificar essa realidade. A partir da conscientização dos alunos e comunidade para com a conservação do patrimônio e preservação do ambiente, pretende-se atingir âmbitos maiores na prática de ações eficazes.
  35. 35. OBJETIVOS: •Levar o aluno a perceber a necessidade de conservação do ambiente a sua volta e da mudança de postura com relação ao mesmo; •Criar a cultura da preservação, do respeito às pessoas e ao meio ambiente, bem como da conservação do patrimônio escolar; •Mobilizar a comunidade escolar no sentido de expandir as condutas de preservação; •Estimular a sensibilização para uma mudança de postura em relação ao seu ambiente; •Promover a ação participativa e responsável nas resoluções dos problemas no âmbito escolar; •Valorizar a opinião e a ação jovem na construção de uma educação transformadora; •Melhorar as habilidades de leitura e escrita que favoreçam a compreensão dos assuntos abordados; •Criar uma nova identidade para a escola.
  36. 36. METAS •Envolver 90% da comunidade escolar na participação, organização e execução das ações da IV Conferência InfantoJuvenil pelo Meio Ambiente; •Reduzir em 80% a produção de lixo e o desperdício de materiais; •Melhorar em 50% o desenvolvimento da competência leitora e escritora; •Formar 50% de agentes disseminadores na conscientização da preservação do ambiente e do Patrimônio Escolar.
  37. 37. PROCEDIMENTOS •Observação coletiva do entorno das salas de aula e da escola em geral; •Socialização dos resultados a partir das observações apuradas; •Levantamento e registro dos problemas identificados pelos alunos; •Ações de intervenção para a melhoria das condições observadas: •Promover Pré-sensibilização pela equipe organizadora da IV Conferência, utilizando multimídia (Internet e Power Point); •Realizar visita pedagógica a uma fábrica produtora de celulose com enfoque em sustentabilidade; •Realizar visita, com entrevista, ao gabinete da Secretária Municipal do Meio Ambiente para coletar informações sobre a destinação dos resíduos sólidos e líquidos;
  38. 38. •Disseminar as informações coletadas a partir da entrevista por meio de multimídias, cartazes e peça teatral; •Estabelecer escala de dia e horário para o mutirão da limpeza com formação de grupos responsáveis em todas as salas de aula/ambiente escolar; •Organizar atividades para a melhoria da área verde (ambiente interno e externo): implantação do jardim a partir da preparação do solo, plantio de mudas de plantas ornamentais, árvores frutíferas e arborização urbana; •Promover palestras com profissionais sobre o que é patrimônio público e a necessidade de preservar o mesmo;
  39. 39. •Promover a Feira do Verde com o enfoque em sustentabilidade, competência leitora e escritora; •Promover um concurso na escola para executar a pintura dos muros com desenhos produzidos pelos alunos com o tema (meio ambiente); • Realizar oficinas de reciclagem com enfoque na confecção de papel reciclado para a produção de material didático informativo.
  40. 40. FEIRA DO VERDE
  41. 41. JARDINAGEM
  42. 42. REUTILIZAÇÃO DE GARRAFAS PLÁSTICAS/RECICLAGEM
  43. 43. RECICLAGEM DE LACRES
  44. 44. JOGOS: BILBOQUÊ
  45. 45. BOLICHE
  46. 46. LIXEIRAS
  47. 47. TRABALHOS REALIZADOS COM COPOS DE ÁGUA MINERAL
  48. 48. COLHENDO E DIVULGANDO INFORMAÇÕES
  49. 49. PLANTIO DE ÁRVORES NA ENTRADA DA ESCOLA

×